Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O ministro da TroikaImagem de aqui

 

 


Por cá há quem lhe chame Maya, tal a quantidade de vezes em que o senhor erra as suas previsões económicas. Na televisão Irlandesa há quem chame a Vitor Gaspar o ministro das finanças da Troika, tal a forma em que ele defende com unhas e dentes a politica imposta pelos organismos internacionais. Vejam o Vídeo:

 


Mas não era suposto estes senhores terem sido eleitos para defender os interesses de Portugal e dos portugueses?
Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

Os ratos a fugir do porão

 

Imagem do Henricartoon 

 

Assim de repente era fácil seguir a ideia do cartoon e deixar fugir o tema para a piada fácil, afinal foi o primeiro ministro e o governo quem sugeriram aos portugueses que o melhor a fazer era emigrar... a verdade é que o assunto é muito sério.

 

No outro dia a seguir ao fogo de artifício, no caminho da baixa de Setúbal até cá a casa, a Sandra, que costuma passar por cá pelo blog, dizia-me que era mais que certo que lá para o inicio da Primavera seremos expulsos do Euro, primeiro a Grécia e a seguir nós.. na altura achei que ela estava a exagerar, a nossa saída do Euro seria o descalabro para a banca europeia, principalmente para os bancos alemães..e  não me parecia que a coisa já estivesse nesse ponto.

 

Hoje a Grécia anunciou que ou chega mais dinheiro ou sai do Euro e por cá os ratos começam a abandonar o barco..., sinal de tempestade pela certa.. vai dai e a Sandra é que sabe.

 

Não é preciso pensar muito para se perceber o que levou os senhores do Pingo Doce a mudarem a sede da empresa para outras paragens, nem das consequências que de aí advém, o fim de qualquer empresa é dar lucro para os seus accionistas...e menos impostos significam mais lucro. Também não é difícil de concluir que isto também é resultado das politicas económicas que a mando da Troika tem sido implementadas por quem nos tem governado... por algum motivo a Irlanda se recusou a aumentar os impostos às empresas para além dos 12% que nas últimas décadas converteram o pais num paraiso para a industria mundial.... alguém ouviu falar da possibilidade da Irlanda sair do Euro?

 

Por fim, convém recordar que há uns tempos atrás o Patrão do Pingo Doce numa entrevista com a Fátima Campos Ferreira, disse na televisão que havia empregados seus a roubar nos supermercados porque havia fome nas suas casas... ainda hoje estou para perceber porque é que a Fátima não lhe perguntou se essa fome não seria resultado dos salários e condições de miséria que eles dão aos empregados... pois é, o que importa é o lucro, o resto é conversa.

 

Uma coisa é certa, não é assim que vamos sair da crise.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

A verdadeira origem do Halloween

por Jorge Soares, em 31.10.09

A verdadeira origem do Halloween

Imagem da internet

 

 

Durante a maior parte da minha vida o Halloween era uma espécie de carnaval que aparecia nos filmes americanos e não passava disso, nem em Portugal nem na Venezuela se festejava o dia. Nas culturas latinas o dia 1 de Novembro é o dia de todos os santos e durante muito tempo era uma enorme chatice, porque se há lugar que eu detesto mesmo, esse lugar é um cemitério.

 

Fiz um pouco de investigação e algures na internet encontrei o seguinte:

 
"A origem do Halloween, na Irlanda e nas Ilhas Britânicas, remonta há mais de 2 mil anos. Na noite de 31 de Outubro, os celtas comemoravam uma de suas maiores festas, o Samhain. Ao mesmo tempo, o dia 31 de Outubro era o último dia do ano velho. Os celtas acreditavam que, nesse dia, o mundo dos vivos se encontrava com o mundo dos mortos.


Sacerdotes celtas tentavam expulsar os demónios com uma grande fogueira. Para se proteger contra poderes malignos, os celtas usavam máscaras amedrontadoras.


No século 8°, o papa Gregório 4° transferiu para o 1° de Novembro o Dia de Todos os Santos, destinado a homenagear os mortos, a fim de cristianizar a festa celta de Samhain. Apesar disso, o "All-Hallows-Eve" – ou "véspera do Dia de Todos os Santos" – continuou sendo celebrado durante séculos na Irlanda católica."

 

Ou seja, como a maioria das festas católicas, também esta tem uma origem pagã, as grandes  vagas de emigrantes irlandeses levaram a festa para a América e algures no tempo os americanos encarregaram-se de tornar o dia num enorme negócio que a partir de meados dos 90 começou a invadir a Europa, primeiro através da venda de brinquedos e como tudo o que vem da América, tornou-se um hábito até ao ponto que já não é estranho ver crianças a bater às portas e a pedir doces.

 

Já agora, a utilização de abóboras com velas iluminadas teve origem noutra lenda irlandesa que fala de um bêbado, do diabo e de um nabo iluminado, as grandes vagas de novo os emigrantes irlandeses levaram a tradição para a América e algures decidiram substituir o nabo por uma abóbora.

 

E pronto, agora os nabos somos nós que importamos as festas americanas e todo o comércio associado...mas antes festejar a noite de bruxas que  ir passear para o cemitério.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39

Crónicas da Irlanda:Nice weather no!!??????

por Jorge Soares, em 28.04.09

 

Crosshaven, Cork Irlanda

 

 

Os irlandeses tem um sentido de humor engraçado, no Sábado de manhã fomos apanhar o autocarro para Cork, a paragem fica mesmo em frente do hotel, para não variar chovia, como chove todos os santos dias desde que cá cheguei. Na paragem estavam um irlandês e o seu filho... reparou no ar de turistas, virou-se para nós e lá saiu:

 

-Nice weather no???!!!

 

Invariavelmente há algun dos meus novos colegas Irlandeses que repete a frasezinha todos os dias quando me Vê chegar molhado e chateado, ainda não percebi se eles acham piada ao clima ou ao nosso ar enfastiado com tanta chuva.. mas pronto, enfrente.

 

Mas eu tive mais amostras do sentido de humor Irlandês, no primeiro dia éramos 4, ao fim do dia chamamos um táxi para o hotel, evidentemente chovia, eu ainda carregava com as malas e fui o ultimo a entrar para o táxi. Coloquei as coisas na bagageira e dirigi-me ao lugar do pendura, vi que estava ocupado e pensei que algum dos meus colegas se tinha sentado à frente, abri a porta de trás.... onde se tinham sentado os 3.... eles riam e gozavam comigo, eu parecia uma barata tonta... lá percebi e fui-me sentar à frente... do lado contrario....

 

Quando entrei o taxista vira-se para mim e diz:

 

-Ouça lá, eu sou um homem casado, ninguém se senta no meu colo!

 

É claro que a todas estas os meus colegas riam às gargalhadas... Raio de mania que tem estes gajos de fazer as coisas ao contrário.....

 

De resto, as coisas tem sido menos más que o que pareciam inicialmente.. pelo menos por agora, e tem dado para dar uns passeios, no Sábado fomos a Cork, a segunda cidade da Irlanda, é uma cidadezinha encantadora... tirando a chuva claro.  Não vai haver fotografias para ninguém, porque me esqueci de colocar a bateria da máquina a carregar. 

 

Na sexta tínhamos jantado muito bem, comi um belo bife com molho de pimenta verde num restaurante digno de um filme,...  éramos 5 pessoas, sem entradas e só com uma garrafa de vinho, pagamos quase 200 Euros pelo jantar...mas estava mesmo delicioso. 

 

No Sábado à tarde fizemos um belo passeio à chuva, uns 10 Kms, os Irlandeses aproveitaram os trilhos de uma antiga linha de comboio e fizeram um passeio pedestre que segue junto ao rio... para lá fomos de táxi, para cá decidimos fazer o caminho a pé..... umas duas horas a andar à chuva...

 

O resto dos dias não tem sido nada de especial, entre o trabalho e o Pub do Hotel.... onde se bebem litros e litros de cerveja  Guiness.... mas dos Pubs, dos Irlandeses, das Irlandesas e da cerveja... já falarei.

 

Entretanto já há algumas fotografias do passeio de Domingo... podem espreitar aqui: http://picasaweb.google.pt/momentoseolhares/Irlanda#, não estão grande coisa, entre a minha natural falta de jeito, a pouca luz e o medo de molhar a máquina...

 

Jorge....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Cronicas da Irlanda

por Jorge Soares, em 24.04.09

 

Carrigaline, Cork 

Imagem retirada da internet

 

Antes de mais, este computador tem um teclado ingles... nao ha tiles nem acentos para ninguem, se o corrector ortografico do SAPO nao funcionar isto hoje ainda vai ter mais erros que os ja habituais.

 

Durante uma semana, o jantar vai ser feito desde uma terreola no sul da Irlanda, ali algures na fotografia....

 

Cheguei ontem por volta da hora do almoco, vim directamente do aeroporto para a fabrica ( tambem esta na fotografia) e entrei de cabeca no stress e caos de mais um projecto 'a Portuguesa, resultado, da Irlanda, so vi o Aeroporto, a Fabrica e o  hotel.... e como estao as coisas nao sei se vai dar para ver muito mais.

 

Entretanto deu para ver que e' verde, muito verde e que chove, quando nao esta a chover, esta com aspecto de que vai chover. O que mais me impressionou ate agora foi a zona envolvente da fabrica, estamos numa zona industrial com varias fabricas de produtos quimicos, mas a sensacao com que ficamos e a de estarmos no meio do campo, rodeados de pastos, podemos olhar pela janela e ver as vacas a pastar ao lado.

 

As fabricas sao construidas e enquadradas na paisagem de uma forma tal, que podemos passar ao lado delas e simplesmente nao dar por elas..... nada que ver com as zonas industriais portuguesas. Toda a zona me faz lembrar as Asturias, ou os Acores, mas sem tanto sobe e desce...

 

Uma das coisas agradaveis destas viagens em trabalho e' que por aqui nao tenho de me preocupar com o jantar....  e terminam por se constituir num verdadeiro passeio gastronomico...e esta vez comecou muito bem.

 

Ontem sai da fabrica  eram quase 21 horas, por aqui os restaurantes fecham cedo pelo que a optamos por jantar no hotel..... e em boa hora...  foi sem duvida uma excelente escolha.

 

Vejamos o que escolhi para jantar.

 

De entrada um pate de figado de galinha com molho de frutos silvestres e salada verde para acompanhar.

 

Prato principal, um magret de peito de pato com molho doce, salada e batatas gratinadas.

 

Sobremesa: Prato de queijos irlandeses com uvas e maca....

 

Tudo excelentemente confeccionado e apresentado e acompanhado por um vinho tinto de excelente qualidade......

 

Acho que esta vez nao vou conhecer muitos mais restaurantes.

 

Jorge

 

PS:O corrector ortografico do SAPO nao funcionou mesmo, se conseguir fazer com que a internet funcione no quarto do hotel, logo trato de corrigir isto no outro computador, caso contrario...desculpem la, nao ha acentos para ninguem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:25


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D