Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No Egipto o povo é quem mais ordena

por Jorge Soares, em 04.07.13

Golpe militar no Egipto

 

Imagem do Público 

 

Enquanto por cá andamos pendentes do arrufo de namorados entre Portas e Passos Coelho e se discute se Cavaco exige ou não Portas no governo, no Egipto um golpe militar derrubou  Mohamed Morsi, o mais que contestado presidente da República e lider do governo.

 

Depois de semanas de contestação popular e de muita repressão às manifestações que exigiam reformas no país, o exército comandado pelo ministro da defesa depôs o presidente e deteve a maioria dos dirigentes do movimento islamita no poder, a Irmandade Muçulmana.

 

Deposto o presidente, foram cancelados os direitos democráticos, foi nomeado um presidente interino e serão convocadas eleições presidenciais antecipadas o mais rapidamente possível.

 

O golpe militar ocorreu após dias e dias de manifestações na já famosa Praça Tahrir do Cairo, em que se exigia  o afastamento de um Presidente a quem acusavam de ter iniciado um processo de islamização do Egipto, de tentar concentrar todos os poderes para si e de ter decalcado formas de repressão do regime de Mubarak.

 

Num ambiente de pré guerra civil com enfrentamentos não só entre a polícia e manifestantes, mas também entre manifestantes pró e contra o governo, a situação tornou-se insustentável e desembocou num golpe militar.

 

Confesso que pensava que golpe militar era uma expressão do passado, pelos vistos não é, por outro lado não podemos esquecer que no fundo isto mais não é que o resultado da contestação popular, mesmo com muita repressão, centenas de detidos e de feridos, dezenas de mortos, o povo nunca desistiu de contestar e lutar pelos seus direitos e em contra da tirania ... era bom que o resto do mundo olhasse para o Egipto com atenção, povos e governos.

 

Jorge Soares

publicado às 23:20

300 mil pessoas na rua de forma espontânea

Imagem do público

 

Ok, eu estava enganado,  perto de 300 mil pessoas  na rua  são um enorme sinal, um sinal de que as pessoas estão mesmo cansadas, que estão a chegar ao limite. 

 

A precariedade é uma realidade enorme, os falsos recibos verdes, a sub contratação de mão de obra, o sub emprego, tudo isto está a afectar muita gente.

 

No post da passada quarta feira em que falava da manifestação eu mostrei o meu cepticismo sobre a capacidade de mobilização desta geração, na altura disse que esperava estar enganado... bom, estava mesmo, ainda bem. Espero que a partir de hoje nada seja igual, que toda este descontentamento seja canalizado de uma forma positiva, que toda esta gente continue a manifestar o seu desagrado da mesma forma que o fez hoje. Espero sobre tudo que a classe politica perceba o significado de tudo isto. Agora não vale a pena virem dizer que foram 3 ou 4 gatos, porque não foram, foram muitos milhares, a maior manifestação de rua depois de 1974... e tudo isto sem mobilização partidária ou sindical, sem autocarros a transportar pessoas... um mar de gente, um mar de descontentamento, um mar de precariedade... está na hora de dizer BASTA!

 

 

E o meu bem haja aos jovens que conseguiram fazer isto acontecer, assim de repente apetece dizer que ainda há esperança.

 

Jorge Soares

publicado às 21:37


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D