Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

A Inês de Medeiros e a sua casa em Paris

 

Imagem de Henricartoon

 

Vendo pelo mesmo preço que comprei, ontem no Arrastão, o Daniel Oliveira dizia o seguinte:

 

"A semana passada um colaborador do grupo parlamentar do PSD foi apanhado em flagrante delito, às sete da manhã, em pleno acto com uma amiga que não trabalha na Assembleia. A coisa pode parecer apenas interessante contada assim. Mas é muito mais do que isso. O acto aconteceu na sala do plenário. Infelizmente, a interrupção não terá permitido ao arrojado casal levar a fantasia até ao fim. Há sempre um empata."

 

Há fetiches e fetiches, já aqui falamos até do sexo no confessionário, mas convenhamos que a sala do plenário da assembleia da república bate qualquer igreja aos pontos... até porque igrejas existem aos milhares ...e salas do plenário da assembleia da república portuguesa... só há uma. ...  e é preciso valor para uma cena destas... pena é que não tenham mostrado uma fotografia do casalinho...sempre ficávamos com uma ideia sobre se valia o risco ou não. 

 

Mas eu ia falar da assembleia da república por outro motivo, nas eleições passadas entre os candidatos do PS ao distrito de Lisboa constava o nome de Inês de Medeiros, é mais ou menos normal que os partidos apresentem entre os candidatos a deputados figuras públicas mais ou menos conhecidas, também é normal que por um distrito apareçam candidatos que nada tem a ver com o mesmo, o que não assim tão normal é que se candidate por Lisboa alguém que tem residência em Paris.

 

Estranho mesmo é que a Inês depois de ser elegida continue com a sua residência em Paris, agora, inacreditável é que a senhora apresente as facturas da viagens semanais para casa...e por incrível que pareça e como podemos ver nesta noticia, a verdade é que lhe vão pagar as viagens.

 

Vocês desculpem lá, mas se a senhora não estava disposta a vir viver para Lisboa não se candidatava, e se queria continuar a viver em Paris, afinal são só duas horas de avião e demora-se muito mais a chegar a algumas  capitais de Distrito Portuguesas, pagava as viagens do bolso dela, fazer com que o estado com o dinheiro dos impostos de todos nós pague as viagens é uma completa falta de vergonha, por parte dela e do PS que não só a elegeu sabendo do pequeno detalhe, como agora votou a favor do pagamento.

 

Hoje é dia 25 de Abril, e eu até sou dos que acredita piamente na nossa democracia..mas entre fetiches e deputados emigrantes...  a mim parece-me que o nosso parlamento cada vez mais parece uma casa de passo.

 

Jorge Soares

publicado às 21:40


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D