Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Libertem os animais!!

por Jorge Soares, em 22.12.14

orangutango.jpg

 

Imagem de aqui

 

 

Num caso inédito, a Justiça da Argentina concedeu um habeas corpus a uma fêmea de orangotango que vive no jardim zoológico de Buenos Aires para que esta  seja libertado e levada para um santuário, onde poderá viver em semiliberdade. O tribunal  reconheceu que Sandra, é este o nome do animal, possui direitos básicos como um "sujeito não humano" e está privada ilegalmente de sua liberdade.

 

O pedido de habeas corpus foi foi colocado por um grupo de activistas de defesa dos direitos dos animais, com o fim de pedir a liberdade da fêmea de orangotango de 28 anos que se encontra há duas décadas presa no jardim zoológico de Buenos Aires. Esta decisão que evidentemente é passível de recurso, poderá abrir  um precedente que no futuro poderá ser utilizado em favor da liberdade de muitos outros animais.

 

Eu não gosto de Jardins zoológicos, posso até entender  que sirvam o propósito de acercar os animais a pessoas que de outra forma dificilmente teriam alguma hipótese de os ver ao vivo, mas para mim não deixa de ser uma forma de ter animais aprisionados, contra a sua natureza de animais selvagens, na maior parte dos casos em condições degradante e que nada tem a ver com o seu habitat natural

 

Também não acredito naquelas teorias que dizem que os zoológicos servem para preservar espécies que estão em risco na natureza, se o objectivo é preservar a espécie, então isto deve ser feito em condições o mais aproximadas possível do habitat natural e nunca com os animais encerrados em jaulas e em contacto com milhares de pessoas diariamente.

 

Na realidade a procriação de animais em jardins zoológicos para pouco mais serve que para alimentar a industria dos animais em cativeiro e dificilmente um animal que nasce num zoológico  irá alguma vez parar ao seu habitat natural.

 

Espero que esta iniciativa dos activistas argentinas tenha sucesso e que no futuro sirva de exemplo para libertar muitos outros animais que pelo mundo fora se encontram  em zoos, em circos ou noutro tipo de cativeiro.

 

Digam lá que este não foi um excelente presente de natal para a Orangotango Sandra?

 

Jorge Soares

publicado às 23:19

quaresma.jpg

 

Imagem do Sapo

 

A seguir ao jogo com a Albânia disse aqui que o verdadeiro valor da selecção portuguesa não seria o que naquele dia não tinha dado para ganhar à Albânia, mas também não seria o que tinha mostrado nos últimos 15 anos, estaria sim algures no meio, nem tão má como a daquele dia, nem tão boa como a maioria dos portugueses que gostam de futebol querem acreditar que temos.

 

Entretanto mudou-se o treinador e em lugar da renovação que tanto se criticou que Paulo Bento não fez, o que temos visto é que apesar das estreias (quase) forçadas de um ou outro jogador jovem, regressaram à selecção jogadores que por um outro motivo estavam fora das escolhas de Paulo Bento e sem fazer as contas, diria que no jogo contra a Arménia a média de idades deve ter subido um ou dois anos.

 

Também é verdade que depois de uma derrota contra a França no primeiro jogo da era Fernando Santos, se seguiram 3 vitórias por um zero, incluindo a de hoje contra a Argentina, vice campeã mundial, naquele que de certeza foi um dos jogos mais fracos e aborrecidos dos últimos anos.

 

É verdade que o que interessa é ganhar e quanto a isso Fernando Santos está a fazer um excelente trabalho, mas também é verdade que o que vemos é uma selecção que em lugar de mostrar jogo o que mostra é uma cada vez maior dependência dos momentos de génio de Cristiano Ronaldo e que quando este falta deixa de saber muito bem para onde jogar.

 

Um destes dias alguém dizia num dos muitos programas sobre futebol que  o que faltou no jogo contra a Albânia foi o Cristiano Ronaldo e que se este tivesse jogado, de certeza que Paulo Bento continuaria a ser seleccionador e que dificilmente alguma coisa teria mudado. Mas Ronaldo não jogou e na altura não havia Quaresma para tirar um dos seus passes mágicos como os que tem tirado ultimamente, três jogos, três momentos à la Harry Potter e três golos da selecção... o resto é história.

 

Hoje viu-se algo da tão necessária renovação, estrearam-se 4 jogadores pela selecção, infelizmente nenhum deles é avançado e por muito que se olhe para as selecções mais jovens, dificilmente se vislumbra que apareça algum nos próximos anos e não será de certeza a marcar só um golo por jogo que conseguiremos ir a algum lado.

 

Quanto ao jogo de hoje, valeu pelo mais de um milhão de Euros que a federação recebeu de cachet, mas não passou de um enorme tédio, do prometido e desejado duelo pela conquista da bola de ouro que tanto se tentou vender, nada se viu. Messi e Ronaldo jogaram o quanto baste, a Argentina foi melhor, Fernando Santos tirou conclusões importantes sobre o muito trabalho a fazer, quanto a futebol que se visse,... muito pouco mesmo.

 

De todos modos não é todos os dias que se ganha à Argentina, Portugal não ganhava há 42 anos e de certeza que Raphael Guerreiro, grande jogador cheio de raça e personalidade que em boa hora escolheu jogar pela selecção portuguesa em detrimento da francesa, não esquecerá nunca o dia em que se estreou a marcar pela selecção.

 

Jorge Soares

publicado às 22:42

Alemanha é campeão mundial

 

 

Terminou o mundial, para mim o melhor mundial pelo menos de 82 para cá, muito espectáculo, muitos golos, muitas reviravoltas e jogos resolvidos nos últimos minutos, muitíssima emoção.

 

A Alemanha ganhou com muitisdsimo mérito, é verdade que podia ter sido eliminada pela Argélia, mas também é verdade que passeou classe e um futebol bastantes furos acima do resto das selecções participantes.

 

Hoje não tivemos uma grande final, a Argentina entregou o jogo aos alemães, como sempre defendeu muito bem com um Mascherano numa forma fantástica e depois ficou à espera de São Messi e dos seus coelhos tirados da cartola para resolver o jogo, mas hoje não havia Coelhos na cartola e sem eles, tal como já tínhamos visto antes, a Argentina não consegue marcar e sem golos não há campeões.

 

De resto Messi parece cada vez mais uma figura triste, alguém fora de ambiente e sem pachorra para o que o rodeia, sempre com ar de quem anda ali a fazer um frete e tem que suportar aquela gente toda à sua volta.

 

A Alemanha é uma equipa  muito bem construída que vale como um todo e que joga um futebol alegre, eficaz  e vistoso, não teve medo de pegar no jogo e de construir o seu futebol, teve a resistência e a paciência  suficientes para levar a água ao seu moinho e já quase no final do prolongamento, conseguiu marcar o golo que vale um titulo mundial.  

 

A Argentina deste mundial fez-me lembrar a Itália de outros mundiais.

 

Daqui a quatro anos há mais.

 

Jorge Soares

publicado às 23:42

Nem (São) Messi nem futebol que se visse!

por Jorge Soares, em 09.07.14

Romero foi o herói Argentino do dia

 

 

Depois do espectáculo de futebol e golos alemães de ontem, hoje tivemos uma semifinal chata e com pouco futebol. A Argentina tinha chegado até este jogo com a Holanda sem mostrar futebol que convencesse, jogo sim jogo também São Messi ia tirando uns coelhos da cartola e com a ajuda de um Di Maria em excelente forma, foram vencendo os jogos mas sem nunca convencer.

 

Hoje com Di Maria a ver o jogo desde o banco e com um Messi muito apagado, não houve o golo habitual e a Argentina mostrou uma vez mais que é uma equipa recheada de excelentes jogadores mas que está longe de ser uma boa equipa. 

 

A Holanda que ao longo do mundial tinha mostrado um excelente futebol e proporcionado excelentes espectáculos, hoje mostrou pouca garra e iniciativa e muito pouco futebol.

 

Tudo isto resultou num jogo sem oportunidades, com a bola a andar sempre longe da baliza, com muito jogo para os lados e pouca eficácia.

 

Chegados aos penalties com a Holanda com a substituições esgotadas, não houve possibilidade de haver troca de guarda redes e ficamos a perceber porque é que Van Hal tinha optado por aquela troca de keepers no último minuto, a verdade é que Jasper Cillessen praticamente se limitou a ver as bolas entrar na baliza, ao contrário de Romero que defendeu dois dos quatro penalties apontados pelos holandeses.

 

Não houve São Messi, houve São Romero e a Argentina está na Final, mas quanto a mim ficaram pelo caminho umas três ou quatro selecções que mereciam mais... mas lá está, o futebol é isto mesmo.

 

Jorge Soares

publicado às 23:52

Messi resolve

 

 

Hoje a Argentina deu finalmente um ar da sua graça, num jogo que pouco ou nada iria decidir e que terminou com ambas Argentinos e Nigerianos a festejar, Messi marcou dois dos três golos com que  a Nigéria foi brindada.

 

Uma vez mais não foi um grande jogo apesar dos 5 golos. Hoje Messi não esperou pelo fim do jogo para resolver, começou logo aos três minutos a marcar, a Nigéria que não tinha Messi mas tinha Musa, empatou no minuto a seguir. Messi marcou de livre mesmo ao cair do pano da primeira parte, mas Musa voltou a marcar logo no início da segunda... Rojo desempatou logo a seguir.

 

Apesar dos 3 golos de hoje, continuo a achar que a Argentina é Messi e pouco mais.... um conjunto recheado de excelentes jogadores nem sempre forma uma excelente equipa, vale São Messi.  

 

No outro jogo do grupo, a Bosnia despachou o Irão de Carlos Queiroz, que ainda tinha uma leve esperança de classificar, com um esclarecedor 3-1, ambas as equipas foram eliminadas. 

 

Nos jogos da noite, a França e o Equador proporcionaram um excelente espectáculo de futebol num jogo que terminou 0-0 mas em que os guarda redes, principalmente o do Equador mas também o da França, tiveram várias oportunidades para brilhar. A França confirmou a qualificação, o Equador precisava de ganhar para seguir em frente, com o empate ficou eliminado, mas deixou uma excelente imagem neste mundial.

 

No outro jogo, a Suiça despachou  as Honduras com um claro 3-0 e irá enfrentar a Argentina na fase seguinte.

 

À primeira vista a França tem a vida muito mais fácil que a Argentina, a Suíça vai ser um osso duro de roer.. veremos se são capazes de parar Messi e os seus repentes.

 

Jorge Soares

publicado às 23:17

Messi salvou a Argentina

 

 

Carlos Queiroz disse no fim do primeiro jogo que o Irão não veio ao mundial para agradar a ninguém ou ser o bombo da festa simpático, hoje viu-se isso mesmo, e não só não foram nada simpáticos como chegaram a assustar uma selecção da Argentina que tal como tinha feito no primeiro jogo, mostrou muito pouco futebol.

 

Tal como no jogo contra a Bósnia, valeu  São Messi, que com um golo aos 91 minutos estragou a festa a uma selecção Iraniana que com um futebol realista merecia a alegria de pelo menos empatar.

 

A Argentina voltou a não convencer, é uma equipa cheia de nomes  que mostra um futebol pouco mais que miserável, sem ideias, sem soluções, sem arte.... sem Messi não havia Argentina.

 

No jogo que nos interessava, a Alemanha que no primeiro jogo vulgarizou a equipa portuguesa, viu-se e desejou-se para empatar com uma equipa do Gana desinibida e que não virou a cara à luta do primeiro ao último minuto . Esteve a ganhar até que entrou em cena São Klose, que foi chamado ao jogo para resolver um enorme problema e com um golo salvador se converteu no máximo goleador de todos os mundiais.

 

Para Portugal este resultado é mais ou menos irrelevante, terá sempre que ganhar os dois jogos para se classificar

 

No último jogo de ontem, o Equador venceu as Honduras por 2-1. Com este resultado as Honduras ficaram eliminadas, as outras três equipas do grupo irão disputar os dois lugares na última jornada.

 

Jorge Soares

publicado às 23:23

olo de Benzema às Honduras

 

Imagem de aqui

 

E ao quarto dia tivemos a primeira decisão da tecnologia para validar um golo, foi ao segundo minuto do segundo tempo do França-Honduras, Benzema remata para o lado mais distante do guarda redes, a bola vai ao poste depois bate no guarda redes e dirige-se para a baliza. Nas várias repetições não é possível dizer com toda a certeza se o Guarda redes pára a bola depois desta ter cruzado completamente a linha de golo.

 

O árbitro validou o golo, nas imagens disponibilizadas pela FIFA e que são criadas com base na nova tecnologia, é possível ver que efectivamente a bola passou completamente a linha.

 

Como disse antes, em todas as repetições que vi dos diferentes ângulos, eu não consegui perceber se a bola entra ou não completamente na baliza, o recurso à tecnologia aparentemente resolveu o caso, mas que a julgar pelo que vou vendo pelas redes sociais não impediu as discussões sobre a validade do golo.

 

Sou dos que acha que o futebol e a sua credibilidade só têm a ganhar com o recurso à tecnologia principalmente em casos como o do golo do Benzema em que é quase impossível dizer com toda a certeza se foi golo ou não.

 

Quanto ao resto do jogo, não há muito para contar, a França foi muito superior, Benzema esteve nos três golos e graças à tecnologia não se ouviu falar de casos arbitrais.

 

O dia começou com o Costa do Marfim-Japão que não vi, a equipa de Drogba foi mais forte e conseguiu dar a volta ao resultado.

 

Seguiu-se o Suiça-Equador em que os Helvéticos também deram a volta ao resultado. A Suíça pareceu-me melhor equipa que o Equador, tem alguns jogadores jovens de excelente qualidade e com este resultado pode ter dado um passo muito importante para a sua classificação para a fase seguinte. Este grupo é de certeza o mais fácil de todos e não me parece que a França vá a ter muitas dificuldades.

 

O último jogo do dia é o Argentina-Bosnia que ainda está a decorrer, a Argentina está a ganhar dois a zero, com um Golo de Messi. O jogo começou com um auto golo da Bósnia e teve uma primeira parte fraca.

 

A Bósnia entrou com muita preocupação em não deixar jogar Messi e até certo ponto conseguiu, foi uma primeira parte com muito poucas oportunidades. Com um golo de vantagem a Argentina não conseguiu atacar, a Bósnia pressionava muito bem e recuperava muitas bolas a meio campo, mas não havia ideias sobre o que fazer com ela para chegar até à baliza da Argentina.

 

Na segunda parte as coisas mudaram, Messi conseguiu escapar e fez um golo à Messi que sentenciou o jogo. A Bósnia Mostrou ser uma equipa organizada que defende bem, tem bons jogadores mas faltam ideias no último terço do terreno. 

 

Não está a ser um grande jogo, a Argentina está recheada de estrelas, mas hoje pelo menos não se viu uma grande equipa... o jogo ainda não terminou, a Bósnia acaba de marcar e ao contrário do que tinha acontecido na primeira parte, está a conseguir criar ocasiões

 

Jorge Soares

publicado às 00:02


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D