Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Voar

por Jorge Soares, em 29.03.13

Voar


Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Aquele que quer aprender a voar um dia precisa primeiro aprender a ficar de pé, caminhar, correr, escalar e dançar; ninguém consegue voar só aprendendo vôo.

Friedrich Nietzsche

 

 

Fim de tarde na Ria Formosa, Cabanas, Tavira, Algarve.

Fevereiro de 2011

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:23

O que eu fui ontem já é memória

por Jorge Soares, em 16.08.12

O que eu fui ontem já é memória

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

"O que eu fui ontem e anteontem já é memória. Escada vencida degrau por degrau, mas o que eu sou neste momento é o que conta, minhas decisões valem para agora, hoje é o meu dia, nenhum outro."

 

Martha Medeiros

 

 

Casa de verão da Rainha, Greenwich

Londres, Agosto de 2011

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37

Momentos meus

 

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade!

 

Ainda me falta pelo menos mais um post sobre a audição na assembleia da República, muito mais haveria a dizer, até porque o tema da adopção e da protecção das crianças institucionalizadas nunca termina.... mas também não vos quero fartar, vamos lá mudar um bocadinho de assunto.

 

Entretanto e mais a nível pessoal tenho recebido alguns comentários, a maioria das pessoas acha-me uma pessoa valente, consigo ir à assembleia da república e dizer o que penso, e não contente com isso digo o que penso aqui no blog e chamo aos bois pelos nomes... salvo seja, que os bois não tem culpa nenhuma. 

 

Vou aqui confessar uma coisa, até aos 20, 21 anos eu era uma pessoa extremamente tímida, falar em publico era um verdadeiro terror, a forma como cresci, a relação com o meu pai, a vida, fizeram de mim um adolescente sem a mínima confiança e amor próprio, como a maioria dos tímidos tinha imensa imaginação, era capaz de pensar numa situação mil vezes, mas na hora da verdade....

 

Não sei muito bem quando mudaram as coisas, algures quando estava na universidade dei por mim a acreditar nas minhas capacidades e a tentar enfrentar a vida olhos nos olhos.... nunca se deixa de ser tímido, mas chega uma altura na vida em que valores mais altos se levantam...e que valores podem ser mais alto que a felicidade e o bem estar das crianças?

 

Hoje havia uma  noticia no Publico que começava assim:

 

"Pobres, desmobilizados, mas, apesar disso, felizes. Somos assim, os portugueses?"

 

É mais um daqueles artigos que fala de estudos sociais, conclui-se que cada vez nos preocupamos mais com as necessidades imediatas, o emprego, os baixos salários, mas fala também da nossa incapacidade de nos organizarmos e de lutarmos por melhorar  as coisas.

 

É verdade, nós somos assim, todos temos opinião, todos sabemos e gostamos de falar, principalmente entre amigos, mas na hora da verdade, na hora de reclamar pelos nossos direitos, na altura de dizer na hora certa e no sitio certo aquilo que deve ser dito.... ficamos calados que nem cordeirinhos....  de onde o estudo conclui o seguinte:

 

"..... que traduzem a incapacidade de criar o sentimento de pertença a uma comunidade de cidadãos colectivamente responsáveis"

 

Ou seja, Pobres, conformados, calados, desmobilizados...... Acho  que as conclusões do estudo esqueceram o mais importante...

 

Lixados... com F grande

 

Mas a culpa é nossa..... eu cresci, mudei..será que o resto do país o pode fazer?

 

Jorge

PS:Imagem minha, retirada do momentos e olhares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04

Amigos são ....

por Jorge Soares, em 06.09.08

Só

 

Estava eu em casa com a perna levantada como mandaram os médicos e a Ana apareceu no messenger, a conversa foi mais ou menos assim:

 

Ana:Olá Jorge

Eu:Olá Ana

Ana:Como estás?

Eu:Optimo, e tu?

Ana:Viste a minha frase do messenger?

 

A frase de que se fala é a seguinte:

"Amigos são aquelas pessoas raras que nos perguntam como estamos e depois ficam à espera da resposta"

 

Acho que a Ana pensou que eu não estava a ser sincero com ela, se eu estou em casa com um pé aparafusado, como é que posso estar óptimo? ela não disse, mas acho que foi isso que pensou.  

 

Na verdade a Ana tem alguma razão, todos temos uma pergunta e uma resposta padrão para quando encontramos alguém. Na realidade quando perguntamos "como estás", o ultimo que estamos à espera é ouvir um rol de lamentações, o "estou bem obrigado", é mesmo o que pretendemos ouvir.

 

Por outro lado, quantos de nós somos capazes de despejar os nossos problemas à primeira pessoa que nos pergunta "Como estás?", mesmo que seja um amigo?

 

Vivemos numa sociedade em que cada vez estamos mais voltados para o nosso interior, não estamos dispostos a dar ou a receber de modo a que o "Como estás hoje" seja mais que uma mera formalidade.

 

E quantas vezes o nosso estado de espirito é tal que o que queremos é que nem nos perguntem nada, o silêncio e a companhia são o que pretendemos mesmo?

 

Sabes Ana, tens toda a razão.... mas naquele dia, eu estava mesmo óptimo....dadas as circunstancias.

 

Jorge

 PS:Imagem retirada da internet

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D