Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O presépio de lata

por Jorge Soares, em 24.12.11

Presépio de lata

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Três estrelas de alumínio
A luzir num céu de querosene
Um bêbedo julgando-se césar
Faz um discurso solene

Sombras chinesas nas ruas
Esmeram-se aranhas nas teias
Impacientam-se gazuas
Corre o cavalo nas veias

Há uma luz branca na barraca
Lá dentro uma sagrada família
À porta um velho pneu com terra
Onde cresce uma buganvília

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Oiçam um choro de criança
Será branca negra ou mulata
Toquem as trompas da esperança
E assentem bem qual a data

A lua leva a boa nova
Aos arrabaldes mais distantes
Avisa os pastores sem tecto
Tristes reis magos errantes
E vem um sol de chapa fina
Subindo a anunciar o dia
Dois anjinhos de cartolina
Vão cantando aleluia

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Nasceu enfim o menino
Foi posto aqui à falsa fé
A mãe deixou-o sozinho
E o pai não se sabe quem é

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells

 

Rui Veloso

 

 

 
Os meus melhores desejos de um Feliz natal a todos
Dezembro de 2011
Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

A veia do poeta

por Jorge Soares, em 15.08.11

A veia do poeta.. o voo das borboletas

Imagem Minha do Momentos e Olhares

 

 

Cansado do movimento
Que percorre a linha recta
Fui ficando mais atento 
Ao voo da borboleta 
Fui subindo em espiral 
Declarando-me estafeta
Entre o corpo do real 
E a veia do poeta

Mas ela não se detecta 
À vista desarmada
E o sangue que lá corre
Em torrente delicada 
É a lágrima perpétua
Sai da ponta da caneta
Vai ao fim da via láctea 
E cai no fundo da gaveta

Ai de quem nunca guardou
Um pouco da sua alma
Numa folha secreta
Ai de quem nunca guardou
Um pouco da sua alma
No fundo duma gaveta
Ai de quem nunca injectou
Um pouco da sua mágoa 
Na veia do poeta

 

Rui Veloso

 

 

Borboletas no jardim...

Setúbal, Outubro de 2008

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:25

 

Rui Veloso

 

Foi uma daquelas noticias que de repente nos recordam como o tempo passa, passaram 20 anos. Há 20 anos eu era um jovem recem chegado de outro país, de outras culturas e para mim foi um encontro com a verdadeira música Portuguesa, um dia dei por mim a ouvir na rádio um "Não há estrelas no céu" .. e foi como se tivessem aberto uma porta que me levou a um mundo cheio de magia. De repente descobri que havia em Portugal música.

De mais está dizer que me tornei fã.. nunca esquecerei num concerto na Expo o Rui sentado no palco com a Guitarra na mão a perguntar: "mas vocês não se querem ir embora? Olhem que o animatrix já começou"... não, ninguém queria ir embora... ninguém queria ver mais nada.. só a ele..e não fomos, e ele cantou mais 3 ou 4, ali sentado no palco.

O Rui festeja 30 anos de carreira e 20 anos daquele álbum fantástico Mingo e os samurais.. que me levou a perceber que em Portugal existem grandes músicos.

Em jeito de homenagem, vou  copiar um post que escrevi há dois anos.. na altura era um desafio... mas na verdade mostra como o Rui canta a vida.

Nave lançou-me este desafio. É suposto colocar uma foto minha, escolher um artista e responder às perguntas com letras das musicas..... ando com alguma preguiça mental, o desafio veio mesmo a calhar.  Escolhi o Rui Veloso, um artista Português que admiro. Aqui Vai:

1. És homem ou mulher?

Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras

2. Descreve-te:

Cansado do movimento
Que percorre a linha recta
Fui ficando mais atento
Ao voo da borboleta
Fui subindo em espiral
Declarando-me estafeta
Entre o corpo do real
E a veia do poeta

3. O que as pessoas acham de ti?

O prometido é devido

4. Como descreves o teu último relacionamento?

Quanto vale o teu sorriso
Teu siso
Juízo da vida
Essa coisa escondida
Que me faz viajar
Quanto vale o teu consolo
Teu colo
Descolo prà lua
Essa coisa só tua
Para me azucrinar

5. Descreve o estado actual da tua relação com a tua  namorada ou pretendente:

Quanto vale a tua voz
Todos nós
Somos sós de paixão
Até ver o clarão
O mistério do dia
Quanto vale o teu afecto
Directo
Alfabeto do ser
E depois sem querer
Ter o dom da alegria
Dá-me luta, dá-me alento
Qualquer coisa pra lembrar

6. Onde querias estar agora?

Roendo uma laranja na falésia
Olhando o mundo azul à minha frente,
Ouvindo um rouxinol nas redondezas,
No calmo improviso do poente
Em baixo fogos trémulos nas tendas
Ao largo as águas brilham como prata
E a brisa vai contando velhas lendas
De portos e baías de piratas

7. O que pensas a respeito do amor?

Ontem as águas estavam serenas
Mantinham a distância certa
Éramos cúmplices apenas
Sem ter o coração alerta
Amiga era um sentimento
Sem fazer calor nem frio
Tudo entre nós era simples
Como as coisas em pousio
Foi qualquer gesto que fizeste
Qualquer coisa que disseste
Que mudou a situação

8. Como é a tua vida?

Sei quem canta no trabalho
E mexe no choro e no riso
Sei quem conhece um atalho
Para voltar ao paraíso
Há quem limpe chaminés
Há quem limpe corações

9. O que pedirias se pudesses ter um só desejo?

Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo

10. Escreve uma frase sábia:

muito mais é o que nos une
que aquilo que nos separa

Bom, já está, é suposto passar o desafio..... bom, aqui está, sintam-se à vontade, é só pegar.
Valeu João!

 

 

 


 


Parabéns Rui.. que sejam muitos mais anos e muita mais dessa tua musica.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15

Desafio - alma de poeta

por Jorge Soares, em 03.11.08
Rui Veloso
 
A Nave lançou-me este desafio. É suposto colocar uma foto minha, escolher um artista e responder às perguntas com letras das musicas..... ando com alguma preguiça mental, o desafio veio mesmo a calhar.  Escolhi o Rui Veloso, um artista Português que admiro. Aqui Vai: 
 
1. És homem ou mulher?
          
Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras
 
2. Descreve-te:
 
Cansado do movimento
Que percorre a linha recta
Fui ficando mais atento 
Ao voo da borboleta 
Fui subindo em espiral 
Declarando-me estafeta
Entre o corpo do real 
E a veia do poeta
 
3. O que as pessoas acham de ti?
 
             O prometido é devido
 
4. Como descreves o teu último relacionamento?
 
Quanto vale o teu sorriso 
Teu siso
Juízo da vida
Essa coisa escondida
Que me faz viajar 
 
Quanto vale o teu consolo
Teu colo
Descolo prà lua
Essa coisa só tua
Para me azucrinar
 
5. Descreve o estado actual da tua relação com a tua  namorada ou pretendente:
 
Quanto vale a tua voz
Todos nós
Somos sós de paixão
Até ver o clarão
O mistério do dia
 
Quanto vale o teu afecto
Directo
Alfabeto do ser
E depois sem querer
Ter o dom da alegria
 
Dá-me luta, dá-me alento
Qualquer coisa pra lembrar
 
6. Onde querias estar agora?
 
 Roendo uma laranja na falésia
Olhando o mundo azul à minha frente,
Ouvindo um rouxinol nas redondezas,
No calmo improviso do poente
 
Em baixo fogos trémulos nas tendas
Ao largo as águas brilham como prata
E a brisa vai contando velhas lendas
De portos e baías de piratas
 
7. O que pensas a respeito do amor?
 
Ontem as águas estavam serenas
Mantinham a distância certa
Éramos cúmplices apenas
Sem ter o coração alerta
 
Amiga era um sentimento
Sem fazer calor nem frio
Tudo entre nós era simples
Como as coisas em pousio
 
Foi qualquer gesto que fizeste 
Qualquer coisa que disseste 
Que mudou a situação 
 
8. Como é a tua vida?
 
 Sei quem canta no trabalho
E mexe no choro e no riso
Sei quem conhece um atalho
Para voltar ao paraíso
 
Há quem limpe chaminés 
Há quem limpe corações
 
9. O que pedirias se pudesses ter um só desejo?
 
Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo 
 
10. Escreve uma frase sábia:
 
muito mais é o que nos une
que aquilo que nos separa
 
Bom, já está, é suposto passar o desafio..... bom, aqui está, sintam-se à vontade, é só pegar.
 
Valeu João!
 
Jorge
PS:A minha foto está ali no topo do blog.... aqui só podia ser o Rui Veloso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Mariza e Rui Veloso

por Jorge Soares, em 27.10.07

Há uns dois ou três anos atrás  estava eu a fazer zapping de rádio num parque de campismo das Astúrias, quando de repente passei por um som conhecido, uma musica da Mariza numa rádio espanhola, era a RDP lá do sitio e estavam a fazer uma entrevista à Mariza.

 

Uma longa entrevista em que a cantora fala da sua vida e da sua musica, confesso que para além de algumas das musicas, eu não conhecia absolutamente mais nada sobre a Mariza. Nesse dia e depois de uma longa e muito bem conseguida entrevista, fiquei a conhecer a Mariza, foi preciso ir para a Espanha para ficar a conhecer uma grande cantora do meu pais.

 

Hoje andava no You Tube à procura de alguma coisa sobre Setúbal para colocar aqui, quando me deparei com este magnifico vídeo da Mariza e do Rui Veloso

 

 

 

" class="ljvideo"> 
Jorge
PS:Nem sempre  tenho tema para escrever, este vídeo é fabuloso e junta o que há de melhor em Portugal......do meu ponto de vista, claro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D