Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vamos ajudar o André

Imagem da Página Vamos ajudar o André



São tantas as coisas que nos passam à frente no Facebook que a maior parte das vezes olhamos e nem vemos, a história do André há dias que me passava em frente, fruto da perseverança da Paula que não desiste de tentar ajudar alguém com quem a vida foi tão madrasta.

 

Foi também através da Paula que em 2009, há mais de quatro anos, ouvi falar pela primeira vez da historia do André, foi neste post do Pepita, e que acordei para a realidade, o cancro de mama é uma doença que ao contrário do que todos achamos não afecta só as mulheres, os homens também estamos sujeitos e a  doença é igual de mortal em ambos os sexos.


Quero deixar aqui hoje um duplo apelo:

 

Em primeiro lugar, todos nós , homens e mulheres, devemos estar atentos aos sintomas, o cancro de mama é uma doença que pode afectar qualquer um. 


Em segundo Lugar, vou usar o texto que está na página do Facebook para deixar um apelo a todos para que dentro da vossa disponibilidade ajudem o André, ainda que seja partilhando este post ou a página do Facebook 


O André precisa da ajuda de todos. Em 2009 o monstro deste século apanhou-o desprevenido, quando nada o fazia prever foi-lhe detectado cancro da mama. Seguiu-se uma luta durante um ano em que entre quimioterapia, operação de mastectomia total e radioterapia, tudo levava a crer que o pior já tinha passado. No começo de 2013 em exames e analises de rotina o pesadelo voltou.


Deu-se inicio mais uma vez a tratamentos para o seu combate. Decorridos nove meses o resultados não se fazem notar. Tendo conhecimento de um tratamento inovador na Alemanha, o André precisa da tua ajuda para o poder realizar por se tratar de um tratamento bastante dispendioso.

Site da Clínica com descrição do tratamento acima referido:
http://www.immune-therapy.net/

Apoio e encaminhamento através do projeto Safira:
http://blog.projetosafira.org/

O André é residente na Redinha, na rua dos Algares 3105-322 Pombal
Email: andrepifaro@hotmail.com

Veracidade de todas as informações prestadas poderão ser confirmadas no IPO de Coimbra


Jorge Soares

publicado às 22:08

Angelina Jolie

 

Imagem do Público

 

“A minha mãe lutou contra o cancro durante quase uma década e morreu aos 56. Aguentou o suficiente para conhecer os primeiros dos seus netos e para lhes pegar ao colo. Mas os meus outros filhos nunca terão a oportunidade de a conhecer e de sentir quão amável e graciosa ela era.


Por vezes temos a tendência a achar que estas coisas só acontecem às pessoas normais, mas não, ninguém por mais bonito ou famoso que seja deixa de ser humano e de estar sujeito às mesmas maleitas que qualquer outro comum mortal.

 

Angelina Jolie mostrou que para além de humana, é uma mulher preocupada com a sua saúde. O seu é um exemplo da forma como deve ser encarada a doença, a prevenção é e será sempre o melhor dos tratamentos, para a maioria das pessoas a propensão para a doença, as análises genéticas e a mastectomia preventiva seriam até hoje conceitos completamente desconhecidos. 

 

Para muita gente o caminho é manter-se na ignorância e isso faz com que quando se descobre a doença já seja em muitos casos tarde, é preciso muito valor para tomar a decisão que ela tomou, não deve ser de animo leve que uma mulher decide retirar os dois peitos, mas ela soube mostrar que acima dos clichés e da estética estão valores muito mais fortes, como a vida e a saúde.

 

"Cancro é ainda uma palavra que planta medo no coração das pessoas, produzindo uma profunda sensação de impotência. Mas hoje é possível descobrir, através de uma análise de sangue, se somos altamente susceptíveis ao cancro da mama e dos ovários e então tomar uma atitude."


Esperemos que com este exemplo muitas mais pessoas tomem consciência da importância da prevenção e de que por cima dos ideais de beleza, está a vida e a saúde.

 

O The Scar Project já por aqui passou antes, neste post, mas nunca está de mais recordar

 

 

Jorge Soares

publicado às 22:01

Tutu Project, e tu, o que farias por amor?

por Jorge Soares, em 27.04.12

E você, o que faria por amor?

 

Imagem de Tutu Project 

 

Há coisas que só se fazem por amor, o senhor ali da fotografia chama-se Bob, em 2003 ele decidiu tirar umas fotografias vestindo apenas um Tutu cor de rosa. Passado algum tempo a Linda,  sua mulher,  foi diagnosticado  um cancro de mama,  no meio da desgraça a única coisa que realmente a fazia sorrir eram aquelas fotografias do seu marido vestido com um Tutu e as mirabolantes histórias que se teciam à volta de cada fotografia.

 

Desde então Bob tem dedicado uma boa parte da sua vida e dos seus parcos recursos financeiros a imaginar e concretizar os cenários mais estranhos e mirabolantes para as suas sessões de fotografia em que aparece sempre vestido unicamente com um Tutu cor de rosa.

 

Com o tempo as imagens de Bob correram o mundo, o que fazia sorrir Linda podia fazer sorrir muitas outras pessoas que tal como ela lutam pela vida e aquela ideia de Bob que de inicio parecia ridicula e maluca, converteu-se numa forma de lutar pela causa da luta contra o cancro.

 

Com o sucesso surgiu a ideia das fotografias virarem livro e o projecto de com ele se recolherem fundos ... a ideia é chegar pelo menos aos 75000 Euros que serão doados a hospitais e instituições que lutam contra a doença.

 

Convém recordar que tudo isto começou por amor, Bob não se importa do ridiculo que possa parecer ou do que possam dizer ou pensar as outras pessoas, desde que Linda sorria e tenha pelo menos um pouco de felicidade... e tu, o que serias capaz de fazer por amor?

 

Jorge Soares

publicado às 21:53

O Cancro de mama não é uma fitinha cor de rosa

por Jorge Soares, em 08.12.11

Uma das sobreviventes fotografadas por David Jay

Uma das sobreviventes fotografadas por David Jay
David Jay

 

Copiei o titulo do post do A Vida de Saltos Altos, porque depois de olhar para as fotografias ele faz todo o sentido, vivemos na era da informação, nunca soubemos tanto e tivemos acesso a tanto, mas este excesso de informação também nos leva muitas vezes a relativizar e até a minimizar as coisas, e nem sempre temos consciência do que estamos a falar.... a fitinha cor de rosa tornou-se o símbolo da luta contra o cancro de mama, mas quantas das pessoas que a utilizam tem a verdadeira noção do que realmente este significa para tantas mulheres?

 

 "Scar Project" (em português, "Projecto Cicatriz"), do fotógrafo de moda David Jay , tem como objectivo revelar ao mundo histórias de jovens sobreviventes do cancro da mama. Ao todo, já foram retratadas mais de 100 mulheres, todas com idades entre os 35 e os 55 anos, numa mensagem de sensibilização muito clara: a doença afecta cada vez mulheres mais novas e o rastreio é essencial.

 

O resultado foi publicado num livro (que pode comprar aqui )  e num documentário que para além de chamarem a atenção e sensibilizarem, tem como objectivo obter fundos para a investigação  e tratamento deste cancro que afecta milhares de mulheres por todo o mundo.

 

Esta doença mata todos os anos milhares de pessoas, não olha a idades, a credos, religiões ou condição social, as fotografias podem ser chocantes, mas nunca está de mais chamar a atenção, isto não acontece só aos outros, pode  acontecer com qualquer pessoa, por favor tenham atenção ao vossos corpo, a prevenção pode salvar vidas.

 

Pode ver todas as fotografias aqui 

 

Update: Por sugestão da Golimix (muito obrigado amiga) deixo a sugestão do de um site onde se pode ter uma ideia de como fazer o auto exame, http://mulher.sapo.pt/bem-estar/saude/sabe-fazer-o-auto-exame-da-mam-1196976.html

 

Jorge Soares

 

publicado às 23:20

Cancro da mama - Prevenir é preciso

por Jorge Soares, em 29.10.10

Cancro da mama

Imagem retirada de aqui:aqui

 

Ainda na sequência do Post de ontem, e porque há coisas que nunca está de mais repetir, vou hoje colocar um post que escrevi aqui no blog em Abril de 2008

 

Quando coloquei o post anterior senti que faltava algo, achei que não consegui passar a mensagem que pretendia, além de mais tive muito problemas em formatar o texto, e saiu mal.


O que faltava está nos comentários, desculpem amigas, eu vou copiar para aqui.

Comentário 1

Bem, como mulher, posso dizer que sei o que é encontrar um nódulo no local onde antes não estava nada... Sei que o são os exames à mama, a espera pelos resultados. Sei o que é ter na família alguém que não foi bem a tempo e ficou sem uma mama, o temor que de tudo se desmorone. Sei o que são as estatíticas, em relação ao meio envolvente e onde se vive, tendo em conta a incidência de casos nas pessoas que vivem na vizinhança, e por aqui tem sido muitos casos, alguns com desfecho triste. Felizmente, o meu está quietinho desde que aqui nasceu, mas a vigilância é regular. Só desejo muita força a quem passa por isso, que é preciso não desanimar, sei que é difícil, mas há que continuar, enfrentar a vida.
Há dias em que quando estou em baixo, tenho medo que possa vir a sofrer mesmo por causa do nódulo que tenho, mas depois sei que estou vigiada e vou pedir ao médico para me mandar para a cirurgia removê-lo, se não estiver cá, não me assusta.

Comentário 2

O cancro bate a qualqer porta, sem aviso, entra sem pedir licença. Custa a ir embora, e nem sempre o faz.
Acompanhei de perto 2 casos, embora não de cancro de mama, e vejo o sofrimento. A dor de quem passa por ele, a luta diária, a dor da familia que não pode fazer mais que dar o seu apoio.
Uma faleceu há 2 anos. A outra, menina com agora 7 anos, luta ainda contra uma leucemia que teima em toldar a sua inocência. No entanto, a felicidade nos seus dias bons, anima quem a vê e quem partilha das suas brincadeiras.
O cancro da maam, como mulher e como mãe, aflige-me. É preciso divulgar sim. É preciso saber que podemos estar atentas, que temos de ver em nós os sinais silenciosos que podem surgir devagarinho.
Obrigada Jorge, por este alerta!

Comentário 3

Já passei duas vezes pelo susto do nódulo da mama. Os nervos de fazer os exames com receio dos resultados. Mas temos que seguir em frente e esperar pelo melhor.
Graças a deus não tenho ninguém com qualquer tipo de cancro na familia da minha mãe ou do meu pai mas nunca estamos a salvo.
Há pouco tempo relatei no meu blog exactamente o que estava a contecer à minha prima que lhe apareceu um nódulo na mama. com a agravante do pai dela ter morrido de cancro e na familia do pai terem morrido vários de cancro e duas mulheres de cancro da mama.
Há que estar alerta para que se estas coisas nos baterem à porta, agirmos de imediato. É horrivel passar-se pelo processo com resultado negativo e nem consigo imaginar como será quando acontece o contrário. Para todas as que estiverem a passar por este processo, muita força e coragem!


A verdadeira mensagem que eu queria passar está aqui, nos comentários. Portanto, toda a atenção é pouca e Prevenir - é preciso,  e:

Para todas as que estiverem a passar por este processo, muita força e coragem!

Jorge


PS:De novo desculpem amigas.... mas a vossa mensagem é muito importante... muito mais importante que qualquer coisa que eu possa dizer.

publicado às 21:04

Cancro de mama

 

Anualmente, morrem em Portugal 1500 mulheres vítimas de Cancro da Mama. Avós, mães, irmãs, mulheres…

 

O Cancro da Mama também o afecta a si

 

 

Como sabe, Outubro é o Mês de Prevenção do Cancro da Mama. Nesse sentido, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, ao abrigo do protocolo “Tempo de Viver” levou a cabo uma parceria com a Roche Farmacêutica no sentido de sensibilizar a população portuguesa para a necessidade de prevenir o cancro da Mama, estabelecendo assim a Campanha “Amar a Vida”.

 

Numa primeira fase, a Liga Portuguesa Contra o Cancro conseguiu, no espaço de apenas uma semana, angariar 80 mil fãs na sua página oficial do Facebook, o que representou uma doação preciosa de 80.000€ por parte da Roche Farmacêutica.Próximo Desafio? Tornar a página da Liga Portuguesa Contra o Cancro a página com maior número de fãs em Portugal pois consideramos, e acreditamos que partilha da mesma opinião, que a informação é uma poderosa arma contra o cancro.

 

Para isso gostaríamos de contar com o seu apoio na divulgação desta campanha junto dos seus seguidores!

 

O seu pequeno gesto fará uma grande diferença!Agradecemos a sua atenção,

Liga Portuguesa Contra o Cancro

 

http://www.ligacontracancro.pt

 

Página do Facebook da Liga Portuguesa contra o cancro

 

O Post de hoje é para responder a um apelo que me chegou por mail, faço-o com todo o gosto, porque há coisas que nunca são de mais.

 

Jorge Soares

publicado às 21:15

Cancro da mama - Prevenir é preciso

por Jorge Soares, em 21.04.08

Cancro da mama

Imagem retirada de aqui:http://cancrodasmamas.blogs.sapo.pt/2008/01/

 

Quando coloquei o post de ontem senti que faltava algo, achei que não consegui passar a mensagem que pretendia, além de mais tive muito problemas em formatar o texto, e saiu mal.

O que faltava está nos comentários, desculpem amigas, eu vou copiar para aqui.

Comentário 1

Bem, como mulher, posso dizer que sei o que é encontrar um nódulo no local onde antes não estava nada... Sei que o são os exames à mama, a espera pelos resultados. Sei o que é ter na família alguém que não foi bem a tempo e ficou sem uma mama, o temor que de tudo se desmorone. Sei o que são as estatíticas, em relação ao meio envolvente e onde se vive, tendo em conta a incidência de casos nas pessoas que vivem na vizinhança, e por aqui tem sido muitos casos, alguns com desfecho triste. Felizmente, o meu está quietinho desde que aqui nasceu, mas a vigilância é regular. Só desejo muita força a quem passa por isso, que é preciso não desanimar, sei que é difícil, mas há que continuar, enfrentar a vida.
Há dias em que quando estou em baixo, tenho medo que possa vir a sofrer mesmo por causa do nódulo que tenho, mas depois sei que estou vigiada e vou pedir ao médico para me mandar para a cirurgia removê-lo, se não estiver cá, não me assusta.

Comentário 2

O cancro bate a qualqer porta, sem aviso, entra sem pedir licença. Custa a ir embora, e nem sempre o faz.
Acompanhei de perto 2 casos, embora não de cancro de mama, e vejo o sofrimento. A dor de quem passa por ele, a luta diária, a dor da familia que não pode fazer mais que dar o seu apoio.
Uma faleceu há 2 anos. A outra, menina com agora 7 anos, luta ainda contra uma leucemia que teima em toldar a sua inocência. No entanto, a felicidade nos seus dias bons, anima quem a vê e quem partilha das suas brincadeiras.
O cancro da maam, como mulher e como mãe, aflige-me. É preciso divulgar sim. É preciso saber que podemos estar atentas, que temos de ver em nós os sinais silenciosos que podem surgir devagarinho.
Obrigada Jorge, por este alerta!

Comentário 3

Já passei duas vezes pelo susto do nódulo da mama. Os nervos de fazer os exames com receio dos resultados. Mas temos que seguir em frente e esperar pelo melhor.
Graças a deus não tenho ninguém com qualquer tipo de cancro na familia da minha mãe ou do meu pai mas nunca estamos a salvo.
Há pouco tempo relatei no meu blog exactamente o que estava a contecer à minha prima que lhe apareceu um nódulo na mama. com a agravante do pai dela ter morrido de cancro e na familia do pai terem morrido vários de cancro e duas mulheres de cancro da mama.
Há que estar alerta para que se estas coisas nos baterem à porta, agirmos de imediato. É horrivel passar-se pelo processo com resultado negativo e nem consigo imaginar como será quando acontece o contrário. Para todas as que estiverem a passar por este processo, muita força e coragem!


A verdadeira mensagem que eu queria passar está aqui, nos comentários. Portanto, toda a atenção é pouca e Prevenir - é preciso,  e:

Para todas as que estiverem a passar por este processo, muita força e coragem!

Jorge


PS:De novo desculpem amigas.... mas a vossa mensagem é muito importante... muito mais importante que qualquer coisa que eu possa dizer.


publicado às 22:52

Prevenir..é preciso

por Jorge Soares, em 20.04.08
Cancro de mama

Imagem retirada de aqui:http://cancrodasmamas.blogs.sapo.pt/2008/01/


Ontem recebi no meu email o seguinte:

Querido amigo;

 

 
“Acordei durante a noite e toquei com a mão num nódulo, no seio esquerdo, ao mesmo tempo que um mau presságio começava a instalar-se em mim...”

 Porque sei que és sensível a estes temas,  aqui envio o meu Blog:    http://exsultatejubilate.bloguepessoal.com/home/  


Foi um desafio que os médicos e alguns amigos me fizeram... 

Era para escrever um livro...mas depois desisti e entrei no mundo da Blogosfera. Estou feliz por fazer chegar a minha mensagem a tantas pessoas.
Espero que tenhas tempo para ler e ver , envia às amigas e amigos, divulga...

"O embate psicológico provocado pelo cancro da mama nas mulheres é sobretudo o confronto com uma explosão de sentimentos, que mexem intrinsecamente com a integridade e auto-estima feminina.

 

O medo de perder um seio, ou os seios, de ficar sem cabelo ao longo de vários meses, de não poder ter mais filhos, de perder a libido ou o medo de rejeição do companheiro, provoca uma sensibilidade extrema ao longo de um denso percurso psicológico. Quando é fundamental uma força renovadora, determinada a contrariar o mais sombrio dos prognósticos."


Por norma desconfiava deste tipo de emails, mas este vinha directamente para mim e directamente da autora do blog.

Como todos, eu tenho uma filha, uma companheira de vida, uma mãe, amigas, colegas..  e este é um drama que pode bater à porta de qualquer uma.... e nunca está demais passar a mensagem.

Entretanto, andava à procura de imagens para o post e encontrei este blog : Cancro de mama

Jorge

publicado às 22:15


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D