Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O que faz de alguém um príncipe?

por Jorge Soares, em 03.05.11

O que é um príncipe?

 

Cada vez mais me convenço que eu tenho uma visão do mundo e da sociedade, ou muito à frente... ou muito atrás, não é definitivamente deste tempo, disso tenho a certeza.

 

Ontem à hora do almoço falávamos do casamento "real", do seu mediatismo e do exagero  de tudo o que girou á sua volta, desde o muito dinheiro (mal) gasto, até às muitas horas perdidas por meio mundo que em dia de trabalho ficou especado frente ao televisor a ver como duas pessoas, quanto a mim normalíssimas, participavam numa peça de teatro encenada em nome de algo que definitivamente não faz o menor sentido... a realeza.

 

Existem uma série de motivos que podem tornar alguém importante e merecedor da minha admiração: atletas que conseguem superar todos os outros e são os melhores na sua especialidade, pessoas que com a sua arte conseguem criar obras únicas, pessoas que sacrificam a sua vida pessoal em prol da sociedade,  alguns governantes que conseguem levar paz e bem estar ao seu povo, cientistas que utilizam o seu tempo e a sua inteligência para proporcionar bem estar a todos nós... pouco mais.

 

Está bom de ver que ninguém da casa real britânica cabe nesta lista, reis, rainhas princesas, príncipes... para mim são pessoas banalíssimas. Tirando raras excepções, se olharmos para as várias casas reais europeias, não vemos ninguém que se destaque pela positiva no que quer que seja. Não há um grande desportista, um grande artista, um grande médico, nem sequer um grande soldado. São pessoas completamente medianas e banais, que não fosse a importância artificial que se lhes dá, não sairiam do anonimato. Isto apesar de na maioria dos casos serem pessoas que têm muito mais condições e oportunidades que a maioria dos seus concidadãos.

 

As pessoas falam-me de príncipes e princesas como se fossem uns seres especiais, juro que não consigo entender o que tem de especial esta gente. Alguém me explique, para além do apelido e do berço de Ouro em que nasceu, o que distingue este William que agora se casou de qualquer outro jovem britânico ou Europeu?

 

Ora, sendo ele uma pessoa normal e banal, o que faz dele um príncipe e de todos os jovens do seu país plebeus?, porque tem ele direito a ser rei e  todos os outros não? E porque é que sendo eles personagens banalissimos, há tanta gente que pelos vistos sonha ser como eles... ou seja, banais?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D