Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A gripe A foi um fiasco.. felizmente

 

Hoje foi dia de apanhar a vacina da gripe, como todos os anos esta é oferecida a todos os empregados que a queiram tomar e como todos os anos, acho que fui o único do departamento que lá fui. À saída do almoço encontrei a médica e a enfermeira que se dirigiam ao posto médico, aproveitei a boleia e fui tratar do assunto. Como sempre que lá vou, a conversa estendeu-se por mais de uma hora, contabilizando o meu tempo e o dela, o raio da coisa saiu muito cara à empresa... mas lá fiquei a saber as últimas da vida escolar dos filhos dela e ela ficou a saber as últimas sobre adopção internacional e sobre a vida das crianças em Cabo Verde...

 

Mas não era disso que queria falar, há coisa de um ano atrás, a gripe A e o tomar ou não a vacina foram tema de conversa por aqui.. numa pesquisa rápida, contei 5 posts sobre o assunto, cada um com a sua dose de polémica. Sendo que no fim, mais de um achou que eu tenho sempre que ter a última palavra e que raramente reconheço que posso estar errado.... continuo a achar que isso não é verdade, o que acontece é que ninguém me mostra argumentos mais fortes que os meus .

 

Bom, hoje vou dar a mão à palmatória, a gripe A foi um fiasco.... felizmente para o mundo a pandemia não passou de mais uma gripe passageira e os cenários mais pessimistas não passaram disso, de cenários pessimistas que serviram para que empresas farmacêuticas ganhassem mais uns.. muitos ... milhões.

 

Quem aqui defendia que não era assim tão importante tomar a vacina tinha razão.. ainda que eu continue a achar que as vacinas são muito importantes para a saúde pública, vacina da gripe incluída, por isso é que a tomo todos os anos.

 

Não, eu não tenho sempre razão, neste caso fico feliz por não a ter tido ... e sei dar a mão à palmatória.. mesmo que seja um ano depois... agora podem todos aproveitar para me deitar à cara que tudo aquilo que não deitaram naquela altura..

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

Gripe a e sexo

 

Já aqui se falou sobre a gripe A, sobre a vacina para a gripe e sobre a forma como estamos todos a tratar o assunto, eu já tenho ali a credencial para ir tomar a vacina e só estou à espera que chegue a minha vez... mas hoje não vou ir por aí, hoje vou dar uma de serviço publico.

 

Há muitíssima gente que decidiu não tomar a vacina, muitíssima gente que deverá ter portanto cuidados redobrados, porque mesmo que o H1N1 não seja tão mau como o tentam pintar, uma gripe é uma gripe, e quem a apanhar não se livra de 3 ou 4 dias deitado abaixo. É sabido que o vírus se transmite de pessoa a pessoa e quanto mais próximo seja o contacto mais possibilidades há de contágio..... assim de repente, que contacto haverá mais próximo que uma relação sexual? Para quem não quer passar por uma temporada de abstinência em nome da saúde, deixo aqui copia de uma noticia que retirei do IOL:

 

 

Kamassutra da gripe A"A gripe A pode ser «apanhada» em situações que nem imaginamos. Sob esse pretexto, a revista «Cosmo» norte-americana, nas bancas este mês, elaborou um trabalho sobre as formas de evitar o contágio do vírus H1N1 durante as relações sexuais.

Segundo a publicação, a posição «reverse cowgirl» - onde a mulher fica por cima e de costas viradas para o homem - apresenta vantagens em relação à tradicional posição «missionário» avançando a explicação: «Quanto mais distantes estiverem as bocas e narizes do par, menos são as hipóteses de inspirar o vírus»."

 

Há quem desaconselhe os beijos, abraços e festinhas..... e se bem é verdade que um pouco de imaginação naquela hora nunca está demais, assim de repente arranjava-se já um kamasutra para a gripe A, com mascaras e látex  ..  ....tudo em nome da saúde... eu cá, acho que prefiro tomar a vacina... é de certeza mais seguro e além disso, quem é que naquele momento se lembra da gripe?.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25

 

Deve ou não tomar a vacina?, pergunte ao seu  médico!

 Imagem do Público

 

Desde já as minhas desculpas se alguém fica melindrado com o que digo abaixo, mas há coisas que são sérias e devem ser levadas a sério.

 

Depois dos  Posts sobre a vacina e sobre a visita à médica, eu tinha decidido que tão breve não ia falar no assunto, até porque nem sou médico, nem tenho as ideias assim tão claras. Hoje  mudei de ideias, estive em casa, logo tive tempo para olhar para os logs do blog. Talvez porque hoje começava a vacinação das crianças desde o fim de semana que há imensa gente que cá vem parar mandada pelo google à procura  de coisas como "Devo tomar a vacina da Gripe A?", ou "vacinas da gripe A nas crianças", além disso tenho estado a ver na blogosfera algo que me tem preocupado, há muita gente que faz posts a perguntar se deve ou não tomar a vacina, e fiquei verdadeiramente horrorizado quando num dos blogs em que participo, vi escrito o seguinte:

 

"A pediatra do meu filho aconselhou-me ontem a vacinar o Garoto (ele tem 3 anos), devido a ele ter tido neste inicio de ano alguns casos de dificuldade em respirar, ter que ir ao hospital fazer máscaras e ter actualmente uma bomba de prevenção (ventilan) para usar se estiver atrapalhado...A pediatra suspeita que se trata de asma , mas ainda não tem diagnóstico definitivo, só com a passagem deste Inverno e vendo como isso evolui é que se faz o diagnóstico, se bem que temos alguns casos na família e a asma é hereditária.

....

A pediatra afirma ser uma vacina segura e inclusivamente ela já a tomou."

 

Para além deste post já vi vários outros em que os autores perguntam aos leitores se acham que devem ou não tomar a vacina.

 

Com o devido respeito por todos, até porque alguns dos posts são de pessoas por quem tenho bastante consideração, eu acho tudo isto muito grave, agora a opinião dos leitores dos blogs é mais válida que a do Pediatra? Se não confiamos nos médicos, confiamos em quem? nos amigos da blogosfera? A prática da medicina é um assunto muito sério e definitivamente não é algo para se vir perguntar num blog. 

 

Ainda no mesmo post, alguém deixou o seguinte comentário que nos deve deixar a pensar:

 

"eu não quis dizer nada...mas vou dizer... um menino vizinho da minha colega de trabalho tem asma, e esta infectado com a gripe A. Esse menino esta em coma no hospital há cerca de 3 dias... :/ epa... vê o que a pediatra te diz"

 

Para todas as pessoas que chegam aqui à procura de informações, a todos os que querem saber se devem tomar a vacina ou não, por favor, falem com o vosso médico, não é na internet que vão encontrar a resposta, até porque em 5 minutos consigo arranjar 20  sites que falam bem da vacina e 20 que falam mal.

 

Se quer saber se deve tomar a vacina, seja responsável por favor, pergunte ao seu médico.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

Gripe A.. informação... ou falta dela?

 

Ontem foi dia de voltar ao trabalho, volta ao trabalho depois de uma baixa implica obrigatoriamente uma visita ao médico do trabalho,  e por norma cada visita minha ao posto médico implica mais de uma hora de conversa, não fosse eu desde que entrei para a empresa o responsável pelos programas da medicina no trabalho. Ontem não foi a excepção e como não podia deixar de ser, a conversa tinha que versar o tema do momento... a gripe A. 

 

A consulta em si demorou menos de 5 minutos, a conversa sobre a gripe durou muito tempo e versou muitas coisas, e para ser sincero saí de lá preocupado. É claro que as opiniões valem o que valem. Falamos sobre a vacina, esta médica não está entre os imprescindíveis, logo não sabe quando a poderá tomar, mas sim, tomará na primeira oportunidade, Porquê? porque esta gripe mata!!!!! E pior que matar, mata gente jovem!

 

Segundo ela, e ao contrario da ideia que se faz passar, a gripe mata mesmo e como se viu a semana passada, mata crianças saudáveis, aqui eu contrapus o que tinha ouvido, que aquela criança morreu porque teria um problema cardíaco.

 

-Se a criança tivesse aquela doença, teria sintomas, vários sintomas que não passariam despercebidos, a doença foi provocada pela gripe e está provado que a gripe a provoca.

 

A gripe A e as crianças

Depois falamos dos grupos de risco, de como só em Portugal é que os políticos estão nos grupos de risco, ou os empregados das empresas publicas, se se prevê que a doença vai atacar 30% da população, significa que as empresas terão 70% das pessoas disponíveis, qual é 

a grande empresa que não consegue manter-se a funcionar com 70% dos empregados? Segundo ela, os pais e acompanhantes de crianças até aos seis meses deviam estar no topo dos prioritários e as crianças com doenças crónicas, e os doentes crónicos e claro, todos os profissionais de saúde.

 

Depois falamos sobre o numero de vacinas comprado, 40000 e contratos para 3 milhões que não se sabe quem pagará, nem se sabe quando será, se calhar isso explica o motivo porque há tanto barulho sobre a vacina....  e falamos sobre muitas coisas mais, sobre o vírus e a forma como se transmite, sobre a vacina da gripe comum, sobre a forma como estão a ser tratados os doentes.... sobre os nossos filhos.

 

As opiniões valem o que valem, mas como diziam numa das minhas terras:

 

Todo en la vida depende del color del cristal con que se mire!

 

A conversa assustou-me...

 

Jorge

PS:Enviei há mais de 24 horas uma reclamação para a SIC sobre o facto de mostrarem a cara de crianças menores de idade e a pedir para retirarem a reportagem do Site dado que vai contra a lei de proteção de crianças em risco.... aguardo resposta, alguém da SIC por estes lados?

PS2:Imagem do Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18

A vacina da gripe A, é uma questão de consciência

 

A empresa onde trabalho todos os anos fornece a vacina da gripe comum a todos os empregados que a desejem tomar, basta ir ao posto médico num dos dias em que a enfermeira por lá passa e em 5 minutos estamos imunes a uma serie de virus.  De todos os meus colegas do departamento, sou o unico que lá vou, todos os demais inventam uma desculpa qualquer e não põe lá os pés. Isto sempre me fez confusão, sempre achei que não iam lá por medo a agulhas, hoje, não tenho tanta certeza.

 

Ontem  escutei nas noticias que metade dos médicos e enfermeiros do serviço nacional de saúde se nega a tomar a vacina da Gripe A, fiquei admirado, mas não muito, a maioria das pessoas com quem tinha falado não me pareceu nada motivada para apanhar a vacina, mas faz-me confusão que pessoas com formação na área da saúde tenha este comportamento.

 

Eu consigo perceber que o comum mortal não queira tomar a vacina, mas custa-me acreditar que um profissional de saúde que lida diariamente com centenas de pessoas, muitas delas com sistemas imunulógicos debilitados, não tenha a consciência para o problema que pode representar se apanhar o vírus e passar dois ou três dias contagiar todos os pacientes com quem lida.

 

Já aqui falei do assunto, também eu acredito que esta gripe não é mais perigosa que uma gripe normal, que todo o problema foi empolado quem sabe em nome de que interesses, mas não deixa de ser uma doença, e para pessoas doentes qualquer gripe pode ser mortal. Os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, não deveriam ter consciência disto? Um médico doente num hospital com centenas de pessoas debilitadas pode ser uma ameaça mortal para muitos deles, será que os médicos não tem consciência?

 

No inicio da pandemia havia quem se revoltasse porque ao contrário de outros países, Portugal não ia comprar vacinas para todos os habitantes, aposto que vão sobrar muitas vacinas, é que depois deste exemplo dado por médicos e enfermeiros, qual vai ser a reposta da população em geral?

 

Consciência meus senhores, tenham consciência.

 

Jorge Soares

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58

A gripe A nas escolas.... Tretas!

por Jorge Soares, em 24.09.09

Gripe A

 

Já passaram quase duas semanas sobre o inicio das aulas em Setúbal, a R. no ciclo e o N. na escola primária. No primeiro dia fomos convocados para as reuniões da praxe, em ambos os casos a conversa foi quase exclusivamente sobre a gripe A. Foram debitadas todas aquelas coisas que estávamos fartos de ouvir na televisão, muito desinfectante, mesas limpas, lenços individuais, todas as medidas vendidas pela ministra, tin tin por tin tin

 

Ontem decidi inquirir as crianças sobre como estavam realmente a correr as coisas,... tanto num caso como no outro, já ninguém se lembra da Gripe A, nada de mesas limpas ao final de cada aula, nada de portas abertas, nada de desinfectante na entrada da escola, nem na entrada das salas.... nada.

 

Segundo o N, colocaram sabonete liquido para as crianças lavaram as mãos num sitio onde a maior parte das vezes não há agua....

 

Não sei o que fizeram as escolas ao dinheiro extra que supostamente serviria para estas coisas, mas parece que para as medidas contra a gripe.. não foi. Também é verdade que ainda não ouvi falar de caso nenhum de gripe em nenhuma das escolas, aliás, depois de todo este tempo, ainda não conheço ninguém que tenha tido a bendita gripe... pelo menos declaradamente.

 

Cada vez mais me convenço que toda esta historia é um enorme desperdício de tempo e dinheiro, bem que se poderia utilizar toda esta energia no tratamento de algumas doenças bem mais graves e contagiosas.. como tuberculose.

 

Enfim, sinais dos tempos!

 

Jorge Soares

 

PS:Imagem da internet

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Gripe A, somos um país com uma mentalidade pequenina

Imagem retirada do DN

 

Depois de toda a paranóia à volta da gripe A, depois das milhares de horas de informação na televisão, depois de páginas e páginas nos jornais, milhares de posts em blogs e em tudo o que é site na internet, o mínimo que se espera é que a sociedade esteja minimamente informada. Está bem, a sociedade portuguesa nesta altura quer é férias, futebol e telenovelas e no verão não vê as noticias nem lê jornais que não sejam desportivos... por isso se calhar não está assim tão informada, mas no meio disto tudo, espera-se que pelo menos os médicos e restantes profissionais de saúde estejam informados e não caiam no ridículo da mentalidade pequenina...certo?.... errado.

 

Tinha visto a noticia em rodapé na televisão e depois confirmei no Dn de Sábado, o pior é que esta é a segunda vez que vejo uma noticia parecida, noticias onde o comportamento dos médicos e pessoal de saúde deste país é no mínimo inadmissível, senão vejamos:

 

"o médico perguntou-me se a minha filha tinha mais algum sintoma, vómitos diarreia ou dores. Disse-lhe que não, mas ele ausentou-se de imediato e reapareceu equipado com máscara e vestes protectoras. A partir daí foi o inferno....!

 

Isto foi no centro de Saúde Boticas, em Vila Real, mas a descrição do que aconteceu no Hospital de São João no Porto, um dos hospitais de referência para o tratamento da doença em Portugal é assustador e digno da idade média, de novo copiando a noticia do DN

 

Apesar de a médica ter afastado a hipótese de gripe A, disse ser necessário fazer exames para ter a certeza, o que só veio a acontecer cerca das duas da manhã. " Entretanto a menina sentiu necessidade de novo de utilizar material sanitário. Saí da sala e recebi esta resposta de um funcionário: Não sai da sala, se a a menina quiser defecar que o faça no chão. Às três da manhã mandaram-nos para casa". O DN tentou contactar sem sucesso os responsáveis do S.João.

 

Diga-se de passagem que afinal a miúda estava apenas constipada, como disse antes, o Hospital de São João é um dos hospitais de referência para o tratamento da Gripe A em Portugal, e os profissionais de saúde deviam ter o mínimo de formação e informação, já para não falar em decência e bom senso, estamos no século XXI e a falar de uma gripe, não no século XVIII e da Lepra. Tratar as pessoas desta forma só mostra incompetência, falta de profissionalismo e de sensibilidade.. e esta é a situação quando temos umas dezenas de infectados, eu pergunto-me como será quando tivermos milhares ou milhões se realmente se cumprirem as piores previsões.

 

Incrível e lamentável.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56

 A gripe e as suas consequências

 

Hoje chegamos aos 100 casos em Portugal, que era o limite que o governo havia traçado para começar a tomar medidas... bom, se comparar com os mais de 100000 casos na Argentina, 100 casos não é nada... mas as medidas já começaram, como podemos ler nesta noticia do Publico.

 

Hoje quando vinha nos meus 45 minutos de volta a casa, havia um epidemiologista a falar do assunto na Antena 1. A opinião dele é que esta gripe é inclusivamente menos perigosa que a gripe normal, a única diferença é que como é uma estirpe nova, há muito menos pessoas imunes e portanto haverá muito mais gente constipada, mas morrerão menos pessoas que com a gripe normal.

 

Tenho tentado manter-me mais ou menos informado e é mais ou menos o que já sabia, e sinceramente custa-me entender que se preparem tantos planos de contingência, que se esgotem os stocks de máscaras, ou que se viva a paranóia que estamos a viver.

 

Eu trabalho numa empresa que tem fábricas nos 4 cantos do mundo, todos os dias há pessoas a viajar para os Estados Unidos, ou para a Irlanda, ou para qualquer outro lado do mundo, além disso, todos os dias há estrangeiros na fábrica, o mais habitual é ter sentado em frente a mim ao almoço alguém que veio de algum dos países mais afectados com a gripe, para ser sincero, até estou a estranhar  ainda não haver ninguém doente....e todos estamos cientes que mais tarde ou mais cedo, vai acontecer. No entanto,  não há grandes paranóias com o assunto, para além das preocupações normais com os cuidados de higiene que devem haver sempre, gripe A ou não.

 

Encontrei a imagem acima no De Fralda e Salto alto, é uma informação importante e a informação nunca está demais.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D