Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



José Mourinho

 

Não é segredo nenhum que sou um admirador confesso de José Mourinho, da sua capacidade de trabalho, do seu exemplo de sucesso, da forma como é capaz de enfrentar o mundo e de defender as suas ideias até ao fim. 

 

Sou leitor habitual de alguns jornais generalistas espanhóis e tenho seguido com alguma atenção a verdadeira batalha psicológica que nos últimos anos três anos se tem travado em Madrid entre Mourinho, os jogadores  e a grande maioria dos jornalistas espanhóis. 

 

Não há duvida que o homem não consegue passar despercebido,  não há meios termos, dele ou se gosta ou se detesta, só que ao contrário do que tinha acontecido na Inglaterra e em Itália, na Espanha 99% dos jornalistas detesta-o. Mesmo os jornalistas da Marca, o jornal do Real Madrid, detestam-no e não perdem uma oportunidade de o atacar.

 

É verdade que Mourinho também é especialista em utilizar estes sentimentos a seu favor, mas acho que em Madrid simplesmente as coisas sairam completamente de controlo, e para ser sincero, acho que esta vez o homem passou em muito a linha do que é ou não razoável.

 

O que vimos esta semana em que após a eliminação da liga dos campeões e quando ainda falta disputar uma final, tem havido quase um ping pong de acusações entre jogadores e treinador, é algo que para mim era inconcevivel de parte dele. A imagem do profissionalismo antes de tudo foi-se. Afinal o homem é humano e não sabe perder.

 

É verdade que a culpa das derrotas não é só dele, mas também é dele, principalmente pela forma como não soube ou não quis pacificar o ambiente à sua volta. É verdade que o balneário do Real Madrid é um poço de egos, mas também faz parte do seu trabalho saber lidar com esses egos.

 

Esta semana saiu a noticia nunca desmentida e supostamente vinculada por alguém da empresa que gere os seus contratos, que tudo isto não passa de mais um mind game para sair do Real Madrid não tendo que pagar as clausulas que assinou no seu contrato... até há uns tempos recusava-me a acreditar, mas hoje já não sei.

 

Depois destes três anos e repito, como admirador do seu trabalho, a sensação com que fico é que Mourinho não entendeu o tamanho da instituição Real Madrid,  não teve a humildade suficiente para parar um pouco para pensar na melhor forma de conjugar a sua forma de ser com a dimensão, a história e os símbolos do clube. 

 

Os três anos que passou em Madrid foram passados numa guerra constante, se calhar deveria ter encaminhado uma parte das energias gastas nestas guerras para algo positivo, entre tantas emboscadas e encruzilhadas, algures perdeu-se a objectividade. E não vale a pena alimentar mais tabus, como estão as coisas ele não tem forma de continuar a ser treinador do Real Madrid, pelo menos com os jogadores actuais do clube.

 

É verdade que o seu trabalho não foi um fracasso, mas sair de Madrid sem uma liga dos campeões e numa guerra aberta com o mundo, não pode ser considerada uma vitória.

 

Não é segredo para ninguém onde vai ele estar daqui a uns meses, esperemos que com a volta a Londres volte algo da objectividade ao seu trabalho.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D