Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vandalismo Camaradas, isso é vandalismo.

por Jorge Soares, em 25.05.11

Vandalismo Politico em Setúbal

 

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Antes de mais quero esclarecer o seguinte, este não é um post politico, fosse outro o partido e podem ter a certeza que o meu sentimento seria exactamente o mesmo.

 

É público que eu não gosto de grafittis, vai fazer dois anos em que no post Grafittis, arte ou vandalismo? o deixei bem claro aqui no blog. Não é difícil perceber porquê, basta dar uma volta pela baixa de Setúbal... por toda a cidade, para perceber que não é possível gostar. Nesta cidade não há o mínimo respeito por paredes, montras, janelas, prédios novos, prédios antigos, muros, ... qualquer espaço é bom para mais uns riscos, mais um boneco. 

 

Dito isto é evidente que não posso gostar de imagens como a que apresento aqui, para muita gente será propaganda politica, para mim é puro vandalismo. Pintar uma consigna politica numa parede em pedra de um prédio privado e habitado não é fazer politica, é vandalismo, não é fazer propaganda politica, é vandalizar propriedade privada.

 

escadarias da universidade de Coimbra vandalizadas

E do meu ponto de vista, o mesmo se aplica ao que fizeram em Coimbra nas escadarias da Universidade, para muita gente será propaganda politica, para mim é vandalismo e uma enorme falta de respeito pelo património da universidade e da cidade. Haverá quem diga que isso sempre aconteceu, que acontece em todas as eleições, pois, talvez, mas isso não faz com que não seja errado, há imensas coisas que sempre se fizeram e que agora consideramos errado e não o admitimos, exemplos é o que não falta.

 

E não, este post não é uma tentativa de censura de nada, simplesmente mostra a minha opinião sobre uma prática que não tem justificação possível. Vivemos na era da comunicação, os partidos tem tempos de antena, páginas no Facebook, blogs, twitter, mil e uma formas de passar a sua mensagem, atrevo-me a dizer que em lugar de ganhar votos, coisas como as que vemos na minha fotografia, tendem a afastar as pessoas.

 

E antes que me acusem de ser movido por motivos políticos, não, não sou filiado em nenhum partido, nunca fui e não penso ser...  e continuo sem saber em quem vou votar no dia 5 de Junho.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

Preso por escrever mensagem de amor na parede.. não, por ser pobre

 

Imagem do Sol

 

Chama-se Nuno Ribeiro, é de Peniche e um rapaz apaixonado... tão apaixonado que decidiu declarar o seu amor deixando uma mensagem à namorada na parede da escola. Teve azar, foi apanhado, levado a tribunal e condenado a pagar uma multa de 312 Euros.

 

Filho de uma família pobre, não houve forma de arranjar o dinheiro e num abrir e fechar de olhos o Nuno deu por si atrás das grades... 69 dias de prisão efectiva por pintar uma mensagem de amor numa parede... como está caro o amor em Portugal. Diga-se de passagem que depois de ser apanhado o Nuno limpou e pintou a parede que tinha danificado.

 

Eu não gosto de grafittis, já o deixei claro no Post Grafittis, arte, ou vandalismo?, e por muito que me tentem convencer vou continuar a achar que em 99% dos casos é puro vandalismo e uma falta de respeito pelas cidades e por quem as habita. Como é evidente acho que quem é apanhado a pintar paredes, já seja com mensagens de amor, com insultos ou com simples tags, deve ser castigado... 

 

Haverá evidentemente casos e casos, mas acho que passar 69 dias na prisão, não por pintar a parede mas porque nem ele nem a família tem forma de pagar os 312 Euros da multa, é um exagero de todo tamanho. Acho que a justiça portuguesa tem que pensar muito bem o seu peso e a sua medida, haverá de certeza outras formas de  castigar o Nuno, trabalho comunitário por exemplo. 

 

A prisão deve ser para os verdadeiros criminosos, não para os jovens que cometem um erro e são apanhados, de que serve obrigar o Nuno a passar esses 69 dias na prisão só porque é pobre?... sim, porque a prisão não era por pintar a parede, era por ser pobre e não ter os 312 Euros... o verdadeiro caso em que se vai parar à prisão por se ser pobre.

 

Veja a reportagem da RTP:

 

 

 

 

 

 Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:53

Grafittis, arte, ou vandalismo?

por Jorge Soares, em 21.06.09

No outro dia e a propósito de um dos posts da Irlanda o amigo José A perguntava se eu por lá tinha visto Grafittis.... não, por lá não vi graffitis, na Irlanda, pelo menos na pequena parte da Irlanda que eu vi, não havia Grafittis.

 

Há quem considere o graffiti uma arte, eu acho que em 99% dos casos é puro vandalismo, basta dar-mos uma volta por Setúbal para vermos isso, por todos lados, nas ruas, ruelas, avenidas, não importa se é uma casa antiga, ou uma nova, se é um prédio de habitação ou um monumento da cidade, se tem uma parede lisa, é certo é sabido que não demnorará muito a aparecer uma Tag, ou um rabisco, ou um simbolo... há até um blog dedicado aos grafittis de Setúbal e tem material para posts diários.

 

No Jardim da Algodeia, num dos lados do lago há um coreto, não me lembro de o ver branco, há um ano estava assim

 

Jardim da algodeia, grafiitis

 

No Outono passado estava assim:

 

Jardim da algodeia

 

Grafittis na algodeia, Setúbal

Por volta de Dezembro foi pintado de branco...esteve uns dias assim, mas na primavera já estava de novo pintado como podemos ver aqui ao lado.

 

Este é só um pequeno exemplo, todas as paredes à volta do jardim estão pintadas, e os arcos que já deram o nome ao lugar e que são o que resta do aquedcto que levava a água para a cidade, cada vez que são pintados, são imediatamente riscados e grafitados...

 

Pode haver quem goste, como dizia antes, pode haver até quem ache isto arte, mas eu acho que não passa de vandalismo... 

 

Ir pela cidade deixando tags, simples assinaturas pintadas nas paredes dos prédios ou dos lugares publicos, é vandalismo, não é arte. Ou alguém acha que chegar à luisa Tody e num dos golfinhos simbolo da cidade escrever um nome, uma assinatura ou lá o que é, não é vandalismo?

 

 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D