Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Em Borba não há consciência

por Jorge Soares, em 20.11.18

pedreira borba.jpeg

Imagem da TSF

Nas minhas idas e vindas diárias tenho sempre a Antena 1 sintonizada no rádio do carro, nos dois últimos dias ouvi vários depoimentos sobre o passado recente da estrada que liga Borba a Vila Viçosa. Pelos microfones da rádio passaram populares, empresários das pedreiras, ex-autarcas e autarcas.

 

Desde o primeiro momento em que ocorreu o demoronamento ficou claro, para mim e acho que para o resto do país, que havia muita gente a achar que a estrada devia estar encerrada. Alguém disse que tinha estado numa reunião em que se discutiu a segurança e o futuro da mesma, até porque já existe uma variante. Reunião essa inconclusiva porque não teria havido o acordo entre a câmara, dona da estrada, e alguns dos empresários das pedreiras.

 

Acho que não restam dúvidas que havia conhecimento sobre o perigo latente e a noção de que mais tarde ou mais cedo isto poderia acontecer.

 

Hoje nas noticias da manhã entrevistaram o presidente da câmara de Borba que ante a tragédia que todos conhecemos, com a maior das calmas dizia que tem a consciência tranquila... 

 

Vejamos, a estrada é municipal logo da responsabilidade da câmara, ou seja, dele. A câmara, ou seja, ELE, sabia que a havia um perigo latente e  apesar desse conhecimento e até de alguns avisos, nada fez para evitar a derrocada e a  tragédia que agora aconteceu. Sabemos que há pelo menos duas vitimas mortais e suspeita-se que possam ser 5 ou 6...  E o senhor tem a consciência tranquila.... será que ele sabe o que é a consciência?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Era o único candidato e perdeu

 

Imagem do Público 

 

Foi na Colombia, podia ter sido noutro sitio qualquer, vivemos num mundo em que a Democracia, os seus defeitos e as suas virtudes, são cada vez mais a forma de governo, o governo do povo e para o povo.

 

Após algumas peripécias o senhor da fotografia, German Antonio Londoño Roldan, conseguiu ser o único nome nos boletins de voto das eleições municipais de Bello, uma cidade dos arredores de Medellin. Numas eleições com um único candidato não é difícil adivinhar o vencedor, a menos que a lei eleitoral preveja outra coisa e o povo tenha consciência disso.

 

Na Colômbia a lei prevê que para se ganhar as eleições, qualquer candidato deve ter pelo menos 50% dos votos depositados nas urnas.  Durante a campanha eleitoral a oposição uniu-se e conseguiu passar  a mensagem, em lugar de ficar em casa os votantes deveriam ir às urnas e depositar o voto em branco ou nulo, após a contagem, o único candidato contava com 43% dos votos, ou seja, ganharam os brancos e nulos e o senhor não foi eleito.

 

E não, isto não se passou numa cidadezinha pequena com meia duzia de eleitores, Bello tem mais de 350 mil habitantes.

 

A Colômbia é muito longe, mas convinha que todos nós olhássemos para este caso com olhos de ver, por cá são cada vez menos os votantes, a abstenção ganha sempre por larga maioria, casos como estes mostram-nos como todas as opiniões e todos os votos contam... se a população de Bello tivesse decidido ficar em casa, a esta hora o senhor teria sido elegido e as coisas teriam continuado como sempre...

 

Este caso é o exemplo de como cada um de nós pode fazer a diferença, mas só se decidirmos ter opinião e utilizar o nosso voto em consciência.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

A abstenção e a lógica da batata

por Jorge Soares, em 24.01.11

A abstenção e a lógica da batata

 

Imagem do Público

 

No post de ontem deixei uma pergunta, graças ao pessoal do SAPO que colocou o post em destaque, não só tive uma avalanche de visitas, mais de 7000, como tive uma avalanche de respostas, mais de 100 comentários.

 

Depois de tudo lido, a conclusão é no mínimo estranha, as pessoas não vão votar porque os políticos que temos são todos iguais e acham que a melhor maneira de os castigar é não votando.... Curioso, porque eu diria que o efeito é mesmo o contrário, os politicos estão-se a marimbar para quem não vai lá e só lhes interessa mesmo quem vota... neles de preferência. No fim fiquei com uma dúvida ainda maior, há uma solução para tudo isto, ou simplesmente não votar vai resolver tudo?

 

Estou cada vez mais convencido que o voto deveria ser obrigatório, se não temos um povo com consciência do dever cívico então a solução é arrebanhar tipo cordeirinhos e levar às mesas de votação.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

 

Deve ou não tomar a vacina?, pergunte ao seu  médico!

 Imagem do Público

 

Desde já as minhas desculpas se alguém fica melindrado com o que digo abaixo, mas há coisas que são sérias e devem ser levadas a sério.

 

Depois dos  Posts sobre a vacina e sobre a visita à médica, eu tinha decidido que tão breve não ia falar no assunto, até porque nem sou médico, nem tenho as ideias assim tão claras. Hoje  mudei de ideias, estive em casa, logo tive tempo para olhar para os logs do blog. Talvez porque hoje começava a vacinação das crianças desde o fim de semana que há imensa gente que cá vem parar mandada pelo google à procura  de coisas como "Devo tomar a vacina da Gripe A?", ou "vacinas da gripe A nas crianças", além disso tenho estado a ver na blogosfera algo que me tem preocupado, há muita gente que faz posts a perguntar se deve ou não tomar a vacina, e fiquei verdadeiramente horrorizado quando num dos blogs em que participo, vi escrito o seguinte:

 

"A pediatra do meu filho aconselhou-me ontem a vacinar o Garoto (ele tem 3 anos), devido a ele ter tido neste inicio de ano alguns casos de dificuldade em respirar, ter que ir ao hospital fazer máscaras e ter actualmente uma bomba de prevenção (ventilan) para usar se estiver atrapalhado...A pediatra suspeita que se trata de asma , mas ainda não tem diagnóstico definitivo, só com a passagem deste Inverno e vendo como isso evolui é que se faz o diagnóstico, se bem que temos alguns casos na família e a asma é hereditária.

....

A pediatra afirma ser uma vacina segura e inclusivamente ela já a tomou."

 

Para além deste post já vi vários outros em que os autores perguntam aos leitores se acham que devem ou não tomar a vacina.

 

Com o devido respeito por todos, até porque alguns dos posts são de pessoas por quem tenho bastante consideração, eu acho tudo isto muito grave, agora a opinião dos leitores dos blogs é mais válida que a do Pediatra? Se não confiamos nos médicos, confiamos em quem? nos amigos da blogosfera? A prática da medicina é um assunto muito sério e definitivamente não é algo para se vir perguntar num blog. 

 

Ainda no mesmo post, alguém deixou o seguinte comentário que nos deve deixar a pensar:

 

"eu não quis dizer nada...mas vou dizer... um menino vizinho da minha colega de trabalho tem asma, e esta infectado com a gripe A. Esse menino esta em coma no hospital há cerca de 3 dias... :/ epa... vê o que a pediatra te diz"

 

Para todas as pessoas que chegam aqui à procura de informações, a todos os que querem saber se devem tomar a vacina ou não, por favor, falem com o vosso médico, não é na internet que vão encontrar a resposta, até porque em 5 minutos consigo arranjar 20  sites que falam bem da vacina e 20 que falam mal.

 

Se quer saber se deve tomar a vacina, seja responsável por favor, pergunte ao seu médico.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

Gripe A.. informação... ou falta dela?

 

Ontem foi dia de voltar ao trabalho, volta ao trabalho depois de uma baixa implica obrigatoriamente uma visita ao médico do trabalho,  e por norma cada visita minha ao posto médico implica mais de uma hora de conversa, não fosse eu desde que entrei para a empresa o responsável pelos programas da medicina no trabalho. Ontem não foi a excepção e como não podia deixar de ser, a conversa tinha que versar o tema do momento... a gripe A. 

 

A consulta em si demorou menos de 5 minutos, a conversa sobre a gripe durou muito tempo e versou muitas coisas, e para ser sincero saí de lá preocupado. É claro que as opiniões valem o que valem. Falamos sobre a vacina, esta médica não está entre os imprescindíveis, logo não sabe quando a poderá tomar, mas sim, tomará na primeira oportunidade, Porquê? porque esta gripe mata!!!!! E pior que matar, mata gente jovem!

 

Segundo ela, e ao contrario da ideia que se faz passar, a gripe mata mesmo e como se viu a semana passada, mata crianças saudáveis, aqui eu contrapus o que tinha ouvido, que aquela criança morreu porque teria um problema cardíaco.

 

-Se a criança tivesse aquela doença, teria sintomas, vários sintomas que não passariam despercebidos, a doença foi provocada pela gripe e está provado que a gripe a provoca.

 

A gripe A e as crianças

Depois falamos dos grupos de risco, de como só em Portugal é que os políticos estão nos grupos de risco, ou os empregados das empresas publicas, se se prevê que a doença vai atacar 30% da população, significa que as empresas terão 70% das pessoas disponíveis, qual é 

a grande empresa que não consegue manter-se a funcionar com 70% dos empregados? Segundo ela, os pais e acompanhantes de crianças até aos seis meses deviam estar no topo dos prioritários e as crianças com doenças crónicas, e os doentes crónicos e claro, todos os profissionais de saúde.

 

Depois falamos sobre o numero de vacinas comprado, 40000 e contratos para 3 milhões que não se sabe quem pagará, nem se sabe quando será, se calhar isso explica o motivo porque há tanto barulho sobre a vacina....  e falamos sobre muitas coisas mais, sobre o vírus e a forma como se transmite, sobre a vacina da gripe comum, sobre a forma como estão a ser tratados os doentes.... sobre os nossos filhos.

 

As opiniões valem o que valem, mas como diziam numa das minhas terras:

 

Todo en la vida depende del color del cristal con que se mire!

 

A conversa assustou-me...

 

Jorge

PS:Enviei há mais de 24 horas uma reclamação para a SIC sobre o facto de mostrarem a cara de crianças menores de idade e a pedir para retirarem a reportagem do Site dado que vai contra a lei de proteção de crianças em risco.... aguardo resposta, alguém da SIC por estes lados?

PS2:Imagem do Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18

A vacina da gripe A, é uma questão de consciência

 

A empresa onde trabalho todos os anos fornece a vacina da gripe comum a todos os empregados que a desejem tomar, basta ir ao posto médico num dos dias em que a enfermeira por lá passa e em 5 minutos estamos imunes a uma serie de virus.  De todos os meus colegas do departamento, sou o unico que lá vou, todos os demais inventam uma desculpa qualquer e não põe lá os pés. Isto sempre me fez confusão, sempre achei que não iam lá por medo a agulhas, hoje, não tenho tanta certeza.

 

Ontem  escutei nas noticias que metade dos médicos e enfermeiros do serviço nacional de saúde se nega a tomar a vacina da Gripe A, fiquei admirado, mas não muito, a maioria das pessoas com quem tinha falado não me pareceu nada motivada para apanhar a vacina, mas faz-me confusão que pessoas com formação na área da saúde tenha este comportamento.

 

Eu consigo perceber que o comum mortal não queira tomar a vacina, mas custa-me acreditar que um profissional de saúde que lida diariamente com centenas de pessoas, muitas delas com sistemas imunulógicos debilitados, não tenha a consciência para o problema que pode representar se apanhar o vírus e passar dois ou três dias contagiar todos os pacientes com quem lida.

 

Já aqui falei do assunto, também eu acredito que esta gripe não é mais perigosa que uma gripe normal, que todo o problema foi empolado quem sabe em nome de que interesses, mas não deixa de ser uma doença, e para pessoas doentes qualquer gripe pode ser mortal. Os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, não deveriam ter consciência disto? Um médico doente num hospital com centenas de pessoas debilitadas pode ser uma ameaça mortal para muitos deles, será que os médicos não tem consciência?

 

No inicio da pandemia havia quem se revoltasse porque ao contrário de outros países, Portugal não ia comprar vacinas para todos os habitantes, aposto que vão sobrar muitas vacinas, é que depois deste exemplo dado por médicos e enfermeiros, qual vai ser a reposta da população em geral?

 

Consciência meus senhores, tenham consciência.

 

Jorge Soares

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D