Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A guerra dos (aos) cartazes políticos

por Jorge Soares, em 13.08.15

cartazes.jpg

 

Imagem de aqui

 

Foi há cinco anos  que dei por mim um dia estupefacto a olhar para um cartaz de campanha à presidência da república com uma das minhas fotografias ao lado do nome do candidato, (ver este post), por isso consigo entender o que terão sentido as pessoas que apareciam nos cartazes do PS ao lado das frases sobre emigração ou desemprego em Portugal, que não tinham nada a ver com elas

 

Entretanto ficamos a saber que a coligação de governo recorre a fotografias compradas em bancos de imagens destinadas à publicidade para fazer os seus cartazes, a probabilidade de alguma das pessoas que aparecem nos cartazes ser portuguesa é mínima e evidentemente não tem nada a ver com as frases que as acompanham.

 

Os cartazes das campanhas políticas não passam de publicidade, para as agências de publicidade a politica não passa de um produto mais que se tenta vender, e tal como sabemos que as pessoas que aparecem nos outros anúncios muitas vezes nem gostam do que estão a vender, deveríamos saber que quem aparece nos cartazes dos políticos, nem sempre tem que acreditar no que vem lá escrito.

 

O que está errado nos cartazes do PS não é o facto de as pessoas não serem mesmo desempregadas ou emigrantes, é o facto de terem tirado as fotografias e não terem explicado às pessoas a que fim se destinavam.  Se eles tivessem ido buscar as fotografias ao banco de imagens onde foram os outros partidos, não tinha havido polémica, isto apesar de  as histórias continuarem a não ser reais.

 

Será que alguém que está desempregado à cinco anos estaria disposto a associar a sua cara e a sua história de vida a uma campanha politica de um partido sem ser a troco de nada? E acharíamos bem que um partido pagasse por histórias reais para colocar nos cartazes de campanha? O escândalo não seria o mesmo ou maior?

 

Entretanto as redes sociais tem estado a ser inundadas de imagens como as do topo do post que por acaso até retirei do site de um jornal, será que alguém pediu a Paulo Portas, ou a alguma das figuras públicas que aparece nas imagens, autorização para usarem a sua imagem nos "cartazes"?, É claro que não! 

 

Porque é que o que não é permitido aos partidos parece ser licito para o resto dos mortais que gosta de brincar com a situação? E se Paulo Portas decidisse cobrar direitos de imagem a cada pessoa que partilhou o cartaz acima?  (sim eu sei, também tinha que pagar a minha parte!)

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

Boneco Cristiano Ronaldo

Imagem do Público

 

 

Vamos passar por cima de Portugal, é o que se lê em sueco na mensagem ue acompanha a imagem, além desta há pelo menos mais duas imagens, uma com um boneco vodoo cravejado de alfinetes e outra com um boneco atropelado por latas de Pepsi. A campanha foi lançada pelas redes sociais antes do jogo entre Portugal e a Suécia de ontem à noite.

 

Há quem diga que é mais uma campanha falhada, eu acho que é uma campanha parva, não sei o que ia na cabeça dos que gerem a publicidade da Pepsi na Suécia, devem viver tão virados para o seu pequeno mundo que se esquecem que estamos na época  do global e que não havia forma nenhuma de que os ecos de tudo isto não chegassem a Portugal.

 

As coisas não correram lá muito bem aos suecos, depois da rábula do tecto do estádio, da banda de música que seguiu a selecção portuguesa para todo lado, dos cantores de karaoke em frente ao hotel, foram atropelados por Cristiano Ronaldo e pela selecção Portuguesa e hoje a filial Portuguesa da Pepsi Cola teve que vir a terreiro pedir desculpa em nome dos colegas suecos.

 

Isto depois de as redes sociais em peso se terem juntado para gozar com a campanha da pepsi, de terem sido criadas várias páginas a apelar ao boicote da marca e da página do Facebook da filial portuguesa ter sido inundada com centenas de comentários de pessoas a mostrarem a sua indignação com tudo isto.

 

De há muito que o marketing e a publicidade se esforçam por marcar presença nas redes sociais, há quem tenha sucesso e há quem com anúncios chatos e invasivos crie enormes anticorpos entre os cibernautas. Por vezes parece que entre os publicitários há muita gente que ainda não percebeu que este é um meio diferente e que nem sempre o que funciona em cartazes, nos jornais ou na televisão, funciona na internet.

 

Esta terá sido porventura uma das piores campanhas que por aqui apareceu, se calhar na Suécia a coisa tinha funcionado, mas o futebol é um desporto global, Cristiano Ronaldo é uma figura que é idolatrada muito para além das nossas fronteiras e a imagem negativa da marca está neste momento a chegar ao mundo inteiro, em Espanha por exemplo isto estava nos sites online de vários jornais e não é com um pedido de desculpas na sua página portuguesa que resolvem a coisa.

 

As redes sociais já tem anos, custa-me a entender como é que passado tanto tempo ainda há quem não tenha percebido como tudo isto funciona, que o público alvo não está no seu quintal e que basta um pequeno erro para que algo se torne viral e se crie um problema gigantesco.

 

A Pepsi nunca teve grande sucesso por cá, mas hoje de certeza que deram um enorme tombo e não vai ser fácil recuperar, até porque faltam uns meses para o mundial e até lá estas imagens vão andar por aí a ensombrar a vida de uns publicistas suecos e dos representantes da marca em Portugal.

 

Cristiano Ronaldo e a Pepsi

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Beijos impossiveis, O papa e um imã egipcio

Imagem de aqui

 

 

Beijos Impossiveis, Chavez e Obama

 

Imagem do Público 

 

As fotografias de Oliviero Tascani marcaram uma época na publicidade dos anos 90, não há quem não recorde a imagem de uma freira a beijar um padre na boca, ou a de uma mulher negra a amamentar um bebé branco, imagens fortes com mensagens directas, por vezes chocantes e sempre marcantes de modo a não deixar ninguém indiferente.

 

Esta vez as fotografias não são do Oliviero, mas não deixam de ser fortes, não tanto pela mensagem e o contraste, mas sim pelas figuras utilizadas. Tenho é serias dúvidas que a mensagem passe, uma fotografia o Hugo Chavez a beijar o Obama na boca tem o seu quê de polémico... mas duvido que seja apelativa. A fotografia do papa a beijar outro homem espalhada pelos cartazes das ruas de Roma irá certamente causar algum escândalo... não sei é se cumprirá o seu objectivo de apelar ao fim do ódio... tenho para mim que entre uma boa parte da população católica irá ter o efeito contrário.

 

Já a imagem de Angela Merkel a beijar o presidente francês  Nicolas Sarkozy não sei se não terá o seu quê de realidade, tal a quantidade de vezes que os dois se tem encontrado ultimamente para tentar desfiar (ou não) o novelo que é a economia europeia.

 

A campanha faz parte de uma iniciativa da fundação Unhate (Deixe de Odiar, em tradução directa), financiada pela Benetton e que tem por objectivo, “contribuir para a criação de uma nova cultura de tolerância” 

 

Update: Entretanto e como seria de esperar, o Vaticano armou-se em virgem ofendida e a Benetton decidiu retirar a imagem da campanha, não sei quem será mais patético, se a igreja católica ou a marca, que como dizia alguém aqui, não tiveram tomates e deixaram-se censurar.

 

Jorge Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

Eu fui sorteado......

por Jorge Soares, em 08.02.08

Hoje o dia começou muito mal, continuou chato....e vamos lá ver como termina!

 

Por volta do almoço, toca o telemóvel ,.... Numero Desconhecido! hummm .

 

-Jorge Soares! - Isto é deformação profissional....

-Boa tarde - Voz de menina... profissional e pouco simpática!

-Boa tarde- Respondi

-É o Sr. Jorge Soares? - Reparem em cima como atendi!

-Sou sim!

-Daqui é do Banco .... queria informar que o sr . Jorge Soares foi sorteado e temos  sua disposição`entre 5 e 8 mil Euros para colocar na sua conta se......

-Desculpe interromper, Tenho que devolver o dinheiro?

-Desculpe, não percebi -diz ela com ar enfastiado!

-Sim, eu fui sorteado, o dinheiro é para mim ou vou ter que o devolver?

-.. haaa , tem que o devolver...

-Nesse caso, não preciso!

-Não está interessado então? --

-Não, felizmente não preciso de dinheiro dos bancos!

-Então Boa tarde... Click ! -desligou o telefone.

 

Enfim....... no dia em que eu precisar, de certeza que não vai haver quem me empreste.

 

Vou ali ao treino do karaté e já volto para o post a sério!

 

Jorge

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D