Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O governo e o jogo do empata

por Jorge Soares, em 03.06.14

Passos Coelho empata medidas

 

Imagem do Público

 

Já ouvi várias versões, Paulo Portas diz que é para "clarificação do pensamento" do tribunal, Passos Coelho diz que é para "tornar mais claros" os aspectos técnicos, entretanto no telejornal, alguém do governo dizia que era preciso questionar a partir de quando são válidas as anulações das medidas... durante o dia ouvia alguém do PSD acusar o tribunal de tomar decisões políticas em lugar de legais... e a ministra das finanças, como já é costume,  ameaça com mais impostos.

 

Não sei o que significa tudo isto, mas sei o que parece a quem desde o lado de fora espera com impaciência que seja reposta a legalidade e devolvido a quem trabalha o que lhe foi retirado contra a constituição:

 

Em primeiro lugar parece que com tudo isto o governo está a empatar, o pedido de esclarecimento tem como efeito imediato que as reposições decretadas pelo tribunal constitucional tenham efeito a partir do mês de Julho e não de Junho como seria lógico dado que a decisão é de 31 de Maio. Isto para já não falar que justo mesmo era que devolvessem tudo o que entretanto já foi descontado.

 

Em segundo lugar, o que é cada vez mais evidente é que para os senhores governantes, e para os partidos que os apoiam, o que dava mesmo jeito era poderem fazer e desfazer sem essa chatice de haver uma constituição para respeitar... se calhar alguém lhes devia explicar que queiram eles ou não, ainda somos uma democracia e que apesar dos seus desejos, esta não foi suspensa como uma vez sonhou Manuela Ferreira Leite.

 

Mal ou bem, é esta a constituição que temos e foi sobre ela que os senhores juraram governar, o tribunal constitucional existe como garante do respeito dessa constituição, não é uma força política nem uma sucursal dos partidos que faz uns jeitos quando é necessário, os juízes estão lá para garantir a lei e esta evidentemente não pode variai ao sabor dos interesses do governo de turno.

 

Talvez Paulo Portas, Passos Coelho e os restantes governantes deviam pensar seriamente se querem ou são capazes de governar com estas leis, se acham que não querem ou não são capazes, o que devem fazer não é tentar arranjar esquemas e pressões para a contornar, é simplesmente meterem o rabinho entre as pernas e a viola no saco e irem chatear para outras bandas. O país precisa de pessoas sérias e competentes, não de quem tente governar no jogo do empata.

 

Jorge Soares

publicado às 22:18

Há quem "sobreviva" com milhares de Euros

por Jorge Soares, em 13.10.13

Paulo Portas

Imagem do Público 

 

Terei sido dos poucos que não atacou o governo quando se começou a falar dos cortes nas pensões de sobrevivência, o meu post "O que é uma pensão de sobrevivência?" teve milhares de visitas e alguns comentários que mostraram que para além do mais há uma enorme confusão sobre o que são pensões de sobrevivência e pensões de reforma... 

 

Para quem na altura não percebeu e para esta vez não deixar dúvidas, sim, eu sou a favor destes cortes e sou a favor de que exista um limite máximo para o valor das reformas, limite esse que deverá ser calculado com base no valor dos salário mínimo nacional, talvez 5 ou 6 salários.

 

Paulo portas acaba de anunciar que os cortes afectarão quem na soma das duas pensões receba mais que dois mil Euros, disse também que o corte afectará no máximo 25 mil pessoas e que a medida terá um efeito de 100 milhões de Euros....

 

Sinceramente custa-me a entender estes números, 100 milhões a dividir por 25000 dá uma média de 4000 Euros de corte por pessoa.

 

Independentemente do facto de Paulo Portas ter mentido ao país quando há umas semanas anunciou que não haveria cortes nas pensões quando acabava de assinar um acordo com a Troika em que estava esta medida, eu continuo a achar que esta vez o governo ficou curto nos cortes.

 

Para mim quem receba acima de 5000 Euros não pode acumular pensões de sobrevivência.. para mim, quem recebe acima desse valor passa a receber zero de pensão de sobrevivência, estes valores vão completamente contra o espírito desta pensão, que recorde-se foi criada para evitar que a morte de um dos conjugues não deixe o outro na indigência.. ora, se com 5000 Euros por Mês alguém é indigente então  o que dizer do resto da população que recorde-se tem um salário médio de menos de 800 Euros?

 

E quem diz que não se deve cortar nada porque as pessoas descontaram isso e por tanto tem direito, só mostra que apesar da minha explicação, não percebeu o que é uma pensão de sobrevivência e que não se deteve a pensar como é que se fazem as contas do valor da reforma... mas isso é assunto para outra altura.

 

Quem costuma passar por cá sabe que sou um critico acérrimo deste governo e das suas políticas de austeridade, mas não critico por criticar.. e esta vez só critico porque ficaram curtos no corte.

 

Update: Retirei as contas dos cortes, porque tal como me disse Pedro Sabido, estas estavam erradas, apesar de as dele também não serem as correctas. Efectivamente o valor do corte deve ser dividido por 14 para se encontrar o valor mensal...ou seja, quem recebe acima de 4000 Euros tem um corte de umas dezenas de Euros por mês.

 

Jorge Soares

publicado às 20:56

Paulo Portas e a Ministra das Finanças

Imagem do Público

 

Enquanto na Suécia Cavaco Silva fala ao mundo de um país maravilhoso e em forte crescimento que existirá algures na imaginação dele, e acusa de masoquismo quem diz que a dívida pública não é sustentável e que é necessário repensar a austeridade, por cá Paulo Portas e  Maria Luís Albuquerque anunciam que afinal as medidas extraordinárias começam a tornar-se definitivas.


Em 2014 continuaremos, pelo menos quem continuar a ter emprego, a pagar a taxa extraordinária de 3,5 %. Gostava de perceber como se consegue obter crescimento se a população mal ganha para chegar ao fim do mês... isso deve ser no mesmo país extraordinário que existe na imaginação de Cavaco Silva... no pais real, no país onde eu vivo, não me parece que isso vá acontecer.

 

Mas Cavaco tem razão numa coisa... somos mesmo masoquistas, afinal as eleições vão passando e quem nos levou e nos mantém nesta situação continua sempre a ter a maioria dos votos e a gerir os nossos destinos... só podemos ser mesmo masoquistas.

 

Jorge Soares

publicado às 21:45

Palmas ... Fado, Fátima.. faltou o futebol

por Jorge Soares, em 07.07.13

Palmas para a vergonha

 

Imagem do Público 

 

É engraçado como são as coisas, depois da semana mais triste, ridícula e insólita da história da política portuguesa, num momento em que o país ainda não sabe quando terá governo e quem tomará conta do seu destinos, eis que os protagonistas de toda esta palhaçada se reúnem para ir à missa... e é velos todos sorridentes a cumprimentar-se. 

 

Tal como podemos ver na fotografia, Cavaco Silva, Paulo Portas, Passos Coelho e Assunção Cristas juntaram-se não para discutir o futuro do país, que isso não deve interessar muito nesta altura, juntaram-se para prestar vassalagem ao novo cardeal. E é claro que este tinha recados para dar a tão ilustres convidados, não sobre o que se passou na última semana, o senhor tinha recados sim, sobre a família e sobre a forma como esta deve ser gerida... como se fosse altura para falar de coisas destas.. mas pelo menos já ficamos avisado que também na igreja portuguesa só mudaram as moscas.

 

Mas o mais interessante de tudo isto é que pelos vistos, há quem ache que o que se passou esta semana em Portugal foi um espectáculo digno de se ver, é que rezam as crónicas que tanto Passos Coelho como Cavaco Silva foram aplaudidos à entrada para a missa nos Jerónimos... o que só pode significar que a malta do Fado Fátima e Futebol... continua a ir à missa... o resto do país com o calor que estava.. deve ter ido para a praia, que não há pachorra para aturar esta gente.

 

Gostava de perceber como é que convocar eleições era tão mau para o país e deixar esta situação arrastar-se por uma semana sem dar cavaco ao país, à Troika ou aos mercados pode ser bom, e como é que o Presidente da República tem tempo para ir à missa mas só durante a semana que vem tem tempo para ouvir os partidos sobre uma situação que pode decidir se o país vai ou não precisar de um segundo resgate... ou será que antes de decidir tem que se confessar e perguntar ao novo cardeal a sua opinião?

 

Também gostava de perceber como é que na Antena 1 há uma jornalista que diz que o candidato ao trono esteve presente... Candidato ao trono?, Mas nós temos candidatos ao trono? Viramos monarquia e ninguém me contou?

 

Jorge Soares

 

publicado às 22:33

Irrevogável... talvez.. ministro de quê?

por Jorge Soares, em 04.07.13

Portas e Passos Coelho

Imagem do Público

 

Antes de ontem era uma decisão irrevogável, ontem ao fim do dia ele ia perguntar ao partido, hoje de manhã ia negociar mas não ia fazer parte do governo... as últimas notícias dizem que parece que afinal já vai ser ministro com mais poderes e tudo...... está visto que há pessoas de convicções e de palavra... das convicções que dão jeito na altura e de palavra fácil, não certa. (Claro que tudo isto são sacrificios em nome do país... nada como um tacho ....)

 

Alguém sabe quando termina esta telenovela triste, deprimente e ridícula?.. não parece mas é dos destinos de todos nós que eles estão a tratar nestas negociações de de pobre nível.

 

E a todas estas, alguém sabe onde anda o Presidente da República?

 

Jorge Soares

publicado às 16:40

Paulo Portas

 

Imagem de aqui 

 

Após a mais que polémica escolha de Passos Coelho para a substituição do Ministro Gaspar, era quase evidente que Paulo Portas estaria a engolir muitos sapos, pelos vistos eram sapos a mais e hoje foi a sua vez de bater com a porta.

 

Resta saber se com o ministro portas vão todos os restantes ministros do CDS e o apoio na assembleia da República ou se é só Portas e se mantém a maioria.. e resta saber o que pensa Cavaco Silva de tudo isto.... mas acho que não restam dúvidas a ninguém que o tempo deste governo se esgotou.

 

Jorge Soares

publicado às 16:38

O político mau..e o político pior

por Jorge Soares, em 06.05.13

Portas e Passos Coelho

 

Imagem do Henricartoon

 

Depois de ouvir o Passos Coelho primeiro e o Paulo Portas depois, fiquei com uma duvida, eles não estiveram horas e horas em concelhos de ministros a discutir aquelas medidas? 

 

E por acaso o Paulo Portas e os restantes ministros do CDS faltaram a esses conselhos de ministros? se não faltaram e disseram lá o que o Portas disse ontem na televisão, como é que o Passos Coelho envia aquilo para a Troika e vem anunciar as medidas na televisão? Se não chegaram a acordo como é que as medidas são apresentadas e dadas como certas?

 

Ou será que o Portas além do ministro desaparecido do mapa também entra calado e sai mudo dos conselhos de ministros? E se é para ser oposição assim à descarada, não era melhor o CDS sair do governo primeiro?

 

Mas estes senhores tem consciência da triste figura que fazem com estas coisas? E será que dá para saber quem manda realmente neste país quando um desautoriza o outro desta forma?

 

Jorge Soares

publicado às 23:21

Vende-se submarino quase novo, motivo à vista!

por Jorge Soares, em 14.05.12

Submarino parado por falta de dinheiro para combustível

Imagem do Público 

 

Hoje ficamos a saber que devido à falta de dinheiro provocada pelos cortes efectuados no orçamento da Marinha tem havido um reajustamento na realização de exercícios militares, envolvendo a utilização de combustível 

 

Convém recordar que o submarino em questão foi comprado na época em que Paulo Portas era o responsável pela pasta da defesa e que custou 500 milhões de Euros, mais coisa menos coisa.

 

Era bom que aqueles que defenderam com unhas e dentes o gasto de mil milhões na compra dos submarinos e a sua importância para a protecção e defesa das nossas costas, nos explicassem que tipo de missões de defesa e protecção conseguem eles efectuar sem que esteja envolvida a utilização de combustíveis.... 

 

Jorge Soares

PS:Já agora, alguém sabe por onde anda o Paulo Portas?

publicado às 13:20


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D