Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



brasil.jpg

 

Imagem de aqui 

"impeachment"

Acto ou processo legal que pretende a destituição de alguém de um cargo governativo. = IMPEDIMENTO

In Priberam



 
O Brasil estará a passar por um dos piores momentos da sua história política, o que o mundo pode ontem presenciar em vivo e em directo pela televisão, é algo que todos julgaríamos impensável num país ocidental e democrático.
 
Independentemente de acreditarmos ou não que Dilma Roussef seja mais ou menos culpada, e eu acredito que ela tenha culpas no cartório e para mostra basta relembrar o caso recente do telefonema para Lula da Silva sobre a sua nomeação como ministro (auto link), aquilo a que o mundo assistiu ontem é inenarrável e inacreditável.
 
Durante mais de duas horas assistimos a um desfile de políticos (???) em que cada um utilizava os argumentos mais inacreditáveis para votar com Sim ou Não o seu apoio ou rechaço ao processo que visa a destituição de Dilma Roussef do cargo de presidente do Brasil.
 
Durante a votação foi possível ouvir as maiores barbaridades, sendo que em muitos casos foi  possível ouvir de dois deputados que falaram um a seguir ao outro, exactamente os mesmos argumentos um para votar Sim e o outro para votar Não.
 
Muitas vezes falamos sobre o nível, ou a falta dele, dos deputados e políticos portugueses, bom, está visto que o nosso nível de exigência é mesmo muito alto.
 
Li algures que o Brasil é um país laico, bom a julgar pelo número de deputados que  usaram o nome de deus e as mais variadas igrejas para justificar o seu voto, ninguém diria. De resto, deus, uma qualquer seita ou religião, a família, os filhos, os netos, as mulheres, houve um senhor que falou em nome das tias, tudo serviu como pretexto para justificar o sentido de voto. No momento mais baixo e inacreditável da votação, o deputado Bolsonaro  dedicou o seu voto ao fascista que durante a ditadura torturou Dilma e lhe enfiou ratos na vagina.... e acreditem ou não, a turba (sim, porque mais que um congresso de deputados aquilo parecia uma turba enraivecida) aplaudiu e vitoriou.
 
Curiosamente não ouvi ninguém fundamentar o seu voto, já fosse a favor ou contra, com os factos de que Dilma estará a ser acusada...  sinceramente fiquei com sérias dúvidas  se muitos dos que iam dando a sua opinião saberiam do que se tratava, para além de tirar Dilma e o seu partido  do Governo e colocar lá alguém de quem gostem mais.
 
Hoje a meio da tarde alguém me fez chegar um artigo escrito por Arnaldo Neto para a revista Online Pazes, que tem por título :Envergonhado dos nossos Deputados? Nele, com um "exercício de realismo político" é nos explicada a forma como no Brasil são eleitos políticos e deputados... 
 
Aconselho vivamente a sua leitura, é extremamente esclarecedor sobre a forma como a maioria daqueles senhores, que com muita incredulidade vimos e ouvimos ontem, chegaram e se mantém no poder.
 
A verdade é que todos eles foram eleitos democraticamente e estavam ali a representar os seus eleitores, eu não sou brasileiro, mas confesso que se fosse teria vergonha de votar na maioria daquela gente.... cada um tem os políticos que elege, mas convenhamos que ninguém merece tal coisa. Pobre Brasil.
 
Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

lulaedilma.jpg

 

Imagem de aqui 

 

Reza a lenda que o ditado tem origem na antiga Roma, Pompeia, a bela e jovem Mulher do imperador Júlio César,  tinha um admirador chamado Clódio, um dia, para conseguir ludibriar a vigilância e chegar perto de Pompeia, Clódio disfarçou-se de mulher para entrar no palácio e chegar perto da sua admirada, aparentemente antes de conseguir os seus propósitos foi descoberto, levado a tribunal, julgado e absolvido.

 

Durante o processo Júlio César em público sempre apoiou a sua mulher, defendendo a sua inocência, mas em privado repudiou-a. Quando questionado sobre o motivo do repudio apesar da absolvição, ele terá dito:

 

"À mulher de César não lhe basta ser honesta, tem de parecer honesta"

 

A semana Passada Lula da Silva foi levado a tribunal para investigação num alegado envolvimento no Caso Lava Jacto e será suspeito de corrupção e favorecimentos. Após o interrogatório e ante a perspectiva da possível prisão preventiva, Dilma Russef terá sugerido a hipótese de nomear Lula membro do governo de forma a forçar a mudança de jurisdição do tribunal que investiga o caso para um tribunal superior federal,  o que na prática se traduz quase em imunidade. Hoje ficamos a saber que Lula terá aceite entrar para o governo.

 

Não faço ideia se Lula será inocente ou não, mas convenhamos que ao aceitar este cargo no mínimo fica mal na fotografia, à distância e lendo as noticias nos vários  jornais, a ideia que passa é que ele só entra para o governo para fugir à investigação e usufruir do privilégio de ser investigado por um tribunal que será mais amigável.

 

Já dizia a minha avó, "Quem não deve não teme", se realmente Lula está inocente porque precisa destes estratagemas para fugir à investigação? Eu percebo que Dilma esteja solidária com o seu antecessor e correligionário,  e até que lhe dê apoio moral, mas qual a imagem que fica de uma presidente da República quando ela sugere dar guarida desta forma a alguém que está a ser investigado por corrupção?

 

Pelos vistos nem Lula nem Dilma conhecem o ditado sobre a mulher de César,

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D