Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há algo que nos una e identifique como país?

por Jorge Soares, em 17.03.14

Façamos um 25 de Abril todos os dias

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

São os grandes feitos do passado, como o 25 de Abril de 1974 e os Descobrimentos, que mais simbolizam a capacidade de união dos cidadãos, e os principais elementos de identidade nacional continuam a ser a bandeira, Fátima, a gastronomia e o fado. 

 

Vinha no carro a ouvir a noticia e fiquei a pensar no assunto, foi hoje apresentado um estudo que fala sobre quais são os motivos que unem os portugueses, os resultados para além de óbvios, quanto a mim são deprimentes, senão vejamos:

 

"44% dos inquiridos acreditam que há união entre os portugueses, 32% defendem que é “moderada”, mas quase um quarto sustenta que o laço não existe."

 

E o que é que nos une?, a bandeira nacional, Fátima, a selecção nacional e o futebol... ou seja, passaram 40 anos do 25 de Abril, pouco ou nada mudou e para uma grande maioria dos portugueses, o país continua a ser Fátima, fado e futebol.

 

Não os culpo, eu próprio tentei pensar  em algo que realmente una os portugueses e o único que me ocorreu foi mesmo a selecção nacional, e isso é quando eles conseguem ganhar. Imagino que a maioria terá pensado nos descobrimentos, num povo de marinheiros, ... talvez isso possa ser motivo de orgulho para quem queira viver do passado,  somos um país com uma história longa ... mas para mim é tão importante saber estar como encontrar, nós soubemos lá chegar mas está à vista que não soubemos lá estar e ninguém  se quer lembrar da forma como de lá saímos.

 

Mas sabem o que é mesmo triste? Isto:

 

"... além do 25 de Abril de 1974 e dos Descobrimentos, o Estado Novo também é referido e por metade dos inquiridos."

 

Metade dos inquiridos coloca o estado Novo ao mesmo nível do 25 de Abril e dos descobrimentos...  e assim de repente eu percebo porque é que tenho tanta dificuldade em identificar algo que me una ao resto do país.... para mim o estado novo é das coisas mais vergonhosas que aconteceu por cá e só deve ser lembrado para evitar que alguma vez se possa repetir.... encontrar num regime que condenou um país a viver na miséria e o atraso e o amordaçou de costas para o mundo durante 40 anos motivos de orgulho ou união é no mínimo deprimente. Alguém acha que saiu mesmo algo positivo do Estado novo?

 

Mas ainda resta alguma esperança, ... "há muito orgulho nos feitos da história, do desporto, das artes e da ciência, mas “embaraço e vergonha no sistema económico e político actual” .

 

Pena que depois esse embaraço e vergonha não se traduzam em nada na hora de votar e a maioria ou não põe lá os pés ou continua a votar em quem tanto os envergonha.... vá lá a gente perceber este povo.

 

Há evidentemente muita gente neste país que é motivo de admiração e até algum orgulho, ... nas artes, nas ciências, na investigação, será que o país sabe que eles existem e está à altura deles? 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:11

Para além da Democracia, há o quê?

por Jorge Soares, em 19.01.12

Metade dos Portugueses não acredita na Democracia

Imagem do Público

 

A noticia é do Público que na sua versão Online diz o seguinte: Só 56% dos portugueses acreditam que o melhor sistema é a democracia. 

 

Os números foram retirados de um estudo elaborado para o Barómetro da Qualidade da Democracia a meio do ano passado, a conclusão imediata é que metade dos portugueses acredita que existe algo melhor que a Democracia para nos governar... devem ser os mesmos que nunca vão votar...

 

Precisamente quando uma série de povos, do Egipto à Líbia, passando pela Tunisia e pela Siria, se revoltou e saiu à rua para lutar pela liberdade e pela Democracia, em Portugal há 15% da população, dados da Antena 1,  que não sabe ou não quer saber qual o melhor regime,  há mesmo 15% que diz que o melhor para governar Portugal seria um sistema autoritário... mas estes eu até consigo perceber, há muita gente com saudades dos privilégios e regalias que lhes dava o Salazar e o seu regime.

 

Gostava muito de ter acesso aos dados deste estudo, será que também perguntaram qual a alternativa que propunham?, será que optavam por uma alternativa do estilo Pinochet que metia os opositores em helicópteros e os atirava ao mar? será que gostavam mais de um regime ao estilo Sadam Hussein que enviava helicópteros com gás para eliminar aldeias inteiras do mapa? ou será que preferem um regime ao estilo do iraniano actual?.... ou um governo de costas para o mundo ao estilo da Coreia do Norte? Ou será que preferem um regime baseado na corrupção como o de Angola?

 

Gostava que alguém de entre os 46% que acha que há um regime melhor de governo me explicasse qual é esse regime, é que eu farto-me de pensar, olho para as alternativas e termino sempre a pensar que mal por mal, prefiro poder votar para eleger quem me governa, e poder falar, ter opinião, pensar no que é melhor para mim,.. e custa-me a entender que alguém possa abdicar destes direitos e desta forma de viver.

 

A democracia é aquilo que nós fazemos dela, somos nós que elegemos quem nos governa, a nossa Democracia não será perfeita, mas cabe-nos a nós fazer dela algo melhor, só pode dizer o contrário quem não olha para o mundo, quem não vê o que se passa onde não há democracia e liberdade de expressão e pensamento.

 

Estes números são assustadores.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Mulheres estacionam mal

Imagem de aqui

 

A noticia é da TVI 24 e diz o seguinte: 

 

"Afinal, as estatísticas comprovam o que nenhuma mulher gostaria de ver consignado em números oficiais. As mulheres têm realmente mais dificuldade em estacionar um carro do que os homens? Números oficiais revelam agora que não se trata de um estereótipo sexista: na hora de estacionar, elas são menos competentes do que eles... Pelo menos é o que indicam os números divulgados pela Driving Standards Agency, no Reino Unido.

De acordo com os dados divulgados pelo site «Mail Online», quase metade das mulheres que, em 2010, chumbaram no exame de condução, foram eliminadas devido ao estacionamento paralelo. Mais: 55 mil, das 170 mil mulheres que reprovaram no dito exame de condução por erros na inversão de marcha ou por não usarem os espelhos, falharam também o estacionamento.

Os números divulgados pela Driving Standards Agency são apoiados pelos da ciência. Investigadores da Universidade de Bochum, na Alemanha, pediram a 65 voluntárias que estacionassem um automóvel topo de gama."

 

O Bold e o sublinhado são meus... ontem coloquei a noticia no Facebook e tirando duas honrosas excepções, as senhoras dizem que não senhor, que é mentira, elas não só conduzem todas muito bem, como sabem estacionar tão bem ou melhor que qualquer homem.

 

Por acaso sou dos que não acho que as mulheres tenham menos jeito para a condução que os homens, conheço algumas senhoras que conduzem pelo menos tão bem como eu.... o que quer que isso signifique. Também acho que no mundo machista em que vivemos, as mulheres tem muito menos oportunidade de conduzir que os homens e muitas delas não conduzem com a frequência suficiente para ganharem a prática necessária, e já sabemos que a prática faz o mestre... ou neste caso, a condutora... É claro que também há aquelas que não tem mesmo jeito... também há alguns homens assim.

 

Depois há esta parte da noticia: algumas delas «culparam» os próprios seios por tornarem «mais difícil» dar a volta, enquanto estacionavam. .. 

 

E esta hein?????

 

Jorge Soares

PS: Sim, eu sei, há muito cientista por aí com pouco que fazer, por isso é que há tantos estudos parvos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

Mulheres portuguesas são as mais satisfeitas da Europa

 

Imagem do Público

 

 

A noticia é do El Mundo, foi citada pelo Expresso e depois repetida pela RTP, Público, etc ... Diz o estudo que as mulheres portuguesas são as mais satisfeitas da Europa quando se fala de sexualidade.

 

O Estudo que se chama  "O que querem as mulheres?" diz que 88% das entrevistadas disse que está satisfeita com com a sua vida sexual, sendo que 81% diz que tem relações sexuais pelo menos uma vez por semana... não é liquido que ter sexo uma vez por semana, ou duas, ou três, seja sinónimo de se ter bom sexo... pelo menos é o que eu acho.

 

A isto Júlio Machado Vaz responde o seguinte: "A verdade é que nestes questionários há uma tendência para se responder o que sabemos que fica bem dizer".

 

Quando há uns dias falei do problema da sexualidade entre adolescentes e do facto de termos 12 adolescentes por dia a dar à luz no nosso país, entre os comentários que me deixaram havia mais que um que diz que a culpa é dos pais, não há educação sexual na escola nem em casa e em casa não há porque os pais não podem falar aos filhos daquilo que não conhecem... Depois de ler os resultados do estudo, a conclusão será fácil... não são precisos conhecimentos sobre sexualidade para se ter uma vida sexual satisfatória....será?

 

E vocês que acham?, 88% é um número realista, ou como diz O Murcon,  as pessoas exageraram nas respostas ao inquérito?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:11

Sexo, chocolate ou dinheiro?.. elas escolhem

por Jorge Soares, em 04.02.11

Mulheres preferem sexo a chocolate

Mulheres preferem sexo a chocolate... mas dinheiro ainda mais

Como não podia deixar de ser,  a coisa veio da América, e deu para saber que há 27% de mulheres americanas que entre ter garantia de sexo todas as semanas durante 5 anos ou garantia de chocolate durante o mesmo tempo...elas preferem chocolate... das duas uma, ou eles fizeram o inquérito numa igreja, ou isto explica porque é que há tantas americanas gordas e frustradas.

 

A pergunta seguinte era se preferiam mil dólares semanais durante 5 anos ou chocolate grátis todas as semanas durante o mesmo período, está visto que os 9% que prefere o chocolate são as que ainda não perceberam que com 1000 dólares se compra muito chocolate...

 

A lógica diz-nos que a seguir deveriam ter perguntado qual seria a escolha entre sexo e os mil dólares... não perguntaram... se calhar porque é evidente que com mil dólares por semana... arranja-se muito sexo grátis e a resposta seria óbvia... ou, tratando-se de americanos... talvez não.

 

Gostava de saber quem nos Estados Unidos inventa tantos estudos parvos..e de onde sai tanto dinheiro para os financiar.... já sabe, o dia dos namorados está à porta... em caso de duvida, ofereça sexo, ... pelos visto é o que elas preferem mesmo.

 

Vai uma musiquinha? Uma que tem tudo a ver com a actualidade, Cairo!

 

 

 

 

 

Bom fim de semana a todos

 

Jorge Soares

PS:Sexta é dia de parvoíce.. não liguem

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Tinha lido a noticia no Ionline em modo muito resumido, mais um daqueles estudos que mostram que ainda há muito dinheiro nas universidades, desta vez associa-se o QI, dos homens, que as mulheres não sofrem disso, à infidelidade, mas gostei muito mais da versão que a Liliana Coelho apresentou no A vida de saltos altos, vejamos:

 

TRaição é burrice, sabia?Devo-vos dizer, cada vez gosto mais da ciência. Afinal, burras não são as mulheres que ganham um par de chifres. Mas sim os homens. Segundo um estudo da revista Social Psychology Quarterly,divulgado pela BBC, a infidelidade masculina é o mais elementar sinal de burrice


Homens que traem as mulheres têm por norma um QI (quociente de inteligência) mais baixo, pelo que inversamente, o comportamento fiel do macho é a prova da evolução da espécie. (Percebem agora porque é que gostamos dos inteligentes?)

 

O estudo sustenta que homens mais espertos têm uma relação de exclusividade sexual, pelo facto de respeitarem a parceira e questionarem crenças.

 

Para o autor da investigação, Satoshi Kanazawa, especialista em psicologia evolutiva da London School of Economics, durante a história o mundo masculino foi maioritariamente poligâmico, realidade que hoje cinge-se praticamente aos países muçulmanos - sinal de que a espécie humana está a evoluir.

 

Já a fidelidade feminina não equivale a maior inteligência, uma vez que as mulheres sempre foram mais monogâmicas.(Lamento amigas dos saltos altos, mas aqui tenho que discordar...traição feminina é burrice à mesma!!)

 

Ora, dada a realidade actual, eu concluiria que a humanidade evolui de forma estranha, não sei se há um estudo sobre o assunto, mas eu diria que na fase de evolução actual da nossa sociedade, não haverá grande diferença entre os números da infidelidade masculina e feminina, de onde concluímos que as mulheres em lugar de evoluir, estão a ficar tão burras como os homens. É claro que cá para mim e por muitos estudos que se façam, nada disto tem a ver com inteligência e sim com educação e respeito por  pessoas e comprosmissos.. mas quem sou eu para contrariar estudos cientificos?

 

Mas uma coisa é certa, se os homens tem um comportamento de macho primário, as mulheres são muito mais subtis e sonhadoras, vejam lá este outro post da Paula Cosme Pinto no mesmo blog:

 

O pecado mora no Vaticano

 

Calendário com padres do vaticano.... foi o Vaticano que despertou o lado mais libidinoso que há em mim. Rodeada de morenos extra-perfumados, com óculos Ray Ban, a minha atenção recaiu sobre o homem da batina. Lamento ser tão pouco católica no que toca a isto das atracções, mas ali estava ele: cabelo curto, com aquele sotaque italiano de bradar aos céus, vestido de preto até aos pés, com uma cruz ao peito, sorriso aberto, olhar misterioso e penetrante... mas, para bem dos meus pecados, tudo menos engatatão. Caso para dizer: graças a Deus!

 

Enquanto o Papa falava na janela, os meus pensamentos eram tudo menos religiosos. Qualquer entrada num confessionário naquela fase teria sido uma versão luso-italiana do "Crime do Padre Amaro". Nem com mil "Pai Nossos" de enfiada eu conseguiria voltar a ter lugar no céu. Faço o meu ar mais imaculado enquanto penso no eterno desejo pelo fruto proibido: Afinal, porque será que queremos sempre aquilo que não podemos ter?

 

Ou seja, nós somos machos e pouco inteligentes, mas elas gostam mesmo é do fruto proibido. 

 

Jorge Soares

PS:Hoje é sexta e eu estava mesmo a precisar de um post suave e divertido

PS2:Bom fim de semana

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Para sempre.... o amor pode ser para sempre!

por Jorge Soares, em 22.01.09

 O cisne monogâmico

 

Dizia hoje a Sininho no Jardim dos segredos  o seguinte:

 

"Sem falar no número de vezes...que afirmamos com convicção que Nunca mentimos ou que Sempre dissemos a verdade....quando na realidade ...se pararmos para pensar alguns segundos ..vamos chegar à conclusão ...que afinal ...Sempre é muito....e Nunca é pouco!!!"

 

O post fez-me lembrar algo que ouvi estes dias, e que podemos ver nesta noticia do Diário de Noticias:  Afinal o amor pode durar para sempre

 

Será?. cada vez mais as relações são feitas de momentos, paixões, loucuras passageiras, as pessoas casam e prometem amor e fidelidade,  mas já são poucos os que acreditam na sinceridade daquele momento..... para a maioria não passa de palavras, que ante a primeira contrariedade perdem todo o seu valor.

 

É claro que toda regra tem a sua excepção, e há aquelas pessoas, cada vez menos, que passam a vida juntas e que afirmam que o que os mantém juntos é o amor. Dizem os estudiosos que os Cisnes são aves monogâmicas, que acasalam e ficam juntos para a vida, mas será que entre os humanos isso é possível?

 

Na noticia podemos ler o seguinte:

 

"A equipa de investigadores comparou, através de scanner cerebral, as reacções químicas manifestadas por casais de longa data e por casais em início de relacionamento amoroso. Os resultados foram surpreendentes: o cérebro de alguns casais, juntos há mais de 20 anos, libertou os mesmos níveis de dopamina - neurotransmissor associado às sensações de prazer - encontrados na fase inicial do enamoramento. Mas, sublinham os investigadores, sem o quadro obsessivo que também caracteriza esse estado nascente, o que poderá indiciar uma maior maturidade no relacionamento destes casais que, passado o teste do tempo, podem dizer com segurança ter encontrado a sua "alma gémea"."

 

Os estudos científicos valem o que valem, diz a noticia que na maior parte dos casos o amor esmorece ao fim de 12 a 15 meses,  e que ao fim de 10 anos até a Química desapareceu... pelos vistos, os estudiosos estavam enganados, agora está provado cientificamente, o amor pode mesmo durar para toda a vida, talvez não sejamos os Cisnes que acasalam uma vez e depois é para toda a vida, mas resta alguma esperança.

 

O que não diz a noticia, é qual o segredo, deviam ter perguntado, não acham?

 

Jorge

PS:Flor.... pronto, mudei de assunto, contente?

PS2:Sininho, pelos visto, sempre.... nem sempre é muito!

PS3:Imagem minha, retirada de Momentos e olhares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

Afinal a culpa é da pílula.. ou do nariz!

por Jorge Soares, em 09.09.08

Divorcio

 

 

Dizem as estatísticas que o número de divórcios está a aumentar em Portugal, segundo o INE, de 1992 a 2001 a taxa de divorcialidade cresce 54.6%, passando de 1.2 para 1.8 divórcios por cada mil habitantes.
 
É claro que existem muitíssimas teorias que tentam explicar este facto, o machismo do homem Português, a emancipação das mulheres, o facto das mulheres agora trabalharem e por tanto poderem ser independentes monetariamente, o advento dos canais de desporto, etc. Bom, parece que nada disto é certo, alguém descobriu que a culpa é da pílula. Bom, na verdade a culpa é do nariz das mulheres, que é afectado pelos compostos químicos da pílula e as leva a escolher o par errado. Vejam a seguinte noticia:
 
"Estudo britânico revela que contraceptivo altera capacidade instintiva de escolher o parceiro. É tudo uma questão de olfacto A pílula pode alterar a capacidade instintiva das mulheres escolherem o seu parceiro. Segundo um novo estudo britânico, divulgado quarta-feira pela AFP, o contraceptivo altera a predisposição natural de escolher um homem com genes diferentes, de modo a garantir a diversidade favorável à espécie. É tudo uma questão de olfacto: as mulheres sentem-se atraídas pelo cheiro de homens geneticamente diferentes. Segundo o resultado deste estudo, publicado nos anais da Sociedade Real Britânica, «as mulheres, que começam a tomar pílulas anticoncepcionais, passam a preferir homens cujos odores são geneticamente similares», revela o principal autor da investigação, Craig Roberts, da Universidade de Liverpool."
 
Ou seja, se está à procura do seu príncipe azul, o melhor mesmo é parar de tomar a pílula, assim poderá seguir o cheiro certo e poupar muito dinheiro em advogados no futuro. É claro que o facto de não tomar poderá trazer outros gastos não planeados... mas isso são detalhes.
 
Jorge
PS:imagem retirada da internet

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D