Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Benfica, é triste morrer na praia

por Jorge Soares, em 15.05.13

Benfica voltou a morrer na praia

 

Imagem do Público 

 

Parece que é a sina do Jorge Jesus, perder as finais nos descontos,  é muito triste perder assim, principalmente quando o Benfica  foi a equipa que desde o inicio do jogo mais procurou o golo e a vitória.

 

O Benfica entrou no jogo com uma disposição muito diferente da do último Sábado contra o Porto, hoje entraram  sem medos e com vontade de atacar e de marcar. É verdade que não chegaram muitas vezes à baliza, mas mostraram mais futebol e mais vontade de vencer que o Chelsea.

 

Hoje voltou a provar-se que não são os muitos milhões, os grandes orçamentos ou as grandes estrelas que constroem as grandes equipas, porque hoje o Benfica foi mais equipa e mostrou mais futebol, até ao fatídico minuto 92.

 

Mas o futebol é isto, nem sempre ganha quem mais merece e quem mais faz pela vitória, e o jogo só termina mesmo quando o árbitro apita, foi pena aquela pérdida de bola do Cardozo nos últimos segundos de jogo, o Benfica merecia pelo menos o prolongamento.

 

Pró ano há mais

 

Jorge Soares

PS: E agora que voltamos às competições nacionais, espero que o Guimarães tenha aprendido como se faz, que ainda há outra final.

{#emotions_dlg.porto}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50

Chelsea, o campeão improvável

por Jorge Soares, em 19.05.12

O Chelsea ganhou a liga dos campeões

Imagem do Público

 

Há quem diga que no futebol são onze contra onze, a bola é redonda e no fim ganham os Alemães, e hoje os Alemães tinham tudo para ganhar, o Bayern era claramente favorito, tinha a melhor equipa, jogava no seu campo, até marcou primeiro, mas contrariando o ditado e toda a lógica, quem ganhou foi o Chelsea.

 

Desde os quartos de final que os Blues de Londres eram vistos como o patinho feio desta liga dos campeões, contra todos os prognósticos que davam por garantido que Messi e o seu Barcelona estariam na final de Munique, o Chelsea em dois jogos em que o Barcelona teve acima dos 70% de posse de bola, mostrou ao mundo que afinal, o dream team da cidade condal não era imbatível.

 

Hoje as coisas não foram muito diferentes, a meio da segunda parte o Bayern, que tinha o jogo completamente controlado, tinha 14 cantos a favor e nenhum em contra... mas ao Chelsea bastou-lhe um para empatar o jogo e forçar o prolongamento.

 

Já no prolongamento o Bayern poderia ter matado o jogo quando teve um penalty a seu favor, mas  estava visto que os deuses eram ingleses e Peter Chech defendeu o remate de Roben

 

No fim o Chelsea saiu vencedor na lotaria dos Penaltys, a liga dos campeões é uma longa maratona e não há campeões injustos, talvez o Chelsea não seja a equipa que jogue o melhor futebol, mas a sorte também conta... e hoje a sorte sorriu aos blues de Londres... honra aos campeões.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16

Cristiano Ronaldo Falha Penalty

Imagem do El País 

 

Ontem antes do início do Barcelona-Chelsea, os comentadores da Rádio nacional de Espanha estavam a combinar a festa que seria relatar a final da liga dos campeões entre duas equipas espanholas, todos davam por certo que a final seria Barcelona - Real Madrid, nem o Chelsea nem o Bayern de Munique teriam pedalada para eliminar as duas melhores equipas do mundo

 

Há pouco, no fim do jogo e após o Real Madrid ter sido eliminado pelo Bayern de Munique, os mesmos comentadores ainda incrédulos com o desfecho dos dois jogos, tentavam em vão, explicar como é que as duas melhores equipas do mundo não iam estar na final e a festa ia ser de outros.

 

A verdade é que o futebol é mesmo isto,  este desporto só existe, só movimenta multidões e muitos milhões, porque vive destas situações, da bola que entra ou não, dos remates ao poste, das grandes defesas dos guarda redes, dos enormes falhanços dos predestinados. A verdadeira magia do futebol está na incerteza do resultado e nem todos os milhões do mundo, nem todas as grandes estrelas são garantia de nada, a única verdadeira certeza é aquela que temos quando o jogo termina e o resultado está feito.

 

Messi Falha Penalty

Desde há muito que todo o mundo dava por certo que no dia 19 de Maio em Munique estariam o Barcelona e o Real Madrid, Cristiano Ronaldo e Messi. Ontem o Barcelona teve 75% de pose de bola, no conjunto dos dois jogos enviaram quatro ou cinco bolas aos postes, mais que os golos marcados pelo Chelsea nas poucas vezes que chegaram à baliza do Barcelona, mas nada disso serviu de nada, porque no fim o que conta são as bolas que entram... e não, não basta ter Messi, porque há dias em que até os deuses erram e aquela imagem do pequeno génio a chutar o penalty para fora da baliza ficará para sempre como o momento que decidiu tudo.

 

Hoje foi Cristiano Ronaldo que falhou um penalty após uma serie impressionante de 19 seguidos sem falhar, hoje falhou, como já tinha falhado outro numa final da Liga dos campeões, a verdade é que só falha quem marca... hoje calhou ao Cr7.

 

Mas está visto que não aprendemos nada, porque mesmo no fim de dois jogos em que a lógica virou uma batata, todos davam o Bayern de Munique como vencedor da final... veremos o que tem o Chelsea a dizer.

 

É esta a verdadeira magía do futebol, glória aos vencedores, honra aos vencidos e viva o futebol espectáculo.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14

O Benfica representa o futebol Português?

por Jorge Soares, em 27.03.12

Real Madrid Apoel

 

Imagem do El Pais

 

Hoje jogou-se a liga dos Campeões em Lisboa e no Chipre, o Benfica jogou e perdeu com o Chelsea, o Real Madrid jogou e ganhou ao Apoel, claramente o patinho feio desta fase da Champions e de má memória para o Porto.

 

Quem me lê sabe que sou portista, mas hoje eu era benfiquista, nas competições europeias quero sempre que ganhem as equipas portuguesas, sejam elas quais forem.

 

Mas hoje não era fácil, porque se é verdade que o Benfica é uma equipa de Portugal, que representa o país na liga dos campeões, será que é mesmo uma equipa que representa o futebol Português? vejamos:

 

Como vemos na imagem acima, no Chipre no Apoel - Real Madrid, no início do jogo havia seis portugueses em Campo, a saber:  Paulo Jorge, Hélder Sousa e Nuno Morais defenderam as cores do Apoel,  Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão pelo Real Madrid...  No Apoel na segunda parte entrou ainda Hélio Pinto, outro Português.

 

No estádio da Luz havia 60000 Benfiquistas nas bancadas, no inicio do jogo havia dois portugueses: Paulo Ferreira e Raul Meireles, mais tarde entrou o Bosingwa, todos pelo Chelsea, pelo Benfica não jogaram Portugueses, havia dois no banco.

 

Ou seja, no Chipre jogaram sete Portugueses, em Lisboa jogaram três, nenhum pelo Benfica, destas quatro equipas qual é mais representativa do futebol Português? 

 

Não tenho nada contra a utilização de bons jogadores estrangeiros pelas equipas portuguesas, vivemos num mundo globalizado onde manda o poder económico e o futebol não é uma ilha, mas ante este estado de coisas o que será do futebol português e dos jogadores portugueses?  O que será da nossa selecção se exceptuando as estrelas, os restantes seleccionáveis jogam em equipas e em palcos menores?

 

De que serve ao Benfica, ao Porto, ao Sporting gastarem milhões em academias e formação se depois as suas equipas principais raramente tem um jogador formado em casa? Que futuro pode haver para os jovens portugueses que desde tenra idade optam pelo futebol deixando de lado os estudos, a família e qualquer outra perspectiva de vida, se depois mal chega o verão,  é ver os dirigentes dos clubes portugueses, dos mais ricos aos mais pobres, em autênticas excursões ao Brasil, à Argentina, ao Uruguai, à Colômbia... em busca de jogadores que salvo raras excepções pouco trazem ao futebol nacional?

 

Hoje o Benfica representava o futebol Português? temos dos melhores jogadores do mundo, porque não cabem eles nas equipas portuguesas?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

André Villas-Boas, da cadeira de sonho a despejado da cadeira

Imagem de aqui

 

Não chegou a 9 meses o novo sonho de Villas-Boas, quando há poucos dias antes de um confronto muito importante para a Champions, o ouvimos dizer que "Os jogadores não têm de apoiar o meu projecto, apenas preciso do apoio do dono [do clube]”, ficou claro que o ambiente no balneário do Chelsea não estaria nada fácil para o treinador e é evidente que sem o apoio dos jogadores mais influentes, qualquer treinador tem os dias contados

 

Uma boa parte da equipa do Chelsea ainda é herança dos tempos de Mourinho, jogadores com mais de trinta anos, alguns mais velhos que o treinador, com muitos anos de casa, não são uma herança fácil para ninguém, muito menos para um treinador jovem e com ideias muito próprias.

 

No Chelsea a ideia de construção de uma equipa passa sempre pelo recurso aos milhões, todos os anos se gastam muitos milhões na compra de mais uma ou duas estrelas, todos os projectos são a curto prazo, não se pensa em renovar a equipa nem há paciência para tal coisa, quem gasta tanto dinheiro quer ver resultados imediatos... e quando estes não acontecem já se sabe que o culpado é sempre quem está no banco... Villas boas é só o sexto treinador despedido desde que em 2003 Abramovich e os seus petrodólares se instalaram em Chelsea... e antes dele já foram despedidos nomes bem mais sonantes, como Mourinho, Claudio Ranieri, Luiz Felipe Scolari ou Carlo Ancelotti..  e Villas-Boas não será de certeza o ultimo.

 

Evidentemente para o André este não é fim do caminho, não é o falhanço nos Blues de Londres que faz dele um treinador menor e ao contrário do que já li por aí, não me parece que o futuro imediato passe pelo Dragão ou pelo Estádio da Luz, há de certeza muitos clubes com muito melhor capacidade financeira que os grandes portugueses,  clubes em campeonatos com muito maior visibilidade que o nosso e  com projectos financeira e desportivamente muito mais aliciantes.  

 

Como disse quando ele saiu do Porto, há mais sonhos, muitos sonhos, sonhos não cabem nas cadeiras dos clubes portugueses... por muito que o que agora transpareça é que Villas-Boas deixou a cadeira de sonho para agora ser despejado da cadeira.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Os sonhos do André não cabem naquela cadeiraImagem do Público

 

Uma das coisas boas de sonhar é que atrás de cada sonho vem outro sonho, quando Andrés Villas-Boas disse há uns meses atrás que estava na sua cadeira de sonho, a maioria dos adeptos do Porto entendeu que ele tinha realizado o seu sonho e que portanto ficaria ali, naquela cadeira de sonho, para o resto dos seus dias... ou pelo menos até que eles se fartassem dele.

 

Evidentemente para André, a realização de um sonho não é o fim do caminho, é só o principio, ele cumpriu um sonho, treinar o clube do seu coração, estar do outro lado, sofrer e ganhar por dentro. Sonho cumprido, a vida segue, que há mais sonhos, muitos sonhos que como seria de esperar, não cabem naquela cadeira.

 

Li nos últimos dois dias dezenas de mails de adeptos do Porto, 99% sente-se traído, todo o mundo acreditava que ele não era mais um, Villas-Boas não estava ali pelo dinheiro, ele era um de nós, estava ali porque ama o Clube e portanto faria qualquer coisa por ele. E não vale a pena tentar explicar que tanto ele como os jogadores, qualquer jogador, está ali porque aquela é a sua profissão, uma profissão paga a peso de ouro é verdade, mas não passa disso, uma profissão. Como deveria acontecer com cada um de nós nas nossas profissões, eles para além de quererem jogar ou treinar, querem evoluir, ser melhores, ter mais prestigio, ganhar mais, jogar em melhores campeonatos.... e não há amor à camisola que se sobreponha a isso. Ninguém alimenta a família com amor à camisola. 

 

De resto, não tivesse a época sido o sucesso que foi e seriam os mesmos que agora o acusam de traição a exigir a sua cabeça, e ninguém lhe iria querer pagar os 15 milhões para que se fosse embora.

 

O agora Ex-treinador do Porto é um homem de sonhos, um homem que não se acomoda,  não é homem de viver dos sucessos acumulados, até porque a época passada foi muito bonita, mas já é história, agora a vida continua, e lá fora há muito mais a conquistar que por cá. Apareceu alguém que lhe ofereceu a oportunidade de conquistar o mundo de uma forma que nunca seria possível por cá, como seria de esperar ele não olhou para trás.

 

Todos deveríamos seguir o exemplo de Pinto da Costa, que mais uma vez soube ler os sinais e ter a consciência da realidade dos terrenos que pisa,  não demorou nada a aparecer uma nova aposta, há sempre mais gente a sonhar,  e ninguém lhe ouviu uma palavra de rancor ou de azia, quantos clubes receberam até hoje 15 milhões de Euros por ceder um treinador?

 

Acho que como portistas devemos agradecer o trabalho bem feito e a época de sonho que todos vivemos, e desejar a André Villas-Boas a melhor das sortes em todos os novos desafios, que ganhe todos os jogos, menos os que jogue contra o Porto .... a vida segue e nós temos que seguir com ela.

 

Jorge Soares

PS:Só mais uma coisinha... não leves muitos jogadores contigo {#emotions_dlg.porto}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D