Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ser diferente é bom

por Jorge Soares, em 28.03.16

marcelo.jpg

 

Imagem de aqui 

 

O título é plagiado do livro da Sónia (Ver aqui) mas assenta que nem uma luva a Marcelo Rebelo de Sousa, temos mesmo um presidente diferente.

 

Hoje, à hora do chá e não no prime time como era costume, o Presidente falou ao país e de uma forma simples e sem muitos rodeios, explicou aos portugueses que o governo apresentou  um orçamento que para além de ser de consensos e agradar a gregos (Europa) e troianos (governo e partidos que o apoiam), é constitucional, tem um forte cariz social e assim seja o governo rigoroso na sua implementação, é perfeitamente factível.

 

Assim, sem grandes dramas ou lições de moral, simples, directo e numa linguagem acessível a quem quiser entender.

 

O homem pode ser hiperactivo e até um cata-vento, mas não há dúvida que sabe ao que vai e como chegar ao povo.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47

marcelo.jpg

 

Imagem de aqui 

 

“Agora temos o homem certo no local certo”

 

Segundo o Expresso, terá sido esta a frase utilizada por Jean-Claude Juncker, Presidente da União Europeia, ao referir-se a Marcelo Rebelo de Sousa no final de um encontro entre ambos.

 

Gosto do detalhe do "agora temos", pelos vistos não sou eu o único a embirrar com o ex morador do Palácio de Belém, pelos vistos lá para os lados de Bruxelas também não gostam muito dele.... vá lá a gente a perceber porquê...

 

Mas será mesmo Marcelo o homem certo no lugar certo? À primeira vista nota-se a vontade de marcar a diferença, de arejar e tentar desanuviar o ambiente... gostei muito do detalhe de mandar o carro com o motorista para cumprir o protocolo e chegar a pé, descontraidamente e sem aparato, pelo lado contrário... uma coisa mesmo à Marcelo e que nunca seria possivel com o senhor de Boliqueime... Imagino a cara dos seguranças quando ele disse que ia descer até ao parlamento, a pé!

 

Como sabe quem costuma cá passar, não votei nele, a minha candidata nas presidenciais era a Marisa Matias, mas confesso que gostei  deste primeiro dia, do discurso conciliador, sem ressabiamentos nem recados nas entrelinhas, um discurso positivo, cheio de esperança. Em suma, louva-se  que vá haver em Belém uma nova forma de estar, leve e descontraída... .

 

Só o tempo e as condições sociais e políticas do país dirão se Juncker tem razão e ele é ou não o homem certo no local certo, para bem do país e de todos nós, esperemos que o saiba ser, o país agradece.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26

marcelo.jpg

 

Imagem do Facebook

 

Para primeiro dia não está mal, primeiro cumpriu a rotina e conduziu sem cinto de segurança, depois, espero que não seja mesmo rotina, estacionou num local reservado a deficientes.... 

 

Tenho uma amiga que acha que eu persigo o Cavaco, tantos são os posts a criticar, eu não tenho culpa que ele se ponha a jeito.... Bom, este ainda nem foi empossado como presidente e  já começa a pôr-se a jeito....

 

Senhor professor, acha que isto são exemplos que se dêem? as leis são para cumprir e fazer cumprir, não?

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

Quem quer salvar o País?

por Jorge Soares, em 10.07.13

Cavaco Silva falou ao País

Imagem do Público

 

O Presidente da República exigiu esta quarta-feira dos líderes políticos um "acordo de médio prazo entre os partidos que subscreveram o Memorando de Entendimento com a União Europeia e com o Fundo Monetário Internacional, PSD, PS e CDS” assente em “três pilares”, a saber, eleições antecipadas para Junho de 2014, apoio dos três ao governo que se mantiver em funções até lá e apoio dos mesmos ao Governo futuro.


Pronto dou o braço a torcer, afinal o homem ainda consegue surpreender, depois deste tempo todo, quando a maioria pedia eleições mas poucos duvidavam que CDS e PSD não fossem reconduzidos, eis que o presidente da república larga uma espécie de bomba, não a bomba atómica que todos queríamos, mas uma bomba mais pequenina.

 

Pedir nesta altura do campeonato que os actuais lideres do PSD do CDS e do PS se entendam, deve ser o equivalente a pedir um milagre... nós já sabíamos que Cavaco é crente, que acredita nos poderes da virgem e que até vai à missa, mas quer-me parecer que neste caso nem a virgem nos acode.

 

Diz o presidente que o povo saberá tirar ilações no caso de os três partido não se entenderem... eu por mim já tirei as primeiras ilações, alguém lavou as mãos e passou a responsabilidade a outros, não sei quanto tempo teremos de esperar até que se desista da tentativa de entendimento, mas acharia muito estranho que depois de tudo o que disseram nos últimos tempos, António José Seguro e o PS entrassem num governo que avalize a continuação das medidas de austeridade... Quase que poderia dizer o mesmo do (agora revogável) Paulo Portas... mas acho que nesse caso já nada me surpreenderia.

 

Resumindo, Cavaco voltou a lavar as mãos, não me parece que com os actuais lideres dos três partidos que assinaram o acordo com a Troika possa ser possivel salvar o que quer que seja... e tenho sérias dúvidas que se consigam eleger outros lideres em tempo útil de modo a termos um governo nos próximos meses.

 

Gostaria de saber o que pensam a Troika e os mercados de mais este imbróglio em que nos acabam de meter, será que há alguém por aí com a força de vontade e suficiente e com eles no sitio que queira entender-se com a direita e a esquerda e salvar o país?

 

Update: Ainda não sei quem quer salvar o país, mas já está claro quem não quer, o PS

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23

Nicolás Maduro

Imagem do Público 

 

Das muitas coisas que li e ouvi sobre o facto de Nicolás Maduro ter ficado como presidente interino após a morte de Hugo Chavez, uma das que mais em chamou a atenção foi:

 

El problema no es tener un chofer de autobus como presidente de la república, el verdadero problema es que tenemos milhares de ingenieros que solo consiguen ser choferes de autobus.

 

Nicolás Maduro começou a sua carreira como sindicalista, era condutor de autocarros e com a chegada ao poder de Chavez conseguiu ter a esperteza e os contactos suficientes para ascender até à vice-presidência da República. O facto de ter sido nomeado por Chavez como o seu sucessor fez dele o novo presidente da República, mas bastaram duas semana de campanha politica para se perceber que não tem nem o carisma, nem a habilidade politica, nem o sentido de estado para ser presidente da Venezuela. 

 

Maduro começou a campanha eleitoral com 15% de vantagem nas sondagens, à medida que os dias iam passando e ele se ia mostrando, a diferença ia diminuindo à mesma velocidade com que o eleitorado se ia apercebendo da sua verdadeira personalidade. Tivesse a campanha eleitoral durado dois ou três dias mais .....

 

Mas dizem os resultados oficiais que Maduro ganhou e que pelo menos durante os próximos seis anos será ele a dirigir os destinos da democracia mais antiga da América Latina. Hugo Chavez esteve no poder durante quase 15 anos, um período em que se é verdade que uma boa parte da população teve uma melhoria significativa nas suas condições de vida, também é verdade que cada vez mais a economia depende do Petróleo. De um país industrial e quase auto-suficiente, passou-se para um país em que mais de 90% do que se consome é importado. Um país sem industria, sem agricultura e que apesar de ter uma população muito jovem, é cada vez mais um país sem futuro.

 

O resultado das eleições e o radicalismo abraçado por cada um dos lados da barricada mostram uma sociedade profundamente dividida. O facto de o governo ter decidido ignorar os apelos de Capriles à recontagem dos votos, a pressa em marcar para hoje mesmo a tomada de posse do novo presidente e os imensos rumores sobre fraudes eleitorais, vão deixar para sempre uma mancha negra sobre a legitimidade de Nicolás Maduro para governar.

 

Hoje a Venezuela é sobretudo uma sociedade marcada pela corrupção e pela violência extrema, em cada fim de semana há mais de cem mortos devido à criminalidade comum. Se já era uma sociedade dividida, depois de tudo o que aconteceu nos últimos dias vai ser uma sociedade em que uma boa parte se sente enganada pelo poder politico.

 

Durante a campanha eleitoral Nicolás Maduro mostrou ser capaz de pouco mais do que  invocar o nome de Chavez e repetir o as suas frases qual oração religiosa. Ficou conhecido pelo numero de vezes que repetia o nome de Chavez durante o seu discurso, as maldições que invocava para assustar a quem votasse em Capriles e por falar com os passarinhos...

 

Espero estar enganado, mas cada vez mais a Venezuela é um país a cair de Maduro...  e sinceramente não sei se haverá forma de o amparar numa queda que será de certeza absoluta num buraco muito profundo

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Coragem, determinação e desprendimento...WTF?

por Jorge Soares, em 15.03.11

Guerra colonial

Imagem de aqui 

 

“Importa que os jovens deste tempo se empenhem em missões e causas essenciais ao futuro do país com a mesma coragem, o mesmo desprendimento e a mesma determinação com que os jovens de há 50 anos assumiram a sua participação na guerra do Ultramar”,

 

Aníbal Cavaco Silva.

 

Coragem, desprendimento e determinação... deixa ver, o meu pai só foi porque o obrigaram mesmo.. os meus tios e a maioria dos vizinhos emigraram a salto antes da idade da tropa.... ele está a falar de quê?

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29

ele é economista e do PSD, não comunista

 

 

Conversa no messenger a propósito desta noticia

 

Amiga says: olha Jorge, o TEU presidente está a ajudar o país


Jorge says: o MEU..... de onde?


Amiga says: de Portugal


Jorge says: está? mas os juros estão a subir


Amiga says: o ordenado que ele dispensou dava-me jeito


Jorge says: eu pensei que o homem era eleito e os juros vinham por ali abaixo

 

Amiga says: pensaste nada, se não votavas nele

 

Jorge says: ele dispensou o ordenado de 7000.. para receber os 11000 das reformas

 

Jorge says: não seria mais lógico ao contrário?

Amiga says: tontareco, tu és tontareco, ele é economista

 

Amiga says: isso era ser comunista, e ele é do psd

 

Jorge says:

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14

Devemos votar sim

 

Quanto a mim, esta foi a campanha eleitoral mais pobre de que me lembro, achava eu que nas últimas legislativas tínhamos chegado ao nível zero e que agora só podia melhorar, está mais que visto que estava enganado... o nível pode sempre descer mais... Eu sei que o presidente da república representa pouco mais que uma mera figura decorativa, não estava à espera de grandes ideias, nem de programas para governar... mas o que aconteceu foi mau de mais.

 

Continuo a achar que em lugar de votar no melhor candidato, estas eleições servem para eleger o menos mau, mas algo de bom saiu de tudo isto, esta campanha serviu para trazer à luz o verdadeiro carácter do cidadão Cavaco Silva.. a áurea de seriedade que para os seus seguidores o elevava quase ao nível de santo caiu por terra.Hoje ficámos a saber que o senhor é tão chico esperto como qualquer outro português, e que na hora dos negócios, tenta fugir às suas obrigações e a pagar os impostos como qualquer outro...

 

Depois de tudo o que veio a público, das suas ligações aos responsáveis do caso BPN, da história das acções, de toda a trapalhada da troca dos terrenos,  nas obras e escritura da casa, se este fosse um país a sério, o senhor não só não era elegido, como deveria ser chamado a tribunal para dar contas de tudo isto e pagar os seus impostos.... Como não somos um país a sério... o senhor continuará no seu pedestal e a pairar sobre todo nós com a sua arrogância habitual.

 

Há muito quem se pergunte se vale a pena ir votar... votar é um direito e um dever, votar é ter uma palavra a dizer no nosso futuro e no do nosso país,  não ir votar é deixar a decisão aos outros, é aceitar a escolha dos outros e é abdicar do direito a pedir contas quando os governantes fazem mal o seu trabalho.

 

Vou voltar a copiar algumas das palavras da Sandra:

 

Quem não se interessa por política, não se interessa pela própria vida. Porque a política, quer queiramos quer não, é intrínseca à vida. A idade a que podes casar, se podes abortar ou não, as bebidas e os filmes e as marcas que tens ou não disponíveis no teu país, os cursos que podes tirar, as escolas que podes frequentar ou não, os cuidados de saúde a que podes aceder, a liberdade de expressão que possas ou não ter, o poderes ou não casar com quem quiseres e bem entenderes. Tudo, tudo isto é política. Descartar a política, é descartar a vida. É descartar, principalmente o pouco que ainda nos resta de comandarmos a nossa própria vida.

 

Se as pessoas julgam que são mais livres afastando-se da política e não participando, enganam-se. A liberdade vem da possibilidade de escolha. E quem não escolhe, quem cruza os braços, deixa que os outros decidam e escolham por si. A sua vida e a dos seus filhos. O seu futuro. Eu não aceito que escolham por mim. Nunca! E até podes supor e mesmo acreditar que os políticos são todos iguais. Mas o facto de acreditar não faz disso um facto. Os que lá estiveram (durante estes 36 anos!!) já podes avaliar se são iguais ou não. Os outros, só podes adivinhar. Não podes dizer que não gostas da sopa antes de a teres provado. Isso é coisa dos putos."

 

Portanto, devemos ir votar sim, todos, eu sei em quem não vou votar, porque acho que o país deve ser governado por pessoas dialogantes e coerentes, não por arrogantes e mentirosos... agora que sabemos que o senhor perdeu a seriedade e a vergonha, está na hora de lhe mostrar que já basta...  e não, não são todos iguais.. ainda há pessoas sérias e honestas neste país.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:24

Os mails do Sr Cavaco Silva

por Jorge Soares, em 30.09.09

O antivirus do cavaco silva

 

Imagino que a esta hora já ninguém pode ouvir falar de aquilo que (não) disse ontem o Sr Presidente da República.... bom, se alguém percebeu algo do que foi dito por ele, faz favor de me explicar, porque na verdade, para além de perceber que o homem estava com um ar ainda mais chateado e carrancudo que o costume, eu não consegui perceber para que diabos ele veio ocupar aquele espaço na televisão. É de bom tom quando não temos nada de jeito para dizer, estarmos calados, em boca fechada não entram moscas.... nem sai asneira!

 

Mas houve uma parte do discurso (????) que me chamou a atenção, diz o senhor que não sabe se os seus emails estão em segurança. Não sabe ele e não pode saber ninguém, na internet não há absolutamente nada muito seguro, mas se há coisa que é inseguro... isso é o email. É das regras básicas de segurança, que por email não se enviam utilizadores e passwords, nem informação que não queremos que apareça escarrapachada num jornal qualquer.... isto na melhor das hipóteses, porque quando falamos de segredos nacionais.... 

 

Para começar, qualquer sistema de mail tem um ou vários administradores, informáticos que tem acesso a tudo o que se passa nos seus servidores e que evidentemente, conseguem ler e reenviar para outro lado qualquer, os emails que lhe passam pelos olhos, e há sempre pelo menos dois, um do lado que envia e outro do lado que recebe. Isto para já não falar naqueles que utilizamos o Gmail, ou o yahoo, ou outro qualquer da internet, quem sabe quem estará lá na América.. ou noutro sitio qualquer onde estão guardados os servidores, a espiolhar aquilo que enviamos e recebemos.

 

Quando enviamos um mail, este é transformado em texto corrido e enviado de servidor em servidor até chegar ao seu destino, a probabilidade de no meio haver um programa qualquer que pega em tudo o que passa e faz uma pesquisa por palavras chaves... é maior que o que possa parecer... os americanos até tinham um projecto chamado Echelon... que oficialmente não existia, mas que dizem as más línguas, foi desenvolvido para isto.

 

Concluindo, o sr Cavaco devia ter uma conversinha com os seus acessores para a área das tecnologias, de modo a perceber que existem modos de tornar os mails mais seguros, ou que não se enviam informações importantes por mail.... isto para depois não vir dizer estas coisas para a televisão... é que eu hoje passei o dia a ouvir piadas sobre se os mails lá da empresa eram do mesmo tipo dos do presidente. Ele amanhã tem uma audiência com o Sócrates.. se não partirem logo para a violência, pode aproveitar para meter uma cunha para um Magalhães.. que sempre vem com um antivirus... só dura seis meses é verdade.. mas depois a malta explica como se pirateia a coisa.

 

Jorge Soares

 

PS:Eu sei que o assunto é sério... mas eu já não aguento mais assuntos sérios

PS2: Vão e votem na cortiça

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58

Eu hoje tinha planeado falar de bruxedos.... de afirmações tristes de um presidente da republica de quem não gosto e  que cada vez gosto menos. Ontem fiquei parvo quando ouvi esta reportagem:

 

 

Bruxedo.... ele disse mesmo bruxedo?

 

Estivemos mais de um ano a ouvir falar da Maddie, ouvimos como a policia Portuguesa foi insultada, ridicularizada pela imprensa Inglesa.... alguém imagina o que  teria acontecido se alguém tivesse dito que o caso Maddie era um caso de bruxedo?

 

Infelizmente as noticias hoje evoluiram da forma mais triste, o Afonso Tiago apareceu, apareceu morto no fundo do rio.... era a noticia que ninguém queria ouvir, mas era a mais previsivel...e sem recurso a bruxas.

 

Sr Cavaco Silva... por vezes é preciso ter consciência do ridiculo...eles até poderiam ter dito aquilo...mas escusava de vir repetir para a televisão.... ridiculo!

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:24


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D