Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para que serve o Banco de Portugal?

por Jorge Soares, em 04.08.14

Henricartoon

 

Imagem do HenriCartoon

 

Na sexta feira passada eu perguntava "Quanto tempo dura o BES?", ainda nem tive tempo de responder aos comentários do post, mas a resposta não demorou, tal como eu previa no fim do post, o BES já era!

 

Ontem era dia de encerramento da Feira de Santiago em Setúbal, e encerrou em grande com um concerto de Pedro Abrunhosa que terminou madrugada dentro, não ouvi a declaração de Carlos Costa nem os diversos comentários dos economistas, sei que há neste momento opiniões para todos os gostos, há quem aplauda a solução e quem ache que simplesmente se deveria ter deixado o banco falir.

 

Depois de tudo o que já ouvi e li, continuo na minha, deixar falir o segundo maior banco do país seria o mesmo que convidar a Troika a vir cá passar o natal, as consequências para o estado e para a economia seriam de tal ordem que o melhor era arranjar casa para os senhores da Troika se mudarem para cá por muito tempo.

 

Não sei se a solução encontrada será a melhor ou não, mas não tenho dúvidas que será de certeza muito melhor que deixar milhares e milhares de pessoas com contas e créditos penduradas num banco falido.

 

quem ache que se deveria deixar falir e usar a fortuna da família Espírito Santo para pagar, esquecem-se que essa fortuna estava na sua maior parte nos 20% que eles tinham no BES, 20% que há três meses equivaliam a quase 2 mil milhões de Euros e que agora valem 0. É claro que eles tem mais bens, mas a verdade é que esses outros bens valem migalhas em comparação com o dinheiro e os créditos que existem no BES.

 

Encontrada a solução, resta agora apurar responsabilidades, não só as responsabilidades criminais de quem com uma gestão e decisões fraudulentas, levou o banco a esta situação, mas também as responsabilidades de quem deveria supervisionar e evitar que isto chegasse a este ponto e que pelos vistos esteve a olhar para outro lado durante anos. 

 

Como é que com tudo o que está a aparecer agora, o BES conseguiu passar com boa nota nos testes a que foi submetido há bem pouco tempo?

 

Depois do que aconteceu com o BPN e agora com o BES, a questão que se coloca e que seria bom que alguém respondesse é: Para que serve o Banco de Portugal?

 

Jorge Soares

publicado às 23:49

Mineiros libertados da mina no Chile

 

Imagem do El Mundo

 

Ontem por volta da  meia noite as imagens em directo desde o Chile, mostravam várias pessoas de volta da cápsula que iria trazer de volta ao mundo os mineiros que há 69 dias estavam no fundo da mina. Desde que voltei de férias que tenho seguido dia a dia o progresso dos trabalhos, e confesso que ontem quando me fui deitar estava algo ansioso... a ideia de que por algum motivo a aquela cápsula ficasse presa a meio do caminho com um dos homens lá dentro... era arrepiante. Felizmente nada disso aconteceu e a esta hora estão a retirar o Vigésimo quarto, espera-se que até ao fim da noite todos estejam cá fora.

 

A forma como os homens ficaram presos na mina e tudo o que aconteceu desde aquele dia no inicio de Agosto até hoje, é um paradigma do estado da nossa sociedade.

 

Por um lado temos um país da América do Sul em franco desenvolvimento, dizia alguém hoje que o Chile é o país mais desenvolvido do sub-continente.. eu tenho sérias dúvidas que isto seja verdade, ou não existisse o Brasil ali ao lado, por outro lado temos a imagem de trabalhadores de uma mina que aparentemente continuam com as condições de há várias décadas atrás. Não é em balde que hoje ao sair da cápsula, um  dos mineiros nas suas primeira declarações referiu que há muito a mudar nas condições de trabalho das minas no Chile.

 

Por outro lado, temos um mundo completamente globalizado que não só nos mostra em directo o que se passava no fundo da mina, como consegui em pouco tempo unir-se para levar até aos confins do  deserto  chileno a tecnologia e as condições para que hoje estejamos todos  a ver em directo cada nova saída e a festejar como se fosse cá.

 

É verdade que a globalização nos veio trazer muitas coisas más, mas alguém já pensou o que seria destes homens se em lugar de em 2010, tivessem ficado soterrados há duas ou três décadas atrás? Será que a tecnologia que permitiu o seu resgate existiria em condições de chegar até lá em tão pouco tempo? E será que existiriam os recursos ou sequer a vontade para conseguir colocar uma máquina deste tamanho em movimento? Existiriam a condições politicas no Chile que permitissem a entreajuda de tantos países?.... são muitas interrogações.

 

Felizmente o mundo evolui, as condições politicas evoluem e permitem que as condições sociais melhorem. Foi uma muito agradável surpresa ver como tanta gente de tantos países reuniu esforços em prol destes homens, esforços que para além de salvar estas vidas, servirão de certeza absoluta como exemplo e um precedente para salvar muitas mais vidas no futuro.

 

Bem haja pelo mundo.. é nestas alturas que concluímos que resta alguma esperança para o homem.

 

Jorge Soares

publicado às 21:59


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D