Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais uma jornada, mais racismo no futebol

por Jorge Soares, em 11.05.14

Racismo

 

Imagem do Público 

 

O episódio de que falei neste post, que envolveu Dani Alves, uma banana e adeptos do Villareal de Espanha, saldou-se com uma multa de 7000 Euros ao Villareal e tudo continuou como se nada tivesse acontecido. de tal forma que na semana a seguir registou-se um novo caso de racismo envolvendo Pape Diop, jogador do levante e adeptos do Atlético de Madrid que imitavam macacos cada quando o jogado Senegalês do Levante.

 

Sei que há quem ache que tudo isto não passa de actos isolados praticados por dois ou três adeptos e que os clubes não devem ser punidos, concordo que isto é obra de alguns anormais, mas não concordo que os clubes não sejam responsabilizados, porque acho que estes não fazem o suficiente para evitar que os episódios se repitam.

 

E também não é com multas de 7000 Euros que estes vão reagir, o valor é ridiculo e a mensagem que passa é que não há uma vontade real para se resolver o problema e a prova é que esta semana em Itália o episódio da banana voltou a repetir-se uma vez mais. Esta vez foram os adeptos do Atalanta em Itália que atiraram duas bananas na direcção do guineense Kévin Constant e do holandês Nigel de Jong, ambos do Milan.

 

O futebol é um desporto de milhões e só existe porque existem futbolistas, sem eles não há clubes e não há adeptos, 7000 Euros de multa é um insulto da federação espanhola a Dani Alves, e um convite aos anormais que insultam jogadores só porque eles tem cor de pele diferente.

 

A verdade é que enquanto a Fifa , a Uefa e as federações fingem que se preocupam, estas coisas repetem-se quase todas as semanas e não vale a pena que se inunde a internet e as redes sociais com gente a comer bananas, não é assim que se vai resolver o problema, o problema só se vai resolver quando todo o mundo, para além de quem sofre na pele os insultos em cada jogo, tenha uma vontade real e tome acções reais para o resolver.

 

Digamos todos não ao racismo em qualquer situação.

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

Somos Todos Macacos... não ao racismo!

por Jorge Soares, em 28.04.14

Neymar

 

Imagem do El Pais

 

 

Não é a primeira vez, não é a segunda, não será de certeza a última, Dani Alves jogador de futebol do Barcelona, foi uma vez mais vitima de um acto de racismo durante o jogo da sua equipa contra o Villareal. Quando o jogador Brasileiro se preparava para chutar um canto, alguém lhe atirou uma banana. 

 

Dani não se deu por entendido, pegou na fruta, descascou-a, deu uma dentada, atirou o resto para fora da linha do campo e continuou o jogo como se nada. Tudo isto aconteceu debaixo do olhar atento do fiscal de linha que estava a meio metro do jogador.

 

O jogo, continuou e tudo isto só se tornou noticia porque alguém reparou nas imagens na televisão e fez eco das mesmas nas redes sociais, um enorme eco que chegou um pouco a todo o mundo por via de muitos jogadores de futebol principalmente brasileiros, talvez os que mais sofram com actos como este um pouco por toda a Europa.

 

Há quem ache o gesto de Dani Alves a melhor forma de combater o sucedido e o racismo no futebol, talvez seja verdade, a questão é que este tipo de situações acontece com muita frequência na maioria dos campeonatos europeus. Já vimos situações como estas ou parecidas nos campeonatos na Espanha, na Itália, na França, na Inglaterra, um pouco por todo o lado e a verdade é que raramente vemos ou ouvimos falar das consequências para adeptos ou clubes.

 

Já vimos jogadores destroçados a querer abandonar o campo lavados em lágrimas, jogadores que se insurgem, jogadores que simplesmente ignoram, o que não vimos foram as consequências para quem assim se comporta e para os clubes que mais não seja com o seu silêncio, as patrocinam.

 

Não fossem as imagens da televisão e uma vez mais nada teria acontecido, Dani Alves tentou seguir em frente, como de certeza o terá feito em muitas outras ocasiões, o problema é que muitas vezes há muita gente que tenta ignorar estas coisas e elas ficam sempre impunes... como o teria ficado esta se a televisão não estivesse lá.

 

De resto as palavras de Dani Alves são elucidativas sobre o que se passa no campeonato espanhol:

Ya me lo tomo a guasa. Llevo 11 años en España y durante este tiempo siempre lo mismo'

Ignorar o assunto não vai resolver a questão, Dani Alves teve uma resposta rápida e talvez irreflectida, mas o que dizer do árbitro assistente que assistiu a tudo impávido e sereno e nada fez? Eu acho que o jogo deveria ter sido interrompido, deveria ter ficado por ali e o Villareal punido com uma pena a sério.

 

Esta vez foi uma banana, muitas vezes são cânticos ou gritos racistas entoados por dezenas ou centenas de aficionados, como já aconteceu em Milão ou no Santiago Bernabéu do Real Madrid, ou no Vicente Calderón do Atlético de Madrid, na Inglaterra já aconteceu que há quem insulte os jogadores da sua própria equipa... já alguém ouviu falar de algum clube derrotado devido a uma situação destas? 

 

É preciso mais que campanhas de marketing e bandeirinhas contra o racismo, são precisas acções sérias e um verdadeiro empenho por parte de clubes e instituições oficiais, está mais que visto que o que se tem feito até agora não serviu de nada.

 

 

Jorge Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D