Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 " se a Espanha adoptou

internacionalmente 50.000 crianças, dessas 35.000 era da Guatemala. O que
significa que a Guatemala perdeu 35.000 habitantes de sua nacionalidade..."

                

                               Edmundo Martinho, Presidente do instituto da segurança Social

 

Isto foi dito na sala do Senado da Assembleia da republica em resposta a um comentário de alguém que dizia que Portugal deveria seguir o exemplo da Espanha e incentivar a adopção internacional.

 

Ontem a casa da Maria João parecia um arco íris de cor, crianças, muitas crianças, a maior parte delas veio de Cabo Verde, durante a tarde e parte da noite eu fui ouvindo as histórias de algumas daquelas crianças, historias feitas de fome, de doença, de abandono, crianças que viviam em situação tal que em alguns casos saiam directo do avião para os hospitais de Lisboa, crianças que foram entregues pelos tribunais de Cabo Verde em processos de adopção internacional, processos legais e normais.

 

A madrugada ia alta e dei por mim a pensar na frase que transcrevo acima e neste senhor... se fossemos pelas ideias dele, quantas destas crianças ainda estariam vivas, quantas teriam sobrevivido ao abandono?, às doenças?, aos perigos da rua?

 

Nacionalidade?, será que este senhor sabe do que fala?, será que ele olha mais além dos seus números que ficam bem na comunicação social? será que ele sabe das vidas destas crianças? Será que ele já ouviu falar do que passa no nosso mundo? duvido.

 

Alguém que acha que é mais importante a nacionalidade que o bem estar das crianças é alguém que não sabe olhar para o mundo. Há muita gente neste mundo que é incapaz de olhar um pouco mais além de aquilo que conhece, há vida para além do umbigo de cada um de nós, e há sítios do mundo onde há vidas muito tristes, vidas com as que nem sonhamos, eu sei, ouvi algumas dessas historias ontem.... e fiquei ainda com mais vontade de adoptar, porque fiquei com a certeza que o meu egoísmo traduzido no desejo de ser pai, se vai converter em esperança de vida para uma criança que dificilmente a teria de outra forma.

 

Será que o Sr. Edmundo Martinho, todos os Srs. Edmundo Martinho deste mundo, são capazes de olhar para além do seu umbigo? duvido, afinal, ele é mais um dos que dizem que a adopção em Portugal é um caso de sucesso.

 

Olhando para os comentários deste senhor, recordando tudo o que ele disse no passado dia 23 de Junho, até para a sua falta de educação para quem apresentou problemas e factos reais, este senhor está a mais no seu cargo...falta muito para as eleições legislativas?

 

 

Jorge Soares

 PS:Imagem retirada da internet

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D