Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



The crow

 

The Crow

Descrição da banda

 

O Projecto “THE CROW” consiste num invulgar grupo de cordas e bateria, desde logo pela sua formação. As sonoridades de violinos, violoncelo (duas mulheres e dois homens) e bateria permitem descobrir todo o potencial artístico da música electro-acústica. A nova banda tem um espectáculo versátil e original, que permite aliar no palco actuações bem ao estilo do quarteto de cordas feminino "Bond" de Inglaterra e dos portugueses "Corvos". Os "The Crow" prometem extasiar o público com a sua energia contagiante!

 

“THE  CROW”

Tocam versões das melhores bandas internacionais de música moderna – XUTOS E PONTAPÉS, U2, Muse, Madonna, Guns n’ Roses, The Rolling Stones, The Doors, Red Hot Chilli Peppers, The White Stripes, Coldplay, e apostam na interpretação dos temas sensação do Verão do house mais comercial, bem como no improviso em pano de fundo dos mais recentes hits da música electrónica. Tocam ainda originais de Nuno Flores. O primeiro CD da banda tem data prevista de lançamento ainda durante o corrente ano.

A envolvência sensorial com o público ganha um novo fulgor místico pelo ambiente do negro romantismo, aliando castiçais, velas e veludos em cada actuação do grupo. Na estação mais quente, o cenário transforma-se e o branco impera nas vestimentas, para uma maior frescura e vivacidade tão características da sensualidade das noites de Verão.

 

Fonte The crow

 

 

 

Ainda não estou bem refeito da volta das férias.... mas  já por vcá ando.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

Planeta Fluffen

 

 

Hoje vou dar uma de Cocó na Fralda... bom, quase, além de que eu não tenho o jeito da senhora para escrever,  eu escrevo este post pelo puro gosto e pela divulgação do que de muito bom se faz na nossa cultura ... 

 

Os senhores ali na fotografia são os Planeta Fluffen e tiveram a gentileza de, na qualidade de blogguer, me enviarem um convite para estar presente no Teatro Villaret na antestreia do seu espectáculo.

 

O grupo é formado pelo  David Cristina,  o Hugo Marques, o Luís Coelho  e Joaquim Teixeira,  e eles próprios se definem como "um quarteto musical cómico, cujo espectáculo mistura musicalidade com stand-up comedy e exercícios de improvisação com o público." 

 

Eu fui com a R. e há muito, muito tempo que não me divertia tanto, para além de excelentes músicos, são muito divertidos e fazem um humor que está além do óbvio. Numa altura em que seria muito fácil gozar com a crise e a situação do país eles não vão por aí. Gozam com tudo e com todos, incluindo com o público se este se puser a jeito, mas durante as mais de duas horas que durou o espectáculo, simplesmente esquecemos o mundo e centramo-nos no que se passa no palco.

 

Eles para além de mais são excelentes músicos, tocam, cantam, dançam, e sobretudo fazem-nos rir até às lágrimas com as letras das músicas e com as suas tiradas únicas.

 

O espectáculo vai estar em cena no teatro Villaret a partir de Janeiro, não deixem de ir, numa altura em que poucas coisas nos fazem rir, eles conseguem de certeza absoluta.

 

Página do Facebook dos Planeta Fluffen

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

Luís Caracol

 

 

Luiz Caracol, é um artista luso-angolano, e surge na cena musical em 2004, com um estilo “lusófono” e muito próprio. Este músico cantor e autor tem como fonte de inspiração a mistura entre a lusofonia cada vez mais emergente em si, e uma urbanidade característica da cidade de Lisboa, local onde vive e onde essas varias culturas se encontram e convergem entre si.


Fonte Get Records

 

 

Letra

Letra

 

Despertei em graça
No meio da praça
E de um só momento
Eu fiz um momento

Procurei-te norte e sul
Todo o mapa mundo
Inventei-te e encontrei-te a cada segundo

Por querer mais, por querer tanto
Ao que é de mais, ao que é espanto

Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e
Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e não resisti

Eu tava na tua

Ao som dos teus passos
Levantei os braços
Desci a ladeira
Sacudi poeira

Por querer mais, por querer tanto
Ao que é de mais, ao que é espanto

Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e..
Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e não resisti

 

 

"Tava na tua" é o segundo single do álbum "Devagar" do Luiz 
Caracol, com a participação especial da cantora Sara Tavares


Podem ouvir mais do Luiz Caracol, aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

OPTIMUS DISCOS 2013 (Henrique Amaro)
disco gravado por Artur David no Lisboa Estúdio
idealizado tocado e filmado por Pedro Puppe 
(participações de Giles Teixeira - violoncelo e João Gil - teclas).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

Setúbal - Feira de Santiago 2013

por Jorge Soares, em 23.07.13

Feira de Santiago

Imagem minha do Momentos e Olhares


Considerada a mais antiga do sul do país, a Feira de Sant'iago vai de novo surpreender. De 20 de Julho a 4 de Agosto, a Câmara Municipal de Setúbal e a Associação Parque Sant'iago promovem um certame que irá oferecer aos visitantes um conjunto de novas propostas de entretenimento e, uma vez mais, um programa de espectáculos de enorme qualidade. 


A consolidação da Feira de Sant'iago enquanto certame diversificado e importante centro de negócios passa também pela afirmação das mais de 410 mil pessoas que passam todos os anos pelo recinto das Manteigadas.

Está a ser desenvolvido um longo trabalho de diversificação de áreas de negócio, bem como de enriquecimento das animações paralelas no recinto, com especial enfoque para uma feira medieval e diversas atividades na área do desporto que vão surpreender o público.


Em 2013 a Arrábida é o tema central da Feira , no âmbito da candidatura a Património Mundial da UNESCO.  


Cartaz do Palco Setúbal

 

JULHO

Dia 20, Sab
22h00 – Rita Guerra

 

Dia 21, Dom
22h00 – Quim Gouveia Rock’n’Roll
23h00 – Trio Odemira

 

Dia 22, Seg
22h00 – More Than a Thousand
23h00 – Hills Have Eyes

 

Dia 23, Ter
22h00 – “Viagem ao Mundo da Música”, com Carla Ribeiro, Noah, Ana Rita Inácio, Telmo Neto, Filipe Delgado e Be4rs

Dia 24, Qua
22h00 – David Carreira

 

Dia 25, Qui
22h00 – Noite de Bandas Jovens, com Mundo Escuro, Surveillance e Skills and the Bunny Crew

Dia 26, Sex
22h00 – Wraygunn

 

Dia 27, Sab
22h00 – Ana Laíns
23h00 – Miguel Araújo

 

Dia 28, Dom
20h30 – Dia das Famílias – Winx e Vila Moleza
22h00 – Leandro

 

Dia 29, Seg
22h00 – Bandas Rap

Dia 30, Ter
22h00 – Blasted Mechanism

 

Dia 31, Qua

21h30 – Noite de fado setubalense, com Georgette de Jesus, Piedade Fernandes, Deolinda de Jesus, Maria Madalena, Inês Duarte, Fernando Machado, Ramiro Costa, Luís Moreno, Diana Soares e Pedro Calado. Os fadistas são acompanhados à guitarra e viola por Custódio Magalhães e Vítor Pereira

 

AGOSTO

Dia 1, Qui
22h00 – José Malhoa

 

Dia 2, Sex
22h00 – João da Ilha
23h00 – Deolinda

 

Dia 3, Sab
22h00 – Teresa Lopes Alves
23h30 – António Zambujo

 

Dia 4, Dom
22h00 – Celina da Piedade
23h00 – Anjos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05

Um Corpo Estranho

 

Corpo estranho é qualquer substância que venha, acidental ou intencionalmente, a penetrar e permanecer no interior de um organismo, provocando reações diversas.

 

Neste contexto surge Um Corpo Estranho como uma "substância imaterial, metamorfose de uma melancolia anunciada como um shot tequilliano de luxúria contra uma sede insaciável de amor puro".

 

Pedro Franco e João Mota, naturais de Setúbal,  surgem neste conteúdo como contadores de anti-estórias. São eles as duas metades deste agente sonoro que, em pleno processo simbiótico, se propõe alojar nos nossos ouvidos com a intenção assumida de nos legar alguns fantasmas que acreditam ser comuns a todos.

 

O EP  “Um Corpo Estranho” está disponível para audição e download gratuíto na página bandcamp da banda, aqui

 

Vídeo de Amor em Contramão:

 

Letra

 

Amor em contramão 
(Letra e Música: João Mota e Pedro Franco) 

Dizes que a vida te foge, que tens medo 
Que um dia de arrependas de voltar atrás. 
Eu finjo dar importância ao teu lamento 
E uso falsos argumentos p’ra que não te vás. 

Toda a gente te avisou de que eu não presto, 
Que me viram por aí com outras mulheres, 
Que eu tenho má bebida, que não sou honesto, 
Mas quanto mais eu saio da linha mais tu me queres. 

Andamos já há tanto tempo em contramão, 
No engano de contrariar a solidão, 
Mas ninguém pode ser feliz, como se diz, numa prisão. 

Ambos entrámos neste jogo p’ra perder, 
Nunca existiram trunfos nem batota. 
Mas não viemos dar à praia p’ra morrer 
E quem sempre correu por gosto não se esgota. 

E se um dia todas as portas se fecharem, 
Havemos de encontrar uma janela, 
P’ra nos rirmos do mundo através dela.

Mais sobre eles no  A música portuguesa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18

Descobrindo a nova música Portuguesa - Candeio

por Jorge Soares, em 15.03.13

Candeio

 

Estes são os Candeio, não há muita informação disponível sobre eles , mas fica um dos seus singles, Vento de Alba, ouçam

 

 

Letra

 

Longos são os teus caminhos
fundo vai o teu olhar
vento de alba entre em nós
acelera o respirar

 

Já não vou voltar atrás
atrás vou do chamamento
vento de alba entra em nós
incendeia-nos por dentro

 

Golpe de asa,volto a casa
acelera o respirar
porta aberta que me chama
já não controlo o andar

 

tanto o amaldiçoámos
tanta pedra lhe atirámos
ainda assim sobreviveu
mais forte que tu e eu

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18

Cristina Massena

 

Cristina Massena nasceu no Porto, onde estudou música desde os 7 anos. Apaixonada pela expressão, tem vindo a desenvolver trabalhos numa vasta área artística, da Arquitectura às Artes Plásticas.

 

Encontra na música a sua genuína identidade, escrevendo e compondo canções em Português que revelam um Universo próprio construído entre imagens, palavras e sons.

 

“O Que Não Se Vê” é o seu primeiro álbum de originais como cantautora, com o selo da Boom Studios e distribuição da Universal Music Portugal, e é um projecto que vem desenvolvendo e amadurecendo desde 2007.

 

Fonte : Musica Portuguesa

 

O primeiro single chama-se “O Meu Nome É Terra” e foi uma canção escrita a pensar no esforço, na mudança, na luta da sobrevivência humana.

 

 

 

Letra

 

Na tertúlia do amanhecer

Fracos são os rostos

E só o silêncio cala

Por breves segundos a angústia

Dos distraídos não contamos

Amparo nas noites queridas

 

Lento o que não vê

Que a calçada é um sonho prestes a cair

 

Numa fogueira de sonho ou de madeira

Que constrói este abrigo

Pronto a abalar

Despido e sem olheiras

Bailar numa guerra sem lugar

 

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

 

Da fronteira nasce a luz

A de um olhar em Janeiro

A leitura do futuro

E de como avançar

Nesta prece de audição

Os direitos se aclamam

 

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

 

È preciso sobreviver nas pontes

Que ligam alguma estação

Sobreviver nas pontes

que ligam alguma estação

 

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

O meu nome é terra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:29

Emmy Curl

 

Aos 20 anos, Catarina Miranda tem já "nove anos de carreira" e é uma multifacetada artista. Nascida num ambiente artístico e beneficiando do isolamento natural provocado por isso ter acontecido em Vila Real, Catarina apresenta um estilo muito próprio em que a melancolia, o encantamento e os ambientes bucólicos transformam as suas composições em momentos de rara beleza. Num mundo criativo que vai da pintura à música e onde se notam os efeitos de não ter crescido num grande centro urbano, Catarina Miranda apresenta o seu mundo encantado pela voz de «Emmy Curl» e com ela poderá chegar muito longe. Se fosse sueca estaria já nas bocas do mundo indie, assim, demorará apenas um pouco mais a chegar onde merece.


Fonte Ecletismo Músical

 

 

 

Podem ouvir mais aqui 

 

Letra

 

Eu não sou de ninguém!... Quem me quiser
Há-de ser luz do Sol em tardes quentes;
Nos olhos de água clara há-de trazer
As fúlgidas pupilas dos videntes!

Há-de ser seiva no botão repleto,
Voz no murmúrio do pequeno insecto,
Vento que enfurna as velas sobre os mastros!...
Há-de ser Outro e Outro num momento!
Força viva, brutal, em movimento,
Astro arrastando catadupas de astros! 
A letra é um poema de Florbela Espanca

 

 Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58

Acredita Portugal


Recebi da associação Acredita Portugal o pedido de divulgação seguinte:


O Concurso Realize o Seu Sonho tem como objectivo possibilitar que qualquer pessoa, independentemente da sua idade, nível de formação ou ideia possa implementar o seu projeto empreendedor. Todos os participantes do Concurso têm o acesso gratuito a um Curso de Empreendedorismo online (DreamFactory) que ajuda a estruturar uma ideia num modelo de negócio viável, e os melhores projectos irão receber prémios até 100 mil euros. Temos parceiros que garantem a credibilidade do projecto, tais como SIC Notícias, BES, Grupo José de Mello, entre outros. Mais informações abaixo em:


E-mail: anarita.oliveira@acreditaportugal.pt

Website: www.acreditaportugal.pt



As inscrições terminam no dia 4 de Dezembro.


Podem também consultar aqui: 3º Concurso Realize o seu sonho


Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:14


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D