Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De volta à terra

por Jorge Soares, em 21.04.15

lopetegui.jpg

 

Imagem do Público

 

Era necessário voltar à terra, a semana passada tudo o que podia correr bem correu e deu a muita gente a hipótese de sonhar, de acreditar que podia ser possível, hoje voltamos todos à terra. A verdade é que nem havia tanto Porto nem tão pouco Bayern como tinha parecido no jogo do Dragão.

 

Este Bayern de Guardiola,  os seus inúmeros campeões mundiais e europeus e os seus muitos milhões de Euros, está de certeza entre as quatro ou cinco melhores equipas do mundo. O Porto, com a equipa mais jovem dos últimos anos e um treinador com evidentes capacidades mas ao que ainda falta a tarimba e a rodagem que só o tempo pode dar, não tem, e dificilmente poderia ter nesta altura, a bagagem suficiente para poder competir de igual para igual com as grandes equipas como o Bayern.

 

Apesar de que considero que nem o resultado da semana passada nem o de hoje reflectem a real diferença entre as equipas, não tenho duvidas que  o resultado final da eliminatória é o espelho fiel da diferença entre o futebol alemão e o português. De um lado temos equipas com dinheiro e capacidade para irem buscar os melhores jogadores do mundo, do outro temos um futebol que cada vez mais terá que recorrer aos jogadores jovens e apostar na formação se quer sobreviver.

 

O Porto fez uma enorme aposta nestes jogadores e independentemente do que aconteça no próximo domingo e no resto da temporada, pode-se dizer que foi uma aposta se não ganha, pelo menos feliz. É  verdade que corre o risco de não ganhar nada, mas ganhou uma equipa  e conseguiu tornar em certezas alguns jogadores.

 

Curiosamente a primeira consequência desse (quase) sucesso é que uma boa parte dos jogadores que terminou de formar, para o ano estarão algures noutras equipas de outros campeonatos, não a contribuir para o sucesso do Porto e sim para aumentar a diferença entre o nosso campeonato e o dos países onde há dinheiro.

 

Quanto ao Porto, encontrará de certeza outros jovens que irá formar e terá de novo uma boa equipa para lutar pelo campeonato português, até poderá incomodar uma ou outra vez os grandes senhores do futebol europeu, mas ganhar a champions e lutar de igual para igual com os Bayerns deste mundo, isso dificilmente voltará a acontecer, pelo menos nos próximos anos.

 

É isso, hoje voltamos à terra, O Bayern voltou a ser gigante, Guardiola voltou a ser o melhor treinador do mundo e vai continuar muito tempo em Munique e Lopetegui terá que esquecer o sonho de ir para o Real Madrid por mais uns tempos.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02

Salvo(s) pelo Jackson Martinez

por Jorge Soares, em 30.09.14

Julien Lopetegui

 

Imagem de A Bola

 

Não vi o jogo, fui ouvindo na rádio entre o ir e levar miúdos às actividades  e o jantar, ouvi o penalty do 2-1 quando estava a estacionar da última viagem, desliguei o carro com raiva e a rogar pragas ao jogo e a Lopetegui, quando me voltei a sentar ao computador acabava o Jackson de marcar o segundo, o que aplacou um bocado a minha raiva ao jogo, mas não retiro as pragas ao treinador.. o que teria acontecido se em lugar de inventar mais uma equipa diferente ele tivesse jogado com o Jackson desde o inicio?

 

Vinha no elevador e já vinha a pensar no titulo do post que seria: E hoje também foi culpa do árbitro?

 

Hoje li algures uma frase de Mourinho que diz muito sobre o meu clube, "O Porto sabe perder". li na frase do Special One um elogio à forma como o Porto sabe aprender com os erros, depois dos erros cometidos o ano passado  não só se contratou um treinador diferente como se lhe deram as condições que do meu ponto de vista nunca se tinham dado a qualquer outro treinador e muito menos aos dos últimos anos.

 

Lopetegui escolheu como e quem quis, vieram nada mais e nada menos que 15 jogadores escolhidos a dedo pelo treinador, se calhar o problema está mesmo aí, com mais que uma equipa nova há muitas expectativas para manter e depois de 6 jornadas do campeonato e de duas jornadas da champions, não se repetiu um onze uma única vez e dificilmente alguém pode dizer qual é a equipa tipo do Porto.

 

É verdade que o Porto ainda não perdeu e que em dois ou três jogos os árbitros inclinaram o campo para um dos lados, mas quando as equipas são melhores e o conseguem demostrar, não há árbitro que as consiga derrotar. O certo é que vamos em três empates nos últimos jogos do campeonato e o Benfica já está a 4 pontos de distância, o resto soa a desculpa de mau pagador.

 

Se há coisa que Lopetegui consegue fazer é surpreender, não há quem consiga adivinhar o onze, e eu não consigo perceber como é que sendo o Shaktar uma equipa maravilhosa como não se cansou de elogiar Lopetegui antes do jogo, Jackson ficou no banco... E vá lá que pelo menos hoje as substituições foram aos setenta minutos, porque a mim já me irritava ver como a empatar os jogos se metem avançados aos 89 minutos. 

 

Hoje houve estrelinha que também tem faltado algumas vezes, mas não deixa de ser o terceiro empate seguido, o Porto sem uma vitória em três jogos é algo que não se vê muitas vezes, a sorte protege os audazes, mas convém que não abusem, é que não me parece que este ano haja tanta paciência como no ano passado, eu pelo menos não tenho.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Chelsea, o campeão improvável

por Jorge Soares, em 19.05.12

O Chelsea ganhou a liga dos campeões

Imagem do Público

 

Há quem diga que no futebol são onze contra onze, a bola é redonda e no fim ganham os Alemães, e hoje os Alemães tinham tudo para ganhar, o Bayern era claramente favorito, tinha a melhor equipa, jogava no seu campo, até marcou primeiro, mas contrariando o ditado e toda a lógica, quem ganhou foi o Chelsea.

 

Desde os quartos de final que os Blues de Londres eram vistos como o patinho feio desta liga dos campeões, contra todos os prognósticos que davam por garantido que Messi e o seu Barcelona estariam na final de Munique, o Chelsea em dois jogos em que o Barcelona teve acima dos 70% de posse de bola, mostrou ao mundo que afinal, o dream team da cidade condal não era imbatível.

 

Hoje as coisas não foram muito diferentes, a meio da segunda parte o Bayern, que tinha o jogo completamente controlado, tinha 14 cantos a favor e nenhum em contra... mas ao Chelsea bastou-lhe um para empatar o jogo e forçar o prolongamento.

 

Já no prolongamento o Bayern poderia ter matado o jogo quando teve um penalty a seu favor, mas  estava visto que os deuses eram ingleses e Peter Chech defendeu o remate de Roben

 

No fim o Chelsea saiu vencedor na lotaria dos Penaltys, a liga dos campeões é uma longa maratona e não há campeões injustos, talvez o Chelsea não seja a equipa que jogue o melhor futebol, mas a sorte também conta... e hoje a sorte sorriu aos blues de Londres... honra aos campeões.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16

Cristiano Ronaldo Falha Penalty

Imagem do El País 

 

Ontem antes do início do Barcelona-Chelsea, os comentadores da Rádio nacional de Espanha estavam a combinar a festa que seria relatar a final da liga dos campeões entre duas equipas espanholas, todos davam por certo que a final seria Barcelona - Real Madrid, nem o Chelsea nem o Bayern de Munique teriam pedalada para eliminar as duas melhores equipas do mundo

 

Há pouco, no fim do jogo e após o Real Madrid ter sido eliminado pelo Bayern de Munique, os mesmos comentadores ainda incrédulos com o desfecho dos dois jogos, tentavam em vão, explicar como é que as duas melhores equipas do mundo não iam estar na final e a festa ia ser de outros.

 

A verdade é que o futebol é mesmo isto,  este desporto só existe, só movimenta multidões e muitos milhões, porque vive destas situações, da bola que entra ou não, dos remates ao poste, das grandes defesas dos guarda redes, dos enormes falhanços dos predestinados. A verdadeira magia do futebol está na incerteza do resultado e nem todos os milhões do mundo, nem todas as grandes estrelas são garantia de nada, a única verdadeira certeza é aquela que temos quando o jogo termina e o resultado está feito.

 

Messi Falha Penalty

Desde há muito que todo o mundo dava por certo que no dia 19 de Maio em Munique estariam o Barcelona e o Real Madrid, Cristiano Ronaldo e Messi. Ontem o Barcelona teve 75% de pose de bola, no conjunto dos dois jogos enviaram quatro ou cinco bolas aos postes, mais que os golos marcados pelo Chelsea nas poucas vezes que chegaram à baliza do Barcelona, mas nada disso serviu de nada, porque no fim o que conta são as bolas que entram... e não, não basta ter Messi, porque há dias em que até os deuses erram e aquela imagem do pequeno génio a chutar o penalty para fora da baliza ficará para sempre como o momento que decidiu tudo.

 

Hoje foi Cristiano Ronaldo que falhou um penalty após uma serie impressionante de 19 seguidos sem falhar, hoje falhou, como já tinha falhado outro numa final da Liga dos campeões, a verdade é que só falha quem marca... hoje calhou ao Cr7.

 

Mas está visto que não aprendemos nada, porque mesmo no fim de dois jogos em que a lógica virou uma batata, todos davam o Bayern de Munique como vencedor da final... veremos o que tem o Chelsea a dizer.

 

É esta a verdadeira magía do futebol, glória aos vencedores, honra aos vencidos e viva o futebol espectáculo.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14

Mourinho

 

Imagem do Público

 

Sou admirador de Mourinho desde que iniciou a sua carreira de treinador, eu gosto de futebol, não sou um adepto de ir aos estádios, nem sequer sou grande adepto de sofá, mas gosto de bom futebol, e quem gosta de bom futebol não pode ficar indiferente à qualidade das equipas treinadas por ele...  Há quem lhe chame arrogante, há quem diga que lhe falta humildade, há quem ache que é o maior e quem só tente minimizar os seus feitos, a verdade é que não há em Portugal e na Europa quem não o conheça, porque neste momento não há quem seja melhor que ele e não há quem consiga ser mais ganhador que ele.

 

A verdade é que todos deveríamos olhar para ele como um exemplo, os seus títulos são o resultado da sua capacidade de trabalho, de muitas horas de estudo, de não deixar nada ao acaso, de pensar em tudo ao mínimo detalhe... trabalho, muito trabalho.

 

Somos um país pequeno, a maioria dos portugueses tem uma mentalidade pequena, o futebol é olhado de lado por muita gente, e assim de repente o que parece é que o país é pequeno de mais para um homem com uma capacidade muito acima da média. Ele conseguiu ter sucesso  a sério em Portugal, Na Inglaterra, em Itália e na Europa, e tudo indica que a seguir terá a Espanha a seus pés.. é um homem do mundo. Todos deveríamos olhar para ele como um exemplo da forma como se deve encarar o mundo. Nem todos teremos a sua capacidade de gerar resultados, mas ele é a prova de que o trabalho, o esforço, o acreditar nas nossas  capacidades podem ser convertidos em resultados positivos.

 

Nesta altura em que o país passa por dificuldades, em que a vida custa cada dia um pouco mais, são exemplos como o dele o que precisamos. Independentemente de gostarmos de futebol ou não, a sua crença, o seu querer fazer sempre melhor, a sua vontade de ter sempre mais sucesso, deveriam servir de inspiração a cada um de nós.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D