Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Devolução de IRS 

 

Eu devo ser muito burro, nos últimos dois dias o meu Facebook foi inundado com imagens como a que vemos acima e outras parecidas, bom, ou o estado não se soube explicar, ou o lóbi dos que não querem pagar impostos me entrou em força pelo Facebook adentro.

 

Vejamos, até agora nós pagávamos o IVA e não só não recebíamos nada em troca, como muitas vezes ao não pedirmos factura o imposto que pagávamos não ia para o estado mas sim direitinho para os bolsos de comerciantes pouco escrupulosos. A partir de agora, não só o estado nos vai passar a devolver uma parte do IVA que pagamos, como ao pedirmos sempre factura vamos contribuir para a diminuição da fuga aos impostos e na sequência para a melhoria das finanças do estado.

 

É claro que podemos sempre argumentar que 5% do IVA é um valor muito baixo, mas é preciso ter em conta que o IVA é um imposto  e que o estado não pode simplesmente abdicar do valor recaudado, de resto, esta não é uma medida para dar nada a ninguém, esta é uma medida que tem por finalidade combater a fuga aos impostos.

 

Também deveria ser claro, pelos vistos não é, que se bem é verdade que quem ganha  o salário mínimo não pode dar-se ao luxo de gastar 25000 Euros para poder receber 250, eu ganho bem mais que o salário mínimo e não tenho essa capacidade, também é verdade que quem ganha o salário mínimo não paga IRS, logo, também não tem por onde fazer a dedução.

 

Por fim, para aqueles que como esta senhora, utilizam o argumento de que se ganha mais não pedindo factura que pedindo, só queria recordar que não pedir factura para não pagar o IVA é crime, não, não é ser Chico-esperto, é roubar o país e é contribuir para a situação em que estamos. Todos deitamos a culpa ao governo e a quem nos tem governado pela situação em que estamos, mas na hora da verdade quando temos que fazer a nossa parte e contribuir com a nossa parte como cidadãos, fazemos tudo o possível para fugir às nossas obrigações.

 

Eu não sei vocês, mas eu penso pedir factura de cada Euro que gaste, se no fim me devolverem 10 Euros eu vou ficar contente, porque 10 Euros é melhor que os zero que me tem devolvido até aqui. 

 

Agora, alguém me explique como se eu fosse muito burro, o que tem de mal que o estado nos devolva uma parte do IRS que pagamos?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:07

Porquê nunca seremos nórdicos?

por Jorge Soares, em 06.11.11

Nunca seremos nórdicos

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

 

Foi num dos posts desta semana que a Suspeita deixou a questão : "E porque ninguém fala nos países nórdicos? Porque não se tenta copiar aquele modelo?" O tema era economia, mas podia ser outra coisa qualquer, a Manu por exemplo que é professora e viajada, costuma utilizar o exemplo da Finlândia sempre que se fala de educação. Cada vez que queremos dar o exemplo de algo que funciona noutros sítios e não funciona por cá, há sempre alguém que se lembra do paraíso nórdico...

 

Eu já por cá falei do assunto duas vezes, foi a propósito da primeiro ministro lésbica da Finlândia  e de condições de trabalho.. ou da falta delas, normalmente demoro-me a tentar explicar que não dá, porque nós não somos nórdicos, até podíamos ser altos e louros (eu sou), mas nunca teremos nem a cultura nem a consciência de estado e do dever que tem os nórdicos.

 

Não vos quero maçar com explicações, nada como um exemplo para perceberem do que falo:

 

Como não temos família chegada em Setúbal, temos que optar pelos centros de estudo e pelos transportes destes para naqueles dias em que as aulas começa ou terminam a meio da manhã ou da tarde,  irem buscar e/ou levar as crianças de e para a a escola. Um destes dias fomos confrontados com uma pequena surpresa.

 

A partir de agora e face aos 23% de Iva do trasnporte, quem quiser continuar a pagar o mesmo valor vai ter que abdicar do recibo e pagar em dinheiro vivo, quem quiser o recibo, vai pagar mais 23%. Evidentemente não perguntei, mas sou capaz de apostar em que somos os únicos que vamos querer recibo.

 

Ora, aqui está algo que nunca poderia acontecer num país nórdico, a fuga ao fisco é algo que não faz parte da cultura nórdica, quem não cumpre as suas obrigações é denunciado e perseguido, por cá são xicos espertos.... e quem como nós quer cumprir é olhado de lado. Não, nós nunca seremos nórdicos.

 

Por certo, eu estive na Finlândia há 3 ou 4 anos, e para além de que as finlandesas não são nem altas nem loiras, não os achei assim tão à frente ou melhores que nós.

 

Jorge Soares

 

PS:Está um tipo nú no directo da entrega dos prémios da MTV.... e a apresentadora sem saber muito bem para onde olhar, está a entrevistá-lo ... hummmm .... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D