Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um travesti, que tem o nome artístico de Conchita Wurst, foi escolhido pela Áustria para representar o país e disputar a competição Eurovisão 2014.

 

Imagem do DN 

 

É apresentado em muitos dos meios de comunicação como "a mulher com barba que vai representar a Áustria na Eurovisão", e há muita gente que é induzido em erro. Na Áustria ele é conhecido como Conchita Wurst e saltou para a ribalta quando participou na versão Austríaca do Factor X.

 

É travesti e apostou numa imagem diferente, corpo e feições femininas e uma barba cerrada que evidentemente não condiz nada com o resto. Conchita já fez saber que a sua imagem tem uma só justificação: reivindicar a igualdade entre sexos

 

Não é a primeira vez que um travesti se apresenta no festival da Eurovisão, Dana Internacional representou Israel por duas vezes, em 1998 e 2011 sendo que em 1998 ganhou mesmo o festival com a música Diva.

 

Como seria de esperar, a participação de Conchita no festival está a causar pruridos nas mentes mais mesquinhas, sendo que a Rússia e a Bielorrússia já apresentaram o seu protesto e apelam à não transmissão televisiva da sua actuação... giro mesmo era que ele ganhasse, a ver quem se atreveria a não mostrar a canção vencedora do festival.

 

A musica é bem ao estilo do festival... e  ele não canta nada mal, apreciem

 

publicado às 22:15

A luta é uma alegria .. ou uma tristeza!

por Jorge Soares, em 08.03.11

A luta é uma legria

 

A última vez que vi o festival RTP da canção foi, pasme-se, em 1979, o ano de Manuela Bravo e de Sobe Sobe Balão Sobe, sobre o que se passou nos últimos 32 anos não sei muito. É claro que sei o suficiente para reconhecer que tirando o caso honroso da Sara Tavares, todas as nossas participações no Eurofestival estiveram bastante abaixo de sofrível, sendo que nos últimos anos casos houve, em que nem da pré-eliminatória conseguimos passar.

 

Também não vi este , cheguei perto do televisor no momento exacto em que se iniciavam as votações, na altura os comentários da minha filha, os dois anos de conservatório dão-lhe algum crédito, eram que o nível teria sido na generalidade abaixo de mau. 

 

Como não ouvi as restantes músicas não vou afirmar aqui se acho ou não justa a vitória do Jel e do seu irmão, não acho evidentemente que aquilo seja uma música para um festival internacional, mas também não achei que a do ano passado o fosse, ou a maioria das anteriores que ouvi.

 

A mim sempre me fez confusão porque é que um país que tem ou teve bandas e músicos como: GNR, Xutos e Pontapés, Trovante, Mão Morta, Silence Four, Oioai, Orquestrada, Rita Red Shoes, Rui Veloso, etc, etc, etc, tem festivais da RTP onde em 99% dos casos só aparecem coisas abaixo de sofrível.

 

Porque é que há tanta gente indignada com a música da luta?, por acaso ouviram o que nos representou o ano passado?..e acham melhor?..e a de há dois anos? não os deixou indignados?.. a mim deixou.. muito indignado mesmo.

 

Para ser sincero, não gosto do estilo de humor dos senhores, não lhes consigo ver graça e tenho até algumas dificuldades em entender qual o objectivo, mas quanto a mim eles ganharam justamente, não só com os votos do povo, mas também com votos do Júri da RTP, logo, tem toda a legitimidade para nos representar.  Assim seriam de más as restantes músicas para que em Bragança e noutro distrito, profissionais da música tenham dado o primeiro lugar ao Jel. 

 

Para quem está preocupado com a figura que vamos fazer na Alemanha, descansem, de certeza que não será pior que as anteriores, aposto que os restantes paises não vão dar por nada..e não seria nada estranho que eles conseguissem melhor que o 18º lugar do ano passado.

 

Então e que tal acabarem de vez com esta sombra de Festival da RTP?, não?

 

Já agora, dêem uma olhadela a este artigo do Ionline onde se fala do Gel 

 

 

 

Jorge Soares

publicado às 21:37


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D