Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Italia fora do mundial

 

 

Dos jogos que vi até agora neste mundial, o Italia-Inglaterra foi um dos melhores, a Itália começou muito bem e a Inglaterra apesar de perder parecia ser uma excelente selecção cheia de juventude e com muito bom futebol... na altura vaticinei que seriam estas duas equipas a dominar o grupo... o que vale é que eu não gasto dinheiro em apostas ....

 

A Inglaterra já estava eliminada desde há uns dias e hoje a Itália, que depois daquele jogo pouco mais mostrou, foi derrotada por um Uruguai que com Luiz Suarez em campo é outra coisa. O jogo em si foi fraco, quezilento e confuso, com imensas faltas de parte a parte e  até mordidelas teve, parece que os 10 jogos de castigo não serviram de lição a Luiz Suarez.

 

No outro jogo do grupo, um jogo em que já nada se decidia, Costa Rica e Inglaterra empataram a zero.

 

Ao contrario destes, nos outros dois jogos do dia houve golos para todos os gostos e feitios, a Colombia que se apresentou com 8 alterações no onze inicial, marcou 4 golos ao Japão. Foi um excelente espectáculo de futebol, a equipa do Japão que precisava de ganhar para se classificar, nunca abdicou de atacar e de jogar o jogo pele jogo. Mas esta Colômbia mesmo com a equipa B, é uma selecção recheada de excelentes jogadores de futebol, uma boa parte deles já passou pelo futebol português, e na segunda parte já com James Rodrigues em campo, embalou para uma vitória cheia de golos, alguns deles verdadeiras obras de arte. Muita atenção a esta Colômbia que mostra um futebol cheio de classe e qualidade e muita atenção a James Rodrigues que pode sair deste mundial a provar que já é um dos melhores do mundo.

 

No outro jogo do grupo C, a Grécia de Fernando Santos venceu mesmo ao cair do pano a Costa do Marfim e conseguiu classificar-se para os oitavos de final... pelo que vi dos jogos dos gregos, não me parece que vá muito mais longe... mas também era o que parecia no Euro 2004 e depois foi o que se viu... Não há dúvida que Fernando Santos tem feito um excelente trabalho.

 

Hoje esteve outro português em campo,  Pedro Proença arbitrou o Colombia Japão e fez um excelente trabalho.

 

Jorge Soares

publicado às 22:58

Vendedores de castanhas em Roma

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Uma das coisas que mais me surpreendeu em Roma foi o facto de ser uma cidade com uma diversidade de pessoas  que não tinha encontrado em nenhum outro lugar, do que tinha visitado até agora talvez só tenha paralelo em Nova Iorque.

 

Na recepção do hotel no primeiro dia estava um Chinês, falava um Inglês perfeito, no dia a seguir estava um latino, falamos com ele em espanhol, pelo sotaque pareceu-me Colombiano. No primeiro sitio onde fomos tomar café, um lugar que à primeira vista não se diferenciava de qualquer outro café da cidade, eram chineses. Para almoçar escolhemos um dos milhares de lugares onde vendiam fatias de pizza... não percebi bem de onde eram, mas pareceram-me Hindus ou Paquistaneses.

 

Pelas ruas os vendedores de Castanhas tinham ar de ter vindo de algures a Oriente, nos mercados e feiras de rua era possível ver todo um arco iris cultural, negros Africanos, latinos da América do Sul e Central, chineses, Árabes do Norte de África, alguns argentinos, um sem fim de cores e culturas.

 

Mas não é algo que se veja só nas lojas e comércio, ao andar pela cidade ou nos transportes públicos encontramos muitíssimos jovens com ar oriental, com o aspecto mais italiano possível e muitas vezes em grupos com outros jovens, num sinal de integração na sociedade que me fez lembrar os meus tempos de juventude em Caracas.

 

O nosso mundo está cada vez mais pequeno, todo este fluxo de emigrantes e a sua rápida integração nos países de acolhimentos farão com que num futuro que não estará assim tão distante, a humanidade integre uma sociedade homogénea  e indiferenciada...  terá de certeza muitos menos conflitos e discriminações e muito mais possibilidades de ser feliz.

 

Jorge Soares

publicado às 22:01

Ciao Roma

por Jorge Soares, em 13.12.10

Capuccino Romano

 

Assim de repente, apetecia-me um cappucino, este é de um café Romano ali bem perto da piazza Venezia, mesmo na esquina da Via 4 Novembre e da Via di Santa Eufémia, não será de certeza o melhor capuccino de Roma, mas foi o melhor que tomamos por lá, cremoso e com um suave sabor a chocolate.... arte em café

 

Passei os últimos 4 dias em Roma uma cidade monumental, a mais monumental das cidade onde já estive, uma cidade onde em cada ruela, em cada recanto, em cada rocha, há séculos de história.... muitos séculos. Já tinha estado em Itália antes, em várias cidades, mas em nenhuma onde como nesta se pode sentir o peso da passagem dos séculos e da civilização.

 

Andámos Kms, muitos kms e a verdade é que adorei cada momento, fazer a pé uma cidade como Roma é ir descobrindo pouco a pouco recantos e ruelas, em cada esquina há um prédio monumental, ou mais uma igreja com uma fachada grandiosa, ou um prédio antigo com um pequeno detalhe, um terreno onde decorre outra escavação.. ou tantas outras coisas que chega a um ponto que nos limitamos a contemplar, porque não há capacidade para absorver tanta história.

 

A dado momento dei por mim a pensar como é que tinha havido capacidade para construir tanto e de forma tão rica, a P. esclareceu, durante séculos o império Romano dominou o mundo e todos pagavam tributo para a grandiosidade de Roma, depois outro império floresceu, e o resto do mundo pagou tributo ao papa, o novo imperador, para continuar a manter a grandiosidade de Roma.

 

Não sei como será no Verão, mas nesta altura Roma é uma cidade visitável e de preços mais ou menos acessíveis para as nossas bolsas, a comida é relativamente acessível, a refeição mais cara que pagamos ficou em 50 Euros para duas pessoas, mas por menos de 10 Euros consegue-se almoçar.. basta gostar de Pizza ou de massas. Os transportes são baratos e muito funcionais.. mas vão por mim, andar a pé é mesmo o ideal... desde que não façam como eu que levei botas de andar... novas.

 

Em suma, adorei.... e como me apetece um daqueles capuccinos.

 

Jorge Soares

publicado às 22:20


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D