Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E você, o que faria com 4800 Euros por Mês?

por Jorge Soares, em 16.09.14

Marinho Pinto

 

 

Imagem do Ionline

 

Esta semana ficamos a saber que se acabou idílio entre Marinho Pinto e o MPT (Movimento Partido da Terra), pelo que percebi, Marinho Pinto tentou tomar conta do partido arrumando quem já lá estava antes dele e a coisa deu em amuos e quebra do noivado.

 

Marinho pinto que há uns meses dizia ao país que o seu objectivo era ir para Bruxelas e fazer a diferença, rapidamente concluiu que a Europa é muito longe de Lisboa, do poder e dos holofotes das câmaras de televisão, pelo que já mudou de rumo. Pelos vistos o objectivo agora será candidatar-se a primeiro ministro e em caso de não conseguir ser eleito, pelo menos fazer-se eleger deputado. 

 

Para isto irá formar um novo partido pelo qual se irá apresentar como cabeça de lista nas próximas legislativas. 

 

Hoje ficamos a saber qual será uma das suas primeiras medidas se chegar a primeiro ministro, diz Marinho Pinto que 4800 Euros líquidos não dá para muito em  Lisboa, e que o salário de 3500 Euros brutos dos deputados não é digno. 

 

Por acaso até sou dos que concorda que os políticos portugueses não ganham muito, isto claro se não compararmos os 3500 Euros, aos que há que juntar as ajudas de custo e subsídios vários, com os menos de 500 Euros do salário mínimo nacional que ganham milhares de portugueses e com os menos de 800 Euros de salário médio nacional.

 

Não, os deputados não ganham muito, quem ganha muito pouco é o resto dos portugueses, mas eu entendo Marinho Pinto, ele é candidato aos 3500 Euros e já se está a ver a passar necessidades em Lisboa. Nada como começar a chorar desde já para ver se até lá a coisa melhora.... pena que quem o entrevistou não lhe tenha perguntado o que pensa ele do salário mínimo e o que pensa fazer a esse respeito quando for eleito pelo seu novo partido.

 

Sabem o que vos digo? Ele estava tão bem lá por Bruxelas onde ganha uns míseros 18 mil Euros por mês e onde não tínhamos que o aturar.

 

E você, o que faria com um salário de 4800 Euros liquidos por mês?

 

Jorge soares

publicado às 22:09

A vitória do vazio de ideias

por Jorge Soares, em 27.05.14

Martin Sonnenborn

 

Imagem do Público 

 

O senhor ali da fotografia chama-se Martin Sonnenborn e foi 96º e último deputado ao parlamento europeu eleito pela Alemanha, é líder de um partido chamado "O partido" e cuja principal ideia política é não ter ideias nem conteúdos, a sua campanha eleitoral é feita de ataques a tudo o que mexe, seja de direita ou de esquerda e esta vez incluiu slogans como “Merkel é parva”.

 

Certo é que mesmo com este vazio de ideias e propostas, o senhor conseguiu ser eleito e nos próximos 5 anos estará em Bruxelas, presume-se que a esgotar a paciência ao resto dos eurodeputados.

 

Em Portugal não temos (ainda) "O partido", mas não deixamos de ter o vazio de ideias e propostas e em quase todas as eleições aparecem vários Sonnenborn's.

 

Hoje à hora do almoço discutíamos o fenómeno Marinho Pinto, a dada altura perguntei se algum dos presentes fazia ideia das propostas políticas ou sequer sobre qual o posicionamento político do senhor, se é de direita ou esquerda... éramos sete à volta da mesa, tudo pessoas minimamente cultas e informadas, nenhum fazia a menor ideia... 

 

A verdade é que para além das tiradas mais ou menos populistas, ninguém faz a menor ideia sobre quais são as ideias do senhor, onde se vai posicionar, quem vai apoiar, não é o vazio de ideias de Sonnenborn, mas na realidade não anda muito longe. 

 

Eu percebo que as pessoas estejam fartas dos partidos que nos tem governado e das suas falsas promessas, mas será que a solução é mesmo entregar um cheque em Branco a pessoas como o Marinho Pinto?

 

De resto, hoje saiu à luz nas redes sociais o seguinte:

 

O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, defendeu ontem no Parlamento que a violência doméstica não deveria ser crime público. Este modelo inviabiliza a desistência do processo ainda que a vítima assim o pretenda, argumentou o bastonário, pedindo que se deixe às vítimas o poder de acusar ou não.

 

São também conhecidas as ideias do senhor sobre a adopção, a co-adopção e os casamentos entre casais do mesmo sexo... e mesmo assim há quem vote nele... 

 

Por certo, em Novembro o senhor criticou os partidos políticos porque estes recebem três Euros por cada voto recebido, fico à espera do momento em que ele ou alguém do Movimento Partido da Terra, venha a público dizer que  não vão querer receber essas verbas correspondentes a estas eleições.

 

Jorge Soares

 

publicado às 22:05


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D