Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fernando Nobre renumciou ao cargo de deputado

Imagem do Público

 

"Quanto ao Sr Fernando Nobre, é cedo para a campanha eleitoral..e se como presidente da Ami ainda não conseguiu colocar-se em perspectiva sobre a realidade do mundo em que vivemos, o melhor é que se continue a dedicar à Medicina e deixe a politica de lado."

 

A frase é minha e foi escrita neste mesmo blog no dia 17 de Fevereiro de 2010, o post tinha como título Tudo na vida é uma questão de perspectiva, tinha voltado de Cabo Verde há uns dias com mais uma filha e uma perspectiva do mundo muito diferente. Entretanto entre o episódio da utilização da fotografia nos cartazes de campanha e as reviravoltas do senhor, escrevi mais sete posts sobre ele... podem ver os títulos aqui.

 

Muita gente olhou para Nobre e viu como uma alternativa aos políticos, um exemplo de cidadania, alguém que poderia fazer a diferença, bom, nem tudo se perdeu, em ano e meio ele conseguiu mostrar que as alternativas que nascem da cidadania são uma utopia. A capacidade politica, a liderança, a capacidade diplomática, não são algo que nasça espontaneamente. Os partidos políticos, todos os partidos políticos, são para além de mais escolas de liderança, com tudo o que de bom e de mau isso quer dizer. Não é líder quem quer, é líder quem tem a capacidade de o ser e se prepara para isso.

 

Foi a 17 de Fevereiro de 2010 que Nobre apresentou a sua candidatura à presidência da República, há quase exactamente um ano  e meio, desde então foi acumulando disparates e contradições. Hoje saiu a noticia da sua renúncia ao cargo de deputado. Pelos vistos  servir o país só tem piada quando estamos sentados na cadeira do poder, servir o país desde a terceira ou quarta fila da assembleia da República só dá trabalho, não dá prestigio. 

 

Espero que lhe tenha servido de lição, a ele, aos partidos politicos e ao país, a coisa não está para utopias e lirismos.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43

Fernando Nobre derrotado e sem nobreza

por Jorge Soares, em 20.06.11

Fernando Nobre derrotado nas duas voltas

 

Imagem do Público

 

Há coisas que são difíceis de entender, há muito que era mais que evidente que Fernando Nobre era uma pedra no caminho de Passos Coelho, isso foi evidente logo no inicio da campanha eleitoral que levou PSD ao poder e Passos Coelho a Primeiro ministro. O desaparecimento de Nobre da campanha  e da luz dos holofotes políticos, parecia indiciar que se teria feito luz algures e que haveria um arrepiar de caminho.

 

Passadas as eleições era de novo evidente que manter a candidatura à presidência da Assembleia da República contra tudo e contra todos, seria um enorme erro, percebo que Passos Coelho não tenha querido voltar com a sua palavra atrás, mas é difícil perceber como é que Fernando Nobre ao ver o seu nome questionado por todos os partidos, PSD incluído, e ao ver-se quase como um empecilho às negociações entre PSD e CDS para a formação do governo, não teve a decência de por iniciativa própria retirar a candidatura.

 

A derrota nas duas voltas de hoje é um péssimo começo para  um Pedro Passos Coelho que não conseguiu impor o seu candidato, mas é uma vitória para a assembleia da República. Avizinham-se tempos conturbados com negociações difíceis e que vão exigir do presidente da assembleia experiência politica, como dizia alguém, Nobre seria rapidamente feito em picadinho pelos lideres parlamentares.

 

Esperemos que de futuro Pedro Passos Coelho se mostre mais ponderado e avisado nas suas escolhas.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

O que faz correr o Nobre?... o tacho é claro!

por Jorge Soares, em 15.04.11

Sede de poder

 

Já passaram por fases da vida em que parece que já viram o filme em que estão metidos?.. a mim acontece-me algumas vezes, não fosse eu um céptico que não acredita no destino ou em premonições e se calhar era capaz de fazer dinheiro com isto.

 

Numa destas noites a conversa no messenger com a revisora oficial dos textos aqui do blog {#emotions_dlg.blueflower} versava sobre o Fernando Nobre e as suas verdadeira intenções. Não é segredo para ninguém que eu, apesar de admirar a obra da AMI, não sou precisamente um admirador do senhor e das suas ideias (????) no que toca a política, eu não gosto de demagogos e a forma como ele utiliza o seu currículum social com proveitos políticos a mim parece-me vergonhoso.

 

A meio da conversa eu dizia à minha amiga que apostava em como no caso de não ser eleito presidente da assembleia ele renunciava ao cargo de deputado, os deputados trabalham  e na maioria dos casos não têm o protagonismo que o senhor ambiciona.... o presidente da assembleia da república é a segunda figura do estado, dá prestígio.. ora, não tardaram 24 horas para que aparecesse a seguinte noticia:

 

Fernando Nobre ameaça renunciar ao mandato de deputado e ao lugar na bancada do PSD, se não tiver a maioria absoluta dos votos dos deputados para ser eleito presidente da Assembleia da República

 

No outro dia num dos comentários a este post, alguém questionava o que faz correr o Nobre, acho que não restam dúvidas...

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Os Homens da luta, Fernando Nobre

por Jorge Soares, em 13.04.11

 

 

 

Eu nem vou muito à bola com eles, mas há que reconhecer que isto está genial e na mouche... podem ouvir o resto no site da RTP, aqui 

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Fernando Nobre é candidato a politico

Imagem do Público

Fernando Nobre é candidato do PSD à presidência da Assembleia República

Como é que era mesmo o discurso na campanha para as presidenciais? ... além disso a 23 de Março podíamos ler o seguinte: Nobre garantiu que não integrará qualquer partido porque o seu "pilar é a cidadania". Parece que afinal o que comanda a vida é a sede pelo poder....  ou será que a politica deste senhor é a de "Se não os podes vencer une-te a eles? 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01

Neste país é complicado ser votante!

por Jorge Soares, em 07.01.11

Cavaco Não, vote noutro qualquer

 

É por demais evidente que eu não gosto do Cavaco, não é de agora, acho que por trás de toda aquela arrogância e aqueles ares de superioridade moral, há um politico medíocre, um governante trapalhão e depois de toda esta trapalhada das acções compradas a preço da uva mijona e vendidas a preço de ouro, nem a suposta seriedade escapa. A forma como ele decide que está acima de todos nós e por isso não tem que dar cavaco a ninguém sobre as suas acções não é de alguém sério, é sim a fuga para a frente.... E acho incrível como apesar de tudo isto, da trapalhada das escutas a Belém, das explicações idiotas sobre a lei do casamento homossexual e de tudo o resto, as pessoas continuam a olhar para ele como se de uma vaca sagrada se tratasse.

 

O Fernando Nobre é um pára-quedista que acha que para se ser governante basta ter-se um passado de bom samaritano, se dúvidas havia sobre a sua capacidade politica e a sua suposta diferença, basta ver o que aconteceu comigo e com a minha fotografia, para se perceber que de diferente nada, pura arrogância, para a politica fazem falta pessoas com bagagem politica, pára-quedistas já basta os que vieram do futebol.

 

Sobre Francisco Lopes não tenho muito a dizer, não o conhecia e para ser sincero, o que se viu até agora foi muito pouco, de Defensor Moura, idem idem, aspas aspas.

 

Depois há aquele senhor da Madeira e uns quantos mais de que pouco se houve falar... e há Manuel Alegre, um homem de esquerda, um homem com um passado politico, mas será um homem de estado? Com todo o respeito pelo senhor e pelo seu passado de luta contra a ditadura, eu não acho, e também não gostei lá muito de como se desenvencilhou da história da publicidade do BPP. Para ser sincero, eu acredito que ele tenha sido enganado por quem lhe pediu o texto, mas a forma como primeiro disse que devolveu o cheque, que depois afinal foi recebido e depositado e devolvido com outro que não se sabe bem se foi levantado ou não... foi mau, muito mau.  Talvez de todos seja o menos mau... mas que raio de país é este em que para eleger um Presidente da República temos que votar no menos mau?

 

Faltam 15 dias para as eleições, até agora de campanha politica zero, só ataques e contra-ataques, de ideias para o país, de formas de tornar o país mais governável, de formas de ajudar o governo a sair desta crise, zero. Esperemos que até ao dia 23 as coisas melhorem porque como estão as coisas, votar no menos mau ou só para que como diz a imagem, votar para que vá para lá outro qualquer... é mau, muito mau.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

A minha papoila

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Lembram-se deste post?, eu não vi o debate de ontem entre Fernando Nobre e Francisco Lopes,  há pouco estava a ouvir na Antena 1 um programa sobre o assunto e as opiniões de todos os participantes foram unânimes, Fernando Nobre é de uma arrogância extrema.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:59

Já tenho idade para deixar de ser inocente II

por Jorge Soares, em 14.04.10

Plágio é crime

 

Retirado de http://www.blogdicas.com.br/fotos/2007/08/o-plagio-de-textos-dos-blogs.jpg

 

Foi há mais de um ano que a Cigana escreveu um post que tinha como titulo Plágio é Crime, um post em que se falava de  plágio na blogosfera e na internet, na altura achei aquilo um exagero e os comentários deram para uma saudável troca de ideias em que escrevi coisas como estas:

 

Na verdade é coisa que não me preocupa .. também não sei quem haveria de me querer plagiar! ou "Eu tenho um blog de fotografias.... de vez em quando olho para os logs e vejo que me chegam pessoas de blogs que eu nem sabia que existiam... vou lá e é alguém que utilizou uma das minhas fotografias e colocou o link .... devo ficar chateado ou orgulhoso?"

 

Quando contei à Cigana o que se estava a passar, ela não perdeu tempo a atirar-me com o post e os meus comentários da altura, hoje a Rita Tomás  nos comentários ao ultimo post fez o mesmo e quanto a mim muito bem... porque eu mereço.

 

Há quem diga que eu tenho mau feitio, que por vezes tenho, mas se há algo que sei reconhecer é que não sou dono da verdade e que a vida me pode ensinar que há mais formas de olhar para ela para além da minha... e desta vez, eu reconheço... se calhar não sou assim tão mau fotógrafo... e por vezes, o facto de alguém nos plagiar ou abusar da nossa boa vontade, pode ser motivo de raiva.... mesmo que como o António e a Sofia repetiram, esta não tenha sido bem uma situação de plágio.... foi mesmo inocência minha... ou como dizia a Flor... é a consequência de sermos bonzinhos.

 

Eu já disse isto nos comentários, mas vou repetir aqui para quem não leu, acreditem ou não, eu passei dois dias a remoer esta situação... e até dormi mal. No topo do blog há uma frase lapidar  "Viver é uma das coisas mais difíceis do mundo, a maioria das pessoas limita-se a existir!", limitar-me a existir teria sido deixar que utilizassem a fotografia depois daquele mail deles que considerei arrogante, seria passar o próximo ano a ver a minha fotografia em tudo quanto era sitio e em lugar de orgulho, sentir raiva pela arrogância deles... um ano é muito tempo..e eu gosto de sentir orgulho das coisas que faço... se dão raiva, é porque estão erradas... só me restava viver..e viver teria que ser dizer o que me ia na alma.. e foi isso que fiz.

 

Não vou discutir aqui quem tem razão ou não, quem leu o post de ontem percebeu que deixei a porta aberta a autorizar a utilização da fotografia, bastava que falassem comigo e discutissem as condições.. e cedia-a de forma gratuita... sim, eu sei, sou lírico e não aprendo nada... mas sou eu.

 

Consequência imediata de tudo isto... como dizia a minha meia laranja esta tarde, estou a fazer que paguem justos por pecadores, mas não só alterei o disclaimer do Blog, como coloquei código que vai dificultar a copia das fotografias.. não quero voltar a passar por isto... continuarei a ceder as fotografias a quem mas pedir ... mas definitivamente, a verdade é que vivemos num mundo em que quem dá a mão fica sem o braço...e está na altura de eu deixar de ser bonzinho.

 

Não quero deixar de referir  o Post do Shark sobre este assunto e estas suas palavras que subscrevo na totalidade:

 

E é mais um exemplo de como nós, autores que blogam, temos mesmo que nos pôr a pau com as utilizações (aproveitamentos?) possíveis do trabalho que publicamos de borla e, na maioria, sem a redoma do estatuto de figura pública, acautelando o necessário enquadramento de tudo quanto publicamos numa legislação que evite os abusos ou, como parece ser o caso, a simples falta de cortesia.

 

A blogosfera é feita de muitas coisas, e há pessoas que todos os dias criam coisas válidas... coisas que merecem o respeito de todos.

 

E sim, eu mereço mesmo que me atirem as minhas palavras naquele post da cigana pela cabeça abaixo.

 

Jorge Soares

 

PS:Para quem gosta de papoilas... vejam só estas belezas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

A minha Papoila e a candidatura do Fernando Nobre

 

O que tem de comum um livro brasileiro sobre espiritualidade e a candidatura do Fernando Nobre à presidência da República? ambas utilizam uma fotografia minha que foi escolhida do meu blog Momentos e Olhares,  o que tem de diferente? de certeza que muitíssimas coisas, mas além de todas as outras tem de diferente que o autor do livro, antes de o publicar teve a delicadeza de me enviar um mail em que me perguntava se poderia utilizar a fotografia.... a comissão executiva da candidatura do senhor Fernando Nobre, pegou na fotografia, colocou-a online na página do facebook e depois enviou-me um mail a informar.

 

É verdade que eu tinha no blog um disclaimer onde autorizava a utilização das fotografias sempre que fosse referenciado o autor e o blog... mas vamos lá ver. Eu acho que existe alguma diferença entre utilizar uma fotografia para ilustrar um post num blog ou num trabalho escolar, e acreditem, já houve estudantes que me contactaram a pedir autorização, e utilizar a fotografia como símbolo de uma campanha para a presidência da república com tudo o que isso significa.

 

Para mais quando existe uma enorme diferença entre ceder a imagem e ceder os direitos de autor, será que o disclaimer que estava no blog lhes permite por exemplo fazer e vender merchandasing da campanha com a imagem?

 

Ainda para mais, quando eu enviei um mail a indicar que achava que me deveriam ter contactado antes e a perguntar onde estão as referências ao autor, eles respondem assim:

 

"A referência ao seu blog está feita desde o momento em que foi editada a NOTA  onde se define os símbolos da candidatura. Veja por favor na pagina da candidatura no separador NOTAS.
Não o contactámos previamente dado informar no seu blog que as fotos eram livres de serem utilizadas agradecendo-se no entanto referência à origem da foto. Não havia qualquer pedido de contacto prévio.Se houvesse, teria sido escrupulosamente  respeitado. Cumprimos na íntegra o seu legítimo pedido.

cumprimentos

C.Executiva da Candidatura de Fernando Nobre"


Sou eu que estou de pé atrás, ou há aqui alguma falta de humildade e até arrogância?

 

Li algures que a campanha deste senhor é a primeira verdadeiramente democrática desde o 25 de Abril.. pois, para amostra, muito democráticos com esta atitude.

 

Pois meus senhores, lamento muito, mas a fotografia é minha e nas condições actuais e a menos que decidam falar comigo sobre a forma como poderei ceder os direitos, não podem utilizar a minha fotografia na campanha.

 

Deixo também o aviso a todos os apoiantes do senhor e mesmo aos meios de comunicação social, não autorizo a utilização da imagem a ninguém, e tomarei todas as medidas necessárias para fazer valer os meus direitos.

 

E não é de dinheiro que estou a falar, eu não quero vender os direitos da fotografia, também não se trata de politica, não sou nem nunca fui filiado em partido algum, nunca apoiei nenhum candidato a cargo algum,  nem está em causa a pessoa do Sr Fernando Nobre. Bastava terem tido a humildade de reconhecer o erro e admitirem que sim, que me deveriam ter contactado antes, e eu teria esquecido o assunto, para mim a fotografia é um Hobbi, não vivo nem pretendo viver disso, trata-se de dignidade e respeito pelo trabalhos dos outros.

 

Update: Conforme foi publicado na página do Facebook da campanha, retiraram a fotografia e não a vão utilizar,  este é portanto um assunto encerrado

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

Os meninos dos carrinhos de arame, Cabo Verde

 

Há coincidências na vida bem curiosas, hoje de manhã abri um mail que recebi há um ou dois dias da Eugénia, o Subject era:Obrigatório Ler... , lá dentro um Texto de Fernando Nobre em que se fala do valor do salário mínimo nacional e dos valores altos das pensões, no geral é um texto com o que concordo, efectivamente o Salário Mínimo é baixo quando comparado com muitos dos países da Europa comunitária e há pensões que são um escândalo. Mas o que me chamou a atenção e me levou a responder à Eugénia foi a seguinte frase:

 

"Os números dizem 18% de pobres... Não me venham com isso. Não entram nestes números quem recebe os subsídios de inserção, complementos de reforça e outros. Garanto que em Portugal temos uma pobreza estruturada acima dos 40%, é outra coisa que me envergonha..."

 

O sublinhado não é meu.

 

Dei por mim a pensar na conversa do Taxista numa das viagens para o interior da ilha em Cabo Verde. "O Salário mínimo são 9000 Escudos, mas eu conheço pessoas que ganham metade disso" Para obter o valor em Euros basta dividir por 100. Tudo na vida é uma questão de perspectiva, se tivermos em conta que o preço das coisas nos supermercados custa o mesmo ou mais que cá, se chamamos pobres a 40% da população portuguesa, o que dizer do povo de Cabo Verde? E dizia-me alguém que Cabo Verde é dos países com melhor nível de vida em África.

 

Curiosamente a meio da tarde vi esta noticia do Público em que o senhor diz que é candidato à Presidência da República. ... Para alguém que é presidente da AMI, alguém que deve ver muitas vezes situações piores que as de Cabo Verde, acho que as afirmações acima estão completamente fora de perspectiva.... e só as entendo se as enquadrar na pré-campanha eleitoral.

 

Quando estava em Cabo Verde e apareceram as crianças das fotografias com os carrinhos feitos de arame, lembrei-me de uma conversa com o meu pai, em que ele contava que quando era criança fazia os seus próprios brinquedos com arames e madeira, tal qual os que as crianças traziam. Reparem, o meu pai tem mais de 60 anos, estamos a falar do Portugal de há  de 50 anos atrás.... .. é essa a situação actual das crianças em Cabo verde. E eu vi muitas crianças nas ruas e nas estradas, mas para além de uma ou outra bola, não vi mais brinquedos que estes...e não me lembro de ter visto uma loja de brinquedos, ou um centro comercial.. aliás, para além de dois ou 3 supermercados e muitas lojas de chineses, não vi lojas.

 

Tudo na vida é uma questão de perspectiva,eu também acho que deve ser difícil viver com 450 Euros por mês, e concordo que o salário mínimo deveria ser aumentado, mas não me digam que 40 % das pessoas em Portugal são Pobres, nunca neste país se viveu tão bem, alguém deveria dizer ao senhor o que é ser pobre, e todos deveríamos de vez em quando visitar Cabo Verde, ou outro país onde realmente exista pobreza... só para entrarmos em perspectiva.

 

Quanto ao Sr Fernando Nobre, é cedo para a campanha eleitoral..e se como presidente da Ami ainda não conseguiu colocar-se em perspectiva sobre a realidade do mundo em que vivemos, o melhor é que se continue a dedicar à Medicina e deixe a politica de lado.

 

Jorge Soares

 

PS:imagens minhas do Momentos e Olhares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:31


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D