Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando o futebol não é um bom exemplo

por Jorge Soares, em 14.10.20

selecçao.png

Imagem da Net (que a tirou do Twitter do CR)

Já todos terão visto a fotografia acima, andou a circular pelas redes sociais e pelos sites dos media de Portugal e de meio mundo, não sei se o teste foi feito antes ou depois da refeição em grupo, sei que a fotografia foi publicada no Twitter por Cristiano Ronaldo quando já ele estava em confinamento depois de acusar positivo no teste do COVID.

Se há coisa de que todos ouvimos falar de Março para cá foi de distanciamento social, até ao ponto que  muitos de nós já nos faz impressão ver ajuntamentos beijos e abraços nos filmes e series na televisão. Há regras para o número de pessoas que se podem juntar na rua, nas esplanadas e nos restaurantes, agora até vai ser publicada uma lei que vai obrigar a usar máscara na Rua.

A selecção portuguesa juntou-se na casa das selecções em Oeiras no inicio da semana passada, Ronaldo é o terceiro jogador a testar positivo, depois de José Fonte e Anthony Lopes, entretanto jogaram com a Espanha no Porto, a França em Paris e a Suécia em Lisboa. Fernando  Santos diz que eles estão numa bolha protegida, bom, então e com quantas pessoas contactaram  durante as viagens, os jogos, nos hotéis, nos transportes, será que não era de bom senso manterem no mínimo as regras de distanciamento social?

Segundo as normas da DGS, todos os contactos próximos de alguém que teste positivo devem ficar em quarentena preventiva durante 14 dias, bom, ou já passaram 14 dias desde que foi tirada a fotografia, ou alguém me explica porque é que na televisão o Pepe, que está a meio metro do Cristiano na Fotografia, está no momento em que escrevo este post, a fazer um jogo fantástico (mais um) contra a Suécia? Não deveria estar em quarentena? 

Não, o facto de ter testado negativo no mesmo dia em que CR testou positivo  não quer dizer nada, o vírus pode demorar até 14 dias a evoluir!

Sabendo que já tinha havido casos positivos na selecção, qual é o exemplo que fica da fotografia acima? Sim, nós sabemos que eles treinam e jogam juntos, mas será que era assim tão difícil evitar o péssimo exemplo para o país, tinham mesmo que estar à mesa todos juntos e uns em cima dos outros?

No outro dia correu o mundo uma outra fotografia futebolística, antes do Jogo Espanha-Alemanha, os jogadores perfilaram-se junto aos árbitros para ouvirem os hinos, de um lado os espanhóis juntinhos, do outro os alemães mantendo a distância social. Qual é que é mesmo o país da Europa com mais casos positivos e que até já tem uma grande parte da sua capital confinada?.... Na Espanha já se chega perto de um milhão de casos.... 

É isto, cuidem-se

Jorge Soares

publicado às 20:48

entubado.jpg

Imagem da Net

Um destes dias em conversa alguém me dizia que a imagem que temos do Trump é a que os meios de comunicação nos querem mostrar, ele na realidade não é nada daquilo, é tudo um exagero, é só a forma como a esquerda o quer ver e mostrar.

Quando se trata de ideologias, as pessoas acreditam no que querem ouvir, é verdade, mas quando falamos de Trump, não há como escapar ao que ele diz e faz, afinal todos o ouvimos sugerir o consumo de detergente para limpar os pulmões e eliminar o vírus.... houve até quem o ouvisse e fosse mesmo beber derivados de lixívia. Todos o ouvimos dizer que a Páscoa ia ser festejada normalmente, que íamos ter uma vacina antes de Novembro, que vai haver uma cura até ao fim do ano, etc.

Esta semana ouvimos algo como: "Foi uma sorte ter apanhado o vírus" ou ”Vou garantir que o tratamento que me foi dado vai existir para todos os americanos e vai ser gratuito"

Nos estados Unidos foram contabilizados até hoje 214 184 mortos, desde que Trump foi hospitalizado na outra sexta-feira, morreram mais de 5000 pessoas, será que as famílias dessas 5000 pessoas também acham que foi uma sorte os seus familiares terem apanhado o vírus?

Por aquilo que eu li, Trump foi tratado com um cocktail de medicamentos, entre eles está um medicamento experimental feito com células de fetos que nem sequer está aprovado. Está também o Remdesivir, um antiviral que é utilizado nos doentes que estão nos cuidados intensivos e que ajuda a acelerar a recuperação. 

Nenhum dos medicamentos é a cura para o vírus, são tratamentos extremamente caros e não há hipótesse nenhuma de poderem ser fabricados em quantidade suficiente para ser administrados nem sequer aos actuais infectados nos Estados Unidos, muito menos a todos os  americanos.

No momento em que estou a escrever este post estão contabilizados 1 073 780 de mortos por Covid  em todo o mundo, mais de 214 000 só nos Estados Unidos. Desde o início da pandemia Trump tem feito um esforço enorme por desvalorizar estes números. Cada vez que o ouço fico sempre com a sensação de que isso dos mortos não interessa nada, desde que ele possa continuar no poder e não seja ele a morrer.

Há quem ache que as medidas não servem para nada, a questão é: Sem elas quantas pessoas mais teriam morrido no mundo? E em Portugal? É verdade que todos os dias morrem milhares de pessoas de outras doenças, mas convenhamos, na maior parte dos casos não há como fugir a essas doenças, neste caso há. 

Hoje tivemos noticias em Portugal de pelos menos dois hospitais saturados e sem mais capacidade para internamentos nos cuidados intensivos, isto apesar dos reforços que foram feitos desde Março até agora. Quantas vezes isso aconteceu neste país nos últimos cem anos? Há gripes todos os anos, todos ouvimos falar de muitas horas de espera nas urgências, mas quando tínhamos ouvido falar de cuidados intensivos sem capacidade para receber mais doentes? Dá que pensar, se calhar isto não é mesmo uma gripezinha.

Fiquem bem 

Jorge Soares

publicado às 21:20

Quando o jornalista vira noticia, é mau!

por Jorge Soares, em 28.09.20

jornalista.jpg

Imagem do Facebook

O senhor da fotografia chama-se Cláudio França, é jornalista, fez o caminho dele como jornalista, estudou, entrou para a televisão como estagiário e na semana passada esteve a apresentar as noticias do fim de semana. Começou como muitos outros jornalistas antes dele e muitos outros se seguirão de certeza, num horário matinal e ao fim de semana.

O certo é que de repente o Cláudio passou de ler as noticias a ser a noticia, primeiro nas redes sociais e depois inclusivamente noutros meios de comunicação.  Não sei que influência terá todo este barulho na futura carreira do Cláudio, mas quanto a mim há algo de muito errado nisto tudo.

Quando eu olho para a fotografia eu vejo uma pessoa de óculos, bem vestido e bem apresentado, por acaso calhou um destes dias ver o o Cláudio a apresentar as noticias e pareceu-me concentrado, com boa dicção e profissional.

Isto foi o que eu vi, o que viu o resto do mundo? Um negro com rastas no cabelo a ler as noticias na SIC. Não conheço o Cláudio, mas acho que ele dispensava este barulho todo, o barulho de quem critica porque viu um gajo negro de rastas a ler as noticias, como o barulho de quem aplaude porque está um jornalista negro de rastas a apresentar as noticias da SIC.

Todos nós deveríamos olhar para a televisão e ver um  jornalista a apresentar as noticias. Ponto!

Enquanto o jornalista virar noticia porque é negro e usa rastas, continuará a haver muita coisa errada no mundo.

Fiquem bem

Jorge Soares

publicado às 22:38

dedo.jpg

Imagem do Facebook da Marta

“Propomos que [a] todas as mulheres que abortem no Serviço Público de Saúde, por razões que não sejam de perigo imediato para a sua saúde, cujo bebé não apresente malformações ou tenham sido vítimas de violação, devem ser retirados os ovários, como forma de retirar ao Estado o dever de matar recorrentemente portugueses por nascer, que não têm quem os defenda no quadro actual.”  

É até difícil de comentar, é muito difícil de acreditar que em 2020, já na segunda década do século XXI, exista alguém que de forma séria(?) seja capaz de apresentar tal ideia para ser incluída no programa de um partido, mas aconteceu mesmo, em Portugal... em 2020. O autor do aborto de ideia existe mesmo e dá pelo nome de Rui Roque, ex-militante do Partido Nacional Renovador (2007-2014) e do Aliança (2019), actual militante do Chega, o partido de André Ventura.

Sim, é verdade que a moção foi rejeitada, mas acreditemos ou não, segundo o Observador, houve 38 militantes do tal partido que votaram a favor da ideia. É caso para dizer CHEGA!

Há muito quem acredite que nas próximas eleições o André Ventura e o partido(?) dele serão a terceira força política, a sério? Um partido que tem entre as suas fileiras pelo menos 38 pessoas que apoiam uma ideia destas pode mesmo a vir a ser importante em Portugal?  Vou emigrar para onde?

Vamos lá ver, se às mulheres que abortam vão-lhes retirar os ovários, aos palermas que vão pelo mundo fazendo filhos a torto e a direito vão cortar-lhes os tomates?  E aos que  apesar dos testes de ADN se negam a reconhecer os filhos e nunca pagam a pensão de alimentos deixando as mães a criar e educar as crianças  sozinhas vão cortar-lhe o coiso? E o que propõe fazer aos violadores?

Independentemente de a moção ter sido rejeitada ou não, convém percebermos que é deste tipo de pessoas que se faz um CHEGA, o populismo é isto.  Falar contra os ciganos, contra quem sobrevive com um RSI, com um subsidio de desemprego. O populismo é meter todas as pessoas no mesmo saco, porque os ciganos são todos iguais e nenhum gosta de trabalhar, porque as pessoas só recebem subsídios de desemprego porque não querem trabalhar e claro, as mulheres só abortam porque querem, não é por falta de educação sexual em casa, na escola, na sociedade, ou porque a miséria as obriga a dizer sim, mesmo quando querem dizer não.... porque as mulheres são todas iguais e cabem todas no mesmo saco, como os pobres, os refugiados, os emigrantes.

No outro dia algures a meio de uma caminhada alguém me disse que ia votar no Ventura só porque sim, só para chatear... bom, é nisto que essa pessoa vai votar, só para chatear.

Nestas alturas fico triste e deixo de acreditar no mundo.

Jorge Soares

publicado às 22:40

Somos um atraso de vida!

por Jorge Soares, em 22.10.18

atrasodevida.jpg

 

Hoje de manhã numa das crónicas da  Antena 1 alguém contava que recebeu este mês uma multa de transito do dia 15 de Outubro de 2017, tinha sido apanhado em excesso de velocidade quando ia algures a tentar fugir do fogo numa estrada rodeada de incêndios por todos lados... vá lá a gente perceber porque é que a GNR estava a medir velocidades no meio da maior catástrofe que aconteceu em Portugal no século XXI.

 

Bom, eu em Agosto estive de férias em França, aluguei um carro e andei a visitar pequenas cidades algures entre Poitiers e Bordéus. Munido de GPS dei por mim a percorrer kms e kms de estradas rurais, estradas onde tão depressa temos limites de 90, como de 70 porque há um cruzamento, como de 50 porque há uma casa de cada lado, como voltamos aos 90... 

 

Quem me conhece sabe que na estrada eu não abuso, cumpro os limites e pronto, algures numa terça-feira às 15:35 não devo ter visto um sinal de 70 e continuei a 90 precisamente onde havia um radar. Na quarta às 14 eu tinha um mail da companhia de aluguer a avisar-me que tinha uma multa e que me iam identificar às autoridades francesas. 

 

Na segunda-feira seguinte quando estava no aeroporto de Bordéus à espera de entrar para o avião para voltar para casa, decidi ir ver o mail. Lá estava o mail das autoridades de trânsito francesas com os avisos e as instruções todas para carregar num link e caso o pretendesse, pagar a multa. 

 

Reparem, eu fui multado na terça às 15:35, na quarta às 14 já a companhia de aluguer tinha sido avisada, na segunda seguinte, menos de uma semana depois, já eu tinha sido notificado e tinha as instruções para pagar a multa... que era mais barata se eu carregasse no link no prazo de 7 dias. Tinha uma semana para o fazer , caso contrário o link deixava de ser válido e a coisa seguia o procedimento normal e claro, pagava o máximo.

 

França é muito maior que Portugal, a julgar pelos que eu vi, deve haver milhares e milhares de radares, milhões de multas .... eles demoraram uma semana a tratar da burocracia com a companhia de aluguer e a enviar-me a multa por mail com tudo pronto para eu entrar no link, escolher o modo de pagamento, colocar os dados e pagar. ... cá demoram meses e meses para enviar a multa e há milhares de multas que prescrevem porque não são tratadas a tempo.

 

Se os franceses conseguem, porque é que nós não conseguimos? Porque somos um atraso de vida!

 

Não é que interesse muito para o caso, durante uns segundos ainda pensei se carregava no link ou não, decidi que sim, se eles demoraram  menos de uma semana a tratar da papelada toda.. .de certeza que a multa me ia chegar a casa. Paguei 45 Euros, eles aceitam cartões de crédito, paypal, transferências, o que preferires.

 

Jorge Soares

 

PS:Hoje não caminhei ... mas escrevi um post.  

publicado às 22:49

espirito santo.jpg

Imagem de aqui

 

Ontem à noite o noticiário abriu com imagens da Cidade de Espírito Santo no Brasil, com a policia em greve a violência e o crime desataram-se. No ecram sucedem-se as imagens de violência, lojas pilhadas, tiroteios e corpos espalhados. Não soubéssemos que tudo isto se passa no Brasil e bem que podiam ser imagens das guerras civis da  Síria ou do Iraque, tal o grau de violência que nos entra pelos olhos dentro.

 

As últimas imagens são as dos camiões militares a despejar soldados armados até aos dentes enviados pelo governo brasileiro para tentarem tomar conta da situação. 

 

Por momentos voltei à Caracas de 27 de  Fevereiro de 1989, quando os protestos pelo aumento dos transportes degeneraram numa espiral de violência que deixaram centenas de mortos e milhares de lojas saqueadas. Recordo que a situação só começou a acalmar quando o governo despejou milhares de soldados como os da fotografia por toda a cidade.

 

Ontem não foi fácil explicar aos meus filhos o que se estava a passar nas imagens da televisão, após perceberem a questão foi imediata: 

 

- Cá pode acontecer?

 

Não, cá não pode acontecer, primeiro porque por cá a policia não pode fazer greve e segundo, porque, mesmo que a polícia fizesse greve, o nível de violência e civismo da sociedade portuguesa não tem nada a ver com os do Brasil ou da Venezuela.

 

Há quem ache que em Portugal há criminalidade e insegurança, é nestas alturas, quando temos um nível de comparação com o que se passa noutros países e noutras sociedades, que percebemos que afinal... vivemos no céu... só que não sabemos.

 

Jorge Soares

publicado às 13:15

Afinal, o que é isso de ser Português?

por Jorge Soares, em 03.02.17

Bandeira

 

Ontem no Parlamento foram discutidas (ver noticia) duas propostas de alteração à lei da nacionalidade, por um lado o Bloco de Esquerda propunha que qualquer pessoa que nasça em Portugal seja Portuguesa sem interessar quem são os seus pais, por outro lado o PSD propunha que os netos de Portugueses sejam portugueses de forma automática nasçam onde nasçam.

 

A proposta do Bloco foi rejeitada por todos os restantes partidos, a do PSD foi aprovada com uma pequena alteração, os candidatos devem falar português e mostrar ligação a Portugal.

 

Alguém me explica porque é que alguém que nasce e vive em Portugal é menos português que outra pessoa qualquer que nasceu e viveu noutro país,  só porque esta tem avós portugueses  e fala Português?

 

Eu vivi 10 anos na Venezuela, a grande maioria dos filhos de portugueses que por lá conheci não falam uma única palavra de português, nunca puseram os pés em Portugal e se lhes perguntarem, dizem com muito orgulho que são Venezuelanos... no entanto, por lei, como filhos de portugueses, tem direito automático à nacionalidade portuguesa... como é que podem ser mais portugueses que alguém que cá nasceu e sempre cá viveu? Que sentido é que isto faz?

 

Depois dizem que não somos xenófobos nem racistas.... pois.

 

Afinal, o que é isso de ser Português?

 

Jorge Soares

 

 

publicado às 10:27

portugal.jpg

 

 

Honra seja feita aos campeões, mas sobretudo, honra seja feita a Fernando Santos, ele acreditou desde o inicio, todos acharam que ele estava maluco quando disse que ia a França para ser campeão da Europa, todos se apressaram a criticar quando os jogos da primeira fase não saíram como mais desejávamos... Ele continuou a acreditar, repetiu uma e outra vez que só voltava a Portugal no dia 11

 

Muitos vaticinaram que não passaríamos da primeira fase, depois todos os comentadores eram unânimes, com aquele futebol não passávamos a Croácia... Não jogávamos  o suficiente para passar a Polónia... e não gabaríamos ao País de Gales. Ele continuava a repetir, só voltava no dia 11.... ele não era só o homem da estratégia, por vezes parecia que era o único que acreditava... ele só voltava a casa no dia 11.. ele sozinho levava o país às costas.

 

E só volta dia 11, e volta com a taça... volta como campeão da Europa... todos os jogadores merecem esta vitória porque foram eles dentro do campo que deram tudo para a conseguir, mas  ele merece um pouco mais que todos os outros e que todos nós, porque ele acreditou que era capaz e contra ventos e marés... conseguiu.

 

Uma palavra para o Éder, o jogador que todos os portugueses deixaríamos  em casa e que hoje marcou um golo que vale um campeonato da Europa... e outra para o Cristiano Ronaldo, hoje teve azar e saiu em lágrimas do jogo, mas não há dúvida que é dele uma parte enorme deste título.... 

 

Obrigado Ronaldo, obrigado Éder, obrigado Fernando Santos, obrigado Selecção, em meu nome e no de todos os portugueses. OBRIGADO

 

Jorge Soares

 

publicado às 23:46

cartãodocidadão.jpg

 

Imagem de Lusopt

 

"Pelo artigo 5.º da Lei n.º 7/2007, de 5 de Fevereiro, é proibida a reprodução do cartão de cidadão em fotocópia ou qualquer outro meio sem consentimento do titular, salvo nos casos expressamente previstos na lei ou mediante decisão de autoridade judiciária. Não é permitida a retenção ou conservação do cartão de cidadão, para verificação de identidade que se mostre necessária por qualquer entidade pública ou privada, salvo nos casos expressamente previstos na lei ou mediante decisão de autoridade judiciária." (de lusopt)

 

Hoje foi noticia que para além de ser ilegal, vai passar a dar direito a multa de até 750 Euros para quem tirar ou pedir a fotocópia.

 

Por volta da hora do almoço tive que ligar para a empresa do cartão de crédito para confirmar que não estava a ser roubado por uma empresa de telecomunicações (estava!). Depois de me darem a informação pretendida fui confrontado com o seguinte:

 

-Tenho aqui a indicação de que a fotocópia do seu cartão de cidadão que temos connosco está desactualizada, pode enviar-nos uma actualizada?

-Eu acabo de ler algures que tirar fotocópias do cartão do cidadão é ilegal e até pode dar direito a multa.

-Mas eu tenho aqui a indicação para pedir outra.

-Mas isso é ilegal!

-Eu tenho indicação para pedir, e de certeza que lhe vai chegar uma carta a pedir para enviar.

-Mas como é que vocês pedem uma coisa ilegal?

-Vai receber uma carta a pedir, quando puder envie!

-Mas é ilegal

-Pois, mas se puder mande na  mesma!

 

Portugal no seu melhor, é ilegal, mas mande na mesma

 

Jorge Soares

 

publicado às 19:01

Quando o Quaresma é a alegria do povo

por Jorge Soares, em 08.06.16

quaresma2.jpg

 

Imagem de A Bola 

 

Podem dizer que era a feijões, que não interessa para nada, podem dizer o que quiserem, mas em dias como este ficamos a perceber porque é que alguém disse "O futebol é a alegria do povo", Num estádio da luz com mais de 50000 pessoas tivemos futebol e golos para todos os gostos, não é todos os dias que mesmo a feijões, a selecção portuguesa marca sete golos, bom, hoje foi o dia.

 

Já sabíamos, mas hoje também foi dia de recordar porque é que aquando da sua passagem pelo Porto, Ricardo Quaresma era conhecido como o Harry Poter. Nos últimos jogos pela selecção temos visto um Quaresma ao seu melhor nível, com muita confiança e sobretudo muita vontade de fazer a diferença,  

 

Ricardo Quaresma é predestinado para o futebol, é difícil encontrar alguém com mais recursos técnicos e que os consiga aliar com uma visão de jogo extraordinária, nem sempre conseguiu mostrar esses atributos durante a sua carreira, mas felizmente para quem gosta de futebol e torce pela selecção portuguesa, nestes últimos jogos eles tem estado lá todos e isso é um regalo para quem vê futebol.

 

Com um Quaresma a este nível, com um Cristiano Ronaldo em forma e com o excelente conjunto de jogadores que os acompanham, é fácil concordar com Fernando Santos, Portugal vai a França para ganhar.... mesmo.

 

Jorge Soares

publicado às 23:03


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D