Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Telma Monteiro

Imagem do JN 

 

- Então a Telma Monteiro já foi eliminada?

- Já, perdeu logo no primeiro combate.. e o Pina também.

- Que vergonha, para isso mais valía terem ficado em casa, vão para lá fazer figuras tristes para quê?

 

A conversa não era comigo e confesso que tive que morder a lingua e contar até dez para não me meter, mas fiquei triste, não pelo resultado dos atletas, mas sim pela memória curta e até ignorância que tantas vezes nos levam a fazer avaliações e a tecer comentários deste tipo sobre quem melhor ou pior mostra valor para representar o país seja no desporto ou noutra coisa qualquer.

 

A Telma Monteiro é bicampeã Europeia e vice campeão mundial, é uma atleta que sempre que representa o país o faz com uma enorme dignidade,  que sabe que ganhar e perder fazem parte do desporto e mesmo quando nos jogos olímpicos, tal como esta vez, as coisas não lhe correm bem, mostra uma enorme atitude não se desculpando nas condições, nos árbitros ou no que quer que seja.

 

Somos um país pequeno em que o desporto não é nem nunca foi uma das prioridades, os nossos atletas treinam e muitas vezes competem em condições que estão a anos luz do que seria digno e desejável e , ao contrário do que acontece pelo mundo fora onde os grandes atletas vivem da e para a competição, por cá quem se dedica ao desporto tem muitas vezes que escolher entre competir ou arranjar uma forma de garantir dia a dia e o futuro.

 

Para além de não termos população suficiente, basta pensar que por exemplos no Judo há muitos países que tem mais cintos negros e mestres do que nós temos em Portugal atletas a competir, não temos infra-estruturas nem forma de dar aos nossos jovens condições para se tornarem atletas de verdadeiro sucesso na alta competição.

 

Dito isto, tirando aqueles casos em que aparece alguém com uma capacidade natural acima da média, o normal não será termos muitos campeões e medalhas em jogos Olímpicos, campeonatos Europeus ou Mundiais, o normal será mesmo termos cada vez menos, porque a verdade é que cada vez se investe menos... e é bom que interiorizemos isto e mostremos um pouco de respeito a quem mesmo apesar de tudo isto se esforça e trabalha árduamente para conseguir classificar-se e representar o país o melhor possivel.

 

E com isto este blog entra em modo de férias, desejo umas boas férias a quem está ou vai estar de férias e um bom trabalho a quem estará a trabalhar.

 

Jorge Soares

publicado às 23:27

Estádio Olimpico

Imagem do Público 

 

É verdade que a China deixou a fasquia muito alta e que sería dificil para alguém melhorar a cerimónia de abertura de há 4 anos atrás com os milhares de figurantes que nos mostraram um magnifico mosaico da cultura milenar e actual chinesa. Imagino que os britânicos tentaram uma fuga para a frente... mas era mesmo preciso colocar um coro de criancinhas a cantar em pijama?

 

É claro que cada um terá os seus gostos, mas eu achei esta cerimónia de abertura um bocado pirosa. A ideia era dar uma imagem do país e da cultura britânica, há partes em que conseguiram, outras em que nem por isso, mas no geral foi chato, piroso e até engorroso.

 

Além de que houve momentos em que parece que o realizador se esqueceu que a cerimónia era em primeiro lugar para aparecer na televisão, há partes em que as tomas são sempre do topo do estádio e vemos umas figurinhas a mexer lá me baixo sem percebermos muito bem o que se está a passar.

 

Agora, venham os jogos, a competição que é para isso que eles lá estão.. 

 

Jorge Soares

publicado às 22:26

Na Inglaterra, a fleuma deu lugar à ignorância

por Jorge Soares, em 06.03.12

Atletas olímpicos britânicos aconselhados a evitar apertos de mão

 

Imagem do Público 

 

Atletas olímpicos britânicos aconselhados a evitar apertos de mão.. segundo as declarações de um dos médicos responsáveis do BOA, o comité olímpico lá do sitio, a ideia é “reduzir o risco de doenças e optimizar a resistência [dos atletas], minimizando a exposição a bactérias".

 

Não tem nada a ver, mas quando li isto, o primeiro que me veio à memória foi uma noticia que é recorrente em quase todos os jogos, o primeiro que esgota nas aldeias olímpicas são os preservativos das máquinas vendedoras, sendo que em todos os jogos se bate um recorde no número de exemplares vendidos ou distribuídos... imagino que nestes jogos de Londres os atletas ingleses os utilizem para fazer balões de aniversário..... há coisas muito mais propícias à transmissão de vírus que um aperto de mão... acho eu.

 

Imagino que as próximas normativas do comité olímpico Britânico aconselhem aos atletas a não respirar durante as provas não vá o diabo tecê-las ...

 

Já agora, eu aconselhava ao comité Olímpico britânico a arranjar uns médicos menos ignorantes... ou então ao Comité Olímpico internacional a só permitir a organização dos jogos a países com menos fleuma e mais realismo.

 

Santa Ignorância.

 

Jorge Soares

publicado às 21:32


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D