Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Afinal há corruptos e (pouca) justiça

por Jorge Soares, em 29.01.13

Maestro Graça Moura condenado a cinco anos de pena suspensa

 

O colectivo de juízes deu como provados os crimes de peculato e falsificação de documentos de que o maestro vinha acusado. A defesa de Graça Moura já anunciou que vai recorrer do acórdão para a Relação. .... Em 2003, uma auditoria revelou um rol de gastos pouco compagináveis com a natureza da instituição: camisas de seda, charutos e passeios de balão, mas também vestidos, cuecas de fio dental e até um frigorífico, comprado na Tailândia.


Para que será que um maestro precisa de cuecas de fio dental? não me parece que combinem lá muito bem com camisas de seda e charutos .. e com tantas lojas neste país para que ir comprar um frigorifico à Tailândia?

 

No total este senhor terá roubado 720 mil Euros, sim, porque para mim isto é roubar, e não é roubar ao estado, é roubar a todos nós, porque é dos nossos impostos que saiu o dinheiro de que ele se apropriou indevidamente, 720 mil euros é muito dinheiro e este faz  de certeza falta na saúde, na educação, em todos lados. 

 

Mas tudo isto é sinal do estado que temos, o senhor utilizava os cartões da orquestra metropolitana sem distinguir os seus gastos pessoais dos de representação, como se tudo fosse dele, e só deram pelo buraco quando chegou aos 720 mil Euros?...fantástico.

 

Pena suspensa para quem lesa o estado desta forma é pecar por defeito. Este senhor apropriou-se de bens do estado, falsificou documentos, por bem menos que isso há quem vá dar com os costados à prisão. .. mas pelo menos já se começa a fazer justiça, pouca, mas justiça.. veremos se de recurso em recurso, não deixam isto prescrever. 

 

Jorge Soares

publicado às 22:07

Justiça
Imagem de aqui

 

Para quem não se lembra, este senhor matou a sangue frio uma pessoa num jardim público num acto que ficou gravado neste  vídeo, não foi para se defender a si nem à sua família, matou porque não queria que um pai pudesse visitar a sua filha. Com a neta ao colo matou com 6 tiros o pai desta.

 

Ora depois de uma acto desta gravidade onde está o senhor? em sua casa, vive com a neta a quem matou o pai.. ante isto a pergunta que se coloca é, o que é que é preciso fazer neste país para que alguém vá mesmo preso?

 

Jorge Soares

publicado às 22:23

Afegã violada e obrigada a casar com o violador

 

Imagem do Público

 

Há coisas que não têm nome, estou para aqui às voltas à procura de um título para o post e não consigo, porque há coisas que simplesmente são tão difíceis sequer de imaginar que dificilmente há palavras que as possam explicar.

 

Gulnaz tem 21 anos e é Afegã, está presa desde os 19, tem uma filha de dois anos, a sua pena? adultério, sexo com um homem casado. Gulnaz estava um dia em sua casa, o marido de uma das suas primas entrou, fechou portas e janelas e violou-a. Dessa violação resultou uma gravidez, ela foi julgada e condenada a 12 anos por ter tido sexo com um homem casado... e é na prisão que ela e a sua filha vivem.

 

Para sair, só tem uma solução: casar-se com o seu agressor. A única forma de uma mulher afegã ultrapassar a desonra de ter sido violada, ou de ter incorrido em adultério, é casar-se com o seu atacante.

 

Por vezes temos a tendência a esquecer que existem muitos mundos no mundo em que vivemos, damos por garantidas tantas coisas que esquecemos que há quem viva noutros mundos, noutras realidades.

 

É difícil entender que em pleno século XXI existam realidades destas no mundo, mas a verdade é que elas existem mesmo, segundo a notícia do Público .... "casos como o de Gulnaz são comuns no Afeganistão mas este tornou-se notícia após uma disputa entre a UE e uma equipa de realizadores contratados pela própria União Europeia para levarem a cabo uma série de documentários sobre os direitos das mulheres no Afeganistão."

 

O Afeganistão é um país em guerra desde há muito tempo, um país onde a cultura e a religião relegam a mulher para um papel completamente secundário na sociedade e onde casos como estes são comuns..... porque neste país as mulheres não são pessoas, não são coisas, não são nada ...e  nós desde aqui, desde a nossa zona de conforto onde damos tudo por adquirido e definitivo, continuamos a olhar para o lado.

 

Gulnaz vai aceitar o seu destino e casar-se com o homem que a violou.. porque essa é a única forma de que ela e a sua filha vivam juntas e em liberdade... dá que pensar sobre o significado da vida.

 

Jorge Soares

publicado às 22:46

Preso por ter cão e por não ter

Imagem do Público

 

Preso por ter cão, preso por não ter.

 

Há um programa na Antena 1 que explica a origem de frases e ditados populares, por certo haverá uma explicação para a origem deste preso por ter e preso por não ter.

 

Não há como não ficar chocado quando vemos vídeos como o da agressão de que falei neste post, ou quando lemos que por um telemóvel uma jovem de 14 anos foi esfaqueada por outra, são casos que causam espanto e indignação e que nos deixam a pensar sobre a sociedade que estamos, todos nós, a construir.

 

Por estes dias ficámos a saber que uma das agressoras e o jovem que filmou e colocou o vídeo no facebook foram rapidamente identificados, presentes ao juiz e para meu grande espanto, ficaram em prisão preventiva.

 

Quando na sexta feira os jovens foram detidos e foi noticiado que seriam presentes ao juiz no Sábado, pensei para os meus botões que esse adiar de um dia teria sido a forma de os fazer passar umas horas atrás das grades, no dia a seguir o juiz ditaria uma daquelas medidas que servem para mandar os arguidos para casa e a vida continua. Quantas vezes já vimos isso acontecer em casos que a maioria de nós não duvidaria de qualificar como mais graves?

 

Não vou alinhar pelo mesmo diapasão de Marinho Pinto, que não duvida em qualificar tudo isto como justiça da idade média, mas confesso que estranhei tanto zelo, e não deixo de me perguntar até que ponto o facto de estarmos em plena campanha eleitoral e de este ser um caso que se tornou mediático, não terá pesado na forma como o caso foi avaliado. Será que noutra altura, sem tantas televisões e jornais em cima da notícia, a justiça teria tido uma mão tão pesada?.. tenho sérias dúvidas.

 

Não é fácil a vida dos juízes em Portugal, neste caso haveria sempre criticas, tivesse ele mão leve ou pesada,  ou seja, preso por ter cão e por não ter...

 

E eu acho que eles estão muito bem atrás das grades... o que não me impede de pensar no assunto.

 

Jorge Soares

publicado às 22:05

Portugal ou Guantanamo?

 

Imagem do Público

 

 

Há coisas que damos por adquiridas, coisas que eu dou por adquiridas, vivi alguns anos em Caracas ao lado de uma favela, a entrada da minha casa era no fim da rua, mesmo ao lado da entrada para o bairro, havia um cesto de basquete e normalmente havia jovens a jogar ou simplesmente por ali a conversar, pessoas do bairro e pessoas das casas, porque ali éramos todos amigos ou conhecidos.

 

Assisti muitas vezes à chegada de algum carro com policias que invariavelmente e sem qualquer motivo, mandavam tudo encostar à parede, revistavam um a um, e ai daquele que não tinha ali os documentos...  Vi vários amigos meus serem agredidos só porque perguntavam porquê.. tudo aquilo me chocava, porque não fazia sentido, e não servia para absolutamente mais nada que para criar sentimentos de aversão contra a autoridade... esse foi um dos motivos  que na hora de pesar os prós e contras, me fizeram voltar a Portugal.

 

Hoje de manhã ao ouvir a noticia na rádio,  voltei a sentir esse choque, voltei a sentir essa aversão a algo que para mim não faz o menor sentido... porque não faz. A mim não me importa o crime que aquela pessoa tenha cometido, o que eu vejo ali é um ser humano com problemas graves, um ser humano que à primeira vista me parece assustado e submisso, um ser humano que é simplesmente agredido de uma forma bárbara e completamente desajustada.

 

Eu sei que a esta hora há muitíssima gente que acha que o senhor é um criminoso e que portanto merece todo aquele tratamento, sei porque li alguns dos comentários que foram deixados nas noticias dos jornais online, há muitíssima gente que acha um exagero todo este barulho por algo assim... bom, eu não acho. Não há justificação nenhuma para a forma como estes guardas actuaram, nenhuma. Tem que haver uma diferença entre a forma como actuam os criminosos e a autoridade, tem que ser claro para a sociedade quem são os bons e quem são os maus, e desculpem lá, mas nesta cena, naquilo que se vê no Vídeo, eu tenho sérias dúvidas sobre quem deveria estar de um e outro lado das grades... mas é que tenho mesmo.

 

Acho muito estranho que esta cena tenha sido gravada, ouvi alguém justificar a gravação com o facto de gravarem sempre estas acções de modo a que não restem dúvidas... é pá... desculpem lá, mas não acredito, mas há algum guarda que aceite ser gravado numa situação destas?... agora vou-me pôr a adivinhar, mas era capaz de apostar que por exemplo, aqueles senhores tivessem um brinquedo novo e tenham aproveitado para o testar.. daí a gravação.. não será?, repito, estou a adivinhar.

Ver o Vídeo, aqui

 

Jorge Soares

publicado às 22:27

Isaltino Morais

Imagem do Público

 

Alguém me consegue explicar como é que se consegue governar uma câmara municipal desde a prisão?


Relativamente aos crimes que os desembargadores consideraram provados, Isaltino de Morais foi condenado por três crimes de fraude fiscal em quatro meses por cada um e na pena de 17 meses pelo crime de branqueamento. O cúmulo jurídico destes dois ilícitos é de dois anos.

 

O Tribunal da Relação de Lisboa aplicou hoje a Isaltino Morais uma pena de dois anos de prisão, pelos crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais mas anulou a pena de perda de mandato.

 

 

É claro que deve haver uma lei qualquer que explique tudo isto e de certeza que o juiz terá elaborado um texto magnífico a suportar a sua decisão... mas a imagem que fica é que para a justiça portuguesa, lesar o estado em mais de um milhão de Euros não é crime suficiente para se impedir alguém de governar.... belo exemplo que se dá ao país.

 

Já agora, haverá alguma prisão em Oeiras?.... seria um bocado estranho que o presidente da câmara  governasse o município desde Alcoentre.. ou desde Custóias.

 

É claro que isso não importa nada, todos sabemos que a seguir sairá mais um recurso.... e daqui a uns 10 anos, ele será inocente e aqueles milhões que estavam na conta da Suíça eram os lucros do sobrinho  taxista....

 

Bonito serviço que se fez hoje à justiça Portuguesa.

 

Jorge Soares

publicado às 21:02


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D