Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A origem do dia do pai

por Jorge Soares, em 19.03.14

Dia do pai

 

Imagem do Pontos de Vista 

 

Hoje, 19 de Março dia de São José, festeja-se o dia do pai, que é o mais parecido que temos os homens com o dia da mulher... só que nós não temos direito a festas com GNR's giras a fazerem striptease.... mas temos direito a prendas, resta é saber se quando os miúdos crescerem terão orgulho ou vergonha da colecção de molduras, feitas nos mais diversos materiais reciclados, que o pai acumulou e guardou religiosamente {#emotions_dlg.tongue} (sim, eu sei, pobre e mal agradecido!).

 

Não é fácil encontrar a origem do dia do pai, que até varia de país para país na data do festejo, e assim como há muitas datas para o festejo, também há várias hipóteses para a sua origem.

 

Nos Estados Unidos, a história mais conhecida em comemoração ao dia dos pais é a de William Jackson Smart, um ex-combatente da guerra civil que perdeu a sua esposa e que ficou sozinho com os seus os seis filhos pequenos. Em 1909 a  sua filha Sonora Smart, que tinha uma enorme admiração pela forma como ele se dedicou aos seus filhos e os conseguiu criar, resolveu homenageá-lo. A data escolhida foi a do seu nascimento, dezanove de Junho.

 

Pouco a pouco a data foi sendo festejada primeiro na  cidade natal de William ee depois em todo o país, até que Richard Nixon a tornou oficial. Depois disso outros países foram adaptando a data ao seu calendário e é nesse dia que se festeja na maioria dos países.

 

Mas há quem diga que o primeiro registro de homenagem a um pai surgiu na antiga Babilônia, há mais de quatro mil anos, onde um jovem chamado Elmesu modelou e esculpiu em argila um cartão para o seu pai em que desejava: sorte, saúde e muitos anos de vida.

 

Em portugal a data está associada  à tradição católica e a São José, pai de Jesus Cristo... e não consegui descobrir quando se começou a festejar.

 

Mas como em todos os restantes dias que se festejam durante o ano, o dia do pai, como o da mãe, da criança, dos namorados .... deveria ser todos os dias, de preferência  com mais carinho e menos consumismo.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Pai sofre

 

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Conversa no dia do pai à mesa do jantar após comentários sobre as prendas que os dois mais novos fizeram na escola para festejar o dia:

 

- Então R, e tu não tens nada para dar ao pai? - Diz a mãe.

- Eu não, na minha escola já não fazemos essas coisas.

- Mas hoje é o dia do pai

- ....

- Então?

 

Ela vira-se para mim e diz:

 

- Pai o teu amor por mim e a tua opinião sobre mim mudam alguma coisa por eu não ter uma prenda para o dia do pai?

- .... ?????!!!!! {#emotions_dlg.amazed}

 

- Então pai?, Muda?

- Não R. não muda nada, mas há algo que definitivamente tens que aprender

- O quê?

- Que há alturas na vida em que em lugar de fazer alguns comentários desse tipo, o melhor mesmo é estarmos calados!

 -{#emotions_dlg.hide}

 

É bom termos filhos com personalidade e opinião... mas há coisas que eram mesmo escusadas... principalmente quando nos pomos a pensar de quem terá ela herdado estas coisas. {#emotions_dlg.blushed}

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04

O pai natal traz presentes para os amigos

Imagem Minha do Momentos e Olhares 

 

Um destes dias o natal chegou à escolinha da D. a educadora pediu a todos os meninos para dizerem o que queriam pedir ao pai natal. Evidentemente na sociedade de consumo em que vivemos as crianças de 4 anos estão completamente esclarecidas e já sabem muito bem o que querem: carrinhos, bonecas, jogos, consolas .. de tudo um pouco.... bom, todas não, a nossa D. apesar de que já cá passou um natal, ainda não interiorizou muito bem a história do senhor de barbas brancas e  e fato vermelho. Com o barulho todo que os coleguinhas fizeram acho que ela percebeu uma parte da história, mas no fim da actividade no cartão dela a educadora tinha escrito o seguinte:

 

- O pai natal traz prendas para os meus amigos.

 

Não sei se será bom ou mau, mas está visto que cá em casa o pai natal não faz muito sucesso, o ano passado ela até teve direito a festejar o natal duas vezes, uma em casa de cada avó, e recebeu prendas das duas vezes.... mas o pai natal não entrou no jogo. Não me parece que em Cabo verde ela soubesse o que era o natal, primeiro porque era muito pequena para isso e segundo, porque onde ela estava não havia muitas condições para isso.

 

O pai natal não fez parte da minha infância, antes dos doze ou treze anos não me lembro de ter ouvido falar do senhor, era o menino Jesus que deixava as prendas junto à lareira, a minha filha tem prendas como todas as crianças, prendas escolhidas e controladas por nós, por cá não se incentiva o excesso, nem em quantidade nem em valor, eu ficava muito feliz se pelo resto da sua infância ela continuasse com esta visão muito própria do natal e do pai natal, era sinal que apesar de tudo, ainda somos capazes de passar  pelo menos uma parte da ideia do natal.

 

Jorge Soares 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35

Pai natal ou menino Jesus?

por Jorge Soares, em 15.12.08

Guarda chuva  de Chocolate

 

Eu não tenho grandes memórias do natal, até aos meus 10 anos, lembro-me deste dia e pouco mais, mas consigo recordar que nos deitávamos cedo e que deixávamos os sapatos em ordenada parada frente à lareira. Não me consigo lembrar de nenhuma prenda em especial, não sei se elas caberiam ou não dentro do meu pequeno sapato, mas imagino que sim.. que a época não era de grandes prendas.. Consigo recordar que havia algo que nunca falhava, era a prenda certa, um chapéu de chuva de chocolate. Outra coisa que recordo claramente, é que quem trazia as prendas era o menino Jesus. Na minha terra não havia pai natal.

 
Fui para a Venezuela com 11 anos em 1979, e consigo recordar perfeitamente a primeira vez que vi aquela figura vermelha e com barbas, lembro-me de perguntar à minha mãe o que era aquilo, e de ela me ter dito que era  San Nicolás, é claro que fiquei na mesma, mas ela lá me explicou que era aquele senhor que levava as prendas no natal. Na altura fiquei a pensar como é que eles achavam que o velhote descia pela chaminé,..depois lembrei-me que lá não havia chaminés... logo o problema não se colocava.
 
O pai natal foi desenhado pela primeira vez com as vestes vermelhas e as barbas brancas em 1860 num jornal americano, mas tenho a certeza absoluta que até 1979 não tinha chegado à minha aldeia, lá quem deixava os presentes dentro do sapatinho era o menino Jesus. Isto não deixa de ter a sua lógica, se o que se celebra é o nascimento do menino,  porque é que tem de ser um velhote que vem da Lapónia e ainda por cima num trenó preparado para a neve, quem distribui os presentes?
 
Por certo, o pai natal foi desenhado a primeira vez com aquela roupa num jornal americano em 1860 e evidentemente não tem nada a ver com a lapónia nem com trenós, e muito menos com a Coca Cola, como se pretende fazer crer em alguns sítios.
 
Jorge
PS:Imagem retirada da internet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D