Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mulher indemnizada por impotência do marido

 

Hoje foi um daqueles dias, começou com um computador que se recusou a arrancar, e eu que ia cheio de vontade de trabalhar, depois passei metade do dia a instalar tudo de novo e a outra metade a tentar perceber porque é que uma aplicação que funcionava perfeitamente simplesmente passou a não funcionar no dia em que o gajo mais chato e impaciente da empresa decidiu olhar para ela...e na véspera da entrada em funcionamento de uma serie de importantes alterações.... ainda não percebi!
 

Ao fim do dia fui dar uma olhadela pelo Reader, e eis senão quando (esta expressão é o máximo) um post da Mieepe que diz o seguinte:

 

Mulher indemnizada por impotência do marido 

 

Assim de repente esta é uma noticia assustadora.... mais tarde ou mais cedo.... e se a moda pega ....

 

Lendo com mais atenção.. aliás, depois de muito procurar, no site da RTP, lá percebi que quem pagou a indemnização foi a seguradora e não o marido, mas a noticia do correio da manhã não deixa de ser esclarecedora, vejamos:

 

...face à impossibilidade de qualquer relacionamento sexual com o marido, a esposa 'passou a ser acometida de permanente desgosto, apreensão pelo futuro, angústia, irritabilidade fácil e revolta'.

 

Nada que 50000 Euros não resolva!

 

Entretanto, hoje, 31 de Julho, é o dia mundial do orgasmo, "A data foi criada a quatro anos por mulheres inglesas, após descobrirem que 80% da mulheres não chegavam ao orgasmo"

 

80% ????????

 

Sem comentários

 

Jorge Soares

PS:A silly season chegou ao blog

 

publicado às 22:43

Sabem elas fingir o orgasmo?

por Jorge Soares, em 03.07.08

Hoje  a Nave em mais um post muito bem escrito, deixou uma pergunta interessante:

 

"Podem um homem e uma mulher ser só amigos ou está sempre implícito algo mais, um desejo sexual?" 

 

Já lá vou responder, até porque ela fez-me lembrar uma amiga que há muito tempo atrás me perguntou mais ou menos o mesmo.....

 

Podia aqui dissertar sobre isso, mas não o vou fazer, no post a Nave faz referência ao filme  When Harry met Sally - Um amor Inevitável,  um filme fantástico, com diálogos fabulosos  e cenas verdadeiramente hilariantes e onde Meg Ryan e Billy Crystal dão papel a duas personagens que encarnam o conquistador empedernido e a donzela inocente.

 

Entre as cenas disponíveis no youtube, encontra-se uma completamente hilariante em que se discute a capacidade feminina para fingir o orgasmo, não vou comentar, vejam só:

 

Já agora, isto fez-me lembrar um post onde se trata este tema com muita elevação, aconselho a sua leitura, incluindo a posterior discussão nos comentários, um post muito bem escrito que mostra o ponto de vista femenino sobre este assunto, é no blog Audacia, a não perder.

 

Jorge

PS:O SAPO continua impossivel grrrrrrrrrrrr

publicado às 21:56

Aborto, o meu sim serviu para quê?

por Jorge Soares, em 21.03.08

Sexta é dia de vídeo cá no blog, dia que foi instituído em parte porque à sexta costumo estar cansado demais para pensar num post , como estou de férias, até tinha alguns temas, estive quase a pegar na dica da Dona Aranha e escrever  um tratado sobre o orgasmo... mas ia ter que colocar uma bolinha vermelha no blog, também tenho uma receita de frango adiada desde há bastante tempo... enfim, hoje não faltavam temas. Por fim, decidi-me por uma coisa muito mais séria...e que até tem a ver com tudo isto.

 

Passou um ano sobre a adopção da nova lei do aborto, aquela que foi aprovada como consequência dos nossos "Sim". Hoje no Radio Clube havia um fórum sobre esse tema, e uma convidada (lamento, vinha a conduzir e não tomei nota do nome) que dizia que um ano depois, continua a haver aborto clandestino no nosso pais, e que um ano depois, continuam a haver mulheres neste pais que não sabem que existe uma lei que lhes permite abortar legalmente , e que há mulheres neste pais que quando querem abortar, continuam a dirigir-se aos vãos de escada, porque não sabem que se podem dirigir a um hospital e abortar em segurança.... COMO É POSSÍVEL ?

 

Dizia a senhora que diariamente há mulheres que ligam para a linha de apoio à mulher e que não sabem absolutamente nada sobre a nova lei do aborto nem donde se devem dirigir.... COMO É POSSÍVEL ?

 

Eu sempre fui pelo sim ao aborto porque entendia que a situação que vivíamos em Portugal era de uma hipocrisia extrema, porque todos os dias se faziam abortos em condições degradantes para as mulheres, porque morriam muitas mulheres em vãos de escada, porque independentemente da lei, todos os dias se faziam abortos neste pais e eu entendia que o facto de o aborto ser legal ia melhorar a situação.

 

Por favor, passou um ano, como é possível que existam mulheres que continuam a abortar clandestinamente?, como é possível que existam mulheres que não saibam que a lei entrou em vigor?, COMO É POSSÍVEL ?

 

É claro que é possível , é possível porque o verdadeiro problema deste pais está na desinformação, na deseducação , está em que os jovens chegam à idade adulta sem que ninguém lhes tenha falado seriamente sobre o assunto, porque sexo e tudo o que está à volta, neste pais é tabu. Eu lembro-me de estar no 3 ano do liceu na Venezuela e ter feito um trabalho sobre anticoncepcionais, de ter que investigar e fazer uma apresentação na aula. Depois cheguei a Portugal e era sempre o mais informado...porque ninguém, tinha ouvido falar do assunto seriamente... e continuamos assim.

 

Vamos ao Vídeo , há um blog que costumo frequentar que tem esta musica, que eu adoro, é fantástica e esta versão também

 

 

 Jorge

 

 

publicado às 21:32


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D