Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Assim não somos Porto, nem somos futebol!

por Jorge Soares, em 24.02.16

madureira.jpg

 

Imagem do Record

 

Fernando Madureira esteve esta segunda-feira com amigos na taberna do pai de Jorge Ferreira, juiz que apitou o jogo no Capital do Móvel entre o Paços de Ferreira e o Benfica. O líder dos Super Dragões surgiu no estabelecimento cerca das 21H30, já para lá da hora de fecho do mesmo e o progenitor de Jorge Ferreira negou-se a servir o grupo que terá questionado "onde está o gatuno?". As autoridades não tardaram em chegar ao local, de acordo com o "Jornal de Notícias".

 

Não vi o jogo do Benfica, não faço ideia se o árbitro errou muito ou pouco, não sei se era penalty ou não, sei sim que o que está a acontecer com o árbitro Jorge Ferreira não é digno do futebol. Sou e serei sempre adepto do Porto, já era antes de haver claques organizadas e espero continuar a ser depois de alguém as banir definitivamente do estádio do Dragão.

 

Como adepto  do Porto e do futebol não me posso rever em comportamentos deste tipo, tal como não me revejo nos comentários de hoje de Pinto da  Costa sobre tudo isto. Não me posso rever na cobertura que é dada às claques em comportamentos deste tipo, que tanto podem acontecer  com árbitros e com jogadores ou adeptos de equipas adversárias, como com adeptos, treinadores e jogadores da própria equipa.

 

Visto de fora o que parece é que se criou e alimentou um enorme monstro, monstro que é muitas vezes utilizado em prol dos supostos interesses do clube (?) e de  alguns. Mais tarde ou mais cedo o monstro vai-se virar contra os seus criadores, pode demorar mais ou menos tempo, mas chegará o dia em que por qualquer motivo as vitimas da intimidação serão os dirigentes da SAD ou do Clube.. talvez nessa altura quem de direito perceba que há muito  já se foi longe demais.

 

O futebol português já foi uma festa familiar em que os pais levavam os filhos ao futebol, hoje há jogos da  primeira liga em que os espectadores não chegam aos milhares, os estádios estão cada vez mais às moscas, há muitos jogos em que os únicos apoiantes das esquipas são mesmo as claques e muito pouca gente se atreve a levar os filhos ao futebol nos jogos em que possa haver alguma rivalidade.

 

É claro que tudo isto faz com que os clubes não tenham apoio nem receitas e na maior parte dos casos  vivam de esquemas e da falta de pagamento a atletas e fornecedores, o que converte a competição numa enorme mentira onde quem é honesto não consegue competir com quem vive de mentiras e ilusões.

 

Voltando ao inicio, não vi o jogo do Benfica nem nenhum dos lances de que é acusado o árbitro, mas vi o resumo do jogo do Porto e sinceramente tenho muitas dúvidas no penalty sobre o Maxi que iniciou a reviravolta do resultado...  A mim o que me parece é que o árbitro errou tal como terá errado o do Benfica, e como irão de certeza errar outros árbitros a favor e contra o Porto... O árbitro faz parte do jogo, é humano e portanto erra, tal como erram os avançados, os defesas e os guarda redes... E tal como erram os dirigentes, ou alguém tem dúvida que dar uma segunda época ao Lopetegui  foi um enorme erro?...

 

E será que não contratar um defesa central em Janeiro e ainda por cima mandar o Maicon para o Brasil, não foi outro  enorme erro que poderá custar muito caro? Quanto irão custar estes erros dos dirigentes ao Porto? Mas é claro que isso não interessa nada e se começar a interessar, arranja-se forma de usar a claque a desviar as atenções.

 

Assim não somos Porto, e sobretudo, assim não somos futebol,

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:19

Volta Vitor Pereira .....

por Jorge Soares, em 24.11.13

Paulo Fonseca

Imagem do HenriCartoon

 

Eu juro que não queria ter que dizer isto, lá muito no fundo eu até tinha medo de chegar a este momento, mas infelizmente isto está mesmo a acontecer.

 

Não, não falta ali o estás perdoado, porque simplesmente não há nada a perdoar a Vítor Pereira, tenho o maior respeito por Pinto Da Costa, mas quanto a mim ele cometeu uma enorme injustiça com um treinador que não só foi bicampeão como conseguiu por a equipa a ganhar e a jogar bom futebol.

 

Não tenho nada contra Paulo Fonseca, fez um trabalho fantástico no Paços de Ferreira , mas no Porto chegar a um terço do campeonato sem uma ideia definitiva do que quer da equipa, sem um esquema táctico definido, sem uma ideia do que quer para o futebol, é mau... muito mau mesmo.

 

Terei sido dos poucos que defendeu Vitor Pereira, disse e volto a repetir:

 

Haverá muita gente a dizer que o Porto foi campeão apesar do seu treinador, para mim fomos campeões graças ao treinador, sou um admirador dos jogadores e dos treinadores portugueses e é claro que a minha opinião vale o que vale, mas quantos treinadores seriam campeões depois de em dois anos seguidos terem de reconstruir a equipa depois da saída dos seus melhores e mais influentes jogadores?


É evidente que Paulo Fonseca também teve que reconstruir o meio campo, João Moutinho é para mim um dos melhores jogadores portugueses de futebol e não é fácil de substituir, mas este treinador tem muito mais soluções e alternativas das que tiveram  a maioria dos anteriores.

 

Sempre olharam para Vítor Pereira de lado porque era o adjunto, há muita gente a dar o beneficio da dúvida a Paulo Fonseca, porque é o treinador escolhido por Pinto da Costa, além disso, o Porto é um clube diferente, não se despedem treinadores por dá cá aquela palha, mas ninguém é infalível, até Pinto da Costa se engana, foi ele que contratou Co-Adrianse, Luigi Delneri ou Vitor Fernandez.... Paulo Fonseca pode vir a ser um grande treinador no futuro, mas neste momento falta ali qualquer coisa......

 

Sei que é impossível, mas por mim Vítor Pereira voltava já... quanto a Paulo Fonseca, espero estar enganado, e não terei problema nenhum em escrever um post a admitir isso mesmo se com ele no banco o Porto vier a ganhar este ano o campeonato.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:09

Porto ganhou na Luz

Imagem do Público

 

 

Contra todas as previsões, e se calhar contra os desejos de muitos adeptos do Porto que querem (queriam?) ver o Vitor Pereira pelas Costas, o Porto acaba de uma vez mais ganhar no Estádio da Luz.

 

Os adeptos do Porto começaram a torcer o nariz a Vitor Pereira desde o primeiro dia em que Pinto da Costa o anunciou como treinador, a maioria teve imensa dificuldade em aceitar a escolha de uma figura menor. Habituados a ganhar todos os jogos e a ter um treinador que para além de dominar as competências técnicas, tinha uma forma de estar e de comunicar que enchia as medidas até ao mais ferrenho dos portistas, foi muito complicado aceitar uma figura muito mais apagada, com evidentes dificuldades em lidar com a comunicação social e que à primeira vista estaria muito longe, a todos os níveis, de Villas-Boas.

 

A verdade é que independentemente do que possa acontecer daqui até ao fim do campeonato, o Porto neste momento é líder, é a equipa com a defesa menos batida, o melhor ataque e hoje Victor Pereira mostrou que nos momentos da verdade, e ao contrário do que era normalmente acusado, é um treinador que sabe mexer na equipa e que quando é necessário consegue arriscar tudo em prol da vitória. Eu ouvi o jogo pela rádio e confesso que me deu um certo gozo ouvir as vozes de espanto dos comentadores quando, a perder no Estádio da Luz, Victor Pereira tirou defesas  para meter atacantes e a equipa remeteu o Benfica para a sua área.

 

Ainda esta semana e com o Porto em primeiro lugar, havia adeptos  a prever o descalabro em Lisboa e a acusar Pinto da Costa de estar mais virado para a jovem namorada que para a equipa, só isso explicava que Victor Pereira continuasse no banco do Porto.... hoje, o treinador  mostrou que afinal Pinto da Costa não anda assim tão distraído e que a posição da equipa no comando da classificação e com excelentes índices, não é fruto do acaso... e não, não são as notas artísticas que ganham os jogos, são a qualidade, a garra e o querer.

 

Podem acontecer muitas coisas até ao fim do campeonato, mas hoje Victor Pereira confirmou que merece o meu respeito como adepto do Porto.

 

{#emotions_dlg.porto}

 

Jorge Soares



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Os sonhos do André não cabem naquela cadeiraImagem do Público

 

Uma das coisas boas de sonhar é que atrás de cada sonho vem outro sonho, quando Andrés Villas-Boas disse há uns meses atrás que estava na sua cadeira de sonho, a maioria dos adeptos do Porto entendeu que ele tinha realizado o seu sonho e que portanto ficaria ali, naquela cadeira de sonho, para o resto dos seus dias... ou pelo menos até que eles se fartassem dele.

 

Evidentemente para André, a realização de um sonho não é o fim do caminho, é só o principio, ele cumpriu um sonho, treinar o clube do seu coração, estar do outro lado, sofrer e ganhar por dentro. Sonho cumprido, a vida segue, que há mais sonhos, muitos sonhos que como seria de esperar, não cabem naquela cadeira.

 

Li nos últimos dois dias dezenas de mails de adeptos do Porto, 99% sente-se traído, todo o mundo acreditava que ele não era mais um, Villas-Boas não estava ali pelo dinheiro, ele era um de nós, estava ali porque ama o Clube e portanto faria qualquer coisa por ele. E não vale a pena tentar explicar que tanto ele como os jogadores, qualquer jogador, está ali porque aquela é a sua profissão, uma profissão paga a peso de ouro é verdade, mas não passa disso, uma profissão. Como deveria acontecer com cada um de nós nas nossas profissões, eles para além de quererem jogar ou treinar, querem evoluir, ser melhores, ter mais prestigio, ganhar mais, jogar em melhores campeonatos.... e não há amor à camisola que se sobreponha a isso. Ninguém alimenta a família com amor à camisola. 

 

De resto, não tivesse a época sido o sucesso que foi e seriam os mesmos que agora o acusam de traição a exigir a sua cabeça, e ninguém lhe iria querer pagar os 15 milhões para que se fosse embora.

 

O agora Ex-treinador do Porto é um homem de sonhos, um homem que não se acomoda,  não é homem de viver dos sucessos acumulados, até porque a época passada foi muito bonita, mas já é história, agora a vida continua, e lá fora há muito mais a conquistar que por cá. Apareceu alguém que lhe ofereceu a oportunidade de conquistar o mundo de uma forma que nunca seria possível por cá, como seria de esperar ele não olhou para trás.

 

Todos deveríamos seguir o exemplo de Pinto da Costa, que mais uma vez soube ler os sinais e ter a consciência da realidade dos terrenos que pisa,  não demorou nada a aparecer uma nova aposta, há sempre mais gente a sonhar,  e ninguém lhe ouviu uma palavra de rancor ou de azia, quantos clubes receberam até hoje 15 milhões de Euros por ceder um treinador?

 

Acho que como portistas devemos agradecer o trabalho bem feito e a época de sonho que todos vivemos, e desejar a André Villas-Boas a melhor das sortes em todos os novos desafios, que ganhe todos os jogos, menos os que jogue contra o Porto .... a vida segue e nós temos que seguir com ela.

 

Jorge Soares

PS:Só mais uma coisinha... não leves muitos jogadores contigo {#emotions_dlg.porto}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D