Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fui acusado, injustamente acusado!

por Jorge Soares, em 06.05.08

Calimero

 

Hoje era um daqueles dias em que estava sem tema, quer dizer, tenho vários temas em mente.... mas nenhum está maduro, ou já está maduro de mais e já passou.... estava entre não escrever nada, colocar um vídeo ..ou mais um poema..... à hora do almoço li uma noticia sobre as mulheres e a sensualidade da sua voz naqueles dias.... se calhar dava um post engraçado... mas a verdade... talvez um dia de estes.

 

Saí tarde do emprego.. cheguei a casa fiz o post do Momentos e olhares, e fui directo à cozinha, fiz o jantar, (espetadas grelhadas com salada de cores), pus a mesa, jantamos, a P. foi fazer os trabalhos de casa com os miúdos enquanto eu levantei a mesa, coloquei a loiça na máquina e arrumei a cozinha.


Sentei-me ao computador, ia responder a comentários... foi então, quando soube... fui acusado, vilmente acusado,.... de parecer um adolescente.... pior, fui acusado pela minha filha de oito anos, de parecer um adolescente.......  foi assim:

 

-A tua filha diz que tu pareces um adolescente!

- ..... Eu?

-Sim, tu!

-Mas pareço um adolescente porquê?

-Ela diz que passas a vida ao computador, que passas a vida a ler blogs e no messnger

-... Mas...

-Que pareces um adolescente e que é preciso termos cuidado contigo......

 

Não é justo.... não é justo.... onde é que já se viu um adolescente que faz o jantar, põe a mesa, levanta a mesa?.... vai deitar os filhos....... adolescente, eu?

 

Ela já estava de castigo porque sistematicamente se esquece dos livros na escola e portanto não faz os trabalhos de casa... agora vai ficar de castigo por queixinhas .... onde é que já se viu uma criança de 8 anos acusar o pai de adolescente?..... e ainda por cima injustamente.

 

Não é justo..... não é justo! pronto!

 

Jorge

PS:Imagem retirada da internet

 

 

publicado às 22:02


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com


Posts mais comentados





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D