Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 O papel da mulher visto por João José Brandão Ferreira

 

 

"Reduzida a mortalidade infantil, instituída a pílula e outros métodos contraceptivos; quebrados os laços familiares tradicionais; caídos aos pés dos arautos da libertação da mulher; instituída a quase obrigatoriedade social daquela trabalhar fora de casa; consolidada a ditadura dos direitos face aos deveres e mais uma quantidade de coisas que seria ocioso enumerar – e de que todos temos sido relapsos a reflectir nas consequências – veio a originar-se uma brutal redução no número de nascimentos. Esta redução teve especial incidência nos países da Europa Ocidental e por extensão em Portugal, países onde se verificou aquilo que é tido pelo maior (e melhor) desenvolvimento da sociedade."

 

Este trecho é parte de um artigo que foi publicado no público de hoje por João José Brandão Ferreiral, e cujo titulo é:A demografia e o casamento entre géneros idênticos.   Podem ler o resto no Jugular ... mas deixo desde já o aviso que o resto é do mesmo nível.... execrável!

 

Tenho lido muitas coisas sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, tenho comentado muitos blogs, principalmente os que falam da adopção por homossexuais, mas confesso que este senhor conseguiu escrever um texto que não tem nome: Xenofobia, homofobia, sexismo, racismo e um atraso mental que é de bradar aos céus.  É dificil acreditar que em pleno século 21 ainda há pessoas que acreditem que o papel da mulher ainda é em casa a criar os filhos..  

 

O que tem tudo isto a ver com o casamento entre pessoas do mesmo sexo?.... pois, é o que eu também me perguntei, mas há pessoas que aproveitam qualquer coisa para mostrar que vivem noutro mundo, num mundo que deixou de existir à muito tempo... Depois, o facto de este senhor ser militar e oficial é preocupante... mesmo.

 

Se alguém tinha dúvida sobre a existência de liberdade de expressão em Portugal, depois disto deve ter ficado esclarecido. Só com muita liberdade de expressão é que qualquer jornal (decente) pode aceitar a publicação de algo assim. 

 

Jorge Soares

 

publicado às 21:17

Manuela Moura Guedes

Imagem retirada de Henricartoon

 

É publico, eu não gosto da Manuela Moura Guedes, não gosto do estilo, não gosto do aspecto, não gosto da forma como enfrenta os entrevistados, não gosto da forma como mais que informar,  ela tenta fazer a noticia... não gosto, pronto!

 

Quando foi aquela entrevista com o  Marinho Pinto, fiquei a perceber que como eu, havia muita mais gente que não gostava dela, a julgar pelos comentários âs noticias dos jornais e a tudo o que li em blogs, a maioria das pessoas, sem importar o quadrante politico ou a classe social, pensa como eu... não gostam da senhora....  Então, alguém me quer explicar de onde sai tanta indignação quando a TVI decide que já está bom de termos de a aturar com a sua arrogância?

 

Do meu ponto de vista, desde a saída do José Eduardo Moniz que era mais que evidente que isto ia acontecer, ninguém mantém num horário nobre uma pessoa que causa comichão e urticária na maioria das pessoas que vê televisão...e  muito menos quando as audiências estão a cair a pique.

 

Custa-me a crer que em vésperas de eleições o PS fizesse o que quer que fosse para afastar a senhora, era mais que evidente que mesmo não gostando dela, toda a oposição ia aproveitar o facto como arma de arremesso..... e não estou a ver o que ganharia com isso.. por muito que a senhora agora apareça no Público a falar de mais uma reportagem sobre o Freeport. 

 

Eu não sou socialista, não voto PS... mas acho que este escarcéu todo levantado pela senhora e seguida pela oposição é de uma tremenda hipocrisia.

 

Tenho dito!

 

Jorge Soares

 

publicado às 19:16


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D