Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



13 anos depois alguém foi acusado do rapto do Rui Pedro

 

Imagem do Público

 

 

Andei aqui meio indeciso, falo dos brinquedos caros ou falo da justiça que em Portugal parece que anda montada numa tartaruga?

 

Há uma série na televisão por Cabo que se chama, casos encerrados, nela uma jovem e bonita detective pega num caso antigo por resolver  e depois de muita investigação, de voltar a interrogar as testemunhas, de seguir novas pistas, termina por encontrar o culpado.  Hoje eu pensei que estava nesta série, 13 anos depois alguém, na verdade o único suspeito que existiu desde o inicio, foi acusado do rapto do Rui Pedro.

 

Ao contrário do que acontece na série, ninguém ouviu falar de uma jovem e bonita detective, nem de novas investigações, aliás, segundo Cândida Almeida, directora do DCIAP, nem sequer há novas pistas. Ou seja, o Ministério Público demorou 13 anos a avaliar o processo e no fim, com base nos testemunhos de familiares e colegas, testemunhos que foram obtidos há 13 anos, decidiu acusar de rapto precisamente o mesmo suspeito que tinha no início. E achávamos nós que o caso Casa Pia foi lento e demorado.... 

 

Eu tenho imenso respeito pela família do Rui Pedro, acho de louvar a forma como ao longo de todo este tempo eles têm lutado para que o caso não seja esquecido e a forma como tem contribuído para chamar a atenção para este tipo de casos, mas sinceramente duvido que tudo isto dê no que quer que seja, se existissem indícios sérios não tinham demorado 13 anos a acusar o senhor..., por muito carinho e muita vontade que se tenha colocado na apreciação dos factos que levaram agora a esta acusação.  Espero sinceramente estar enganado.

 

Mudando de assunto, esta semana saíram à luz pública uma série de telegramas do embaixador americano em que este falava do ministério da defesa de Portugal e da forma como são geridos alguns dos dossiês. Diz o senhor o seguinte:

 

"No que diz respeito a contratos de compras militares, as vontades e acções do Ministério da Defesa parecem ser guiadas pela pressão dos seus pares e pelo desejo de ter brinquedos caros. O ministério compra armamento por uma questão de orgulho, não importa se é útil ou não. Os exemplos mais óbvios são os seus dois submarinos (actualmente atrasados) e 39 caças de combate (apenas 12 em condições de voar)"

 

Há muitíssima gente indignada com o senhor, não estou a ver porquê, alguém acha que gastar dois mil milhões de Euros em Submarinos não é gastar dinheiro em brinquedos caros?... só para recordar, esses dois mil milhões de euros bastariam para tapar o buraco que fez com que no início do ano se aumentasse o IVA e se descesse o salário aos funcionários públicos. Aposto que muitos dos que agora se dizem indignados são os mesmos que disseram cobras e lagartos do governo quando este apresentou as medidas.

 

Sim, o senhor tem razão, não temos onde cair mortos e compramos armas como se fossemos ricos.. para quê? Compramos brinquedos caros para brincar às guerras, quando devíamos era utilizar o dinheiro para "comprar" uma justiça nova.

 

Jorge Soares

publicado às 20:59

Wikileaks.. algo vai muito mal no nosso mundo.

por Jorge Soares, em 16.12.10

Quem quer calar Assange?

 

Imagem do ionline

 

Nunca li o 1984 de George Orwell, sim, eu sei, é grave, mas não é preciso ter lido para conseguir imaginar que toda esta história criada à volta de Julian Assange e do Wikileaks será digna de um novo capitulo deste livro.

 

Há muito que sabíamos que Assange tinha sido acusado na Suécia de um crime de natureza sexual, acusação que teria sido arquivada há uns meses por alegadamente não ter pés nem cabeça, esta semana fomos esclarecidos, o caso foi reaberto e ficamos a saber que o senhor é acusado de ter tido relações sem preservativo.. acusação feita por duas senhoras que o convidaram a ir dormir com elas.

 

Entretanto Assange foi detido em Inglaterra e foram precisos dois juizes para decidir que o caso é o suficientemente parvo como para que ele possa ficar em liberdade. Na mesma Inglaterra onde um senhor Chamado Vale e Azevedo se refugiou depois de roubar o Benfica e mais meio mundo e de onde não há forma de o fazer regressar, e não me consta que tenha estado alguma vez preso... está-se mesmo a ver que ter sexo sem preservativo é muito mais grave que abusar da posição de advogado para roubar descaradamente.

 

Hoje ficamos a saber que a revista Time elegeu como homem do Ano o fundador do Facebooks, Mark Zuckerberg, isto depois de uma votação pelos seus leitores onde ele teve perto de 30000 votos, nada  que se compare aos mais 400.000 votos que teve Assange e que a revista ignorou num acto de vergonhosa censura.

 

Não me lembro de alguma vez ter lido a Time, mas não me parece que uma revista que presta uma vassalagem de este tipo ao estado, seja minimamente digna de confiança, quem é capaz de ignorar assim a opinião dos seus leitores é capaz de muito mais... não?

 

Tudo isto deixa um enorme amargo de boca, o que podemos ver é um estado soberano que supostamente é democrático e respeitador dos direitos humanos, que não duvida em lançar mãos de qualquer método, já seja directamente ou através de outros estados que também eles se dizem democráticos, para em lugar de esclarecer as noticias, tentar matar o mensageiro.... é ou não digno de Orwell?

 

Quem sabe um dia podemos ler no Wikileaks os documentos que deram origem a toda esta caça ao homem.... entretanto, algo vai muito mal no reino em que vivemos...e até eu que não tinha uma opinião formada sobre a legitimidade de se mostrarem assim os segredos.. começo a achar que sim... que eles devem mesmo ser mostrados.. quantos mais casos e embrulhadas como esta estarão para aparecer?

 

Jorge Soares

publicado às 22:06

WikiLeaks e Portugal, o país das mentiras

por Jorge Soares, em 01.12.10

WikiLeaks

Imagem de aqui

 

Eu nunca gostei muito da Ana Gomes, sempre achei que era alguém que vivia fora de tempo,  ouvir a senhora falar era como voltar aos discursos do Prec, mas se há algo em que lhe bato palmas é na forma como contra tudo e contra todos, insistiu até à exaustão na investigação da passagem por cá dos famosos voos secretos da CIA,  que levavam prisioneiros para e de Guantânamo. Eu não sei o resto do mundo, mas para mim era mais que claro que os voos tinham passado por cá, as provas eram mais que evidentes, apesar de toda a areia que nos andaram a atirar para os olhos.

 

Hoje foram tornados públicos no site WikiLeaks 722 documentos com origem na embaixada dos Estados Unidos em Portugal, um desses documentos esclarece que os Estados Unidos fizeram um pedido ao nosso governo para a passagem dos voos e que o assunto terá sido discutido entre Luís Amado e Condoleezza Rice em Washington.

 

Tudo isto se passou exactamente na altura em que o governo apresentava ao parlamento e ao país o resultado de uma investigação que concluiu pela não existência de provas da passagem por cá desses voos.

 

Ora, não sei o que irão revelar os restantes documentos, mas para já, temos a prova de que há um monte de gente que andou a mentir ao parlamento e ao país... na altura Luís Amado prometeu demitir-se se alguém conseguisse provar a cumplicidade do governo... ainda vai a tempo, ele e quem andou a prestar declarações incompletas ou falsas às comissões que investigaram o assunto.

 

Eu não tenho uma opinião sobre este fenómeno da WikiLeaks, acho que é para todos evidente que há coisas que são e devem ser secretas, nem tudo na vida, na nossa privada ou na dos Estados,  pode ser público, o mundo é muito complexo como para ser completamente transparente... e imagino que haverá muitos segredos que se descobertos causarão muito mais dano que o que lhes deu origem...  por outro lado, o equilíbrio e a paz mundial não podem ser mantidos com base em mentiras e no encobrimento.

 

Acho que nesta altura está mais que claro que quem mais lucra com tudo isto são os meios de comunicação, sem eles não existiria o site nem ninguém teria ouvido falar de Julian Assange o seu fundador... vamos esperar para ver até onde vai chegar.

 

Para já, e como muito bem diz a Ana Gomes aqui, "Mais depressa se apanha um acariciado que um coxo".

 

Jorge Soares

publicado às 21:44


Ó pra mim!

foto do autor



Queres falar comigo?

Mail: jfreitas.soares@gmail.com






Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D