Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De volta aos fetiches: Sexo no estádio???!!!!

por Jorge Soares, em 08.10.11

Casal alemão apanhado a ter sexo no  meio d euma claque de futebol

Imagem de aqui

 

Já aqui se falou de fetiches, foi a propósito de sexo num confessionário, está visto que há malucos para tudo, com um bocado de esforço até consigo perceber a ideia do confessionário, tem o morbo do proibido, uma igreja é suposto ser um lugar sagrado e o confessionário o lugar onde se vai expiar os pecados... mas fora de horas não deixa de ser um lugar solitário e recatado para pecar, geralmente longe de olhares e na maior parte do tempo, de ouvidos indiscretos.

 

Em Portugal os estádios de futebol em dia de jogo não costumam ser diferentes de uma igreja, desde a fé cega até ao número de pessoas, mas a historia de que aqui se fala não se passou por cá, passou-se na Alemanha, o país que tem a mais elevada taxa de ocupação dos estádios, e o Bayern é uma das equipas que mais seguidores leva.

 

A noticia diz o seguinte: "Um casal foi apanhado em flagrante a ter relações sexuais na bancada do estádio do Hoffenheim, durante o jogo entre a equipa da casa e o Bayern Munique

 

É verdade que o jogo teminou 0-0, não deve ter sido um espectáculo muito animado, mas mesmo assim não deixa de ser difícil de entender como é que no meio de uma claque de futebol alguém consegue ter a descontracção suficiente para ali, no meio de milhares de pessoas dar o corpo ao manifesto desta forma.

 

É claro que no meio da multidão, por muito interessante que esteja o jogo de futebol, há sempre um alguém que repara, avisados os seguranças, o casalinho lá teve que interromper a coisa. Mas está à vista que a carne é mesmo fraca, ao intervalo eles voltaram à acção e à segunda os seguranças não estiveram com contemplações, foram expulsos do estádio.

 

Como é que será que em alemão se diz: Arranjem um quarto! .... não há duvida que há mesmo malucos para tudo.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

 

A Inês de Medeiros e a sua casa em Paris

 

Imagem de Henricartoon

 

Vendo pelo mesmo preço que comprei, ontem no Arrastão, o Daniel Oliveira dizia o seguinte:

 

"A semana passada um colaborador do grupo parlamentar do PSD foi apanhado em flagrante delito, às sete da manhã, em pleno acto com uma amiga que não trabalha na Assembleia. A coisa pode parecer apenas interessante contada assim. Mas é muito mais do que isso. O acto aconteceu na sala do plenário. Infelizmente, a interrupção não terá permitido ao arrojado casal levar a fantasia até ao fim. Há sempre um empata."

 

Há fetiches e fetiches, já aqui falamos até do sexo no confessionário, mas convenhamos que a sala do plenário da assembleia da república bate qualquer igreja aos pontos... até porque igrejas existem aos milhares ...e salas do plenário da assembleia da república portuguesa... só há uma. ...  e é preciso valor para uma cena destas... pena é que não tenham mostrado uma fotografia do casalinho...sempre ficávamos com uma ideia sobre se valia o risco ou não. 

 

Mas eu ia falar da assembleia da república por outro motivo, nas eleições passadas entre os candidatos do PS ao distrito de Lisboa constava o nome de Inês de Medeiros, é mais ou menos normal que os partidos apresentem entre os candidatos a deputados figuras públicas mais ou menos conhecidas, também é normal que por um distrito apareçam candidatos que nada tem a ver com o mesmo, o que não assim tão normal é que se candidate por Lisboa alguém que tem residência em Paris.

 

Estranho mesmo é que a Inês depois de ser elegida continue com a sua residência em Paris, agora, inacreditável é que a senhora apresente as facturas da viagens semanais para casa...e por incrível que pareça e como podemos ver nesta noticia, a verdade é que lhe vão pagar as viagens.

 

Vocês desculpem lá, mas se a senhora não estava disposta a vir viver para Lisboa não se candidatava, e se queria continuar a viver em Paris, afinal são só duas horas de avião e demora-se muito mais a chegar a algumas  capitais de Distrito Portuguesas, pagava as viagens do bolso dela, fazer com que o estado com o dinheiro dos impostos de todos nós pague as viagens é uma completa falta de vergonha, por parte dela e do PS que não só a elegeu sabendo do pequeno detalhe, como agora votou a favor do pagamento.

 

Hoje é dia 25 de Abril, e eu até sou dos que acredita piamente na nossa democracia..mas entre fetiches e deputados emigrantes...  a mim parece-me que o nosso parlamento cada vez mais parece uma casa de passo.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40

Imaginação

 

O post sobre o sexo no confessionário foi um dos que mais visitantes atraiu aqui para o jantar, parece que o tema fetiches  é popular.... pensando bem, se calhar o tema sexo é que é popular.... mas eu hoje vou voltar a falar de fetiches... ou seja de sexo :-)

 

Acho que todos estaremos de acordo em que a imaginação é um dos principais ingredientes quando se trata de sexo, quem diz imaginação diz fantasia. O que será que leva alguém a ter um fetiche?, uma tara?, uma mania? uma fantasia?, por norma os fetiches tem a ver com experiências, com situações que já vivemos e que nos deixaram marcas positivas, boas recordações, situações a repetir ou a explorar. Há pessoas que pensam tanto numa determinada situação que viveram, que só voltam a sentir-se realizadas se a repetirem, depois há quem decida levar essas experiências mais além e  experimentar algo mais..... e há até quem só consiga ter relações sexuais satisfatórias em determinados lugares ou situações. Mas há quem leve tudo isto ao exagero, vejamos a seguinte noticia do Sol:

 

"Um homem e uma mulher morreram na província sul-africana de Mpumalanga (a leste de Pretória) ao serem atropelados por um comboio de mercadorias. O casal estava a fazer sexo em plena linha férrea"

 

Diz a noticia que eles ignoraram completamente os avisos do maquinista do comboio e continuaram como se nada fosse. Desculpem lá, mas por muito bom que estivesse a ser.... havia sempre a hipótese de deixar o comboio passar e repetir... talvez não, talvez fosse um daqueles casos em que só conseguiam ter prazer com o perigo eminente da chegada do comboio. Eles não viveram para contar.... mas pelo menos morreram felizes!

 

Jorge

PS:imagem retirada da internet

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:28

Sobre fetiches, sexo no confessionário

por Jorge Soares, em 07.06.08

Confessionario

 

 

Tinha pensado começar este post com a definição da palavra fetiche......  que para mim significa fixação sexual por uma coisa, um lugar, uma parte do corpo, etc..disse tinha, porque cheguei ao dicionário online e encontrei o seguinte:

 

"Fetiche : Objecto animado ou inanimado, natural ou feito pelo homem, ao qual se atribui poder sobrenatural ou mágico e ao qual se presta culto. Feitiço."

 

É verdade que há quem use os seus fetiches para enfeitiçar... mas ....

 

Vem tudo isto a propósito de uma noticia do Sol que diz o seguinte:

 

"Casal ateu apanhado a fazer amor em confessionário,

 

O casal foi levado sob custódia pela polícia na cidade de Cesena, na sequência da denúncia de um homem que assistia à missa matinal na catedral da cidade.

 

O homem afirmou que ouviu «abanos e resfôlegos» do interior do confessionário até ter puxado a cortina, para encontrar um casal de góticos em pleno acto.

 

A professora de 32 anos e o secretário de 31 defenderam-se afirmando que são «ateus». «Para nós, fazer sexo numa igreja é como fazer sexo noutro sítio qualquer»."

 

Já todos ouvimos falar de quem sonha com fazer amor na praia, no carro, na cabine de um avião.. uma vez li um artigo em que alguém dizia que os melhores momentos que tinha passado com a sua meia laranja tinham sido numa cabine telefónica... mas esta do confessionário.... e durante a missa...... é obra. Só não percebi uma coisa, se fazer sexo numa igreja é como fazer em outro lugar qualquer.... porque é que não escolheram uma cama num hotel.. ou em casa.... alguma diferença deve haver....... caso contrário... não era um fetiche.

 

Jorge

Ps:Imagem retirada da internet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D