Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



André Villas-Boas, da cadeira de sonho a despejado da cadeira

Imagem de aqui

 

Não chegou a 9 meses o novo sonho de Villas-Boas, quando há poucos dias antes de um confronto muito importante para a Champions, o ouvimos dizer que "Os jogadores não têm de apoiar o meu projecto, apenas preciso do apoio do dono [do clube]”, ficou claro que o ambiente no balneário do Chelsea não estaria nada fácil para o treinador e é evidente que sem o apoio dos jogadores mais influentes, qualquer treinador tem os dias contados

 

Uma boa parte da equipa do Chelsea ainda é herança dos tempos de Mourinho, jogadores com mais de trinta anos, alguns mais velhos que o treinador, com muitos anos de casa, não são uma herança fácil para ninguém, muito menos para um treinador jovem e com ideias muito próprias.

 

No Chelsea a ideia de construção de uma equipa passa sempre pelo recurso aos milhões, todos os anos se gastam muitos milhões na compra de mais uma ou duas estrelas, todos os projectos são a curto prazo, não se pensa em renovar a equipa nem há paciência para tal coisa, quem gasta tanto dinheiro quer ver resultados imediatos... e quando estes não acontecem já se sabe que o culpado é sempre quem está no banco... Villas boas é só o sexto treinador despedido desde que em 2003 Abramovich e os seus petrodólares se instalaram em Chelsea... e antes dele já foram despedidos nomes bem mais sonantes, como Mourinho, Claudio Ranieri, Luiz Felipe Scolari ou Carlo Ancelotti..  e Villas-Boas não será de certeza o ultimo.

 

Evidentemente para o André este não é fim do caminho, não é o falhanço nos Blues de Londres que faz dele um treinador menor e ao contrário do que já li por aí, não me parece que o futuro imediato passe pelo Dragão ou pelo Estádio da Luz, há de certeza muitos clubes com muito melhor capacidade financeira que os grandes portugueses,  clubes em campeonatos com muito maior visibilidade que o nosso e  com projectos financeira e desportivamente muito mais aliciantes.  

 

Como disse quando ele saiu do Porto, há mais sonhos, muitos sonhos, sonhos não cabem nas cadeiras dos clubes portugueses... por muito que o que agora transpareça é que Villas-Boas deixou a cadeira de sonho para agora ser despejado da cadeira.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D