Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Livro - Mataram a cotovia, Harper Lee

por Jorge Soares, em 12.03.13

Mataram a Cotovia

 

 

Não sou grande fã dos escritores norte americanos, acho sempre a escrita muito directa e pouco mágica, este Mataram a Cotovia andava cá em casa desde o Verão, a R. leu e adorou, quando terminei o "O Caderno de Maya" encontrei-o pousado algures e fui lendo.

 

Não acho que seja um daqueles livros que nos prende desde o inicio, mas é sem duvida um livro que se deixa ler e que pouco a pouco nos vai conquistando.

 

O livro mostra-nos a visão da sociedade americana numa pequena cidade do interior em meados do século passado, vista através dos olhos de uma criança. Uma miúda que acaba de entrar para a escola e que pouco a pouco vai descobrindo o mundo. O seu mundo cheio de brincadeiras de crianças e o mundo muito mais sério dos adultos que a rodeiam, um mundo que então tal como agora, está cheio de contradições, injustiças, meias verdades, muitas mentiras.

 

Stout é filha de Aticus, um advogado viúvo que no meio de uma sociedade cheia de preconceitos tenta educar os seus filhos com uma enorme civilidade de forma a que mesmo sendo crianças, estes consigam olhar para o mundo pelos seus olhos e não pelos da sociedade que os rodeia.

 

Aticus é um homem justo e ponderado  que consegue perceber que na sociedade em que vive nem sempre a justiça se faz da forma mais directa, principalmente quando o que está em causa é a luta de classes e o profundo racismo da sociedade americana e tenta fazer entender isso  Stout e ao seu irmão Jem, 4 anos mais velha que ela.

 

Em suma, este é um excelente livro, um clássico da literatura americana escrito de uma forma diferente e desde um ponto de vista muito pouco habitual.

 

Sinopse:

 

Situado em Maycomb, uma pequena cidade imaginária do Alabama, durante a Grande Depressão, o romance de Harper Lee, vencedor do Prémio Pulitzer, em 1961, fala-nos do crescimento de uma rapariga numa sociedade racista.


Scout, a protagonista rebelde e irónica, é criada com o irmão, Jem, pelo seu pai viúvo, Atticus Finch. Ele é um advogado que lhes fala como se fossem capazes de entender as suas ideias, encorajando-os a reflectirem, em vez de se deixarem arrastar pela ignorância e o preconceito. Atticus vive de acordo com as suas convicções. É então que uma acusação de violação de uma jovem branca é lançada contra Tom Robinson, um dos habitantes negros da cidade. Atticus concorda em defendê-lo, oferecendo uma interpretação plausível das provas e preparando-se para resistir à intimidação dos que desejam resolver o caso através do linchamento. Quando a histeria aumenta, Tom é condenado e Bob Ewell, o acusador, tenta punir o advogado de um modo brutal. Entretanto, os seus dois filhos e um amigo encenam em miniatura o seu próprio drama de medos, centrado em Boo Radley, uma lenda local que vive em reclusão numa casa vizinha.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D