Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conhecer Portugal: Aldeia do Pontido

por Jorge Soares, em 18.04.12

O Rio Vizela no Pontido

 

Este ano decidimos que a Páscoa seria a Norte, como pelo Minho até há este ano a Capital Europeia da Cultura (já falarei de Guimarães), decidimos que seria por ali. Depois de muita procura, a minha meia laranja, que é quem trata sempre destas coisas, encontrou um lugar fabuloso. A Aldeia do Pontido. Uma pequena Aldeia bem perto de Fafe que após mais de 30 anos de abandono, foi completamente recuperada e afecta ao turismo de Aldeia.

 

Situada nas margens do rio Vizela, que por ali ainda corre limpo e  cristalino, a poucos metros da barragem da Queimadela, é um lugar propicio ao descanso e à comunhão com a natureza.

 

 

Para os amantes do pedestrianismo, da barragem partem vários trilhos pedestres. Para quem quer conhecer o Minho, em poucos minutos estamos em Fafe, ou em Guimarães, ou em Braga. Para quem quer apreciar a fantástica gastronomia minhota, aconselho vivamente o restaurante da Aldeia, ou os muitos outros por ali à volta.  Para quem quer simplesmente descansar, basta ficar por ali a ouvir o rio a correr, os melros a cantar, ou simplesmente a trocar dois dedos de conversa que simpatia e bom acolhimento é o que não falta.

 

 

As casas, completamente recuperadas seguindo a traça da arquitectura minhota, são no seu interior: modernas, acolhedoras e funcionais, as pessoas são muito simpáticas e muito prestáveis.

 

Em suma, para quem quer uns dias de descanso, para quem gosta de fotografia da natureza, para quem gosta de passeios a pé, para quem quer conhecer o nosso verdadeiro país, é um lugar que aconselho vivamente.. nós ficamos fans e vamos voltar de certeza.

 

A Aldeia tem um site.. é aqui .. para quem quer ver mais fotografias, as minhas estão aqui 

 

Jorge Soares

 

 

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Conhecer o nosso Portugal: Évora

por Jorge Soares, em 29.03.12

Évora, o templo de Diana

 

Imagem minha do Momentos e Olhares 

 

Prezo-me de conhecer e de gostar muito do meu país, não há muitos recantos deste rectângulo à beira mar plantado onde eu não tenha estado, Portugal é um país cheio de coisas para ver e conhecer, cheio de gente simpática empreendedora e que sabe receber... como o que é bom é para ser partilhado, acho que de vez em quando vou passar a partilhar aqui. O fim de semana passado, aproveitámos a disponibilidade dos avós para ficarem com as crias e fomos passar um fim de semana ao Alentejo.

 

Évora é uma cidade tipicamente Alentejana, com uma parte antiga muito bem preservada, cheia de lugares e recantos para visitar e conhecer. É uma cidade para se conhecer a pé, andando por ruas e travessas, com calma, paciência e sem pressas. E foi isso que fizemos, deixamo-nos perder pelos empedrados das velhas ruas e ruelas aproveitando a excelência do tempo primaveril.

 

Há bastante que ver na cidade, igrejas, monumentos e museus, nós não íamos nesse espírito, ficamo-nos mesmo por ruas e praças, e claro, pela fantástica gastronomia, principalmente eu que tirei a barriga de misérias dos pratos alentejanos: Pezinhos de coentrada no Sábado ao Almoço, um ensopado de borrego delicioso ao Jantar e umas migas de porco no Domingo... tudo bem regado com tinto Alentejano. Come-se muito bem, ainda que não seja precisamente dos sítios mais baratos em que já estive.

 

Ao contrário da baixa de Setúbal onde praticamente restam as lojas dos chineses, o centro de Évora está cheio de vida, não faltam as lojas de marca  que convivem com muito comércio tradicional, cafés e esplanadas. 

 

No Domingo e já de passagem para Portalegre para ir buscar as crias, ainda deu para passar, conhecer e visitar, Arraiolos e Evoramonte.

 

Por fim, uma palavra para o lugar onde ficamos, a Albergaria do Calvário, para além da excelente localização dentro das muralhas da cidade, do excelente quarto e do ambiente e decoração fantásticas, deve ter sido o lugar com o pessoal mais simpático, amável e prestável em que já estive. Todos muitos jovens e de uma simpatia e disponibilidade fantásticos.

 

Jorge Soares

Related Posts with Thumbnails

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D