Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As questões da adopção - Doenças crónicas

por Jorge Soares, em 02.10.14

Imagem de aqui

 

Apesar de ter o tema adopção não ser muito comum por cá ultimamente, a verdade é que de vez em quando continuo a receber alguns emails com questões para as que nem sempre tenho resposta, esta semana recebi um que me pareceu pertinente e portanto decidi partilhar, haverá de certeza mais gente com as mesmas preocupações, então é assim:

 

Tenho XXX anos, sou solteiro e desde à uns dois anos que penso na adopção, tenho vindo a adiar esta decisão devido a estar a terminar um projecto de vida ... mas estando no final desta etapa da minha vida, comecei a pesquisar e encontrei uns artigos em blogs seus. Achei bastante interessante os artigos que li, até porque na opinião de alguns amigos próximos, é que é praticamente impossível para um Pai solteiro, no meu caso existe uma agravante, sou portador de .........., mas que até ao dia de hoje não tenho qualquer problema de .......

 

Trata-se de uma assunto sensível que terei de introduzir junto de alguma família próxima, pois por mais amor que tenha para dar não posso desprezar a opinião dos que me amam. Mas gostaria de saber a sua opinião, como doente crónico acha que é algo que me deve tirar a coragem ou nem por isso? Já ouviu falar de alguns casos de sucesso, onde doentes crónicos conseguiram adoptar?

 

Pelo que já tinha lido, verifiquei tal como refere num dos seus artigos que o processo burocrático é bastante simples, o que me assusta é a descriminação que poderei estar sujeito, não por mim porque com isso vivo bem, mas sim por poder me ser retirada a possibilidade de adopção.

 

Eis a minha resposta:

As questões são pertinentes, entre os pais adoptivos que conheço há pelo menos um com uma doença crónica, mas não é adopção singular.

Se a doença lhe deve tirar coragem para adoptar?, Só você pode responder, quanto a mim não é impedimento, se em lugar de adoptar decidisse ser pai biológico a doença seria impedimento para si? Se consegue ter uma vida normal e uma profissão, porque é que não há-de poder ser pai?

Quanto à discriminação, vai haver sempre, primeiro porque é adoptante singular e depois pela doença, os processos são geridos por pessoas e as assistentes sociais não são menos preconceituosas que o resto da sociedade, por vezes são até mais, mas de certeza que  está habituado a lidar com isso no dia a dia, não será de certeza por aí que deverá desistir.

Se não me engano entre a papelada a apresentar na segurança social para a candidatura está um certificado médico, o meu conselho é que fale com o seu médico de família e/ou com o médico que o segue na sua doença e lhe coloque a questão directamente, se lhe passarem o certificado em como está apto a adoptar, avance com o processo, sem medo nem hesitações.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Que máquina fotográfica compro?

por Jorge Soares, em 10.11.10

 

Outono.. em folha

 

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

É uma pergunta que me fazem muitas vezes, as pessoas vêem as minhas fotografias e acham que eu percebo do assunto... e portanto devo perceber de máquinas... hummm, acho que estão errados nas duas coisas.

 

No outro dia li algures sobre um grande fotógrafo que andava sempre com a sua pequena máquina compacta e a grande maioria das suas fotografias, obras de arte fotográfico,  eram tiradas com essa pequena máquina... esclarecidos?

 

Antes de decidir que máquina comprar, há uma serie de perguntas que nos devemos fazer:

 

1- O que vou fazer com a máquina?

 

Quero uma máquina para tirar umas fotografias nas festas dos miúdos e nas férias? Quero-me dedicar à fotografia como um hobby? tirar boas fotografias para pendurar em casa e/ou colocar na internet? Quero viver da fotografias?

 

2- O que percebo de fotografia?

 

Sei a diferença entre velocidade e abertura?, sei o que é o ISO e para que serve? sei o que é uma macro e como se faz?, sei o que é a profundidade de campo, o que é dar prioridade à abertura e/ou à velocidade, sei o que é o White balance?

 

3- Quanto dinheiro quero ou posso gastar?

 

Depois de responder a estas 3 perguntas, eu diria que estamos aptos a responder à pergunta básica seguinte: Que tipo de máquina comprar.

 

Existem no mercado máquinas fotográficas que vão desde menos de 50  até aos muitos milhares de Euros... máquinas fotográficas que em 99% dos casos tiram boas fotografias. Não é uma escolha fácil. Mas vamos às respostas:

 

Se o que pretende é tirar umas fotografias aos miúdos e nas férias para mostrar aos amigos, não gaste mais de 200 Euros, compre uma compacta, há no mercado excelentes máquinas compactas a rondar os 100 Euros, fazem muitissimas coisas e tiram excelentes fotografias.. tudo o que gaste acima disso é dinheiro mal gasto.

 

Se o que pretende é ter um hobby, tirar muitas fotografias e presumir delas, então nesse caso, passamos à pergunta 2, se respondeu não a tudo, tem a certeza que quer este hobby?,

 

Conheço muita gente que gastou uma pipa de massa numa máquina fantástica e cheia de coisas..e depois só tira fotografias em automático, ora, em modo automático, qualquer Reflex de 1000 Euros é exactamente igual a uma compacta de 100 .. há muitas que até tem o mesmo software. Se não tem as noções básicas, eu diria para comprar uma compacta e gastar algum dinheiro nuns cursos de iniciação à fotografia, depois disso, e de tirar algumas fotografias, vai ter o conhecimento suficiente para poder escolher a sua máquina.

 

Eu comecei a tirar fotografias com uma máquina completamente manual, era necessário focar, acertar a luz, a velocidade, tudo... mesmo assim, ainda hoje, depois do curso de iniciação à fotografia e de mais de 20000 imagens com a minha máquina actual, eu estou a aprender.

 

Se depois de ler até aqui, ainda não se decidiu pela compacta, passamos à questão número 3, quanto quer gastar?

 

O mercado está inundado de excelentes máquinas digitais, para todos os preços. Entre os 300 e os 400 Euros existem excelentes cibershots como esta ou esta, máquinas com um zoom fantástico e que tiram excelentes fotografias. Excelentes para quem gosta de macros e não tem pretensões em comprar muitos acessórios para além da Máquina.

 

Para quem quer levar a coisa mais a sério, aconselho uma Reflex digital, eu tenho uma Sony Alfa 350 que é a menina dos meus olhos, já tem dois anos e ainda a semana passada no workshop de Fotografia da natureza, descobri novas e maravilhosas funcionalidades. Tanto a Canon, como a Nikon como as outras marcas, vendem excelentes máquinas desta gama, mais ou menos com o mesmo preço. E quanto a mim são as máquinas ideais para quem gosta de fotografia, tem algum tempo para dedicar e quer aprender mais.

 

Convém saber que à  medida que vamos aprendendo vamos querendo mais coisas: lentes, filtros, flashs, tripés, mais lentes... tudo coisas que custam dinheiro. Eu optei por gastar dinheiro em conhecimentos antes de gastar em mais  material.. e cada vez me convenço mais que fiz a opção certa. Porque quando não percebemos de fotografia, muito material e até muitas funções da máquina, só atrapalham.

 

Já agora só mais um detalhe... muitas das fotografias fantásticas que vemos hoje em dia na internet não saem das máquinas, são trabalhos do fotoshop ou de programas do mesmo estilo, convém ter essa noção para não desanimar. .. e lembre-se, a máquina ajuda, mas quem vai tirar as fotografias é você.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D