Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



marcosilva.jpg

 

Imagem do Público

 

Marco Silva levou o Sporting à vitória na taça de Portugal, o único troféu ganho pela equipa de Alvalade nos últimos sete anos.

 

Três dias depois ficou a saber que o clube o despede com justa causa... justa causa? O motivo deve ser ter terminado com o status quo no clube nos últimos anos, é culpado de ter conseguido ganhar alguma coisa.

 

Bruno de Carvalho anda há dois anos a gritar contra o sistema, na realidade a imagem com que passado todo este tempo ficamos é que este barulho todo e a vontade de aparecer, não é porque ele seja contra o sistema, é porque o sistema não o deixa entrar.... por muito que ele se esforce.

 

Os problemas do presidente do Sporting com marco Silva começaram quando este se recusou a dar passos maiores que as pernas, Marco sabia das limitações da equipa que treinava e tentou ser realista, Bruno de Carvalho não quer saber de realismos, o Sporting tem que ser campeão, mesmo que todo o mundo veja que não há nesta altura em Alvalade equipa para isso, o plantel do Sporting estava a milhas dos do Benfica e do porto.

 

Mesmo com um plantel inferior o Marco conseguiu dar luta aos outros dois candidatos, chegar ao terceiro lugar e ganhar a taça, mas para o Bruno isso não interessa nada... tinha que ser campeão, ponto final.

 

Hoje Marco Silva foi despedido com uma desculpa esfarrapada, o Bruno sabe que por muito bons que sejam os advogados do Sporting, não há por onde invocar justa causa, mas isso não  interessa nada, a justiça portuguesa vai demorar quatro ou cinco anos a decidir... e quando isso acontecer e se conclua que o Marco tem a receber o resto do contrato e uma indemnização, das duas uma: Ou o Bruno já não é presidente do Sporting, ou se continuam as loucuras como as desta semana, nessa altura j+a não há Sporting... .de todos modos não é ele que tem que pagar.

 

Está visto que há petróleo em Alvalade, mas não há vergonha nenhuma.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:25

Há petróleo no Alvalade XXI

por Jorge Soares, em 03.06.15

jesus.jpg

 

Imagem do Público

 

Andamos há dois anos a ouvir Bruno de Carvalho falar de contenção, ainda há uns dias dizia que nesta altura não faz sequer ideia de qual será o orçamento do Sporting para a próxima época, com o fim do patrocínio da PT e do BES é difícil saber de onde virá o dinheiro.. e de repente a noticia é que Jorge Jesus será o próximo treinador e com um salário que poderá chegar aos seis milhões por época.... será que alguém descobriu que aqueles problemas todos com o relvado do Alvalade XXI se devem à  existência de petróleo debaixo do estádio?

 

As noticias falam de que o milionário salário de Jesus será pago por empresários africanos, mas será que esses milhões todos não seriam mais úteis para garantir a permanência e contratação de jogadores de qualidade?

 

Depois de pagar a um treinador um salário que está ao nível dos clubes ricos europeus, com que moral poderá Bruno de Carvalho pedir aos seus melhores jogadores que continuem a ter salários ao nível dos clubes mais pobres? Com que argumentos irá evitar que todos tenham aspirações a ganhar mais já seja no Sporting ou noutro clube qualquer que esteja disposto a contratar?

 

O Sporting vai despedir o treinador que passados sete anos levou o clube a ganhar um troféu, um treinador que tinha mais dois anos de contrato e que dadas as condições e tudo o que aconteceu ao longo da época, fez um trabalho brilhante. Será que com as mesmas condições e os mesmos jogadores Jorge Jesus será capaz de fazer melhor? Eu tenho sérias dúvidas...

 

Está visto que ao contrário do que parecia, ainda não foi desta que chegou o realismo a Alvalade e ao futebol português.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

Je suis frango

por Jorge Soares, em 17.02.15

Rui-Patricio-frangos-Bayern.png

Imagem de aqui

 

O Rui Patrício é um excelente guarda redes, não será um grande guarda redes, mas é de certeza um dos melhores guarda redes portugueses, ou não fosse há uma carrada de anos o titular da selecção. Como todos os excelentes guarda redes de vêz em quando tem um mau momento e acontece o que na gíria futebolística se chama um frango.

 

Comparado com a maioria dos jogadores de campo, os guarda redes são os que dentro do campo por norma cometem menos erros, muitos menos que os defesas, os avançados e até os treinadores, mas a vida é injusta com os homens das redes, falhar um golo de baliza aberta ou fazer a substituição errada não dão mais que para cinco minutos de conversa, dar um frango é motivo para semanas de assunto.

 

Foi isso que aconteceu a Rui Patrício no jogo com o belenenses, teve um momento de infortúnio e um pontapé na atmosfera resultou em golo dos azuis.

 

Só que desta vez a coisa deu para mais que titulares de jornais e tema nos milhentos programas sobre futebol, o frango deu para um vídeo da sagres, patrocinador do belenenses e da liga de futebol.

 

Vídeo que pelos vistos deu tal alarido e deixou tanta gente ofendida que a sagres se viu obrigada a o retirar e até a pedir desculpa ao guarda redes e aos sportinguistas.

 

Não sei quem terá tido a ideia do vídeo, o que não entendo é porque é que há tanta gente ofendida, Rui Patrício é um jogador de futebol, o futebol é um espectáculo e há muitíssima gente  a viver dele e a ganhar dinheiro com ele, porque é que a sagres não pode fazer um vídeo divertido sobre os frangos do guarda redes do Sporting ou outro qualquer?

 

Os sportinguistas não gostaram? Porquê? Só eles é que podem gozar com os frangos do Patrício? Não percebo porque é que há tantas virgens ofendidas, agora além de não se poder gozar com a religião, o papa, Maomé, também não se pode gozar com o futebol?

 

Uma coisa é certa, não fosse o burburinho armado pelos sportinguistas, eu e a maioria nem teríamos dado pelo vídeo....

 

Para quem ainda não viu:

 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17

Alguém desligue esta liga

por Jorge Soares, em 10.06.14

Mário Figueiredo

 

No princípio eram oito. Vai daí, um juntou-se a outro e ficaram sete. De seguida, outro foi anexado por outro e ficaram 6. Entretanto, um reuniu com outro e ficaram felizes para sempre. E ficaram 5. Saudades de casa ditaram que outro se juntasse a outro e temos 4. Mais eis que outro, ainda uma vez mais, procurou abrigo junto de outro. E restaram 3. E, no dia e hora aprazados, apareceram, não 3, mas 4 candidaturas. Quatro?

 

Quatro? não, afinal segundo as últimas noticias, é só um, Mário Figueiredo. Aparentemente, após a avaliação das 4 candidaturas entregues para os três candidatos, estranhamente, ou talvez não, só uma passou pelo crivo da mesa da assembleia geral da Liga, a de Mário Figueiredo.

 

Ora, Mário Figueiredo é o actual presidente da liga, o mesmo que um monte de presidentes de clubes andam há meses a tentar tirar de lá para fora.... pelos vistos, ainda não é desta.

 

Imagino que haverá uma explicação lógica, e esperasse que clara e transparente, para o facto que as duas listas de Seabra e a de Rui Alves terem sido rejeitadas, mas não deixa de ser estranho e no mínimo suspeitoso, que após tudo o que ocorreu nos últimos meses, a mesma mesa da assembleia geral que insiste em não fazer a vontade a uma maioria de sócios, agora chumbe os concorrente e estenda a passadeira vermelha a quem se mostra tão agarrado ao poder.

 

Há muito que a liga de clubes tem vindo a ser esvaziada de poderes e funções, neste momento pouco mais resta que a cada vez menos interessante taça da Liga e a organização dos  jogos dos campeonatos profissionais, na realidade o presidente da Liga pouco ou nada decide, pelo que não deixa de ser estranho que tanta gente se digladie para a controlar.

 

Desde há décadas que o futebol em Portugal  é completamente controlado pelos três clubes grandes que se esforçam por manter a situação de modo a controlarem e a fazerem e desfazerem a seu bel prazer. Mário Figueiredo foi eleito contra a vontade destes clubes e com os votos dos pequenos clubes com a promessa de iria lutar por um futebol mais democrático e menos polarizado.

 

Gabe-se a vontade do senhor, mas está à vista que isso é areia a mais para a sua camioneta e após dois anos o que se vê é que aparentemente todos ralham e ninguém tem razão, os grandes são cada vez maiores e salvo esporádicas e cada vez mais raras excepções, os outros estão cada vez mais para trás.

 

Se pensarmos logicamente, dos muitos candidatos que mostraram intenções de se candidatarem, o único que realmente deveria merecer os votos dos pequenos clubes é mesmo Mário Figueiredo, é o único que continua a tentar lutar contra o quase monopólio das transmissões televisivas, para que exista uma distribuição equitativa do dinheiro e que mostra vontade de resolver os enormes problemas que afligem 99% dos clubes.... pena que não mostre a mínima capacidade de ser capaz de o fazer.

 

Está à vista que ainda não é desta que vai haver paz na liga Portuguesa de clubes... tudo isto cheira cada vez mais mal e se calhar, para bem do cada vez mais pobre futebol português, está na hora que alguém desligue esta liga.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Estádio da luz

 

 

A Proteção Civil recomenda que não se saia de casa a partir das 18:00, visto que se prevê um agravamento do estado do tempo. A entidade considera mesmo que estar na rua é um comportamento de risco.

 

A frase acima foi repetida inúmeras vezes durante o dia em todos os meios de comunicação, entretanto havia pessoas que viajavam dos mais variados pontos do país para assistir a um jogo de futebol, que ia começar exactamente na altura em que as condições meteorológicas se iam chegar à sua fase mais critica.

 

Como é que é possível que na mesma altura em que se práticamente todo o país no nivel máximo de alerta e se aconselha à população que não saia de casa, se autorize que se realize um espectáculo ao ar livre com mais de 60 mil pessoas?

 

Todos vimos em directo como as placas metálicas da cobertura do estádio caiam sobre as cadeiras vermelhas que minutos antes estavam ocupadas por pessoas, o que teria acontecido se essas placas metálicas tivessem caído uns minutos antes? Quem seria responsável pelas consequências?

 

Todos sabemos da importância do negócio do futebol, mas será que não há limites? Qual a verdadeira importância e autoridade da protecção civil? Conseguem fechar a marginal do Porto porque as ondas podem chegar cá acima mas não conseguem impedir um espectáculo em que se colocam em risco a vida de milhares de pessoas?

 

Evidentemente ninguém estava à espera que a cobertura do estádio se desfizesse desta forma, mas não é novidade para ninguém que cada vez que há um jogo desta importância há milhares de pessoas que viajam de todo o país para assistir, será que ante o agravamento das condições atmosféricas e sabendo que essas pessoas se fariam à estrada no fim do jogo para em muitos casos fazer centenas de kms, não se deveria ter adiado o jogo?

 

Todos vimos que foi por pura sorte que não aconteceu uma tragédia no Estádio da Luz, de quem seria a responsabilidade se aquelas placas metálicas tivessem caido uns minutos antes?  O futebol não pode estar acima da vida das pessoas. O dinheiro e os interesses comerciais e televisivos não pdoeme star acima das vidas das pessoas.

 

Veja aqui a reportagem da RTP

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Foi legalizado o "roubo de Capela"

por Jorge Soares, em 26.04.13

Roubo à capela

 

Imagem do HenriCartoon 

 

 

Não sou de bater muito nos árbitros, aliás, das poucas vezes que aqui falei do assunto foi para os defender ou para os elogiar nos casos em que a nível internacional mostram que são tão bons ou melhores que os do resto do mundo. Sempre achei que estes são parte do futebol e tal como os jogadores, os treinadores ou os dirigentes, eles tem direito a errar.

 

Parece que no último Benfica-Sporting João Capela não teve um dos seus melhores dias, tirando Jorge Jesus, mesmo os Benfiquistas mais ferrenhos aceitam que se ele tivesse apontado um ou dois penalties em contra do Benfica, não tinha sido escândalo nenhum, mas não apitou, e portanto não aplicou os devidos castigos aos jogadores do Benfica envolvidos nos lances. Todos temos dias maus, João Capela teve um dia mau.

 

Eu posso aceitar que João Capela tenha um dia mau, todo o mundo tem, o que já não consigo aceitar é que depois de uma arbitragem muito infeliz, o observador da liga no seu relatório sobre a arbitragem faça eco das palavras de Jorge Jesus e além de considerar a arbitragem de João Capela, limpinha, a considere uma das melhores da liga.

 

Segundo um ex-árbitro que ouvi na Antena 1, os 3,7 pontos atribuídos a João Capela pelo jogo da Luz será uma das melhores notas do ano, ou seja, uma arbitragem de luxo.... ao árbitro a gente desculpa, errar é humano e só se engana quem lá anda dentro, mas o que dizer das palas do observador?

 

É caso para dizer que depois disto e dada a sincronia entre as palavras de Jorge Jesus e a nota do observador, está instituído o "roubo de capela".

 

Meus senhores, não havia necessidade de tanta falta de vergonha.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:19

Janela

Imagem minha do Momentos e Olhares

 

Não parece nada, mas estou de volta, eu estou cá, hoje até já voltei ao trabalho, mas na realidade o que sinto é que parece que a minha mente se recusa a voltar ao ritmo normal.. à vida...estou aqui há meia hora a tentar debitar meia dúzia de letras e está complicado... não é que não tenha tema, tenho até vários de que queria falar, mas alinhavar 4 ou 5 palavras para que formem uma frase que diga algo coerente.... não está fácil...

 

Bom, desisto, por hoje, só vou dizer.. estou de volta. já lhes falarei das férias, dos campings, do excepcional verão que tivemos este ano nas Astúrias... agora vou ali olhar para as mais de 1300 fotografias que tirei e ver o que se aproveita...

 

Jorge Soares

 

PS:Acabo de descobrir que o Sporting perdeu em casa com o Rio Ave, isto está-se a compôr {#emotions_dlg.porto}

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Ribeiro Cristovãomontou cilada a árbitro?

 

Imagem do Público 

 

Levamos anos a ouvir o choradinho do Sporting, a culpa dos desaires da equipa não é da politica de contratações, não é do desaproveitamento de uma das melhores escolas de formação do país, nem da falta de paciência com os treinadores... não, para os dirigentes do Sporting, a culpa é quase sempre dos árbitros.

 

Hoje descobriu-se que afinal, se calhar eles até sabem do que falam. A meio do dia a notícia era que a Policia Judiciária fazia buscas em Alvalade e que um dos vice presidentes do Sporting era constituido arguido por tentativa de incriminação do árbitro José Cardinal

 

É claro que desde que saiu a noticia do depósito dos dois mil Euros, havia muita gente a falar de fruta e de apitos dourados, quem está na mó de baixo não perde uma oportunidade como esta para tentar lançar mais areia para os olhos e mais umas achas para a fogueira, O Porto e Pinto da Costa tem as costas largas. Hoje já há muitos que engoliram as palavras e saíram de fininho com o rabo entre as pernas... é bom que sirva de lição a quem só conhece os argumentos do insulto e da acusação para justificar as derrotas... quem sabe o que se descobrirá amanhã.

 

Independentemente da cor clubista de cada um e das análises mais ou menos parciais que se possam fazer,  isto é muito triste e muito mau para o futebol português, Pereira Cristovão é vice presidente do Sporting, não é um funcionário ou adepto anónimo qualquer, o clube não pode simplesmente lavar as mãos e fingir que não se passou nada, o que se passou é muito grave.

 

Todas estas coisas só servem para aumentar a desconfiança e o descrédito na liga e no nosso futebol em geral, já não bastavam os salários em atraso, as polémicas dia sim dia também, agora temos um dos maiores clubes do país metido numa embrulhada destas.

 

É mau, muito mau.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Domingos Paciência abandonou o Sporting

Imagem do Público 

 

O Sporting tem um recorde impressionante, 12 treinadores desde 2000, sendo que pelo meio Paulo Bento conseguiu a proeza de aguentar 3 anos e meio.

 

É suposto ser o clube das elites, talvez tirando a Académica, que é de outro campeonato, será talvez o clube com os adeptos mais bem formados, com mais cultura... mas está visto que cultura e cultura futebolística são coisas muito diferentes. Olhando para os números o que salta à vista é que há em Alvalade muita falta de paciência e mal as coisas começam a correr mal, aparece a pressão sobre jogadores, dirigentes e sobretudo, os treinadores... pressão que evidentemente não ajuda nada e só torna as coisas mais difíceis para todo o mundo... excepto os adversários, é claro

 

Olhando para os treinadores que passaram pelo banco do Sporting desde o início do século, é verdade que não há nenhum Mourinho, mas nomes como Boloni, Paulo Bento, Fernando santos, José Peseiro e agora Domingos, são homens que já seja no Sporting, casos de Peseiro e Paulo Bento, ou noutros clubes deram provas de serem treinadores de qualidade. 

 

O caso de Peseiro é sintomático da falta de paciência e eu diria até de visão, Peseiro levou o Sporting à luta pelo título até à última jornada no mesmo ano em que chegou à única final Europeia nos últimos 50 anos, mesmo assim mal as coisas começaram a correr mal no ano a seguir, foi despedido...e lá se começou tudo de novo.

 

Estará em Alcochete talvez a melhor academia de formação do mundo, Paulo Bento terá sido o único que teve tempo e paciência para aproveitar de forma exemplar essa formação, mesmo assim, pouco mais de dois anos depois da sua saída do clube, praticamente não resta ninguém desse lote de excelentes jogadores. Em contrapartida este ano o Sporting gastou muito do dinheiro que não tem, na compra de 19 jogadores... enquanto nomes feitos como Djaló eram escorraçados do clube por adeptos impacientes.

 

Os dirigentes do Sporting já tiveram tempo de perceber que há algo de muito errado no clube, mas apontam sempre para o alvo errado, Domingos Paciência é um excelente treinador, o seu passado fala por si, é sempre mais fácil despedir o treinador que reconhecer que se tomaram as opções erradas na politica de compras e contratações... mas já está mais que visto que não é o treinador que tem que mudar, é a mentalidade de quem manda... e já todos sabemos que em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão. .. sem Paciência o Sporting não vai longe... e é pena porque o futebol português precisa de clubes fortes e bem estructurados para ser competitivo.

 

Desejo a melhor sorte ao Sá Pinto, ele vai precisar, ao Domingos, também... e lá te esperamos no Dragão

 

{#emotions_dlg.porto}

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Sporting Falido

Imagem de Henricartoon

 

Não passou muito tempo desde o Verão passado quando três clubes nas meias finais da Liga Europa faziam do futebol Português um exemplo para o país, a final  entre o Porto e o Braga valeram ao futebol nacional um inédito primeiro lugar no ranking europeu. Na altura não faltou quem aproveitasse o momento para mostrar como o futebol podia ensinar o país a ter sucesso em momentos de crise.

 

Passado pouco mais de meio ano eis que a realidade aparece e mostra aquilo que todo o mundo sabe, mas que ninguém quer ver. esta semana o Sporting foi noticia, não só porque teima em não levantar cabeça no campeonato, mas também porque feita a auditoria às contas, a  conclusão a que se chegou foi que a instituição está há muito tempo na falência e  à imagem do país, a viver muito acima daquilo que seria possível.

 

É claro que a situação do Sporting não é única, no dia que façam auditorias ás contas de Porto e Benfica o resultado será o mesmo... aos restantes clubes não é necessário fazer auditorias, basta seguir as noticias da falta de pagamentos de salários para se perceber o que por aí vai....e sinceramente a mim faz-me muita confusão como é que clubes que todos os anos deixam de pagar em Novembro, conseguem ter jogadores e inscrever equipas no ano a seguir.

 

Hoje foi notícia Carlos Pereira, presidente do Marítimo, que reconheceu ter pago uma divida do clube ao fisco com um cheque careca... ora, fosse o senhor Carlos Pereira um cidadão normal e não um presidente de um clube de Futebol, a esta hora já teria a polícia á porta... como é do futebol que se trata, ele vem para os jornais cheio de razão e a reclamar justiça.

 

Quando olhamos para o futebol profissional deste país o primeiro que pensamos é que em algúm lado há um saco sem fundo, clubes que todos os anos dão prejuízo de muitos milhões, funcionam como se algures debaixo do estádio existisse um poço de petróleo, gastam-se milhões em jogadores, pagam-se salário milionários e vive-se como se não existissem contas. De onde sai o dinheiro para manter tudo isto é um enorme mistério, qualquer outra empresa ao fim de dois ou três anos no vermelho encerra as suas portas, os clubes de futebol passam décadas no vermelho e parece que cada vez há mais dinheiro... algo de errado tem que haver em tudo isto.

 

A realidade é que tal como o país, o futebol há muito que está falido, e ao contrário do que se tenta muitas vezes mostrar quando há resultados desportivos de mérito, não é exemplo para ninguém. Há muito que vive acima das suas possibilidades e só sobrevive, quando sobrevive, que há exemplos como o do Boavista, Salgueiros, Farense, ... graças a esquemas mais ou menos obscuros e para os que o resto do país teima em não olhar. É claro que também há os casos mais ou menos escandalosos daqueles que vivem em grande parte dos nossos impostos, graças à generosidade de regiões autónomas e algumas autarquias.

 

Não, o futebol não é exemplo para ninguém... bem pelo contrário.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46


Ó pra mim!

foto do autor






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D