Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Boeing 777 Malasia Airlanes

 

Imagem de aqui

 

O Boeing 777 da Malaysia Airlanes, igual ao da fotografia, desapareceu há mais de uma semana, depois de milhares de horas de buscas infrutíferas todos os dias aparecem novas teorias sobre o o seu destino e o dos seus ocupantes.

 

É difícil de acreditar como em pleno século XXI com todas as tecnologias existentes, um dos maiores e mais modernos aviões construídos, com toneladas de aparelhos electrónicos lá dentro, possa desaparecer assim.

 

Existem aplicações para computadores e telemóveis que nos dizem a cada segundo o lugar exacto em que estão a maioria dos aviões que cruzam os céus em cada momento. Quando vemos um avião passar sobre as nossas cabeças, basta tirar o telemóvel do bolso, entrar na aplicação e ficamos a saber qual o avião, qual a companhia aérea, de onde saiu e para onde vai.

 

Como é que é possível que todas estas tecnologias possam simplesmente ser desligadas e o avião possa passar a ser invisível para satélites e radares?

 

Esta semana ouvi alguém explicar que o avião desceu abaixo da altitude de alcance dos radares militares e por isso não terá sido detectado, estamos a falar de um dos maiores aviões do mundo, como é que pode escapar aos radares militares da China?

 

Para que é que os americanos gastam biliões de dólares na construção de caças furtivos como o F17, com materiais especiais e tecnologias super secretas que os tornam quase invisívei para os radares, quando um avião dez vezes maior que qualquer caça de guerra simplesmente desliga umas coisas, desce a sua altitude  e passa a ser invisível?

 

Tudo isto é tão surreal que é difícil acreditar.

 

Temo que demore anos ou séculos até que se saiba o que aconteceu com o avião.

 

Se calhar nunca saberemos mesmo onde param avião e os seus passageiros, nos próximos tempos iremos de certeza continuar a ouvir teorias e hipóteses cada vez mais estranhas e disparatadas.... Bom mesmo é que alguém se apresse a escrever normas internacionais que obriguem todos os aviões comerciais a terem tecnologias de localização autónomas e que sejam impossíveis de desligar desde dentro do avião... não deve ser muito difícil, afinal há décadas que existe uma rege global de satélites para este tipo de coisas e até é utilizada para localizar telemóveis.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

Queremos ser como a China ou como a Alemanha?

por Jorge Soares, em 19.03.13

Belmiro de azevedo

Imagem do Pontos de Vista 

 

"sem mão-de-obra barata não há emprego"


Belmiro de Azevedo foi ao Clube dos Pensadores dizer que não há emprego sem mão de obra barata.... O Belmiro anda mesmo distraído. Na Europa os três países com as maiores taxas de desemprego são a Espanha, a Grécia e Portugal, curiosamente ou talvez não, são também os três países com o salário mínimo mais baixo.

 

Pelo contrário, paises como a Alemanha, a Noruega, a Suécia, a Inglaterra, onde o salário mínimo é cinco ou seis vezes o praticado em Portugal, tem taxas de desemprego a rondar os 5%, ou seja cinco ou seis vezes inferior há que temos por cá.

 

É claro que existem muitos outros factores que influenciam a taxa de desemprego, mas dizer que não há emprego sem salários mínimos de miséria, é conversa de quem está habituado a prosperar unicamente à custa do trabalho dos outros.

 

É claro que há países que prosperam devido à mão de obra barata, na China por exemplo as condições de trabalho são quase sub humanas, mas é mesmo o exemplo que queremos seguir?, ou será o dos países desenvolvidos e onde as condições de vida e de trabalho são decentes?

 

Queremos ser como a China ou como a Alemanha?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Sobre convicções e a Isabel Allende

por Jorge Soares, em 17.02.08

 

"Contou-nos esta história com a eloquência de uma consumada actriz de cinema mudo, punha os olhos em branco, disparo na cabeça, caia ao solo, empunhava um bisturi, cortava, arrancava órgãos, tudo com um detalhe que à minha mãe e a mim nos dava ataques de riso nervoso, ante o olhar horrorizado dos outros, que não conseguiam entender o que raio é nos parecia tão cómico. O riso alcançou níveis de histeria quando a Lili acrescentou que numa ocasião tiveram um acidente quando regressavam da prisão, o médico teve morte instantânea e ela ficou ali, abandonada num descampado, com um cadáver estripado ao volante e um carregamento de órgãos humanos repousando no gelo.

 

Muitas vezes me pergunto se entendemos bem a historia, se foi uma brincadeira da Lili ou se na realidade esta encantadora mulher, que vai buscar os meus netos à escola e trata a minha cadela como se fosse sua filha, passou realmente por essas horríveis experiências .

 

-Claro que é verdade - opinou a Tabra quando lhe contei - Na china há um campo de concentração associado a um hospital de donde desaparecem milhares de pessoas. Arrancam-lhe os órgãos   e cremam os corpos. Os refugiados que trabalham para mim contam historias terríveis como essas. Nos seus países há pessoas tão pobres que vendem os rins para alimentar os seus filhos

 

-E quem os compra, tabra ?

-Os ricos, inclusive aqui na América. Se um dos teus netos precisar de um órgão para continuar a viver, e alguém te oferecer um, não comprarias sem fazer perguntas?"

 

Retirado de La Suma de los dias" de Isabel Allende , tradução minha.

 

Se há coisa que aprendi há muito tempo é que nunca sabemos como vamos reagir ante uma determinada situação, há alturas da nossa vida em que todas as nossas convicções caem como um castelo de cartas, porque somos humanos.

 

E você, ante a situação descrita acima, o que faria?

 

Jorge

 PS:imagem retirada da internet

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D