Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alguém ouviu falar de educação gratuita?

por Jorge Soares, em 27.07.15

manuais escolares.jpg

 

Imagem de aqui

 

De modo a aproveitar as vantagens da compra pela net, a minha meia laranja esteve a encomendar os manuais escolares dos miúdos, uma no 11º, um no 9º e a mais nova no terceiro ano, o preço dos livros dos três ficou na módica quantia de quase 600 Euros... isto já com bónus e descontos....

 

Felizmente não é o caso por cá, mas imagino que para muitas famílias isto será o valor do subsidio de férias... pelo menos para aqueles que não tenham optado (obrigados ou não) pelos duodécimos.

 

Apesar de só terem passado dois anos desde que a mais velha passou pelo 9º ano, não há um livro dela que se aproveite para o irmão... isto faz algum sentido? Porque é que não há uma lei que garanta que os manuais são iguais para todas as escolas e tem que durar pelo menos  5 anos? Porque é que durante todo o percurso escolar dos meus filhos, apesar de só terem um ano escolar pelo meio, NUNCA foi possível aproveitar um manual que fosse?

Estamos em época de eleições, se alguém prometer colocar ordem nisto, juro que tem o meu voto.

 

É a isto que chamam educação gratuita?

 

Jorge Soares

publicado às 22:28

Manuais escolares caros

Imagem do Expresso

 

Há coisas que não terminam de me fazer confusão, lembro-me de há uns anos atrás o anterior governo ter feito um despacho que obrigava os manuais escolares a serem utilizados pelo menos em 3 anos consecutivos... imagino que terá sido mais uma daquelas leis que são feitas na hora porque ficam bem na fotografia, mas que não são para levar a sério... mais uma de tantas outras.

 

Cá em casa há duas crianças com meses de diferença de idades, durante muito tempo andaram na mesma escola com um ano de diferença, agora são dois anos, certo é que não me lembro de alguma vez algum dos manuais escolares ter servido de um para o outro. Mesmo na mesma escola, todos os anos os livros e manuais são diferentes do ano anterior e não há forma nenhuma de se evitar ter de comprar novos e de se gastar centenas de Euros.

 

Eu e o meu irmão levamo-nos 4 anos de diferença, mesmo assim, lembro-me perfeitamente de que a maioria dos meus livros do secundário na Venezuela deram para mim e para ele.. .porque apesarv dos 4 anos de diferença, eram os mesmos.

 

Estes dias alguém me fez chegar o link para uma noticia que alguém relata em primeira mão como são as coisas na Holanda, chamou-me a atenção o seguinte:

 

"Em primeiro lugar, os livros são gratuitos. São entregues a cada aluno no início do ano lectivo, com um autocolante que atesta o estado do livro. Pode ser novo ou já ter sido anteriormente usado por outros alunos. No final do ano, os livros são devolvidos à escola e de novo avaliados quanto ao seu estado. Se por qualquer razão foram entregues em bom estado e devolvidos já muito mal tratados, o aluno poderá ter de pagá-los, no todo ou em parte.

 

Obviamente que as lojas estão, a partir de Julho/Agosto, inundadas de artigos apelativos mas nas escolas a política é a de poupar e aproveitar ao máximo." 

 

Ora, por cá faz-se precisamente o contrário, todos os anos as escolas escolhem manuais escolares diferentes, todos os professores fornecem listas intermináveis de materiais que para além de serem diferentes para cada disciplina, numa pedem uma régua de 30 cms e noutra uma de 40, em muitos casos nem chegam a ser utilizados. Será que era assim tão difícil que no início do ano os professores se juntassem e fizessem uma lista razoável de materiais que pudesse servir para todas as disciplinas e permitisse poupar dinheiro aos pais?

 

O Caso dos livros e manuais escolares é gritante, se pegarmos num manual de há dois anos da R. e o compararmos com o actual do N., que até são de editoras diferentes, o que verificamos é que o conteúdo e até muitas das imagens são os mesmos, mas é claro que o professor exige o novo e aí do aluno que não o comprar.. porquê? e o que foi feito da lei que exigia a manutenção dos manuais em anos consecutivos?

 

Como diz o artigo, em Portugal cada início de um ano escolar é uma dor de cabeça para os pais que sabem que uma boa parte do seu salário terá que ser guardado para livros e material escolar, mas será que tem mesmo que ser assim?, não digo que se passe para um sistema como o Holandês, eu já ficava contente com o da Venezuela, será que com o país em crise não haverá forma de obrigar escolas e editoras de livros a cumprir a lei? Senhor ministro da educação, em nome da poupança, em nome da austeridade, não haverá forma de enfrentar os lobys e toda a gente que ganha muito dinheiro com a educação dos nossos filhos?

 

Jorge Soares

publicado às 23:13

Também há boas noticias...

por Jorge Soares, em 01.10.10

Manuais escolares gratuitos na escola

 

Imagem do Ionline

 

Depois de tanta crise, aumentos de impostos, desemprego, greves gerais... sabe bem ouvi uma boa noticia, uma noticia que ainda por cima é em beneficio das famílias e da educação dos nossos filhos...

 

Aprovados diplomas do CDS, BE e PEV sobre empréstimo de manuais escolares

 

É claro que  até que a lei saia primeiro no papel, e depois saia do papel, muitas coisas podem acontecer... mas o facto de os diplomas terem sido aprovados por toda a oposição, já é meio caminho andado....

 

Agora desculpem lá mas eu acabo de chegar do treino do Karaté onde descobri que há muitos músculos que eu nem sabia que tinha mas que conseguem doer... vou ali comer qualquer coisa.... deixo-lhes boa música Portuguesa.

 

Letra

Acorda, menina linda

Vem oferecer 
O teu sorriso ao dia 
Que acabou de nascer 
Anda ver que lindo presente 
A aurora trouxe para te prendar 
Uma coroa de brilhantes para iluminar 
O teu cabelo revolto como o mar 

Acorda, menina linda 
Anda brincar 
Que o Sol está lá fora à espera de te ouvir cantar 
Acorda, menina linda 
Vem oferecer 
O teu sorriso ao dia 
Que acabou de nascer 

Porque terras de sonho andaste 
Que Mundo te recebeu 
Que monstro te meteu medo 
Que anjo te protegeu 
Quem foi o menino que o teu coração prendeu ? 

Acorda, menina linda 
Anda brincar 
Que o Sol está lá fora à espera de te ouvir cantar 
Acorda, menina linda 
Vem oferecer 
O teu sorriso ao dia 
Que acabou de nascer 

Anda a ver o gato vadio 
À caça do pássaro cantor 
Vem respirar o perfume 
Das amendoeiras em flor 
Salta da cama 
Anda viver, meu amor 

Acorda, menina linda 
Vem oferecer 
O teu sorriso ao dia 
Que acabou de nascer

 

Jorge Palma

Jorge Soares

publicado às 22:01


Ó pra mim!

foto do autor


Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D