Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



lopetegui5.jpg

 

Imagem de A Bola

 

O ano passado havia a desculpa que o homem não conhecia o futebol português, além disso vinha de treinar selecções de miúdos e não tinha o traquejo do futebol adulto. Demorou muitos jogos a perceber que num clube que joga todas as semanas e por vezes mais que um jogo por semana, ter uma espinha dorsal era importante e que a rotação não contribuía nada para que a equipa ganhasse identidade e fio de jogo.

 

Finalmente pareceu perceber, o mal já estava feito, mas mais valia tarde que nunca e quando pararam as rotações a equipa lá conseguiu assentar e mesmo sem nunca deslumbrar, conseguiu apresentar um futebol mais acorde com a qualidade individual que existia no plantel.

 

Achávamos nós que ele tinha percebido.. até que começou a nova época e a história se repete, seis jogos, seis equipas diferentes, uma equipa que parece que só sabe jogar para o lado e para trás, sem fio de jogo que se veja, sem patrão e sem ideias.....

 

O homem é o único animal que tropeça duas vezes na mesma pedra, está visto que ao contrário do que todos achávamos, Lopetegui não aprendeu nada na época passada e esta vai ser mais uma época para esquecer.... há muito que não tínhamos uma época sem ganhar nada, duas seguidas é voltar quanto para trás?

 

Jorge Soares

 

publicado às 23:50

De volta à terra

por Jorge Soares, em 21.04.15

lopetegui.jpg

 

Imagem do Público

 

Era necessário voltar à terra, a semana passada tudo o que podia correr bem correu e deu a muita gente a hipótese de sonhar, de acreditar que podia ser possível, hoje voltamos todos à terra. A verdade é que nem havia tanto Porto nem tão pouco Bayern como tinha parecido no jogo do Dragão.

 

Este Bayern de Guardiola,  os seus inúmeros campeões mundiais e europeus e os seus muitos milhões de Euros, está de certeza entre as quatro ou cinco melhores equipas do mundo. O Porto, com a equipa mais jovem dos últimos anos e um treinador com evidentes capacidades mas ao que ainda falta a tarimba e a rodagem que só o tempo pode dar, não tem, e dificilmente poderia ter nesta altura, a bagagem suficiente para poder competir de igual para igual com as grandes equipas como o Bayern.

 

Apesar de que considero que nem o resultado da semana passada nem o de hoje reflectem a real diferença entre as equipas, não tenho duvidas que  o resultado final da eliminatória é o espelho fiel da diferença entre o futebol alemão e o português. De um lado temos equipas com dinheiro e capacidade para irem buscar os melhores jogadores do mundo, do outro temos um futebol que cada vez mais terá que recorrer aos jogadores jovens e apostar na formação se quer sobreviver.

 

O Porto fez uma enorme aposta nestes jogadores e independentemente do que aconteça no próximo domingo e no resto da temporada, pode-se dizer que foi uma aposta se não ganha, pelo menos feliz. É  verdade que corre o risco de não ganhar nada, mas ganhou uma equipa  e conseguiu tornar em certezas alguns jogadores.

 

Curiosamente a primeira consequência desse (quase) sucesso é que uma boa parte dos jogadores que terminou de formar, para o ano estarão algures noutras equipas de outros campeonatos, não a contribuir para o sucesso do Porto e sim para aumentar a diferença entre o nosso campeonato e o dos países onde há dinheiro.

 

Quanto ao Porto, encontrará de certeza outros jovens que irá formar e terá de novo uma boa equipa para lutar pelo campeonato português, até poderá incomodar uma ou outra vez os grandes senhores do futebol europeu, mas ganhar a champions e lutar de igual para igual com os Bayerns deste mundo, isso dificilmente voltará a acontecer, pelo menos nos próximos anos.

 

É isso, hoje voltamos à terra, O Bayern voltou a ser gigante, Guardiola voltou a ser o melhor treinador do mundo e vai continuar muito tempo em Munique e Lopetegui terá que esquecer o sonho de ir para o Real Madrid por mais uns tempos.

 

Jorge Soares

publicado às 22:02

Salvo(s) pelo Jackson Martinez

por Jorge Soares, em 30.09.14

Julien Lopetegui

 

Imagem de A Bola

 

Não vi o jogo, fui ouvindo na rádio entre o ir e levar miúdos às actividades  e o jantar, ouvi o penalty do 2-1 quando estava a estacionar da última viagem, desliguei o carro com raiva e a rogar pragas ao jogo e a Lopetegui, quando me voltei a sentar ao computador acabava o Jackson de marcar o segundo, o que aplacou um bocado a minha raiva ao jogo, mas não retiro as pragas ao treinador.. o que teria acontecido se em lugar de inventar mais uma equipa diferente ele tivesse jogado com o Jackson desde o inicio?

 

Vinha no elevador e já vinha a pensar no titulo do post que seria: E hoje também foi culpa do árbitro?

 

Hoje li algures uma frase de Mourinho que diz muito sobre o meu clube, "O Porto sabe perder". li na frase do Special One um elogio à forma como o Porto sabe aprender com os erros, depois dos erros cometidos o ano passado  não só se contratou um treinador diferente como se lhe deram as condições que do meu ponto de vista nunca se tinham dado a qualquer outro treinador e muito menos aos dos últimos anos.

 

Lopetegui escolheu como e quem quis, vieram nada mais e nada menos que 15 jogadores escolhidos a dedo pelo treinador, se calhar o problema está mesmo aí, com mais que uma equipa nova há muitas expectativas para manter e depois de 6 jornadas do campeonato e de duas jornadas da champions, não se repetiu um onze uma única vez e dificilmente alguém pode dizer qual é a equipa tipo do Porto.

 

É verdade que o Porto ainda não perdeu e que em dois ou três jogos os árbitros inclinaram o campo para um dos lados, mas quando as equipas são melhores e o conseguem demostrar, não há árbitro que as consiga derrotar. O certo é que vamos em três empates nos últimos jogos do campeonato e o Benfica já está a 4 pontos de distância, o resto soa a desculpa de mau pagador.

 

Se há coisa que Lopetegui consegue fazer é surpreender, não há quem consiga adivinhar o onze, e eu não consigo perceber como é que sendo o Shaktar uma equipa maravilhosa como não se cansou de elogiar Lopetegui antes do jogo, Jackson ficou no banco... E vá lá que pelo menos hoje as substituições foram aos setenta minutos, porque a mim já me irritava ver como a empatar os jogos se metem avançados aos 89 minutos. 

 

Hoje houve estrelinha que também tem faltado algumas vezes, mas não deixa de ser o terceiro empate seguido, o Porto sem uma vitória em três jogos é algo que não se vê muitas vezes, a sorte protege os audazes, mas convém que não abusem, é que não me parece que este ano haja tanta paciência como no ano passado, eu pelo menos não tenho.

 

Jorge Soares

publicado às 22:16

Em Portugal o futebol joga-se num túnel

por Jorge Soares, em 06.01.12

O Túnel de alvalade

Imagem da internet

 

Em primeiro lugar um disclaimer, gosto do futebol pelo futebol e sou portista. Talvez pela parte do gostar do futebol pelo futebol, há coisas que me passam ao lado.

 

Por mais que me esforce olho para esta notícia e não consigo discernir nem a lógica do momento em que ela saiu, nem a importância que se lhe está a dar. Quanto ao momento, quero acreditar que o jornalista e o Jornal quiseram aproveitar a proximidade de um jogo importante em Alvalade para vender bytes e papel,  achar que há algo mais para além disto vai contra a minha lógica de ver o futebol pelo futebol. Pensar que uma notícia sobre as paredes de um túnel possa servir de pressão a quem quer que seja ou ter influência em alguém que vá estar no Sábado dentro das 4 linhas do campo de jogo, é chamar estúpidos aos adeptos... eu não me dou por estúpido... mas a julgar pela chinfrineira que se está a fazer deve haver muita gente estúpida.

 

Quanto à importância da coisa, podemos achar de pior ou melhor gosto a forma como o Sporting decidiu decorar as paredes do túnel, pelo que sei no Porto há imagens das vitórias na Europa e das grandes estrelas do clube, em Alvalade há imagens da claque, se o objectivo é intimidar, haveria que perguntar o que pode intimidar mais, se as vitórias de um grande clube ou as fotografias dos arruaceiros da claque....  estamos a falar de futebol profissional, será que algum atleta profissional olha para aquelas paredes e para além de achar a escolha de gosto duvidoso, fica intimidado?

 

Como é costume, já vieram a terreiro todos os comentadores, especialistas e afins, há quem fale em processos da federação e em castigos para o Sporting, porquê?, porque colou umas fotografias na parede de um túnel vedado ao público? a sério?, então e se em lugar dos marmanjos com cara feia fossem umas meninas despidas de preconceitos? também merecia castigo?...  definitivamente o futebol em Portugal joga-se num túnel e com coisas destas é cada vez mais difícil ver onde está a luz lá ao fundo.

 

Volto a dizer que não quero acreditar que tudo isto não seja simplesmente o Jornal a querer vender, e juro que como portista ficava muito triste e até  preocupado se por trás de tudo isto houvesse a menor influência do meu clube do coração, o Porto não precisa destas coisas para ganhar um jogo.

 

Update: Parece que há quem acredite que de algum modo as minhas palavras sejam um apoio à utilização de imagens de violência ou à utilização de símbolos estúpidos ligados a ideologias de estrema direita, longe disso, simplesmente não acho que as fotografias do túnel tenham a importância que se lhes quer dar e muito menos devem constituir um caso que desvie a atenção do que verdadeiramente interessa, o jogo de futebol.

 

Jorge Soares

publicado às 19:03

Porto campeão... num jogo ou numa guerra?

por Jorge Soares, em 03.04.11

Futebol Clube do Porto, Campeão 2010 - 2011

 

Pedras, insultos, guerra aberta, é assim que vai o futebol português, hoje o F.C. do Porto foi campeão nacional, dentro do campo sobre um tapete verde jogou-se futebol, bom futebol, à volta, antes do jogo travou-se uma guerra. Rezam as crónicas que a policia teve de intervir, em Lisboa choveram pedras que feriram pessoas e policias, foram disparadas balas de borracha e foram detidas pessoas.. tudo por causa de um jogo de futebol?

 

No Estádio da Luz antes do jogo não houve fairplay e no fim do jogo houve falta dele, foi ligado o sistema de rega e foram apagadas as luzes do estádio quando os jogadores do Porto ainda festejavam a vitória no jogo e no campeonato, isto é que é ter mau perder.

 

Todas estas coisas se repetem uma e outra vez sem que ninguém tente colocar água na fervura, bem pelo contrário, os clubes portugueses são geridos por pessoas que mais que pensar no clube pensam na sua autopromoção. Os protagonistas deveriam ser os jogadores e a bola a rolar dentro do campo, mas não, o protagonismo joga-se cada vez mais nos gabinetes, nos muitos programas de opinião e sobretudo, joga-se todos os dias nos títulos dos jornais desportivos.

 

Há em Portugal 3 jornais desportivos diários, jornais que na maior parte do tempo mais que dar, fazem as noticias e quantas vezes fazem e alimentam as guerras de bastidores.... afinal, tudo isto significa papel vendido e dinheiro em caixa para muita gente.

 

Hoje no Estádio da Luz venceu a que foi, neste jogo e no campeonato, a melhor equipa, um vencedor justo.. mas vão-se contar pelos dedos de uma mão os adeptos de outras equipas que o admitam.... é triste... muito triste. O Futebol é um espectáculo de muitos milhões, mas é também cada vez mais um espectáculo que  se afasta das pessoas, no estado em que as coisas estão quem são os país que se atrevem a levar os seus filhos a um jogo de futebol? Quem se arrisca a ser insultado e agredido pelos membros das claques?, quem se arrisca a ser apedrejado na ida ou na vinda pondo em risco a sua vida?  Não tarda muito para que sejam 11 jogadores de cada lado, um árbitro, uma bola e duas claques de energumenos, é isto que queremos para o futebol?

 

 

Jorge Soares

 

publicado às 22:43


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D