Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Casal italiano recorre à justiça para expulsar de casa filho de 41 anos

Imagem do Público

 

Um destes dias à hora do almoço enquanto meditava sobre a possibilidade de convencer a NASA para que desviasse o satélite ali para um sitio que eu cá sei para ajudar a tapar uns buracos, chamou-me a atenção a conversa na mesa do lado.

 

Um pai mostrava o seu desespero ao falar do filho de 20 anos que abandonou os estudos a meio do secundário e desde então está em casa, não estuda, não trabalha nem quer trabalhar. A mim, que comecei a trabalhar aos 11 anos, que enquanto estudei sempre arranjei forma de conciliar estudos e trabalho de modo a não depender totalmente dos meus pais, não deixa de me fazer confusão este tipo de situações.

 

Tenho 3 filhos, não sou pessoa de criar muitas expectativas sobre o futuro, nunca sonhei com ver os meus filhos com curso superior, engenheiros ou doutores, mas também não consigo imaginar o que seria para mim estar no lugar daquele meu colega. Não consigo conceber o que seria ter um adulto em casa que se limitasse a ver a vida passar, sem fazer o mínimo esforço por fazer parte dela. 

 

Hoje voltei a lembrar-me do assunto quando li esta noticia do público que fala de um casal italiano que farto de ter o amoroso rebento em casa, decidiu recorrer ao tribunal para que o colocasse na rua. É claro que este caso pouco tem a ver com o que falava antes, o rebento italiano de 41 anos, tem emprego e ganha bem.

 

Esta é uma caracteristica da sociedade em que vivemos, os filhos saem de casa dos pais cada vez mais tarde, até há uns anos atrás eram as condições económicas as culpadas, as pessoas casavam-se e iam viver para o anexo da casa dos pais por manifesta incapacidade para comprar ou alugar uma casa. Desde há uns tempos para cá, é o facilitismo que impera. A geração actual tem bons empregos, bons carros e excelentes condições de vida, não se casam, vão namorando, porque é muito mais fácil viver em casa dos pais, onde são bem tratados e mimados.

 

Eu lembro-me de estar desejoso de sair da faculdade para ter um emprego, o meu espaço e as minhas coisas.. não deixa de me fazer confusão como é que as pessoas preferem continuar debaixo da asa da mãe galinha até ao ponto de terem que ser corridas pelo tribunal... estranhos tempos estes em que muita gente tenta viver dos pais até que consiga viver dos filhos.

 

Jorge Soares

PS: O satélite cai amanhã e ninguém sabe onde, tenham cuidado, não vá o céu cair-lhes na cabeça

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

O quarto .. ou .. quem tem filhos ....

por Jorge Soares, em 03.07.11

O quarto

Imagem da internet

 

Já me tinha acontecido na outra casa.  Quando mudámos de casa da outra vez tínhamos a R. a casa tinha 3 quartos, dois eram enormes, um para nós, um para ela e o outro, o maior, ficou para escritório. Passado pouco tempo chegou o N. que foi partilhar o quarto com a irmã. Entretanto eles foram crescendo... e um belo dia a minha meia laranja chegou-me com a ideia de que tínhamos de trocar de quarto com os miúdos. Como o nosso quarto era maior ela podia colocar as duas camas e as secretárias deles. De inicio ainda estrebuchei, a ideia de passar a a ter o quarto mais pequeno da casa não me agradou... nem era por nenhum motivo especial.. simplesmente gostava do meu quarto. No fim tive de me convencer, a alternativa era desfazermos o escritório e colocar um em cada quarto, o escritório e tudo o que lá estava não cabia no quarto mais pequeno.

 

Quando trocamos de casa há três anos  certifiquei-me de que ia comprar uma casa com quartos suficientes, de modo a ficar a coberto de mais surpresas... esta casa tem 4 quartos, a saber: escritório, o nosso e um para cada um deles. Entretanto chegou a D., mas a coisa já estava pensada, ela ia partilhar o quarto com a irmã... pensava eu.

 

Na semana passada senti que estava a ter um deja vu... a minha meia laranja acha que o quarto das miúdas é pequeno, colocar beliches não é nada prático, elas precisam de mais espaço... e no nosso quarto cabem perfeitamente duas camas, duas secretárias e ainda sobra espaço para elas.... A conversa foi assim meio para o surreal.

 

- O que achas da ideia?

- Não

- Não?!!, mas porquê?

- Eu gosto do meu quarto.

- Mas tu só lá vais dormir, e ainda por cima dormes poucas horas.

- Não.

- Estás a ser egoísta, ainda por cima a vista desde a cama do outro quarto é muito mais bonita. - Convém dizer que os quartos são parede com parede, a varanda é comum e a vista.. a mesma.

- Já disse que não.

- Estás a ser egoísta e teimoso, já estive a medir e a nossa cama cabe lá perfeitamente e ainda sobra espaço para as cómodas.

-......

-Eu já estive a pensar pintamos as paredes, a cama fica mais perto da janela e está virada ao contrário, ficamos com vista para a serra.

-..... Grrrrr

-Vá lá, eu deixo-te escolher a cor das paredes do quarto.

 

Está demais dizer que é uma batalha perdida, as mulheres desta casa são especialistas em guerra psicológica. Um destes dias cheguei e havia duas amostras de  tinta coladas na parede do quarto... mas eu posso escolher a cor...está mais que visto que estou condenado para o resto dos meus dias a ter direito aos quartos mais pequenos das casas..... também, quem me manda escolher casas pequenas... ou  querer ser família numerosa? Mas vou-me vingar, vou escolher uma cor berrante.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12

Há pessoas com lata

por Jorge Soares, em 25.09.08

estou parvo

 

Há coisas que simplesmente me deixam parvo, hoje alguém me deixou parvo e além disso conseguiu tirar-me do sitio, conseguiu irritar-me mesmo, ..... e confesso que se calhar me excedi, mas há pessoas que não merecem mais, vejamos:

 

Em Maio quando montaram a cozinha, eu disse que tinham errado as medidas e que o frigorifico não cabia. Foram medir o frigorifico, segundo eles havia 3 milímetros de cada lado, portanto.... Em Julho quando nos mudamos, verificamos que eu tinha razão, aquilo estava mal. Eu mudei a 16 de Julho, passou o tempo, eles encerraram em Agosto e no inicio de Setembro começamos a chatear. Que sim, que vinha resolver durante a semana a seguir... passou uma semana, duas, e a conversa era sempre a mesma. Hoje, liguei eu... para uma conversa de parvos, vejamos.

 

-Estou a ligar por causa da cozinha.

-Sim, eu já falei com a sua esposa e disse que íamos aí quando pudermos.

-Desculpe, mas isso é o que dizem desde há dois meses.

-Pois, mas ainda não deu

-Bom, eu quero saber quando é que resolvem o problema.

-Quando pudermos.

-Desculpe mas eu quero que marquem um dia e uma hora.

-É quando pudermos.

-Andamos nisto há meses, e eu estou a ficar chateado...

-O senhor está chateado porquê?, mas que país é este em que vivemos?, o senhor está chateado, eu não acredito, o senhor liga para aqui chateado?

 

Vejam, bem, o senhor ficou indignado, porque eu estou chateado porque ando há meses para resolver um problema que ele criou...... confesso que me passei, saltou-me a tampa quando ele me repetiu duas vezes a a pergunta "Que pais é este?".

 

Vejamos, ele está há dois meses para resolver o problema, cada vez que ligamos é na semana a seguir de certeza, não cumpre, mas ele é que fica irritado porque eu exijo que cumpra com as obrigações dele...digam lá, não é caso para perguntar:

 

-Que país é este?

 

E sabem que mais, ligou para o Eng. da obra a fazer queixinhas de mim.... pena que eu não gravei a chamada, porque dava um belo sketch para os apanhados. Por certo, disse que estava cá terça feira às nove da manhã, alguém quer apostar?

 

O mundo não pára de me surpreender!

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

Fui ao Horto!

por Jorge Soares, em 31.07.08

 

As plantas que tinha na outra casa, excepto as orquídeas e a borracheira, foram atacadas por uma lagarta e decidi que  mudava de casa sem levar animais de estimação, logo, as lagartas ficaram lá.. junto com as plantas. Já estava farto de passar horas na varanda ou nas janelas a caçar lagartas.

 

Nesta casa tenho muito mais varandas e há muito mais sol, logo, posso ter mais orquídeas e muitos mais vasos com plantas. Ontem fomos ao Horto, não havia grande escolha, esta não é  boa altura para comprar plantas, mas mesmo assim chegamos a casa com uma caixa enorme cheia de vasinhos. Compramos principalmente sardinheiras e alfazemas, além de uma planta que eu não conhecia mas que tem umas flores lindas e um cheiro intenso.

 

Já jantados, chegou a altura de sujar as mãos na terra recém comprada e distribuir as plantinhas pelas floreiras, após uma disputa entre mãe e filha sobre qual a janela que ficava com qual planta, lá consegui transplantar tudo.. sim, porque elas gostam de plantas e de flores, mas se não sou eu a sujar as mãos e a regar....  não há flores para ninguém. Mas eu gosto, gosto das plantas e de sujar as mãos na terra, de tratar e cuidar das flores, até de caçar lagartas... , quando eu for grande.. acho que quero ser jardineiro.

 

O meu próximo plano passa por comprar uma série de vasinhos com ervas aromáticas, a cozinha tem uma janela enorme e um parapeito perfeito para o efeito... colher a salsa ou os coentros do vaso directamente para a panela.. dá logo outro sabor à comida.

 

Para além de gastar dinheiro, aproveitei para levar o meu brinquedo novo e tirar fotografias.. sem muito sucesso, diga-se de passagem..acho que preciso de ler o manual do brinquedo.. e ir ao Horto a horas em que a luz esteja de feição.

 

Por acaso alguém sabe o nome da planta que dá a flor da fotografia?

 

Jorge

PS:Esta imagem não é da internet, é mesmo minha.

PS2:Meio lamechas este post..mas eu estava mesmo a precisar de mudar de assunto.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Falsos moralismos!

por Jorge Soares, em 15.07.08

 

Eu sou uma pessoa que ainda acredito no valor da palavra das pessoas, para mim a minha palavra ainda vale mais que qualquer papel e por vezes esqueço que faço parte de uma espécie em extinção.

 

Na sexta feira tive uma discussão que só não passou a mais porque o senhor tinha quase o dobro da minha idade. Infelizmente ainda não cresci o suficiente para perceber que me tenho que proteger, que o mundo está cheio de chicos espertos e eu sou um inocente.

 

Nesse dia fiz  a escritura da venda da minha casa, que estava acordada  há um ano, infelizmente por atraso, despreocupação e presunção do construtor da nova, não consegui marcar a escritura de compra para o mesmo dia.

 

Fui falar com o construtor, que só tem 6 meses de atraso na construção, para que  permitisse colocar os moveis na casa nova dois dias antes da escritura. Tenham em conta que o senhor só recebeu 10% do valor do apartamento como sinal, que a escritura já está marcada, os registos já estão feitos, os contratos dos serviços já estão todos em meu nome, tudo, só falta a escritura...que ainda não está assinada porque ele, ou os seus funcionários, conseguiram encrencar os registos na conservatória várias vezes, como vêem, tudo culpa dele.

 

A resposta do senhor foi um rotundo não. Ele não deixa porque as pessoas não são sérias e depois de lá estarem não pagam, mas eu não quero ir para lá, só quero lá colocar as coisas.... nada feito. Quando lhe recordei que o prédio devia estar pronto em Janeiro e esteve me Maio, ele diz que não é culpa dele, os outros não cumprem, mas ele é sério, os outros é que não.

 

Mas o mais incrível é a arrogância do senhor, que se coloca no seu pedestal de seriedade, ele é sério, nunca enganou ninguém e nunca teve que ir a tribunal....o atraso?, é culpa dos empreiteiros, não dele...e chegou-me a ameaçar que se a escritura não fosse na  data que ele pretende, eu teria que pagar juros.......isto quando ele tem 6 meses de atraso....

 

E à custa disto, tivemos que encaixotar a casa toda e mandar para um armazém, porque apesar de que conseguíamos convencer o banco a fazer a escritura hoje, sua excelência foi de fim de semana e portanto hoje não podia, só quinta.....e eu fico dois dias com a casa num armazém, e a viver emprestado.

 

Na sexta apeteceu-me matar alguém, só espero que na quinta ele apareça, porque caso contrário........

 

Enfim, estou com internet móvil, que funciona às vezes e sem tempo para visitar os blogs e deixar comentários....além de meio morto de cansaço...... não volto a mudar de casa!

 

Jorge

PS:Imagem retirada da Internet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D