Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cecile Kyenge

 

Imagem do Público

 

“Gosto de animais – ursos e lobos, como todos sabem – mas quando vejo imagens de Kyenge não consigo pensar noutra coisa, ainda que não esteja a dizer que ela é, nas semelhanças com um orangotango”

 

Há quem ache que estas palavras não são sinal de racismo, são só uma forma de expressão, e não, não é só na Itália, basta ler os comentários à noticia do Público para se perceber que por cá também há quem pense assim. 

 

Cecile Kyenge, a senhora da fotografia,  nasceu na República Democrática do Congo emigrou com os seus pais, é a  imagem de muitos dos filhos de emigrantes que chegam à Europa e tem as oportunidades que dificilmente teriam no país dos seus pais. Ao contrario de muitos europeus, soube aproveitar essas oportunidades, estudou, tornou-se italiana e chegou a ministra, ministra da integração. É a primeira vez que há na Itália um ministro negro.


Desde que foi nomeada já foi alvo de muitos comentários depreciativos muitos deles a roçar o racismo, há na Itália muita gente para quem ela não só não deveria ser ministra como nem sequer deveria estar no país. O último, a frase que lemos acima, veio pela voz de Roberto Calderoli, senador pela Liga Norte e vice presidente do senado Italiano.

 

Para mim não há duvida nenhuma que isto é o mais puro racismo, não são as capacidades da senhora ou as suas competências como ministra o que se coloca em causa, é a cor da sua pele... e isso não tem outro nome, RACISMO.

 

É triste e vergonhoso que estas coisas aconteçam em pleno século XXI, quando vivemos num mundo global em que cada vez mais deixamos de ser cidadãos de um país ou de um lugar, para passarmos a ser cidadãos do mundo

 

Curiosamente a Itália, tal como Portugal, é um país de emigrantes, Brasil, Venezuela, Argentina, Estados Unidos, em todos estes país há centenas de milhar de italianos, muitos deles são políticos bem sucedidos o que pensariam os italianos se alguém fizesse um comentário deste tipo sobre um desses políticos?

 

Jorge Soares

publicado às 21:59


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D