Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



liberdadejá.jpg

 

Imagem do Facebook 

 

Democracia é a forma de governo em que a soberania é exercida pelo povo.

 

"um tribunal de Luanda condenou a penas entre dois anos e três meses e oito anos e seis meses de prisão efectiva 17 activistas angolanos" os jovens activistas foram detidos a 20 de Junho do ano passado, rejeitaram sempre as acusações que lhes foram imputadas e declararam em tribunal que os encontros semanais  promoviam a discussão política e não qualquer acção violenta para derrubar o regime.

 

Hoje na assembleia da República o PS e o Bloco de esquerda apresentaram a votação moções que condenavam a prisão dos 17 jovens. Ambas foram chumbadas com os votos contra  do PCP, do PSD e do CDS, os três partidos consideraram estas moções uma ingerência na vida interna daquele país.

 

Não deixa de ser curioso ouvir falar de ingerência na vida interna de um país aos deputados de dois partidos que nos últimos 4 anos governaram Portugal, seguindo à risca e sem desvios,  um guião que para além de ser ditado por instituições estrangeiras era rigorosamente controlado de três em três meses por funcionários menores dessas instituições.

 

Acho que não restam dúvidas a ninguém que estes 17 jovens agora condenados a penas que vão até aos 8 anos, são para todos os efeitos presos políticos. O ano passado estes mesmos partidos votaram a favor da condenação da Arábia Saudita pela prisão e as chicotadas  ao bloguer Raif Badawi. Alguém consegue ver a diferença entre os presos políticos da Arábia Saudita e os de Angola? Condenar a Arábia Saudita não era ingerência e condenar Angola é? Em 2003, num caso idêntico ao angolano, o PSD condenou a prisão de 12 opositores ao regime cubano.Onde está a coerência?

 

Sabemos que o PCP é próximo do partido que governa Angola e a forma como costumam pensar, mas será que haverá mesmo no PSD e no CDS algum deputado que acredite na mensagem que passaram hoje no parlamento? Não me parece que seja assim tão difícil entender a diferença entre condenação e ingerência... será que os senhores deputados tem consciência? E vergonha, terão?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

Shame on you Angola

por Jorge Soares, em 20.10.15

luaty2.jpg

 

Imagem do Facebook  de Sofia Zambujo

 

Não alcançamos a liberdade buscando a liberdade,

mas sim a verdade.

A liberdade não é um fim, mas uma consequência.

Leon Tolstoi

 

José Eduardo dos Santos, que está no Poder desde 1979 e as únicas eleições a que se submeteu, foram a origem de uma guerra civil que deixou milhares de mortos... não se sabe quando vão ser as eleições.....

 

Escrevi a frase acima algures em 2009 num post sobre o Hugo Chaves, já choveu bastante em Angola e na Venezuela desde então, entretanto  "el comandante" foi-se e deixou no seu lugar um senhor que recebe os seus recados através do canto dos passarinhos e para a desgraça ser completa, o petróleo passou dos 100 para os 50 dólares por barril.

 

Na Venezuela o que mudou foi para pior, Angola terá mudado muito neste período de tempo, os dólares do petróleo converteram Luanda na cidade mais cara do mundo e alguns angolanos nos melhores clientes das lojas de luxo de Lisboa. Infelizmente todo esse dinheiro e aparente prosperidade não chegaram a quem mais precisa e ao mesmo tempo que cresciam os edifícios na cidade, crescia também a miséria, a insegurança e as desigualdades.

 

Era contra essa miséria e desigualdades que  erguiam as suas vozes Luaty Beirão e outros 14 jovens activistas  que foram detidos durante uma acção de formação de intervenção cívica e política, com base no livro “Da Ditadura à Democracia”, de Gene Sharp.

 

Luaty e os outros 14 jovens estão presos à quase quatro meses  acusados de um crime político, segundo o governo angolano, os jovens estariam a preparar uma rebelião e um atentado contra o Presidente angolano, mesmo que isto fosse verdade, este é  crime que admite liberdade condicional até ao julgamento, liberdade que tem sido negada aos jovens.

 

Luaty está em greve de fome há 29 dias em protesto por não ter sido libertado após o prazo máximo de prisão preventiva.

 

Tal como a Venezuela, Angola é um país com enormes recursos naturais, tal como na Venezuela toda essa riqueza parece que se desvanece em fumo por entre as mãos dos seus dirigentes e pouco ou nada chega a quem verdadeiramente precisa, o seu povo.

 

Luaty e os outras 14 jovens são a voz desse povo, não deixemos que os políticos calem essas vozes.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

Rui Machete

 

Imagem do Público

 

E vai mais um, depois do Relvas, da ministra do Swaps, dos inúmeros senhores que teimam em limpar dos seus currículos as passagens pelo BPN, depois das muitas histórias das acções da SLN, agora este senhor decidiu que em nome da diplomacia tudo é válido, até acabar com a separação de poderes e até fazer tábua rasa sobre as decisões dos juízes.

 

Ante a indignação de meio país, a procuradora geral já veio dizer que com ela ninguém falou, resta saber se o senhor ministro tem outras fontes na PGR ou se simplesmente achou que ninguém ia dar pelas palavras dele e por tanto podia dizer uma ou outra mentira em nome da diplomacia.

 

Não faço ideia a que processos se estaria o senhor a referir, nem se referem coisas muito ou pouco graves, mas não me parece que os processos que correm nos nossos tribunais contra cidadãos de qualquer país possam estar de alguma forma nos temas abordados pelo ministro dos negócios estrangeiros e muito menos podem de alguma forma ser objecto de algum pedido de desculpa.

 

Hoje Cavaco Silva veio dizer que "ninguém está acima da lei nem há cidadãos de primeira e de segunda", ficamos então à espera que ele tome alguma medida com respeito a quem faz da mentira uma forma de governo, já que esperar que algum destes senhores se demita, é pura ilusão.

 

Senhor presidente da República, estamos à espera.... (sim, eu sei, é melhor esperar sentado)

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18

RDP, serviço público ou a voz do dono?

por Jorge Soares, em 24.01.12

RDP termina programa A voz do Tempo

 

Imagem do Público 

 

Uma crónica crítica em relação a Angola, do jornalista Pedro Rosa Mendes, terá levado a RDP a acabar com o espaço de opinião "Este Tempo", da Antena 1. 

 

Um destes dias alguém colocou no Facebook um vídeo que começava com uma imagem de Pedro Passos Coelho, se não me engano em fundo iam-se escutando frases deste sobre a situação do país e as medidas de austeridade, à medida que se ouviam as frases a imagem ia-se transfigurando até que no fim já se tinha convertido numa fotografia do Salazar. Na altura achei aquilo ridículo, não me parece que exista alguma hipótese de o tempo andar assim tão para trás.... mas ao ler notícias como esta começam a surgir algumas dúvidas sobre onde nos levará o caminho que a politica e este governo nos fazem seguir.

 

Como ouvinte da Antena 1 sinto-me triste e  preocupado, é preocupante sentir que a censura se vai instalando e as vozes criticas vão desaparecendo, gostava sinceramente de saber de onde veio a ordem de acabar com o programa, terá sido do ministério de Miguel Relvas ou da embaixada de Angola?... em qualquer dos casos é preocupante.

 

“para que serve uma rádio pública e um serviço público?” ... “Para dar voz às pessoas ou para ser a voz do dono?”.»

 

Raquel Freire na sua última crónica do programa Este tempo da RDP

 

Ouvir a crónica de Pedro Rosa Mendes 

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Hugo Chavez, Ditador?, Porquê?

por Jorge Soares, em 11.03.09

Venezuela, um país para querer

Imagem Retirada da internet

 

É muito fácil fazer juízos valor quando estamos comodamente sentados em nossa casa, olhamos para o televisor, ouvimos as noticias que nos são debitadas, sentimo-nos donos do nosso primeiro mundo e claro, achamos que tudo o que sai da esfera daquilo que conhecemos e damos por garantido é terceiro mundo ou em ultimo caso, republica das bananas.

 

Cada vez que leio ou ouço algo sobre o Hugo Chavez, presidente  da Venezuela,  penso, mais um que olhou para a televisão, viu as noticias e agora fala de cor.

 

A maioria das pessoas não sabe, mas a Venezuela é a Democracia mais antiga da América Latina, ainda em Portugal o homem não tinha caído da cadeira e as pessoas eram enviadas para o Tarrafal e já havia Democracia na Venezuela. A democracia foi instituída em 1958... portanto, quando Hugo Chavez foi eleito por primeira vez em 1999, havia democracia há 41 anos no país.... muito tempo.

 

Eu vivi lá 10 anos, tempo mais que suficiente para perceber que aquela Democracia que tanto agradava à Europa e aos Estados Unidos, tinha que mudar. Era uma Democracia em que dois partidos se sucediam no poder cada 5 anos, 5 anos governavam-se uns, para nos 5 anos seguintes se governarem outros. Sim, porque ali ninguém governava, mas todo o mundo se  governava. Era o tempo do "Yo no quiero que me deem, yo lo que quiero és que me pongam donde hay".

 

A economia era completamente subsidiada, até ao ponto em que por cada litro de leite que se vendia, o estado pagava 3 à empresa produtora, tudo era subsidiado, ninguém pagava impostos e absolutamente nada se fazia sem untar as mãos a alguém, desde o policia da rua até a qualquer funcionário publico, absolutamente tudo tinha um preço. 

 

Não era necessário ser muito esperto para se perceber que mais tarde ou mais cedo as coisas teriam que mudar, mais tarde ou mais cedo, de uma ou outra forma, teria que aparecer um Chavez, porque um país não pode existir assim. 

 

Chavez foi eleito por primeira vez em 1999, nessa altura eu já lá não estava, mas se estivesse, votava nele, simplesmente porque o país não podia continuar assim, o país precisava de ser governado...e não de quem se governasse a si. 

 

Chamar Ditador a Chavez, é avaliar a situação por aquilo que conhecemos, na verdade a situação deve ser avaliada desde o ponto de vista do povo da Venezuela, e o povo que na sua grande maioria vive em bairros precários, o povo que vive nas favelas de Caracas, o povo, esse já o elegeu em eleições livres e democráticas, duas vezes, ....e vai continuar a eleger, porque olhando para o lado, olhando para a oposição, o que se vê, é mais do que já lá tinha estado antes.... ou o vazio.

 

A Venezuela, além de um dos maiores produtores de Petróleo do Mundo, é um dos maiores produtores de Ferro, bauxita (alumínio), Ouro, Diamantes, etc, etc, etc. É um país com todas as condições., com todos os recursos,.. o que falta?.... pois... não sei!

 

Entretanto nestes ultimos dias esteve em Portugal o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, que está no Poder desde 1979 e as únicas eleições a que se submeteu, foram a origem de uma guerra civil que deixou milhares de mortos... não se sabe quando vão ser as eleições.....mas eu não ouvi ninguém chamar ditador a este senhor..... curioso a forma como avaliamos as coisas em Portugal.

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D