Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hoje a meio da tarde dei por mim irritado por ter razão, entre os titulares do jornal Público que o igoogle me mostrava, podia ler-se o seguinte: Mais um caso de greve de fome contra uma decisão sobre adopção , era evidente que isto ia acontecer, depois do aparente volte face do caso Martim, era de esperar que isto fosse virar moda.

 

É o problema de criar precedentes, a mim não me estranha nada, depois de toda a publicidade dada ao caso Martim e à aparente vitória da mãe, isto era algo que era de prever.

Em Portugal há 11000 crianças institucionalizadas, até agora os tribunais de família deram sempre a primazia à família biológica e as crianças esperavam anos nas instituições até que quando finalmente iam para adopção tinham 7 ou 8 anos e ficavam condenadas a viver nos centros de acolhimento, porque não há quem adopte crianças com essa idade. Parece que finalmente os juízes estão a mudar o paradigma e as crianças vão para adopção quando ainda podem ser adoptadas...... o problema é que as famílias que até viam com bons olhos que os estado lhes criasse os filhos, agora não acham piada a que as crianças vão para adopção.

Está-se mesmo a ver que vão nascer campos de tendas em frente aos tribunais de família. 

 

A noticia da Beatriz na RTP1

 



A Noticia do Martim na RTP1:

 

Alguém devia dizer à Ana Rita que as eleições são de aqui a 3 meses e que depois delas se calhar as coisas não vão andar assim tão depressa...e que não há registo de uma decisão de adopção ter sido anulada.

 

Por outro lado isto é mesmo preocupante, será que andávamos todos enganados e os juízes não dão assim tanta primazia ao biológico ?, será que há juízes a tomar decisões sem avaliar bem as coisas? é que a imagem que todas as pessoas que lidamos de perto com o tema da adopção e das crianças em risco temos é precisamente a contrária, os juízes dão sempre todas as oportunidades às famílias e raramente pensam no que é melhor para a criança.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:25

 

O martim..e a justiça que é presa por ter cão e por não ter

Imagem do DN

 

Sabem, eu estou meio baralhado, andamos uma semana a ouvir meio mundo bater numa mãe que decidiu que queria a sua filha consigo, que a queria levar para junto de si no seu país. Ouvimos meio país a bater naquela mãe, quilómetros de papel escrito a bater na justiça, horas e horas de noticias na televisão a falar do juiz e da sentença, todo mundo tinha uma opinião, todo mundo achava muito mal que tivessem entregue aquela criança à mãe.

 

Hoje a seguir ao almoço, deparei-me com esta noticia no publico: Rapariga de 15 anos manifesta-se contra a adopção do filho, dei comigo a pensar que depois de tudo o que tinham dito sobre aquela outra mãe, esta ia ser no mínimo crucificada.... engano meu, afinal e atendendo aos comentários que vou lendo nos sites dos jornais, já seja no DN, no do Publico  ou no do Expresso, afinal, esta mãe já tem direito ao seu filho e a desgraçada da justiça portuguesa quer impedir que ela o tenha......  pobre justiça portuguesa, é presa por ter cão e por não ter....  Será que o facto de a outra mãe ser Russa e esta Portuguesa tem alguma coisa a ver com o assunto? 

 

Não vou tecer muitos comentários sobre o assunto, não gosto de falar de cor, não sei o que se passou e de certeza que há muito mais por explicar que aquilo que foi dito. Mas há algumas coisas que conheço e sobre as que posso falar, até porque já as disse há bastante tempo neste post. 

 

Ao contrário do que já li hoje algures, em Portugal ninguém retira crianças às famílias por estas serem pobres, não faço ideia o que levou o tribunal de menores de Cascais a retirar a criança à família, mas de certeza que não foi o facto de a família ser pobre e imagino que terá havido algum motivo válido. Por outro lado, há coisas que me pergunto. Onde andou a "família grande" de que tanto se fala, durante estes dois anos?, onde andou o pai e a família do pai?, onde andaram os avós que agora se oferecem para ficar com a criança?, onde estava a mãe daquela criança de 13 anos quando esta teve um filho? Porque é que essa mãe, avó do Martim, não ficou com o neto quando este nasceu?. Porque só agora apareceu toda esta gente?

 

Eu conheço as leis que regem a adopção e sei que as crianças só vão para acolhimento e adopção quando ninguém da família alargada se oferece a ficar com elas...será que todo o mundo achava que a criança estava muito bem no Aboim Ascensão?, que até é a instituição com melhores condições em todo o país, porque só agora que souberam que a criança vai para adopção resolveram fazer barulho?

 

É incrível, passamos anos a falar do caso Esmeralda e a reclamar porque os juízes dão primazia à família biológica, passamos semanas a bater no juiz que decidiu entregar a Alexandra à mãe.....e agora vamos passar semanas a bater no juiz que decidiu não dar primazia ao biológico e decretar que aquela criança ia para adopção.....  eu começo a achar que a comunicação social e o povo português gostam é telenovelas da vida real..e não importa por onde vai a coisa, o que importa é fazer barulho.... poupem-me!

 

E já agora, as pessoas que tanto me bateram no post sobre a miuda Russa expliquem-me lá o que acham agora.

 

E sim, podem voltar a bater.

 

Jorge 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D